Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRAIA, PÉS E PRIMA...

Praia, pés e prima...



Olá, meu nick é Mike, e esse é meu terceiro conto. Se quiser procurar pelos dois primeiros eles se chamam "Pézinhos da minha aluninha" e "Os pés mais perfeitos do mundo". Lá tem tudo o que você precisa saber sobre mim. Se gostar do que leu me mande um e-mail em [email protected]



Esse conto é rapidinho e aconteceu comigo quando eu fui visitar uma prima de segundo grau (vou chamar de Letícia) na prai. A casa na qual ficamos era bem grande, tinha uma piscina e dois andares. Os quartos ficavam no andar de cima. Na ocasião, fomos meus 2 primos, 1 priminha, meu irmão e eu.



Letícia era uma menina que na época tinha uns 19 anos, eu devia ter uns 16, não mantemos muito contato hoje por estarmos em cidades muito distantes. Ela era baixinha e tinha longos cabelos pretos e lisos. Tinha pernas gostosas e seus peitinhos pequenos estava começando a nascer. Tinha a pele morena da praia, olhoso puxadinhos por ser mestiça e era muito simpática e agradável, mas principalmente, tinha pés gostosinhos. Seus pezinhos era meio gordinhos, dedinhos pequenos e delicados, uma solinha gostosa com um arco delicioso que me deixava maluco na praia. Como todo bom punheteiro eu, no primeiro dia, olhei esses pezinhos passearem pela sala, descalços e já fiquei empolgado, bati uma no banheiro para aliviar.



Iamos passar uma semana na praia, e sabe como praias podem ser bem chatas depois de uns dias, principalmente sendo crianças ou adolescentes, sem dinheiro e não podendo sair a noite. As baladas não eram boas e logo ficamos sem ter muito o que fazer. Lá pelo quarto dia, minha família foi para a praia novamente, era a tarde, depois do almoço, e decidi ficar na casa, dormindo depois de comer, e deixar que eles fossem na frente. Fui para o quarto e senti que estava sozinho na grande casa. Foi aí que me deu uma idéia: Fui invadir o quarto da minha prima.



Essas coisas são emocinantes, o quarto ficava bem a frente e não tinha ninguém ali. Nada melhor. Entrei no quarto que já estava de porta aberta, liguei a luz e comecei minha excursão.



O quarto era pequeno, mas muito bem organizado, tinha aquelas coisas que toda adolescente nessa idade tem, mas nada muito especial, visto que eles passavam apenas alguns dias lá. Fui direto para a sapateira e fiquei meio decepcionado já que tinha somente um chinelinho rosa, tipo havaianas, meio sujinho, mas já foi um bom começo. Peguei e coloquei de lado.



continuei explorando e cheguei na gaveta de roupas. lá pude ver lindas calcinhas as quais escolhi a mais bonitinha, uma branca com detalhes rosas e um lacinho. Coloquei na cama e a imaginei com ela. O resto do quarto não foi tão interessante. Achei um tênis também meio surrado, mas tinha uma meinha branca dentro, tinha um cheiro gostoso. Eu já estava de pau duríssimo e resolvi bater uma naquela hora. tirei meu pau para fora e coloquei na meinha dela. Fui batendo e vendo aquela havahianas lindinha e imaginando os pezinhos dentro dela. A meia dava um toque gostoso no meu pau e eu via que ela ja estava começando a ficar molhadinha, comecei a bater mais forte e logo gozei gostoso dentro daquela meinha que eu sabia que ela ia usar.



Coloquei tudo na seu lugar, apaguei a luz e desci para beber água. Quando eu estou no meio da esca e olho para a sala vejo uma coisa linda. Vi Letícia deitada e dormindo no sofá, com as pernas encolhidas e aqueles lindos pezinhos ali deitadinhos.



O sofá no qual ela estava deitada era grande, então fingi que estava lendo um gibi e sentei do seu lado. Comecei a olha-la e ver se ela realmente estava dormindo. Não vi reação. Sentei então no chão, encostado no sofá, e comecei a chegar meu rosto perto dos pezinhos dela que estavam para fora do sofá. Minha nossa, como era lindos. E mais lindos ainda de perto. Estava bronzeadinhos pelo sol, com a parte de cima moreninha e a parte de baixo branquinha e lisinha. Não aguentei de tesão e aproximei minha língua dos dedinhos dela. Comecei a lamber bem devagar, para não acorda-la. Ela não se mexeu. Continuei a lamber e me satisfazer, com a outra mão eu acariciava meu pau dentro do short batendo uma. Eu estava sempre de olho para ver se ela fazia algum movimento, mas acho que ela tinha o sono bem fundo.



