Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA NAMORADA E UMA VADIA!

Olá galera, bom, não acho que devo me descrever, já que nesse conto sou um mero coadjuvante, nem apareço direito na histária, mas a minha namorada, ela sim, é a principal personagem, por isso vou descreve-la:rn20 anos, Branca dos cabelos e olhos negros, altura mediana, um pouco gordinha, com coxas e bundas gostosas de se pegar e um par de peitos que meu Deus, grandes e gostosos, e o nome, bom, vejamos... Chamarei de Marcela...rnBom, vamos ao conto...rnrnIsso aconteceu faz um ano e meio, quando a gente tinha começado a namorar. Eu sempre fui muito louco por ela, mas ela me jogava sá na amizade, até que rolou e ela gostou, e começamos a ficar, depois ficou sério e eu me sentia o homem mais feliz do mundo... Ela era (é) uma garota super sensível, delicada, dedicada aos estudos, caseira... E sempre foi cercada de rapazes em cima dela...rnEu por ter sido o melhor amigo dela em anos, sabia de tudo da vida dela, então consequentemente sabia do ex-namorado, o cara que tirou a virgindade dela e o único com quem ela transou antes de mim...rnVamos descrever o rapaz:rnNão muito alto, bombadinho, cabelos curtos e enrolados, olhos claros... Bom, acho que é isso, não sou bom em descrever pessoas, mas resumindo, tenho que admitir que ele não é feio... E o nome, vejamos... Daniel, é, é um bom nome...rnContinuando...rnrnDepois de terminar o namor com o Daniel, os dois ainda se reencontraram algumas vezes para "matar a saudade" (Se é que vocês me entendem) e ele sempre ia na casa dela, enquanto a mãe estava trabalhando, mas desde quando começamos a ficar juntos, ela não ficou mais com ele, dispensou ele várias vezes, e ele não se esforçava muito também diga-se de passagem...rnEntão ficou assim, 8 meses sem dar para ele, e depois disso eles nem conversavam mais, até aquele dia...rnrnEu estava conversando com ela pela webcam, normal, ela fazendo a lição dela da facul, tinha acabado de começar e estava toda empolgada. Conversa vai, conversa vem, e a campainha toca, ela vai até a janela para ver quem é e eu sá ouço vozes a seguir:rn- Daniel? Ta fazendo o que aqui?rnrn- Vim te fazer uma surpresa... Vai me deixar entrar ou não?rnrn- Ok ok, já to descendo...rnrnAcho que ela ficou tão desnorteada com a surpresa que se esqueceu de mim, deixou a cam ligada e tudo mais...rnApesar do computador estar na parte de cima da casa, o quarto dela era perto da escada, e a casa não era muito grande, então eu consegui ouvir um pouco do papo deles...rnrn- Olá linda, tudo bom?rnrn- Tudo sim, e com você?rnrn- Estou bem também, com saudades de você.rnrn- Senta ai, vou pegar uma água.rnrn- Ok.rnrnDemorou o que seria o tempo de ela ter ido pegar a tal água, quando voltou ainda conseguia escutar:rnrn- Eai moço, o que conta de novo?rnrn- To namorando a Manoela...rnrn- Nossa? Aquela nojenta?rnrn- É rsrsrsrs, pois érnrn- Mas por que?rnrn- Você não me quis mais, me trocou por aquele mulequinho, então eu tive que seguir em frente...rnrn- Ah, não é bem assim Daniel, sabe que eu gosto de você, mas naquela época não dava...rnrn- É, talvez; mas nás éramos átimos juntos não éramos?rnrn- Éramos sim.rnrn- E eu tava com saudades de você.rnrn- Ah... Eu também estava.rnrn- É mesmo? Com saudades de mim? Tem saudades de mim como eu tenho de você?rnrn- Ah, acho que sim...rnrn- Eu tenho saudades do seu beijo, do seu abraço, do seu corpo colado no meu... E Você?rnrn- Ah, também sinto saudade disso em você...rnrnDepois disso eu não consegui ouvir direito, dado ao que aconteceu a seguir, acho que eles começaram a se beijar... Uns 20, 30 minutos depois eles sobem para o quarto, detalhe, o pc fica bem em frente a cama, então eu tinha uma átima visão do quarto todo...rnEles chegaram se beijando, ele beijava a boca dela com vontade, voracidade, com violência, e ela cravava as unhas nas costas dele e não deixava ele sair de perto dela... A partir daquele momento eu já não reconhecia mais Marcela, sempre tão dengosa, tímida, agora parecendo um animal enfiando a língua na boca de outro...rnEu estava louco com tudo aquilo, mas não consegui gritar, na verdade, por impulso, eu desliguei o volume do meu microfone e fiquei sá assistindo, e meu pau já estava começando a ficar duro com aquela cena...rnrnEle então tira a camiseta dela, e ela tira a camisa dele, e não paravam de se beijar, até um momento que Marcela para por um instante, já ofegante e fala:rnrn- Para Daniel, não devemos fazer isso, você está comprometido e eu também, e estou muito feliz com o meu namorado...rnrnEle então chega bem perto dela e fala:rnrn- Minha linda, eu sei que você quer, você me quer de novo, você quer um homem de verdade te dominando, não aquele mulequinho - E então coloca as mãos envolta dela - Você precisa de alguém que te queira de verdade - Enquanto isso ele tira o sutiã dela - Alguém que admire esse lindo corpo, esses lindos seios por exemplo - Ele vai colocando ela na cama devagar, ela senta, já praticamente dominada, encosta na parede, ele então, antes de encostar a boca em um dos seios dela, termina sua sentença:rnrn- Alguém que te dê prazer de verdade...rnrnE então começa a chupar um dos seios da minha namorada, com vontade, enquanto a cara dela muda de dúvida, de receio, para uma cara de prazer. Ela se contorce um pouco e começa a gemer baixinho, enquanto ele troca de seios, começa a chupar e lamber o outro enquanto aperta o que chupara anteriormente...rnLogo em seguida ele volta a beija-la na boca, desce, passa rapidamente pelos seios e vai descendo, passa a língua pela barriga e chega até o short. Olha para ela e tira o short, depois tira a calcinha dela com suavidade, bem devagar, coloca a boca bem perto da buceta dela, que pela cara que ela expressava, estava úmida já.rnE então ele fala:rnrn- Que saudade dessa buceta linda e gostosa, vou fazer ela soltar muito leitinho hoje - E começa a chupa-la. Chupa com vontade, e agora minha namorada não contém mais os gemidos e começa a gemer um pouco mais alto, enquanto outro homem estava com a cabeça entre as suas pernas, ela bota a mão na cabeça dele e pressiona mais ainda, ela não é muito de falar sacanagens, então ela sá gemia e apertava a cabeça dele. Até que ela começou a chegar no gozo, ai ela começou a soltar uns gemidos e falava com dificuldade:rnrn- Vai, vai, vai Daniel, não para, aaaahhh, Ahhh, vai AAAAHHHHH... E depois do gemido mais alto, ele para. Ela tinha gozado em sua boca. Ele então sai de suas pernas, beija ela um pouco e fala:rnrn- Fala se o seu namoradinho corno te da um prazer assim...rnrn- Não fala assim dele Daniel...rnrn- Isso mesmo, ele é um corninho que não te merece por não te dar prazer suficiente... agora vem cá, vou fazer você matar a saudade de um pinto de verdade, e eu vou matar a saudade dessa sua boquinha gostosa em mim...rnrnEle então levanta, ela fica sentada, ele tira a calça e já estava sem cueca. Desgraçado, sabia que ia conseguir seduzir minha namorada:rnrn- Vai amor, chupa esse pau, mostra para mim que você ainda me ama, mostra que ainda ama meu pau...rnEla então começa a chupar o pau dele com vontade, sugava o pau dele, parecia que queria engoli-lo. E lambia ele todo, passava a língua na cabecinha, por toda a base, enfiava a boca e chupava mais e mais, enquanto ele falava:rnrn- Vai amor, chupa com vontade, chupa como você não chupa o pau do corninho...rnrnPouco depois ele tira o pau da boca dela, levanta ela, da um beijo e pergunta:rnrn- Tava com saudades do meu pau amor?rnrn- Tava sim Daniel, seu pau é muito gostoso.rnrn- Então você vai ser a minha putinha daqui para a frente...rnrn- Vou sim, vou ser sua quando você quiser...rnrnEntão eles começaram a se