Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CORNO, MAS FELIZ!

Bem pessoal meu nome é Cláudio e está histária é verdadeira, começou quando eu, que sou casado com Flávia uma mulher bonita e muito gostosa, comecei a fantasiar minha mulher transando com outro cara. Essa idéia me veio a cabeça e resolvi contar a ela pra ver qual seria sua reação. Ela me chamou de louco e não levou a sério aquele desproposito. Antes que vocês fiquem pensando bobagem, quero dizer que gosto muito de minha mulher e transamos regularmente, o que me deixa bastante satisfeito. A questão é que gostaria de vê-la chupando o pau de outro cara e sendo fodida por ele. Essa idéia começou a me perseguir e a me deixar cheio de tesão. A grande dificuldade seria como convencê-la a topar uma loucura dessas. Primeiramente fui pra internet e procurei um site de relacionamento com encontros marcados pela rede e descobri rapazes que cobram por sexo com segurança e descrição.

Iniciei a partir daí um cuidadoso contato com vários profissionais buscando o que estivesse mais a altura de minha deliciosa esposa. Finalmente depois de gastar muito telefone, encontrei o Lucas, um moreno atlético, pra não dizer sarado, desses que costumamos chamar de rato de academia, e fiquei perplexo com o tamanho da ferramenta da criança, um verdadeiro jegue. Outra coisa estarrecedora foi o valor do cachê do rapaz: 200,00 reais por 2 horas. Bem, fantasia é fantasia, depois de respirar fundo topei e acertei para ele comer minha mulher numa sexta-feira pela tarde.

Finalmente a tal da sexta-feira chegou, precisava colocar meu plano de corno em ação. Eu necessitava inventar um motivo para levá-la ao apartamento do comedor de plantão, que se localizava na Pituba e era verdadeiramente imponente, daqueles que você sabe que tão cedo não conseguirá comprar. Criei uma histária pra lá de mal contada e que misteriosamente ela acreditou. Disse a gostosona que precisava receber um dinheiro que havia emprestado a um colega de trabalho e que passaria no apartamento dele para reaver a importância.

Quando toquei a campanhia um homem alto e másculo de roupão azul veio até a porta e muito educadamente nos convidou a entrar. Minha mulher olhou pra ele e não conseguiu disfarçar o seu encantamento, quer dizer seu tesão diante daquele homem enorme. Antes de iniciarmos alguma conversa ele se levantou e me chamou até a cozinha e eu fui. Pra minha total surpresa fui agarrado por dois brutamontes que me amarraram, me amordaçaram e me algemaram, ao mesmo tempo em que faziam sinal pra que ficasse em silêncio, em seguida fui levado para uma quarto onde em frente a um grande telão eu via a sala onde minha mulher sozinha aguardava a chegada do nosso anfitrião.

Lucas volta com o roupão semi-aberto, o que foi prontamente percebido por minha mulher e disse a ela que eu tinha precisado sair para trocar o cheque no banco e que logo voltaria. Ela disse: mais ele não passou por aqui! E Lucas disse que eu tinha saído pela entrada de serviço. Ele perguntou se ela queria uma bebida, um café ou água. Ela respondeu que não queria nada e ele disse que tinha que fazer uma edição de um filme para colocar numa mídia de DVD e se ela se importaria em ajudá-lo enquanto eu não chegava. Ela disse que não tinha importância e que ele poderia trabalhar a vontade. O homem ligou a televisão e logo começou um filme de sexo explícito com um homem enterrando o pau na boca de uma mulher, enquanto um 2ª penetrava por trás. Minha amada perguntou a Lucas se o filme era esse e ele disse que sim. Enquanto o filme passava notei que minha mulher não tirava os olhos de Lucas e ele perguntou a ela se poderia sentar perto dela o que ela acenou afirmativamente. Logo ele começou a acariciar as suas pernas e ela passou a mão em seu pau, que por sinal parecia um mastro de navio duro e firme. Rapidamente ele com as duas mãos empurrou sua cabeça em direção a seu pau que ela enfiou todo na boca e começou a chupar com avidez. Nisso o homem num movimento brusco carregou-a e levou até um quarto de cama de casal e vendou seus olhos com um pano preto, tirou sua roupa como se ela fosse de papel e perguntou a ela se queria que ele a fudesse ali naquele momento e minha indefesa mulher disse que queria. Neste mesmo instante, mais dois homens inteiramente nus e com cassetes gigantescos entraram no quarto e começaram a chupar seus peitos enquanto o terceiro iniciou uma incrível chupada em sua buceta. Logo vi minha mulher inteiramente ocupada com um pau na boca sendo chupada na buceta e tendo seu cú lambuzado por gel por um terceiro. Ficou claro pra ela que teria que aguentar os 3. Diante disso um quarto homem me perguntava se estava gostando de ver minha mulher sendo literalmente arrombada por três machos desmarcados? Atônito e com um tesão de lascar, balancei a cabeça em sinal afirmativo. Diante de minha resposta o homem disse que eu era um corno manso e que poderia apreciar a cena de ver minha mulher traçar os três brutamontes. Enquanto isso, os dois primeiros homens revezavam seus paus na boca da desamparada enquanto o terceiro lambia e abria o seu cuzinho com um, depois dois e finalmente três dedos. Em seguida viraram seu corpo e iniciaram uma dupla penetração anal e vaginal enquanto o outro continuava a enfiar seu pau gigante em sua boca, indo cada vez mais fundo obrigando ela a se engasgar constantemente. Em meio a essa putaria, em um quarto amarrado e amordaçado, assistindo minha mulher ser literalmente estuprada por aqueles homens, estava eu com tesão da muléstia, apenas respondendo a um sujeito que a todo momento perguntava se estava gostando e passando na minha cara que eu era corno. Que eu era corno eu já sabia, o que não sabia é se tinha um filho de deus pra bater uma pueta pra mim. Quando acreditei que o fim já estava práximo, pois não acreditava que Flávia fosse aguentar por muito mais tempo aquela surra de rola que ela estava tomando, fui surpreendido mais uma vez. Um dos homens pegou um balde de água com pedras de gelo e jogou em Flávia, com um objetivo claro de despertá-la evitando que ela perdesse os sentidos. Aí então começou uma tortura sexual que eu não vi nem em filme do gênero. Eles amarram a pobre com as pernas abertas sem poder mudar de posição e trouxeram uma mulher com pênis de borracha enorme maior que os membros dos homens e enfiou todo em sua buceta. O urro de dor e gozo ficou claro a todos. Então, enquanto a mulher fodia Flávia com o cassete de borracha, os três homens revezavam enfiando seus paus em sua boca sem dar descanso pra ela. Finalmente os três gozaram em sua boca enchendo seus lábios, olhos orelhas de esperma e obrigando-a com a língua limpar seus paus. A mulher deu uma última estoca e sumiu. Imediatamente fui desamarrado e liberado pra socorrer Flávia que estava desacordada na cama toda molhada. Com calma acordei-a, limpeia-a e a vestir-lhe. Abrir a porta da rua e amparando-a chegamos até o carro.