Quando tinha molhado dos os dedinhos dela tive a idéia de chupar aqueles dedinhos molhadinhos. Comecei bem devagar e não ousei ir mais forte, ja estava bom o suficiente. chupei gostoso e passei minha língua por aqueles pés deliciosos e delicados. Foi aí que não aguentei mais de tanto tesão e queria gozar novamente. Decidi que iria gozar nos pés dela e ver meu leite escorrendo naqueles pés lindos. Sentei novamente no sofá, ranquei meu pau para fora, já pulsante, quente e molhado e depois de alguns segundo batendo uma gozei naqueles pezinhos. O jorro pegou toda a parte de cima e escorreu até a solinha do pé de baixo.



Fiquei alguns sengundos vendo aquela pintura e saboreando o momento pás-orgasmo, ainda de pau duro e batendo. Decidi que não poderia deixar aquilo como estava e peguei uma toalha no quarto de cima, voltei e joguei em cima dos pés dela. Nisso ela acordou, eu pedi desculpas e falei que achei que ela estivesse dormindo.



Suponho que ela nunca descobriu isso e nunca comentou sobre a meia, mas toda vez que eu bato uma pensando nela, penso que ela poderia ter enfiado seus pezinhos naquela meia molhada de semem e molhado aqueles dedinhos nele, então tirado e percebido que seu pezinho estava todo molhadinho. Sá de pensar nisso já dá vontade de bater uma novamente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto deixei minha esposa peladanegao arombo cu da sogracontos eroticos tia tucaos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paupai da sonifero pra filhinha e a estupra com amigos contos eroticosmetecao tres machoscontos eróticos papai to com vontadecontos eroticos arrombando a gordavelho fogoso conto eroticocontos eróticos incesto dando leite na boca da minha filhacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiporn contos eroticos casada escravizadacontos eróticos casais com exconto erotico neide safadinhameu dog fudeu minha mulher e cunhada contosconto erotico de dona francisca caseiraa esposa mija no pau do cunhadoprima gravida e primo contoscontos eroticos violentadas ao extremoContos eroticos menino meu amigo comeu minha esposa ela deu para o meninocontos eróticos comi o c* da minha cunhada na ilhacontos eroticosmeu irmao gêmeo arromba esse cu contosxvideo zoofilia mulher da a bucetinha apoiada no cavaletecontos eroticos com cu ragadoscontos eroticos quando era novinhacontos erotico maridos camaradacontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos eroticos medicorasguei a calcinha da minha enteada e me masturbar pornô gostosoContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliatravestis comeu o cu virgem da evangelica,contos eroticoscontos casada traindo maridoconto erotico em familiaSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocafomos pescar eu e minha esposa e cunhada e o conto eroticotrepando pau sua p*** prepara para o sábadomacho fazedor de cornoo filho da puta dormiu e me gastaram toda pornô contoschupei a bucetinha carnuda dela contoscheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contoscontos de sexo anal bissexual com mulheres gordas comendo marvideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadeContos de mae de amigos sem calcinhaconto erótico eu e meus primos nu no lagoDando o cu por cocaina contos gayscontos eróticos estupro de um cuconto erótico de homens que tiveram experiência com alguns homenscontos eroticos travesti ativa camioneiraCU arrombado ABERTO madrasta contoconto sem calcinha a troco de docecontos eroticos traindo marido no futebolcontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposaconto etotico dopei e comi o cu da minha sogra sem ela sabervomitando contos eróticostenho a bunda grande e o quadril largo contoscontos eroticos com minha empregada nordestinaeu e a amiga da esposa contocontos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridocontos de cunhadas tesudaseu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus fiz meu marido de meu corno e meu cumpliceminha novinha tarada contocontos bolinadas no parqueContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente conto casal bicontos xupo pau desde novinhaconto erotico teen sendo enrabadaAprendeu a dar cu no orfanato. Contocontos eróticos Patrick amiga comeuViciado em sadomasoquismo fodi minha pequenininha a força contos eroticosa primeira vez que transei com dois homenscantos eroticos com cavaloscontos minha enteada minha amantecontos eroticos e fotos de seios de mulher gordascontos sexo minhas meninas do sitiocontos eroticos dormi na casa da tiacontos eroticos travesti sendo estrupadacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente