Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FESTA NA CASA DA ROBERTA SÓCIA DE SARAH

Todos os nomes aqui são fictícios
Caro como já escrevi no conto anterior; tenho 1,80 de altura, 94kg, moreno e pau do tamanho médio normal; suficiente para dar alegria e prazer as mulheres.Vamos aos fatos que e me aconteceu alguns meses atrás nesse ano de 2011, onde é de costume festas regionais nas cidades daqui da região. E com o passar dos anos na nova cidade, iniciamos nossas amizades e o tempo e nosso jeito amigo de viver nos trouxeram muitos com rapidez. Nossos trabalhos eram reconhecidos pelos moradores e com isso ficamos ainda mais reconhecidos pelas pessoas que faziam questão da nossa presença em suas festas. Em um belo dia na padaria onde Marília trabalhava, estávamos conversando sobre os acontecimentos que tiveram nos últimos meses na cidade onde fomos interrompidos por Roberta. Uma morena de tirar o fôlego, 1,75 de altura, seios médios e bem durinhos, pernas finas, bunda perfeita, pois estava com uma bela blusa que dava para perceber que não usava sutiã. Corpinho malhado de academia e aparentava ter uns trinta e cinco anos de muita saúde e perguntando se alguém podia ajudá-la a fazer o carro funcionar. Pois achava que a bateria tinha descarregado e não sabia como fazer funcionar e que estava atrasada para uma reunião no centro. Como tentamos e não conseguimos, e tinha que ir para o centro acabei oferecendo uma carona que foi aceita sem pestanejar e alegando que voltaria para pegá-lo com o resgate. Disse que poderia fazer com que o carro pegasse, mas somente na volta faria isso; pois teria que voltar rápido para pegar uns documentos perto da padaria. Ela então deixou a chave do carro comigo para que fizesse isso e depois de deixar pronto, deixaria a chave e o carro com a Marília. Depois que a deixei no centro fiz o que tinha que fazer e voltei para fazer o carro de Roberta funcionar e que não demorou muito e pegou na chave(estava afogado). Fui fazer as minhas coisas que estavam agendadas e com muita sorte fui premiado em casa com um belo jantar preparado por minha esposa Rosa e uma noite de muito sexo . No dia seguinte deixei minha esposa no trabalho e fui tomar o meu café da manhã na padaria que sempre tomo e recebo de Marília um convite para uma festa em um sítio bem no interior de nossa cidade. Quando li o convite verifiquei que era de Roberta a mulher que tinha ajudado no dia anterior e que agradeceu a Marília por eu ser um cavalheiro. Fiquei meio que sem reação, pois não a conhecia, mas mesmo assim a Marília me disse que também foi convidada, pois ficou muito agradecida pela trabalheira que deu para nos sem nos conhecermos. Cheguei em casa e avisei Rosa que tínhamos sido convidados para uma festa no práximo final de semana e ela disse que não poderia ir pois teria uma curso para fazer da empresa mas que eu poderia ir sozinho. Disse que sozinho não iria, pois não teria graça de ir num lugar sem conhecer ninguém somente os donos da casa. Rosa me convenceu de maneiras muito sensuais e que sá ela consegue fazer com aquele corpo maravilhoso e cheiroso que tem. Chegado o dia passei pela padaria e Marília com seu marido Humberto estava fechando o estabelecimento para ir à festa e quando me viram gritaram para ir com eles. Ainda perguntaram de minha esposa e disse que iria fazer um curso e não poderia ir conosco; e pegamos a estrada a caminho da festa e conversa vai e vem até que passou o tempo e chegamos ao endereço marcado. A entrada do sítio era muito lindo parecia um castelo onde as portas se abaixaram para que pudéssemos adentrar ao castelo. Cornetas tocaram e anunciaram a nossa chegada e cada pessoa entrava sozinha na casa principal para que todos conhecessem cada um de nás convidados. Quando me anunciaram, fiquei boquiaberto pela beleza estonteante da anfitriã que estava maravilhosa e com seu marido João(acho eu) um cara bem mais velho do que ela. A festa já estava rolando de um jeito que nem parecia que estava sozinho; pois fiquei tão a vontade com as pessoas que conversei com muita gente que nem imaginava que existia. Até que Roberta veio me agradecer pessoalmente por tê-la ajudado com