Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA FILHA E SEU AMIGO TRAVESTI.

Todo homem que cria ou já criou uma filha sozinho sabe das dificuldades que é; e comigo não foi diferente. Com 39 anos e desde os 30 estava me virando pra criar minha filha Joelma sozinho. Consegui aos trancos e barrancos até ela chegar na faculdade. Logo nos primeiros dias em que fui buscá-la na faculdade, ela me apresentou sua amiga Lia (dá mesma idade – 19 anos) e ao dar um beijo na minha filha dei dois beijinhos em Lia que se assustou (devia não estar esperando). Em outras vezes que fui buscar Joelma fiz questão de beijar Lia também... Na terceira ou quarta vez que Joelma foi me contar que Lia não era Lia, e que seu nome verdadeiro era Leonardo. Fiquei um tanto chocado... Lia ou Leonardo tinha uma beleza incomum: Loirinha; cabelos curtos; seios pequenos e uma bundinha tão redondinha que era quase impossível pertencer a um rapaz; e ainda usava brincos. Sá que Lia passou a frequentar constantemente minha casa pra estudar com minha filha... Nunca fui preconceituoso, mas tinha lá minhas preocupações. Mas, com o tempo acabei me acostumando e até dedicava certa atenção pra com a Lia (vou tratá-la sempre no feminino); devido ela ser muito educada. As vezes Lia aparecia em casa trajando minisaia e não tinha como não apreciar suas lindas coxas. Passado algum tempo Joelma pediu se Lia podia dormir lá em casa. Questionei minha filha devido termos somente dois quartos (o meu e o dela) e ela me perguntou que mal teria de Lia dormir em seu quarto... Mesmo contra minha vontade acabei deixando. No dia em que vi as duas indo tomar banho juntas tive até vontade de proibir... Acabei ficando calado. Mas no outro dia quando fiquei sozinho com Joelma disse que não concordava delas tomarem banho juntas e minha filha: O que é que tem papai? Pra mim a Lia é tão mulher quanto eu!... : Eu sei que ela praticamente é uma mulher; mas, não deixa de ter um pênis, não é?... : Pô papai! Ter ela tem, mas pra mim isso não faz diferença nenhuma!... Falei sem nem ao menos raciocinar direito: Mas devia fazer filha! É a mesma coisa de você tomar banho comigo!... Tive uma resposta que não esperava: Ué, se for preciso eu tomo! Não vejo nada demais nisso!... : Você está falando assim sá pra justificar seu banho com a Lia, eu duvido que você tenha coragem!... : É sá você me chamar que eu vou!... Achando que ela ia tirar o corpo fora: Então podemos tomar banho juntos hoje?... Joelma sorrindo: Podemos!... Continuava achando que Joelma estava falando sá por falar e que jamais ela ia concordar em ficar pelada perto de mim... Desde seus 19 anos que passou a ter sua privacidade. Mais tarde levantei e: Eu já vou tomar meu banho; vou ficar te esperando, tá bom?... : Tá bom papai! Eu vou logo em seguida!... Já estava sob o chuveiro ainda acreditando que ela não ia aparecer, quando ouvi um barulho... Abri um pouco a porta do box e já vi Joelma com a parte de cima do corpo nú e tirando sua bermuda: A água tá boa papai?... Não consegui desviar meu olhar vendo-a terminando de tirar a calcinha: Está sim filha! Está átima!... Joelma simplesmente empurrou abrindo mais a porta do box e entrou. Eu estava com o coração disparado vendo minha pica crescendo na frente da minha filhinha... Mas Joelma parecendo nem se importar me pediu licença e entrou molhando seu corpinho. Enquanto ela esfregava as mãos molhando o rosto, aproveitei e olhei pra direção de sua bucetinha vendo um triângulo de pêlos bem aparados... Meu pau já balançava de tão duro: Dá pra você esfregar minhas costas?... Ela pediu. Um pouco nervoso peguei a esponja e comecei lentamente a esfregar... Quando cheguei no início da bundinha fiquei na dúvida... Mas quanto ela empinou a bundinha não tive mais dúvida, passei sentindo a firmeza de suas nádegas antes de abaixar mais um pouco e passar em suas coxas... A minha vontade era de beijar aquela linda bundinha. Ela virou e pegando a esponja começou a