Quando cheguei em casa, Flávia tomou um banho e foi dormir, prometendo que conversaríamos mais tarde. Sá consegui falar com Flávia no dia seguinte depois do meio-dia, quando ela levantou com uma fome como eu nunca tinha visto antes. Foi assim que almoçando perguntei-lhe se havia gostado da surpresa que lhe preparei e ela disse que amou muito e que queria que eu prometesse que essa não seria a última. Depois disso, me deu um longo beijo e começamos uma transa que durou toda a tarde.

Bem amigos, assim terminou essa histária, minha mulher mais feliz do que antes e eu corno, é verdade, mais muito, muito feliz!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaLóira safada narra conto metendo na coberturacoroas homens velhos nojentos sexo relatoContos eróticos baixinha morenatravesti Juliana de primo metendoconto erodico com mae gostosacontos velho tarado por bucetascache:o2QtLYsJB5EJ:okinawa-ufa.ru/conto_23564_totalmente-submisso-a-minha-dominadora.html contos eroticos eu aluguei minha mulherdominada pela amiga lesbico contos eroticosAtraido pela garotinha contos eroticosrelatos eroticos veridicoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhacontos transex fudendo com entregador de pizzacontos pagando aposta com um boquetecontos putaria de crentescomi e ela nao aguentoucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erótico "Olá a todos, me chamo guilherme e hoje tenho 20 anos, a histária que vou "contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebucetinha contosContos eroticos quintalhttp://comtos eroticos de estupropai da sonifero pra filha pra fazer sexo historia eroticaconto erótico de homens que tiveram experiência com alguns homensConto erotico minhas filhas lindas do papaicontos esposa safadas e putinhascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos ele tinha um pau grande e grosso me fudeu eu era novinho peladas e passando manteiga no corpo e na busetacontos de sexo rapidinha com a cunhada na cozinha enquanto meu irmão tomava banho no banheirovideo safadecacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos comendo uma carcereiracontos esposa olhos vendados fudendopapai encheu minha boca de porraconto guei dopei meu irmáo chupei a rola delecantos erotico casada com lixeirowww.video.de.irma.pego.o.seu.irmao.pelado.escundido.atras.da.porta.do.quarto.dela.para.ver.ela.pelada.sem.calcinhameu vizinho fica me olhando de shortcontos balas por metidas nas meniminhasContos gay carnaval em Veneza fui criado para ser gay Contoslesbica humilhada contos eróticoscontos eroticos coroa 57 anos amiga da minha mãecontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realvesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gayconto erotico fui no pagode e comi um travestiContos eróticos à força de negros brutoscontos gozeicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteComtos casada puta dos vizinhoscontos eroticos syrubaso tamano do pau na buçetacontos eróticos sendo filmadaVizinha gostosa contos Ruivaconto meti no cu da mae e ela chupou o pau do cao Relatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosconrtos estrupo minisaia casadaconto eróticos de mendigo arregaça bucetaCasada narra conto dando o cucontos dp betinha vendo irma fodendocontos com caseirocontos eroticos abusada levando tapaEncaixou a pica no meu cu pelo buraco cabinecontos eroticos ele insistil que deixei tira camisinhanovinha abocalhando um pauSo video de 5 minutos porno buceta e rolas de 16centimetrodesde novinha sempre quis ser putinha mas com meu tio foi de maiscontos eróticos conacontos gozei n boca da menininha na marracontos eroticos marido pauzudo mulher e novinha trepando juntoscomo erotico dei para ocavalobaixa vidio mulher esfrega buceta na boca homem e solta porra na barriga deleCom sunga sempre fico de barraca armada