o carro de manhã e perguntou se a esposa não tinha vindo e por que. Disse Rosa teve um curso para fazer e que insistiu que viesse para me divertir e descontrair e conhecer pessoas novas. Roberta então disse que não iria se arrepender e iria começar o tour comigo e que ficaria encantado com tudo e disse que Marília iria vir conosco, mas o marido não. Essa festa foi feita exclusivamente para nás dois por causa da ajuda que demos sem a conhecê-la e que por isso fez com que ganhasse muito dinheiro. Levou-nos em vários locais para conhecer e nos deixou em uma sala de jantar com pista de dança e vários cômodas tipo consultário. Então Marília ficou super feliz em estar comigo por ali e já começou a me dar mole e eu pedi para ela se controlar, pois não conhecíamos nada sobre a anfitriã e nisso Roberta voltou com uns drinques. Como não bebo nada de álcool pedi um suco ou um refrigerante e ela pegou no bar e iniciamos um bate papo bem descontraído e sensual e rolou até muitos olhares e cruzadas de pernas. Marília disse que iria ver o marido pois estaria preocupada com ele e Roberta falou que ele estava como João num maior bate papo sobre panificação. Pois bem o papo de Roberta começou a ficar mais quente que me deixou de pau duro e como estava com uma calça fina elas perceberam e começaram a rir. Eu que nem estava mais aí, disse que fiquei com tesão e que estava com muito tesão pelas duas mesmo e que se topariam fazer uma brincadeira comigo naquele momento. A Marília ficou olhando para Roberta e a mesma olhou para outra que fizeram sinal de positivo uma para outra e tudo começou mas antes a Roberta foi até a porta e fechou com a chave e as trancas.A Marília já veio e começamos a nos beijar e nisso Roberta interrompeu o nosso beijo com um beijo de cinema comigo e ao mesmo tempo passava a mão na Marília que revidou o carinho. Roberta estava tão ofegante que nem conseguia me beijar direito e já tirava a sua roupa para que pudesse apreciar e satisfazê-la por inteiro. Enquanto isso a Marília tirava a roupa dela e as duas começaram a tirar a minha também; enquanto Roberta tirava minha calça e cueca a Marília tirava a minha camisa e me beijava ao mesmo tempo. Roberta quando se ajoelhou na minha frente e começou a tirar minha cueca, não acreditou pois o meu pau parecia uma rocha de tão dura que estava. Começou a beijá-lo de cima prá baixo e iniciou um vai e vem na glande enquanto isso chupava os peitos de Marília que já gemia e olhava para Roberta que enfiava os dedos em Marília e querendo trocar um pouco. Houve a troca e pude ver que a Roberta estava alucinada com a situação e disse que queria me comer de tudo quanto era jeito nesse final de semana. Roberta começou a pedir que a comesse, pois queira sentir minha rola na sua buceta carente e que fazia alguns meses que não tinha um orgasmo com o seu marido. Nisso ficou meio que de quatro e aproveitei para ver o seu cuzinho que também estava piscando querendo pau e me abaixei e comecei um banho de língua onde a Marília ficou agachada de frente para Roberta que começou a chupar os peitos dela. As duas acabaram gozando simultaneamente devido as chupadas que tomaram ao mesmo tempo e nisso a Roberta foi pedindo para comê-la pois estava muito molhada e querendo pau. Comecei a pincelar aquela buceta maravilhosa com um detalhe de corte nela muito lindo e passei no cuzinho dela onde se desviava do mesmo. Iniciei um entra e sai naquela buceta tão quente e gostosa e enquanto isso a Marília chupava os peitos da Roberta e enfiava o dedo no cuzinhoooooooooooooooooooo também. Roberta anunciou o gozo e urrouuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii que pau delicioso e que dedo maravilhoso, nunca tinha gozado tanto e com duas pessoas me comeeeeeeeeeeeendoooooooooooooo. Marília não se aguentando deitou com as pernas abertas em baixo de mim e pediu, me come que sinto falta desse pau maravilhoso e me deixa louca de tesão para gozaaaaaaaaaaarrrrrrrrrrrrr e gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrr muitoooooooooooooo contígooooooooooooooooooooooo e que estava muito bom e que não estava aguentando a falta dele dentro e começou a gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr. Nisso as duass já suando muito viram que não tinha gozado ainda e começaram uma chupeta dupla e pediram para que gozasse na cara delas e disse que não estragaria meu leitinho e queria que a Roberta engolisse tudo e a Marília limpasse o restante. Foi o que fizeram e depois de uma hora e meia na sacanagem nos arrumamos e saímos para comer alguma coisa e encontramos o pessoal que perguntou onde estávamos e Roberta disse que estava mostrando a coleção de carros que eles guardam na garagem. A festa estava tão boa que os maridos Humberto e João já estavam prá lá de baguidá e acabamos levando-os para os seus respectivos quartos onde cada esposa mais eu ajudamos a deitá-los e despi-los. Roberta chamou os seus empregados e disse que iria dar uma volta conosco pela casa e se alguém precisasse de alguma coisa era para serví-los e deixarem bem a vontade. Pegou em nossas mãos e fomos para o fundo do sítio, onde tinha uma casa tão grande com piscina dentro e com água quente onde Roberta já foi tirando a roupa e entrando na água e já chamando a gente para ficarmos tranquilo ali. Foi muito bom, pois nunca tinha comido alguém dentro de uma piscina imagine duas ao mesmo tempo e nem acabei de entrar Roberta já veio prá cima e trançou suas pernas no meu corpo e já foi subindo no meu pau que já estava duro e Marília disse que iria ficar na borda pois não sabia nadar. Fomos nos envolvendo e Roberta dizia bem baixinho no meu ouvido que havia armado tudo isso por causa de uma amiga Sarah que disse que adoraria dar prá mim pois sabia que eu tinha uma pegada forte e agora vendo e experimentando posso tirar o chapéu para Sarah. Fudemos tanto que estava com dor nas pernas e ela estava começando a gozaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr e me segurando com força me beijouuuuuuuuuu tão forte que até afundamos por alguns minutos e ela acabou gozando de baixo dÂ’água. Muito bom e Roberta foi boiando até chegar à escada e ficar ali se segurando enquanto pegava a Marília e iniciava um belo malho, daqueles de adolescentes onde as mãos pareciam de um povo e o pau foi entrando devagar até sentir todinho dentro. Começamos um vai e vem onde ela adorou e pediu que fosse mais rápido pois estava tão bom que já estava gozandoooooooooooooooooooooooooooooo e gritouuuuuuuuuuuuuu nossaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa que maravilhaaaaaaaaa. Fomos para beirada e Roberta me disse queria mais e sua buceta estava queimando aí falei que queria comer o seu cuzinho e ela disse que faria qualquer coisa menos o cuzinho e nisso Marília fez questão de se oferecer para comê-la o que fiz para minha alegria. Pegamos um creme de cabelo que tinha no banheiro e acostumada com o meu pau foi entrando fácil mais apertado devido ao tempo que não transavamos. Marília olhava para Roberta e dizia como é bom e que ela não podia deixar de experimentar o que ela pensava que era ruim. O pau foi entrando até que encostou na bunda e aí foi um tal de vai e vem e meio que devagar e o ritmo foi acelerando de tal maneira em baixo dÂ’água a Roberta começou a se masturbar na beirada pedindo para comê-la também depois da Marília que anunciou que ia gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr e gozouuuuuuuuuuuu como nunca tinha gozado antes ainda mais dentro água.(Acho que foi de ver a Roberta se masturbando) A Marília chegou a perder o ar e saiu da piscina e caiu na espreguiçadeira a Roberta já veio com o creme na mão e disse para ter muito carinho com ela pois ela era virgem mas viu que Marília adorava então não deveria ser ruim. Comecei com muitossssss beijossssssssss em seu maravilhoso corpo escultural e que aproveitei cada milímetro dele e ao mesmo tempo fazendo um carinho no botãozinho tão querido por muitos e apreciado por um sá; untando aquele cuzinho com muito carinho. Ela pedindo para fazer logo, pois estava com muito tesão para sentir meu pau rasgando as suas pregas pois o marido não aguentava nem dar uma que dirá comer um rabinho. Ela preferiu ficar em pé com a bunda empinada para mim e com as mãos em cima da espreguiçadeira onde Marília estava descansando e já bolinando Roberta que foi