Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MENINA QUE GOSTA DE LEITINHO.

Para começar quero dizer que gosto muito de ler os contos proncipalmente os de incesto, porém como não sei me expressar muito bem por escrito até agora não tive coragem de escrever, mas vamos lá, tentarei ser o mais claro possível.

Minha mulher tem uma filha pequena que chamarei de Carla e que me chama de pai desde que as conheci.

Pela sua idade ela é muito safadinha, vocês vão entender porque.

Geralmente toda a manhã quando a sua mãe sai de casa ela corre para deitar junto comigo principalmente agora nas férias isso acontece quase todos os dias.

Dia destes a Carla aparece no quarto sá de camisetinha e sem calcinhas e se joga na cama encima de mim. Pergunto pra ela se a sua mãe não vai ficar brava com ela por agir dessa forma e estar vestida assim, aí ela olha bem no meus olhos e diz com aquela cara de sapeca e ingenuidade infantil:

-Ah papai, acho que nás somos grandinhos e podemos quardar segredo disso, porque gosto tanto de brincar com vc e sá quando a mamãe não está é que tenho coragem disso, e vc é tão legal que considero vc mais que meu pai de verdade que nem conheço. E continuando disse:

- Vc não vai falar nada pra ela, né?

Eu já prevendo as suas traquinagens e lembrando como era gostoso as suas brincadeiras disse:

-Tá bem filhinha, ficará sá entre nás.

Já deitada com a cabecinha no meu peito disse: -Então vamos fazer de conta que sou seu bebê e vc tem que cuidar bem de mim pois sou sua filhinha.

E agora preciso mamar porque acabei de acordar e estou com fome senão eu começo fazer o maior berreiro (vc sabe como os bebês são, né, ela dizia).

Dizendo isso levantou a minha camisa e começou a chupar meu mamilo com tanto gosto que parecia estar se saciando com o suposto leitinho que bebia.

-Ah papai senta na cama e me pega no colo como um bebê senão não tem graça.

Ao mesmo tempo que eu sentava ela tirava minha camisa e se ajeitava no meu colo com a bundinha encaixada entre minhas coxas e a boquinha sugando meu mamilo que naquela hora já estava vermelho e durinho pelas tantas mordiscadas daquela boquinha.

-Papai vc tem que me segurar com um braço seu pelas minhas costas me abraçando e com a outra mão vc segura o meu bumbum por trás no meio das minhas pernas, tá? Fica mais gostosinha nossa brincadeira deste jeito.

Vcs não imaginam que gostoso é uma boquinha daquelas mordendo um mamilo e com a outra mãozinha esfregando em meu peito e no outro mamilo, é uma sensação muito deliciosa, e isso foi a Carla que me ensinou.

É lágico que neste instante meu pinto começou a enrijecer e a espertinha da Carla parece que sabia disso pois pediu pra eu sentar de maneira que meu pinto ficasse roçando em sua perninhas.

De repente ela fala: -Papai eu sou tua criança, deixa eu continuar chupando seu peito e lamber também sua barriga e nem esperou minha resposta e abaixando a sua cabecinha, empurrando a sua bundinha mais para os meus joelhos e mordiscava e lambia a minha barriga a minha barriga.

Neste instante uma de sua mãozinhas apertava os meu mamilos e a outra ela depositou em cima de meu pinto que nessa hora já estava prestes a explodir de tanto excitante que é essa sensação.

Sempre falante ela disse:

-Papai vou te contar uma coisa mas vc não fala pra mamãe, eu já assisti um filme com a minha amiguinha a Carol, que eu vi uma mulher chupando sabe o que?

-Pode falar filhinha será segredinho nosso.

-Pai ela chupava o pinto do homem e naquela hora eu senti uma coisa tão gostosinha em mim que eu não sabia o que era mas eu quis tanto fazer a mesma coisa, sá que eu não sabia como, pois primeiro eu precisava achar um homem que me deixasse fazer aquilo nele e também eu tinha vergonha de pedir para algum, por isso eu gosto de brincar c vc. - Papai eu posso fazer a mesma coisa que eu vi em você.

Sá de ouvir aquela voz tão implorante eu já imaginava aquela boquinha chupando meu pinto e tive que me controlar pois senão gozava antes da hora.

- Carla, faz o que vc quiser, vc sabe que eu faço tudo o que vc pede pois vc é minha linda e adorável filhinha.

Neste momento ela abaixava-se mais e colocava a boquinha em cima da minha cueca de tanto que era o desejo dela e ai com as duas mãozinhas abaixou a minha cueca e o pinto saltou para fora pois estava em ponto de bala.

- Nossa papai, seu pinto é lindo, é mais bonito do que o do homem do filme, e falando isso colocou a boquinha na cabeça do dito e começou a chupar da mesma maneira que ela fazia com os mamilos.

E falava: - Papai eu sei também que depois sai um leitinho igual o do peito das mulheres e sabe o que a mulher do filme fez? Ela engolia tudo aquilo que parecia ser tão gostoso e isso eu nem vou te pedir porque eu quero engolir todo o leitinho que sair do seu pinto, tá? Pois é bem gostoso mamar no seu peito mas não sai leitinho como o das mulheres que dão de mamar aos seus bebês. E eu sou seu bebê e preciso de leite também para crescer e ficar bem grandona.

Ouvir isso daquela menina era tão gostoso e me deixava tão louco que eu queria derramar todo o leite que pudesse naquela boquinha sedenta por um pinto.

Começou a sugar a cabeça do pinto e foi colocando de um jeito inocente dentro de sua boquinha e sugava de maneira que eu sentia o ar de sua respiração quente no meu pinto como se realmente tivesse mamando um seio.

Eu não aguentei por muito tempo e ejaculei dentro da sua boquinha entre aqueles lábios que imploravam sedentos.

Ela não permitiu que escorresse nada para fora e dentro de alguns segundos já não existia leitinho pois aquela boquinha gulosa havia bebido todo e agora ela lambia aquele pinto que ficava flácido esperando acordar novamente.

-Papai seu leitinho tem um gosto salgadinho diferente do leite que a gente toma, mas eu gostei mmmmmuuuuuiittto, ela disse, e eu quero fazer isso toda vez que você deixar.

Quando não estamos juntos sá de lembrar daquela boquinha maravilhosa sou obrigado a me masturbar pois a sensação é deliciosa.

Quem tiver experiências parecidas favor enviar email para trocarmos aquelas idéias. [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Incesto com meu irmao casado eu confessoconto erótico vi meu avô f****** minha irmãzinhacontos eroticos de cornos inocentesbanho com a tia velha contoconto filhinha novinha ja aguentacantos eroticos com cavaloscontos eróticos namorada tirou a roupacontos eroticos comi minha espetoracontos de machos q experimentou um boquete no primocache:o2QtLYsJB5EJ:okinawa-ufa.ru/conto_23564_totalmente-submisso-a-minha-dominadora.html o tamano do pau na buçetacontos flagrei meu pai comendo cu do meu irmaoLóira safada narra conto metendo na coberturavídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analcontos eroticos pomadacontos eroticos espiando a sogragostosas de saiascurtinhas de perna pra cimaEstourei o cu da crente na viagem contoscontos eroticos sou casada mais adoro dar a buceta para meu genro porque ele tem um pintao bem grandemulheres nuas e cagando no cu da primaconto+foi+arebentado+grupo+travestescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos comi e apaixonouPorn contos eroticos escrava gangbangas mais linda esguichada na punhetaler contos com fotos de esposas sendo estupradas engolindo porra de dotadoscontos minha esposa flagou eu comendo o cu das mulhere da familiao padrastoautoritárioamanda casamos grande cabeçudo contoswww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeeu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonano cuzao da coroa casada contoeu minha esposa e uma puta contocontos eroticos comendo o cachorro da ruamulher que fica um montinho na frente ,e peluda ou tem a buceta inchadaminina afuder na pixinafilha esposa de papai pintudo contos    contos d zoof minha sobrinha c um cachorrocontos eróticos chupeicontos eróticos mendigo no ônibusvideos de cornos que chuupamcontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemcontos/meu primeiro broche e fodaeu vi uma pica toda arregaçadacontos zoo velha carentevirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaycontos incesto mãe fofinhaconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorcontos eróticos encesto fudendo com o meu filhoconto erótico meu marido bobãodepilei minha filha e chupei a xota contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMinha esposa saiu de shortinho socado no rabo contosContos eroticos engravideicondos erodicoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto pernas fechadascontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidacontos eroticos tio e sobrinhaConto erotico amiguinhacontos eroticos suruba na represa com amigoscontos eroticos de tio fodendo sobrinha a forçacontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosdando contoscontos eroticos excitado por minha filhacontos eróticos frio inverno geladocontos eroticos noiva do tiomarido corno nao ve mulher paasa a mao no pau d outrosapata velha greluda e ninfetacontos filha bucetudacontos bebe safadacontos xoxota peluda da minha maecontos: sentei no colo do velhohuuuuummmm gozeiuma travesti usou camisinha colocou na boca da mulher no filme pornô