Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BALADA,BEBIDA E SEXO.

Sou uma Borboleta daquelas que demorou para sair do cazulo, tem coisa que sabemos desde que começamos a raciocinar, assim ja sabia que tinha uma queda por mulheres desde os 8 anos de idade, mas é claro que a família e logo depois a sociedade fizeram com que permanecesse quietinha por muito tempo.

Assim cresci me masturbando a noite sozinha quietinha embaixo dos cobertores, e quase morri de nojo quando deixei um rapaz me beijar aos 17.

Me calei, nao vou ficar com mulheres, muito menos com homem, assim foi até as 20 anos quando entrei na faculdade, outro universo, longe de casa e da sociedade mente pequena do interior.

no primeiro ano do curso alguns garotos tentaram se aproximar, deixei bem claro q nao estava a fim ai pararam, quanto as amigas sempre as respeitei, nunca deixei transparecer nada até que passei para o segundo ano, conheci a Cris, que era repetente do segundo ano, viva me chamando para o boteco, as vezes dava uns apertoes na minha cintura era muito alegre e corria a fama de q ja tinha dado para todos os meninos do curso.

Um dia no banheiro da facu na hora de sair ela me perguntou e ai nath, tu tem namorada?

Euu pasma,.... namorada? ta maluca? e ela todo mundo fala q tu nao é chegada em homem, vc é lesbica né?

Eu acho q fiquei azul, desmenti tudo e pedi para ela ver com quem tinha inventado aquilo se eu ja tinha dado em cima ou ficado, q conversa mais sem noção.

ela pediu desculpas e continuamos amigas, no segundo semestre começaram as aulas aos sábados. Cris me convidou para dormir na casa pois era mais perto e assim poderiamos aproveitar melhor a sexta a noite, começamos bem na primeira sexta me levou num barsinho eu fiquei com uns amigos q conhecia da faculdade do lado de fora e ela entrou, de pouco em pouco vinha dizer q ja iamos, e assim foi cada vez q vinha estava mais bebada, eu q bebo muito pouco comecei preocupar porem so consegui convencê-la de ir para casa depois das 3 da manha, quando chegamos ela desmontou na cama q tinha arrumado para eu dormir, ela ia dormir no quarto do irmao, me ajeitei no chao num cobertor e dormi ali encolhida de manha ela nao deu conta de levantar para ir para aula eu fui sozinha, fula da vida com o corpo dolorido. na hora do almoço ela chegou, pedindo mil desculpas, disse q estava tudo bem, me fez prometer q eu iria dormir no outro final de semana para nao ficar má impressao dela.

no outro final de semana sexta a noite, me chamou vamos passar num churrasco 19 minutos e ja vamos para casa, eu tonta acreditei, fomos para o churrasco de la ela foi levar um amigo num boteco, nesse ela insistiu eu entrei disse q ia ficar 5 minutos, ela bebeu umas ai me pediu q fosse ao banheiro com ela, fomos a fila enorme e chegou pertinho e começou a falar:nossa to tarada hj, to morrendo de vontade de ser chupada, ela nem sonhava q eu alem de virgem nunca tinha ficado com uma mulher, falei para ela deixar de coisa e andar logo.

so saimos de la 3 da manha e fomos para casa dela ela de porre, eu disse: nega hj nao vou dormir aqui no chao nao, pode ir para cama do seu irmao, e ela bem chapada começou se pendurar em mim, falar mole, eu a empurrei e pedi q sossegasse q ia acordar a casa todo, num lance ela me puxou pela cintura seu halito quente pertinho do meu seu cheiro de perfume, shampoo e suor me embriagou tbm, eu passei as maos em seus cabelos loiros compridos até quase a cintura e pedi q nao fizesse isso. ela levou as duas maos no rosto e começou a chorar, perguntei o q era e ela disse q nao queria ela pq ela era feia, q era gorda q nao era inteligente como eu.