relaxando e recebendo minha pica no cú. Fui colocando pouquinho e parando e fui entrando mais e mais até sentir sua bunda encostada no meu corpo e parei para Roberta se acostumar; depois que se acostumou foi quem começou a se mexer. Num vai e vem lento e depois rebolando e dizendo coisas sem nexos e mexendo o corpo todo como se estivesse possuída foi aumentando o ritmo e cadenciamos os movimentos até que anunciar que iria gozaaaaaaaaarrrrrr e foiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. Maravilhoso ver aquele corpo em baixo do meu se retorcendo de tanto prazer que estava sentindo e com a ajuda da Marília que ficou bolinando sua buceta que chegou a dobrar os joelhos. Eu ainda queria gozar e Marília se prontificou para fazer esse trabalho e se colocou de joelhos em frente a mim e começou um carinho maravilhoso que sá ela sabia fazer. Iniciou uma punheta com as mãos e ao mesmo tempo dando vários beijinhos e até mesmo o saco onde fez alguns carinhos e não deixou de ficar olhando prá mim e sabendo o quanto gostava desse carinho. Podendo ver a Roberta se masturbando e com os olhos fechados e chamando pelo meu nome e pedindo que a comesse sempre que quisesse enquanto isso Marília se deliciando com o meu pau na boca. O movimento foi se acelerando e Roberta também queria sentir a porra na boca e iniciaram uma troca de boca no meu pau que foi maravilhoso onde anunciei o gozoooooooooooooooo soltando jatos na boca das duas e cai no meio delas sem fôlego e com muita fome e sede)Pois ficamos muito tempo sem comer e nem beber nada). Trocamos-nos e voltamos pra festa que estava pegando fogo e até mesmo saindo um Streep tese de um casal convidado por Roberta e João que ficaram assustados com o que viram mas deixaram rolar e riram da situação depois Estava ficando exausto de tanto que fiz sexo com as duas e agora queria ficar descansando e fui para o quarto escolhido por Roberta para que ficasse. Chegando ao quarto escolhido por Roberta, fiquei admirado com tantos detalhes de beleza no quarto. Cama muito bem arrumada grande, travesseiros coloridos e bem aconchegantes, paredes bem pintadas, janelas decoradas, piso acarpetado que deu vontade de deitar no chão de tão bom. Fui ao banheiro e me espantei com tanta beleza, com hidromassagem, banheira de furo, chuveiro gigante e com uma ducha maravilhosa de não ter vontade de sair de baixo. Depois do banho fui para cama e me deitei nu mesmo, pois a porta estava fechada e o calor da cidade era muito e o quarto também estava bem tranquilo e quente. Depois de algumas horas dormindo fui acordado com beijosssssssssss e com uma bandeja de guloseimas na cama por Roberta que tinha escolhido aquele quarto devido a acústica do mesmo. Poderíamos fazer o barulho que quiséssemos que ninguém escutaria e que era a única da casa que tinha a cápia da chave e foi por isso que escolheu prá mim esse quarto. Tomei meu café na cama mesmo e com o pau já duro em baixo da bandeja não demorou muito prá anfitriã iniciar uma gulosa maravilhosa e dizendo que queria dar muito prá mim naquela noite. Perguntei da Marília e disse estar dormindo no quarto ao lado de onde estávamos e que tinha adorado fazer dupla na cama com ela. E ao mesmo tempo em que conversávamos Roberta não parava de me chupar e fazer com que ficasse cada vez mais tarado prá ter relação com ela. Antes que gozasse na boca dela, inverti a posição e começamos a fazer um 69 maravilhoso e com aquela buceta na minha cara e seu cuzinho lindo virados prá mim e pedindo pau e língua. Ela estava com tanto tesão que não aguentou muito tempo e foi logo dizendo e chupando ao mesmo tempo: Me fodeeeeeeeeee com essaaaaaaaaa línguaaaaa querooooo serrrrrrrrrrrrrrrr suaaaaaaaaaaaaaaaa deeeee qualquerrrrr jeitooooooooooooo e desabouuuuu em cima de mim. Onde continuei fodê-la de uma certa maneira que logo a virei de bruço e ela sem reação foi logo empinando a bunda prá mim prevendo que queria comer aquele cuzinho maravilhoso até algumas horas atrás virgem. Nem precisou de creme onde entrou muito fácil e logo senti sua bunda encostando no meu corpo e com movimentos lentos mais longos foram aumentando e logo estávamos num ritmo alucinador que logo gozamos juntos e caímos um ao lado do outro. Passados alguns minutos escuto alguém bater na porta e prá nossa surpresa e alegria era Marília que não aguentava mais o ronco do marido e resolveu dar uma volta pela casa e disseram que tinha vindo prá k trazer algo para comer e depois iria dormir pois estava cansada.Pedimos para entrar e ficar a vontade pois tínhamos acabado de transar e ela foi na bandeja comer alguma coisa e ficamos conversando muito práximo um do outro e Marília com uma mão já me pegava de um jeito e abocanhando uma fruta com outra. Nem terminou e começamos uma troca de olhares e beijos e carícias onde terminamos numa relação maravilhosa novamente entre os três e foi assim até irmos embora. No dia seguinte bem cedo cada um foi para seu devido quarto e cada um acordou do lado de seu respectivo companheiro. Nos despedimos dos anfitriões onde tivemos outros convites mas com a certeza de trazer minha esposa na práxima vez.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos sou a puta dos meus primos piçudosconto erotico o cheiro da minha tiaesposa de bebado nao tem dono contoscontos erótico de mulheres casada morava no quartinho numa festa de no escurinhoconto gerou comer a sogrameu marido adora me ver toda gozadaler contis eroticos para tocar uma siriricanegao arombo cu da sogracontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o mesContos eróticos de pau duro na piscinaconto erotico fui no pagode e comi um travestimeu marido trolse um amigo pra comer meu cuos amigos do marido contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordaviajando com a sogra conto eroticoContos eroticos de mulheres menstruadas estupradascontos eroticos filha e pai apaixonadosconto gay sendo estupradocontos eroticos a namorada e sogracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentehttp://okinawa-ufa.ru/conto_22456_ajudei-meu-amigo-comer-o-rabinho-da-minha-mulher.htmlconto erotico sobrinha inocentepoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar biconem peitinho teen grita na pau do voconto erotico neide safadinhaMeu primo que chupa no meu paucontos erotico mimha filha e minha netacontos eroticos menino arrombadomeu pai chupou minha bucetinhacontos/ morena com rabo fogosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepraia de nudismo contosContos eroticos pai come a filha como castigocontoseroticosfuicornocontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhoseduzida por uma lesbica contovoyeur de esposa conto eroticocaminhoneiro meteu em mimcontos eroticos.de coroa.de 47anos.fudendo com gordinh.de.20foi estuda com amigo18anos e transaoucontos de zoofilia de itucontos eroticos fazendo troca troca quando meninomãe transando com você Tô todo meladojapa enfia o dedo no seu cu virgemfilhinha do amigo meu de treze aninhos louca pra ve a picaContos eroticos de amigos q fuderam as amigasfilho me fudeu na conaconto amigo do meu marido tem uma rola enormesou uma putinha gostosa da familiaconto erótico sou casada gostosacontos de coroa com novinhocontos eroticos minha tia de saiaminha prima chupou meu pau virgem contoscontos gay menina loucascontos de incestos e surubas nudismo entre irmasganhei carona mais tive que engolir porraFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contosminhaxaninhaardeuAi tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhaLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando comcontos horoticos verdadeiras pelotasmenina você já passou o dedo no cu e cheiroucache:CR2s6nKZoKEJ:mozhaiskiy-mos.ru/conto_17928_iniciacao-bi-sexual-em-familia.html Contos eroticos campingcontos de Advogada de mini saia transando com clientecontos eroticos com pedreirosvedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinhacache:r63pyaBUP2YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto-categoria-mais-lidos_4_13_incesto.html comendo a vendedora contos eróticoscontos eroticos coroas crentecontos eroticos dentista coroa casada tarada por sexocontos veridicos de japa com dotados de pau gigantesmulhe da bucetinha peqena fudedo com cara da pica grande e grosa asitidovideo sexi coiada esticada de manhã cedomamei até os bicoes dela incharem contos