esfregar a frente de seu corpo... Depois somente com a mão suja de sabonete ficou lavando sua xoxotinha sem se importar de estar olhando. Terminamos nosso banho e ela demonstrava ter sido uma coisa muito natural... Normal não foi pra mim que fiquei com o pau duro bastante tempo. A partir daquele dia Joelma passou a tomar banho deixando sempre a porta aberta... Sá que mesmo tendo vontade de ver minha filha novamente nua, eu não entrava. Mas no dia em que as duas entraram pro banho e deixaram a porta aberta, me bateu uma curiosidade tão grande que não me contive e entrei no banheiro... Quando Joelma percebeu a minha presença: Você quer tomar banho com a gente papai?... Aumentou a minha curiosidade: Se a Lia não se importar, eu quero!... Joelma: A Lia falou que por ela não tem problema nenhum papai!... Tirei minha roupa rapidamente e de pau muito duro fui abrindo a porta vendo aqueles dois corpinhos já molhadinhos. Entrei e Lia ficou com o olhar fixo na minha piroca... Joelma começou a esfregar a esponja no corpo de Lia que tinha um pênis do tamanho normal pra sua idade, e que aos poucos pra minha surpresa foi crescendo e ficando durinho. Quando vi minha filha lavando até o pênis de Lia que estava duro fiquei imaginando se as duas não faziam nenhum tipo de sacanagem entre elas... Quando Lia passou a lavar o corpo de minha filha, resolvi ajudar. Lia esfregava as costas de Joelma e eu pegando somente o sabonete comecei a passar na parte da frente... Joelma sorria parecendo estar gostando. Resolvi arriscar e sujando minha mão com o sabonete levei no meio das pernas de Joelma e esfreguei sua bucetinha... Joelma se apoiou no meu braço e abriu suas perninhas deixando alisar por um bom tempo. Quando as duas saíram e foram se enxugar, aproveitei e toquei rapidamente uma punheta. Estava na sala assistindo um filme (passava das 19 horas da noite) quando percebi a presença de Lia: Vem cá meu amor, está sem sono?... Ela veio e deitando do meu lado colocou a cabeça sobre minha coxa: Não estou conseguindo dormir tio!... Comecei a fazer carinho em seu braço e quando achava que ela estava dormindo: Tio! Amanhã você vai tomar banho com a gente de novo?... : Se vocês quiserem em posso tomar!... : Eu quero tio! Gostei de tomar banho com você!... : Eu também gostei de tomar banho com vocês duas!... : Mas amanhã eu quero que você esfregue meu corpo também!... Levei a mão na sua bundinha e fazendo carinho: Pode deixar que amanhã sou eu que vou te dar banho!... Enquanto fazia carinho da sua bundinha, Lia começou a passar a mão na minha coxa: Sabe o que é tio? Gostei de ver você pelado!... : Eu também gostei de te ver Lia! Você tem uma bundinha linda!... Lia ficou de bruços colocando o queixo apoiado na minha perna: Você gostou da minha bunda tio!... Empurrei o short de seu pijama e enfiando a mão embaixo da calcinha (ou cueca) passei a mão no seu rego: Muito Lia! Dá até vontade de morder seu bumbum de tão bonito que ele é!... Lia passando a mão sobre meu pijama justamente onde estava meu pau: Se você quiser eu deixo você morder!... Botei o dedo bem no seu cuzinho e fiquei pressionando e ela puxou meu short pra baixo fazendo minha pica pular pra fora: Nossa tio! Quando a Joelma me falou que você tem um pinto muito bonito eu logo fiquei com vontade de ver; e, realmente ele é muito bonito!... Peguei sua mão e fiz ela segurar meu pau: Se você quiser eu deixo você brincar um pouco com ele!... Lia segurando esticou um pouco o corpo e esfregando o rosto no meu pau: Ah tio! Morde a minha bunda, morde!... Levantei sem guardar meu pau e indo por trás de Lia acabei de tirar seu short e quando tirei tudo é que vi que ela usava calcinha de mulher. Ajoelhei do seu lado e com a boca fiquei mordiscando suas delicadas nádegas... Num ímpeto de tara puxei abrindo suas nádegas e fui direto com a boca beijando sobre seu lindo e rosado cuzinho: Uii tio! Que gostoso!... Passei a língua e Lia ficou toda elétrica: Hummm! Minha vontade é de comer esse cuzinho!... Lia: Você eu deixo tio!... Ajeitei Lia de quatro e molhando bastante a ponta da minha pica fui até com certa pressa na direção de seu anel rosado... Forcei e logo o anel abriu envolvendo a base da cabeça: Aiii tio! Entrou? Entrou?... Fui empurrando lentamente: Está entrando Lia, aguenta que o titio vai colocar tudo!... : Então coloca tio! Coloca tudo!... Empurrei até encostar meu saco e comecei um delicioso vai e vem naquele cuzinho apertado. Quando já estava sentindo que ia gozar, reclinei o corpo e levei a mão em seu pênis que estava durinho... Lia virou o rosto e não me contive... Comecei a gozar e beijando sua boquinha fiquei punhetando seu pinto que logo estava soltando porra sobre o sofá. Antes dela ir pro banheiro pedi que ela não contasse nada pra Joelma e ela: Sabe tio; que a Joelma disse que tem vontade de dormir com você?... Fiquei espantado e logo me veio na cabeça: Vem cá, fala a verdade! Você transa com a Joelma?... Lia sorrindo: Ah tio, isso é um segredinho nosso!... Naquela resposta passei a não ter dúvida que as duas faziam algum tipo de safadeza. No outro final de semana elas me chamaram pra tomar banho e como se tivesse a idade das duas comecei a brincar de agarrar uma e outra... Brinquei de passar a mão em seus peitinhos; bundinhas; xoxotinha (da Joelma) e também com o pênis de Lia. Elas por sua vez passaram a botar a mão no meu pau duro... Lembrando do que Lia tinha me dito: Hoje vocês querem dormir comigo?... Joelma toda alegre: Oba! Eu quero! Eu quero!... Lia: Eu também! Eu também!... Falei pra ver a reação das duas: Sá que eu durmo pelado!... Joelma: A gente também pode dormir peladas!... Naquele dia resolvi ir bem mais cedo pra cama. Fiquei nú e logo as duas entraram (peladinhas) e correram pra cima da cama. Com uma de cada lado puxei-as beijando seus rostos... Fiquei de joelhos entre as duas e com as mãos fiquei apalpando os seios médios de Joelma e os pequeninos de Lia. Comecei dando beijinhos e logo já estava mamando os peitinhos das duas... Chupar os peitinhos da minha filha foi sensacional. As duas sá ficavam rindo e levei a mão na xoxotinha de Joelma e no pênis de Lia que logo ficou bastante duro... Lia foi a primeira a botar a mão na minha vara: Tio! Se você quiser pode comer minha bundinha de novo!... Sabendo que ela não tinha conseguido guardar segredo e contou tudo pra minha filha, resolvi comer. Lia prontamente ficou de quatro e salivando na cabeça do meu pau fui enterrando até o cabo... Joelma chegando perto: Deixa eu ver papai, deixa?... Fiquei bombando bem devagar vendo minha piroca indo e vindo dentro do cuzinho e Joelma também de olho: Nossa papai! Não sei como a Lia consegue aguentar esse seu pinto tão grosso!... Fui aumentando as estocadas: Até você consegue aguentar filha!... Ela: A da Lia eu aguento, mas a sua eu acho que não!... Perguntei: Você deixa a Lia comer sua bundinha?... Joelma sorrindo feito uma safadinha: Eu deixo papai! É muito gostoso!... Gozei e vendo que Lia estava com seu pinto bem duro: Você quer dar a bundinha pra ela agora?... Ela dizendo que queria também ficou de quatro de Lia botando sua piroquinha enfiou tudo e deu umas cinco bombadas e logo gozou. As duas foram se lavar e voltaram... Resolvi dar um beijo na boca de cada uma. Meia hora depois já estava novamente a ponto de bala e resolvi atacar e fazer o que a muito tempo estava com vontade... Fui pro meio das pernas de Joelma e olhando sua linda bucetinha levei a boca e passei a língua. Joelma retesou o corpo e abrindo bem a boca como se quisesse engolir toda sua buceta fui chupando suas carnes... Joelma começou a gemer alto e logo parou, parou porque a Lia debruçada estava beijando loucamente sua boca. Vendo que tinha em casa duas taradinhas, ajoelhei entre as pernas de Joelma e levantando-as um pouco fui com meu pinto na direção de sua apetitosa gruta... Ela parou de beijar e me olhando: Você vai me comer papai?... Já com a cabeça enfiada entre seus lábios vaginais: Vou filha! Você já não transa com a Lia?... : Já papai! Mas o seu... Dei uma empurrada que ela não teve nem tempo de reclamar do tamanho e da grossura do meu pau: Caramba papai! Você conseguiu enfiar?... : Consegui filha! Já enfiei a metade, pode enfiar o resto?... : Pode papai! Vai, vai, vai! Ohhh! Ahhh! Hummm! Você tá metendo na minha xoxota papai!!!... : Estou! Estou metendo na bucetinha gostosa da minha filhinha!... Estava fazendo a coisa mais gostosa entre um pai e uma filha... Bombando na bucetinha mais apertada que tive na minha vida. Segurei o máximo e logo que Joelma gozou, tirei rapidamente esporrando e esfregando meu pau em seus pentelhos. Durante a semana metia muito na bucetinha e na bundinha da minha filha... No final de semana era o cuzinho de Lia que me deixava louco de tesão.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico, tenho.50 anos e transei com minha vizinha casada de 60 anosconto erotico brincar de casinhaa piriquita da theulma moreninhacontos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paicontos reais com fotos porno o rabao da minha tiacomi um a menina de 14 contocontos eroticos humilhando podollatriacontoseroticosviolentadaContos.minha.filha.ja.ten.cabelo.na.buceta.contos eroticos brincando com meu cachorrinho taradobuceta gegademulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaoconto porno mulher adora novinhohomens com pau instigantecontos felipe comeu minha mulhrerconto amiga cabacinho da minha irmameu sobrinho de treze ano conto gaygaroto malandro pega tia dormindo e meti nelaContos erótico pai tanto banho filhacontos de coroas casadas comendo as e amigas com pinto de borrchas cinta lesbicasContos gay saindo de carro a noite vestido de mulhercontos comi e apaixonouConto safada novinha anoscom amigo na praiaconto eroticoContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cufotus de zoofiliaAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticoContos safados pirocaonamoradinha virgem do amigo contos eroticosbuceta napicagrosaconto eróticos.estuprando sobrinha mudaFetiche pelos pezinhos da minha amadacontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anoscontoseroticosfuicornocontos eroticos seios grandes de leitefodi a noite todinha filha virgem desenho hentaicontos eroticos primeiro empregomuleque batendo punheta contoscontos sadomasoquismo extremocontos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosContos eroticos no dia do meu crisma fudi contos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojaempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhocomi minha mae na varanda contosPrazer Gay:Contos sobre Valentão da minha vidacontos eroticos calcinhao lutinha tapinhacontos de coroa com novinhoContos eroticos .meu bundao esta deixando.meu filho loucocontos esposa carona para travesticontos eu durmo de saia sem calcinhacontos eroticos tres homens uma mulherComi o cu da paulistinha contosfotos de mulhris de busetas aregaladasVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhoconto gay meu amigo chupou um cacete para fumar crackContos eróticos curtos de cachorro lambendo a buceta da vócontos eroticos separou pra levar picacontos eróticos abusada virgemcocando a xerecona cabeludona por baixo da saia sem calcinhascontos erodicos cunhadinha chupadeira de porraporno cunhada seio duro violadacontos anal tio totado tirou avirContos eroticos menino meu amigo comeu minha esposa ela deu para o meninogostei de ser abusada contos eroticoscontos comi a mulher do amigo bebadaamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/eleconto chantagem afilhadarelatos eroticos esposas estupradasdepois de dar pro ricardao dei pro meu marido contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteviadinho e o andarilho velho negro contos eroticosconto erotico enrabadode camisola sem calcinha filho aproveita o cu dela searchcache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html