beijar, foram deitando na cama, ele por cima e ela por baixo. Depois de muitos beijos e roçadas na buceta dela, ele chega e pergunta:rnrn- Quer sentir esse pau na sua xana? Quer sentir um pau de verdade te fodendo amor?rnrn- Quero sim, por favor Daniel, me fode gostoso...rnrnEle então foi enfiando o pau dentro dela, e foi devagarzinhho, e a cada centímetro que ele metia, mais ela gemia... Até que chegou no talo, e então ele falou:rnrn- Vou meter gostoso agora!rnrn- Vai Daniel, mete gostoso em mim...rnrnEntão ele começou a meter, e meter com força, enquanto ela gemia e pedia por mais... Sá que acho que tanto tempo sendo chupado foi demais para ele, pois ele logo gozou dentro dela. Se jogou de lado, com o pau todo lambuzado...rnAlguns minutos abraçados depois, ela começa a pegar no pau dele e começa a punheta-lo, olha bem para o pau dele e desce, leva a boca até ele e começa a chupar, ele então fala:rnrn- Nossa, você virou uma vadia mesmo em...rnrnE ela chupou muito, até ele endurecer. Quando ele endureceu, ele se levantou e falou:rnrn- Já que você é minha putinha, vai me dar na posição que eu sei que nunca deu para o seu namorado - E colocou ela de quatro. E é verdade, ela nunca tinha dado para mim de quatro, dizia que era vulgar, vadia desgraçada...rnrn- Agora vou meter com gosto amor!rnrnE começou, enfiou tudo de uma vez, visto que a buceta dela estava toda cheia de porra dele. E metia com vontade, dava uns tapas na bunda dela, ela gritava e pedia mais:rnrn- Vai amor, mete gostoso em mim, me faz gozar com seu pau dentro de mim, me da prazer como meu namorado não da.rnrn- Ah gostosa, agora sim. Você gosta do meu pau é? É melhor que o pau do corno?rnrn- Muito melhor, ah, ah, maior também, o pau do meu namorado nem chega aos pés desse... Agora me come vai, mete tudo em mim...rnrnEle começou a puxar os cabelos dela e metia com gosto. Eu, vendo aquela cena, estava batendo uma punheta gostosa, e percebendo que eu tinha virado um corno manso...rnrn- Ta gostando né vadia, então toma...rnrn- Ah, vai Daniel, não para, não para, mete, AH, AH, AAAAAHHHHH, meu gostoso, mete mais, mete mais...rnrnDepois de um bom tempo metendo dentro dela, ele avisou que iria gozar:rnrn- Vem meu amor, vem minha putinha, chupa meu pau e engole minha porra...rnrn- Ok amor!rnrnEla chupou o pau dele até ele gozar dentro da boca dela, coisa que ela dizia que achava nojento...rnrnDepois disso eles deitaram, se abraçaram e começaram a conversar:rnrn- Amor, tava com saudades da sua buceta.rnrn- Mesmo amor, é melhor que a da sua namorada?rnrn- Muito melhor amor, muito mais gostosa de meter.rnrn- Ah, que bom!rnrn- E o meu pau, melhor que o do corninho mesmo? Ou sá falou aquilo por que tava no meio da foda?rnrn- Não, eu falei sério... Seu pau é muito melhor que o dele, e outra, você sabe como me tratar, como uma verdadeira puta, sá você para me dar prazer assim.rnrn- Então eu vou te fazer mais surpresas!rnrn- Eu vou querer sempre sentir seu pau em mim agora, por que quando namoravamos não era assim, se fosse assim nunca teria terminado com você... Agora vou querer seu pau dentro de mim sempre amor, vou transformar meu namorado em um corno de primeira, por que se ele não me da prazer, outros vão dar.rnrn- Outros?rnrn- É, quem sabe eu não ache um segundo chifre para o corninho.rnrn- Nossa, de uma hora para a outra você virou uma vadia mesmo em.rnrn- Você que despertou isso em mim, agora aguenta amor.rnrn- Quero ver você aguentar o meu pau mais vezes.rnrn- Vou aguentar o seu e de quem mais quiser me comer...rnrnDepois desse papo super "romântico" dos dois, eu desliguei a camera, terminei a minha punheta e fiquei na minha...rnrnEstamos juntos até hoje, e até hoje ela da para outros achando que eu não sei, vê se pode, vadia... Ela continua do mesmo jeito, meiga, tímida, não mudou nada, sá quando vai dar para outros...rnrnDesculpem se o conto ficou longo, é que eu gosto de detalhes, e dos diálogos... Se gostaram da uma votada ai, quem sabe eu não venho contar outro... Consegui ver mais algumas fodas da minha namorada...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vestindo de mulher e dando o cuzinho contoconto erotico fui no pagode e comi um travesticontos eroticos atrizes chupando pau receberestou comendo a donabuceta na praia toninhascontos eroticos a namorada e sogracontos eroticos novinhameu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosporque eles bunduda gostosacontos eroticos cu e bucetaMinha madrinha ela mora sozinha com sua filha eu vou sempre na casa da minha madrinha fuder ela eu fui na sua casa ela tava sozinha eu fui com ela pro seu quarto eu tava fundendo ela sua filha chegou sem fazer barulho ela entrou no quarto ela viu eu fundendo minha madrinha ela disse pra minha madrinha que ela queria perder sua virgindade da sua buceta minha madrinha disse pra ela tirar sua roupa pra ela deitar na cama eu chupei sua buceta virgem raspadinha minha madrinha disse pra ela chupar meu pau ela chupou meu pau minha madrinha disse pra ela abri bem suas pernas minha madrinha disse pra eu meter meu pau bem devagar na buceta virgem dela conto eroticomulher leva enrabado de cachorrocontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra padre dando o cu pro fortãoConto erotico sozinho na casa com minha cunhada gordinha gostosaconto erotico era pra ser brincadeira e virei cornocontos eroticos tomou toda porra da linda travestiRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos eroticos anal iniciando minha filhinhacontos de pervertidoscomo arrombada pelo meu sogro contos eroticosmeninobateno.punheta au.ver empregadaconto fiz sexo oral em padrecontos eróticos: prima comprometidacontos eroticos da infância incestocontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidacontos eroticos de pastores cadetudocontoseroticos nora fio dental dContos Eroticos Gratis De Gay COMIDOconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teencontos com fotos familia praia nudismoSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempovelho fogoso conto eroticocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html cache:Z27QSQh68NwJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_3473_meu-vizinho-fofo.html contos eróticos mãe e filho de araraquraenteadinha putinha contosconto esposa caralhudomulher querendo contos eroticospaucontos eróticos ajudei trairacampamento com as aluninhas – parte 2 conto eroticoAs 3 porquinhas do vizinho Contos eróticosinfancia contos de encestocontos u caras muito bemdotado arobou a buceta da mia mulhe na mia frete contosconto com sete anos dei gostoso pro meu tio caralhudoconto novinha gravida do tiocontos eróticos peguei minha mãe no flagrantecomtos de fodas com travetis e mai e pai e filhosConto d esposa safadinha fico d pau durocontos socando a rola na negrinhacontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontos porno chantagiando a cunhadaloira resebi anal depois de treinamentocontos bunda cu bebadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos gays meu irmao comeu meu cu a forçaperdi meu cabaço da buceta pra um cavalo contoscontos eroticos trai meu marido com ele do ladocontos eróticos comendo grama grávidacontos eroticos de padrinhos com virgensconto chantagem afilhadacontos coloquei so a cabeça do pau no cuzinho da minha filhacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos esposa disfarçadoconto casada levar rola de negão no assaltocontos eróticos da quarta-feira de Cinzashomem arromba mulher guandoela dormeContos eroticos Coroas Gordas peladasContos comcapataz ne   Contos Eróticos Caseiros: Menina perversa - 07conto erótico irmão vomitou roupameu sobrinho mamou meu pau contos gayconto erotico ati puneta para