eu continuei fazendo carinho, pedindo q se acalmasse q nao era aquilo q ela era linda, que o olhos o cabelo e o corpo era naravilhoso, ela olhou com os olhos azuis mais lindos do mundo para mim e pediu fica comigo então.

nao aguentei, com as maos meio tremulas segurei seu rosto e beijei suave sua boca, quando deitamos estava segurando suas maos, suavamos, tiramos a roupa devagar sem descolar os labios, embora eu tremesse e fosse totalmente inocente e inexperiente Cris nao percebeu nada, a beijei toquei seus labios com a maior suavidade, mordisquei seus mamilos, desci beijando a barriga, abri suas pernas e beijei sua virilha toquei sua bucetinha suavemente mordiquei o grelo e depois chupei fui fazendo de maneira carinhosa e suave, depois enquanto chupava seu grelo introduzi dois dedos em sua fenda que entrava e saia num vai e vem gostoso, cris gozou varias vezes em minha boca, depois subi a abracei com carinho, beijei seus labios mordisquei chupei sua lingua ela adormeceu assim. Quer saber o restante? depois eu conto.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


guais sao as deusas da punhetaContos eroticos de comi a bunda do professorПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-okinawa-ufa.rucontos de coroa com novinhocontos manacontos eróticos bem apimentado de depravadocontos incesto mãe fofinhabucetinha gostosa da menina calcinha Contos Maeloiro do olho verde me fazendo um boquete gostoso perto da piscinaminha namorada perguntou se eu era gay contominhamulhere meucachorroporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delaConto erotico entalouconto lesbica professora dominadaconto mãezinha fode com filhinho treze anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos eu com meu 30cm comen minha prima no sofá de casaHistorias eroticas Swingcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos delícia de cacetaovoyeur de esposa conto eroticofamílias se encontram em praia de nudismo contos eróticocavalo e pônei cheio de tesão tentando dar em cima da mulherconto depravadacontos eroticos arrombando a gordafoi estuda com amigo18anos e transaouLóira safada narra conto metendo na coberturaconto erotico comendo a massatorepeutacontos eroticos velhos com meninascontos eroticos entre garotinhas novinhasContos eroticos tremwww.contos heroticos..uma jujuba bem comida...troca casais no acampamentos contos eróticogostosa se deliciando na cademis malhando de perna abertaContos dei pro meu sobrinho e pro seu amigocontos eroticos gay problemas mentaiscontos eróticos amadores com fotos de casais realizando fantasias de Megane masculinopegado carona um casal com camionero contos eroticopapai viajou eu assumi a casa,contos eróticosno colinho contos eróticosconto bulinada pir debaixo da mesagozou roaandoLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontos de lesbicas coroascontos erotico pirocaonegao arombo cu da sograBaixou minha calcinha e meteu contosContos sexo coroas esposas de amigoscontos eróticos no meu aniversario da sogracontoseroticosviolentadacontos eroticos, meu sogro come minha esposacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto erótico a coroa tem um bucetao que deixa marca no shortinhoconto o sarado e a gordinhacontos porno sou puta dos meus cachorrosgostosa batendo puieta por 1realpapai me ensinou chupar buceta conto eroticocomo alisar minha mae para conseguir transarpeguei minha sigra dormindo sem calcinha e meti a pica nelacontos eróticos encesto fudendo com o meu filhocontos dei pro meu genroA obesa bebada caida de short contoComendo a tiA PROXIMA CONTOSquadrinhos pornos de patrao dominadorcontos eroticos fui comida feito puta e chingadacontos de gordinhas casada com roludomorando sozinho com irman gostosa contocontos putinhasdepilano a buceta dela io cara comi elaminha sogra deu o cu para o cachorro contocontos eróticos de gay Fui dormir na casa do meu cunhadocontos de coroa com novinhocontos minha enteada minha amantemarido leva esposa na cabine erotica contosconto minha madrasta a puta da minha mae