Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRIANGULO FAMILIAR - FINAL

Eu Bruna(17) quero contar o final dessa experiência maravilhosa com minha mãe Helena(45) e irmão Gabriel(25), depois de termos ido dançar e num motel numa incrível noite de sexo em família.

Sabado de manhã, ainda garoava na cidade, fui a primeira a acordar, me desvencilhei dos braços de mamãe que dormiu agarradinha a mim (e Gabriel agarradinho á ela) e fui ao banheiro, tomei banho e quando voltei me deparei com uma cena muito linda. Gabriel deitado de barriga para cima e minha mãe de bruços, com a cabeça em seu ombro e formando um tipo de 4 com as pernas, com a perna direita esticada e a esquerda dobrada sobre as pernas do Gabriel, com sua vulva ainda inchada e peluda á mostra.

Não resisti e passei a acariciar aquela buceta ensopada e quente. Mamãe dormia pesado mas quendo dei por mim, Gabriel estama de olhos abertos observando minha travessura. Trocamos um sorriso e ele apontou para seu cacete adormecido, dizendo para eu coloca-lo na boca.

Obedeci, fui para o lado dele na cama. me ajoelhei e enquanto passeava com os dedos na xana de mamãe comecei a chupá-lo. Mamãe se mexeu e Gabriel aproveitou para mudá-la de posição, tirando-a de cima dela e colocando ao seu lado com a barriga para cima. Incrivel como ela não acordou mas o fato é que ela havia bebido um pouquinho a mais na boate e depois da noitada de transa, estava mesmo cansada, mas seu corpo ainda estava delicioso.

De repente Gabriel pede para que eu pare, se levanta e vai ao banheiro, pedindo que eu continue "brincando" com a mamãe mas tomando cuidado para não acordá-la.

E assim fiz, começei um banho de gato completo naquela morena de pele muito branca, muito peluda e com mamilos pretos, duros, deliciosos que eu comecei a chupar com mais força enquanto afundava meus dedos na buceta. Quando fui até sua boca e arrisquei um beijo ela correspondeu com sua lingua, estava acordada e passando a mão em minha buceta. Nos abraçamos e trocamos um beijo cheio de lingua e desejo, ela me agarrou com força e foi introduzindo o dedo em meu cu enquanto chupava meus peitos, quando eu ouuvi o Gabriel saindo do banheiro e disse a mamãe:-Xiiiii, ele vai ficar bravo que eu te acordei. No que ela de imediato reajiu:-Então faz e conta que eu ainda estou dormindo. E se colocou na posição oiriginal fingindo estar dormindo, sá prá ver o que Gabriel tinha em mente. Eu estava de 4, lambendo os lábios da xana de mamãe, Gabriel chegou por traz, me penetrou e começou a bombar num ritimo bem lento, fazendo minha xana se umidecer aos poucos e seu pau endurecer o suficiente. Comecei a tremer, mamãe se mecheu levemente virando de lado. Gabriel me puxou para o lado dela e começou a meter com mais força mandando eu lamber o cu dela, empurrei mamãe (que esboçava um pequeno sorriso no canto da boca) delicadamente para que ela ficasse de bruços, ela colaborou e já abriu um pouco mais as pernas deixando seu buraco traseiro á disposição. Abri bem sua bunda e comecei á cuspir e lamber em seu buraco preto e gozei, não consegui evitar um gritinho de prazer, mas mamãe se manteve firme no fingimento. Gabriel saiu de dentro de mim, trouxe seu pau á minha boca para que eu acabasse de molha-lo, e cuidadosamente foi montando em mamãe, enfiando seu cacete grosso naquele cuzão experiente. Mamãe se mecheu novamente, se colocando mais por baixo de Gabriel e sem abrir os olhos se erguendo, se apoiando em seus braços e falando baixinho:-Me agarra os peitos gatão, me fode com vontade. Gabriel percebendo a brincadeia não se fez de rogado, se lançou sobre seu corpo agarrando seus peios super duros, chupando seu pescoço e metendo em seu cu com uma vontade incrivel, urrando como um cavalo e sua fêmea.

-Bruna, ordenou mamãe-lambe as bolas e o cu do Gabriel, enfia um dedo no rabo dele, vai dar mais tesão.

E assim fui para a bunda do Gabriel e começei a lamber seu cu peludo chupar as bolas do se saco que balanava muito na trepara em mamãe, dei meu dedo indicador para ela chupar, ela o deixou ensopado de saliva e aos pouquinhos fui introduzindo no cu de meu irmão, que reajiu exatamente como mamãe esperava, seu pau ficou mais duro e ele passou a foder com mais força. -Tira, tira que eu vou gozar porra! Gabriel mandando livar seu buraco. Levantouu mamãe deixando-a de 4, agarrou nos seus cabelos e encheu seu cu de porra. Quando acabou, mamãe me chamou prá junto dela e juntas acabamos de chupar os restos do gozo do Gabriel.

Tomamos banho, café, nos vestimos, nos abraçamos como uma família e fomos para casa. Conversamos muito sobre o acontecido, que ficou como nosso segredo, e até hoje nunca mais se repetiu...até hoje! FIM.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


traindo na cadeia conto eróticoConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetaex cunhada safada casada com presidiáriocontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudoContos-esporrei na comida da cegaconto minha namorada greludacontos eroticos familiacontos eróticos fudendo a bucetuda de minha clienteputinha de zona contocontos eroticos fui comida na fazendaLóira safada narra conto metendo na coberturaIncesto irmas safadas relatos atuaisminha tia batendo um punheta para sobrinho contosSexo com papai contos eróticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos mamei a pica do caoconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhameu cu e meu genroconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilconto erótico gay em cinema. De Recifeaposta vestido de mulher contocontos de coroa com novinhocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto erotico em familiaa coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusvideo di japonesas e travestis dorminocontos eroticos sou tarado na sua bundonacontos eroticos cadtigando o cucontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemae e filha pequena contos eroticoseu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contofilha apaixonada pelo pai contos eroticisConto erotico fudendo a esposa sem saberminha esposa fica toda molhada quando falo que sonhei que que ela chupava outra rolacontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtoestuprada com objetos contos eroticoscontos putinha caralhudo corno chupacomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carrocontos tia marta sua bundacontos dei a xota pro mendigocontos eróticos eu provocava meu primo novinhocontoseroticos/maeiniciandofilhacontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapueracontos eroticos enrabada pelo professor de academiaContos eroticosmenina de dez anos fazendo sexoos policias comero minha muler porno contos eroticocontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola delegozoo na bucetakcontos eroticos gatinhascontos sou hetero fui sedusido dei a bunda e gosteicontos heroticos de rapazes que foram comidos e descobriram que eram gaysvídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no colotica cuzinho piscando na camContos Eróticos Contados Por Veraconto erotico de sogro fudendo a noraconto erotico foda com a viuvinhamarido sortiado a esposa contos eroticoscontos sexo minha mãe amor proibidomeu filho mete o dedo no meu cu e eu gostosenpatia para tansa com cuinhadaContos iniciano as garotinhasquero ver buceta do pigele gradeconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos dando o cu mais que xuxujaponesinha novinha foi da pro negao se arrependeucontos minha mulher transava e me beijavamasturbei meu melhor amigo contos gaycontos depois de 20 anos fui morar com minha mae e no banho ela vou meu rolaocontos o pau do enteadocorno no cinema contosMe chamo jaqeline e dei pra um cavalo no citio casa dos contos