Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MELHOR AMIGA DA MINHA MAE! PART 3

no outro dia cheguei em casa do colégio e estava louco pra tirar um cochilo,mais pra minha surpresa minha mãe ainda estava em casa, mais logo saiu pra trabalhar, antes de sair ela disse..

- ah, a Nilza perguntou se você quer ir no cinema com ela e a sobrinha dela a tarde, se você for vai se arrumar que ela vai passar aqui daqui a pouco, tchau!

Na hora apenas me lembrei do que tinha acontecido no ultimo dia e me arrumei rapidinho, em meia hora mais ou menos chega Nilza e sua sobrinha que tem seus 20 anos e seu namorado, em seu carro, fomos então direto pro cinema, acabei não conversando muito com o pessoal pois nunca tive assunto com eles mesmo, e não seria agora que eu puxaria assunto, entrando no cinema a sobrinha de Nilza escolheu nosso lugares, mas Nilza interferiu

- eu e o Lucas vamos sentar ali pra vocês namorarem a vontade!

Sua sobrinha ainda disse pra ficarmos que não tinha problema, mais logo Nilza a respondeu dizendo que não queria ficar ali de vela e me arrastou, Ela me levou para um canto que mal dava pra assistir o filme, mas acho que isso seria o de menos, logo que nos sentamos, ela segurou minha mão..

- eu já estava com saudades de você!

E passou a mão no meu pinto e deu uma leve esfregada!

- ah, então foi por isso que você me chamou pra vir aqui né?

- é, porque? Você não queria vir?

- ah, achei estranho, mas já que é pra isso, mas acho que agente não vai poder fazer nada aqui dentro!

- quem disse que não?

ela pegou minha mão e levou direto a sua boceta, a safada planejou tudo, veio de vestido e ainda por cima sem calcinha, ela escolheu a ultima poltrona, mal havia começado os trailers e ela já esfregava minha pica por cima da calça, fui ficando com tezão, e acabei metendo a mão em sua boceta, que já estava meio molhadinha, comecei a esfregar sua boceta, e a cada esfregada ela ficava mais molhada, logo que começou o filme ela cuidadosamente abriu o zíper da minha calça e começou a me masturbar de leve, pra nossa sorte a seção estava quase que vazia, por ser a 1ª do dia, ela se virou com as pernas pro meu lado, colocando seus pés no meu colo e deixando aquela boceta a mostra pra mim, ela começou a me masturbar com os pés, coisa que eu nunca havia feito, ela chupava meus dedos e depois me fazia enfiar todos em sua boceta enquanto me batia uma com os pés, ficamos naquilo todo o filme, desejando fazer algo a mais sem poder,pensamos até em ir para o banheiro do cinema, mais seria mais arriscado do que continuar ali, a única coisa que cortou um pouco do nosso clima foi aqueles caras que passam com uma lanterninha em toda seção, ele não iria até onde nás estávamos mais Nilza não queria arriscar e mandou eu ‘guardarÂ’ meu pau, mais eu não tirei meus dedinhos de sua boceta, aquele filme foi tão longo que Nilza ficou tanto tempo com meus dedinhos dentro de sua boceta que acabou gozando, isso já quase no final do filme, ela ainda foi ao banheiro para se arrumar um pouco e depois fomos embora sem nenhuma delonga, desde esse dia passei um belo tempo sem vê - la, ate que quando eu já estava de férias do colégio ela me mandou uma mensagem no celular.. ‘ eu to louco pra ficar com você de novo! ‘ mas enfim foi o máximo o que tive naqueles dias, quando me surgiu uma esperança, na primeira semana das minhas férias, Nilza ligou pra falar com minha mãe, ela queria saber se nás não queríamos ir para seu sitio passar a semana, ficou difícil porque meu pai trabalharia os dias da semana, mas resolveu passar o final de semana lá no mínimo, nás fomos então, mais não tivemos a mínima chance de ficar nem se quer um pouco sozinhos, no domingo a noite já estávamos arrumando as malas, pra ir embora quando Nilza entrou no quarto dizendo que pelo menos eu iria ficar ali e que sá iria embora quando eles fossem! Meus pais deixaram numa boa, e eu claro tinha mais uma esperança, o pior era seu marido mala, que nem se quer nos dava um minuto a sá, já na quarta estávamos na piscina eu e Toni nos refrescando enquanto Nilza tomava sol, suas filhas estavam no sitio de uma amiguinha brincando (coisa de criança ) quando do nado o celular de Toni toca, ela saiu na maior tranquilidade pra atender, mas quando ouviu o que lhe falaram ficou bem agitado, entrou em casa e começou a se trocar, Nilza sem saber o que era ficou atrás dele perguntando o que era, ele não respondia, sá respondeu mesmo quando já estava dentro do carro..

- aconteceu um acidente imenso, e eu vou ter que ir no hospital ajudar e certeza sá vou voltar amanhã!

Nilza ai então conseguiu ficar tranquila!

ah, então é isso!

E voltou pra piscina como se nada tivesse acontecido, mas pra ela devia ser normal já que Toni era medico a mais de 19 anos, quando Nilza me contou o porque dele ter saído, continuei nadando na piscina, ela se deitou novamente, quando subi de um mergulhe ela já estava deitada na beira da piscina esfregando seus peitos e me olhando, enfim ia rolar algo, achei melhor provoca - la um pouco, dei mais um mergulho e sai da piscina pelo outro lado, me deitei na beira também e tirei meu pau pra fora já quase totalmente duro e comecei a me masturbar olhando pra ela também, ela já enfiava todos os dedos na boceta enquanto me chamava, mas eu continuei ali, ate que ela não se aguentou e mergulhou na piscina e veio até o meu lado, colocou os braços na borda..

-será que você podia me dar uma ajudinha aqui!?

Me sentei em sua frente e ela continuou ali, abri minhas pernas liberando meu cacete pra ela..

-que tal você me ajudar 1ª?

Ela não pensou duas vezes e caiu de boca, ela passou um belo tempo me chupando, ela me chupou tão gostoso que eu estava quase gozando, mas ele percebendo isso, pelos meus gemidos, parou e subiu na borda da piscina e se sentou ao meu lado..

- porque você parou?

ele me olhou e riu dizendo que estava muito calor e do nada me empurrou na piscina, dei um único mergulho e subi colocando meus braços sobre a borda mais ficando ainda dentro da piscina, ela estava com o telefone na mão falando com alguém, estava meio longe então não ouvi, mas logo ela veio em minha direção me encarando enquanto tirava o biquine fio dental, ela se sentou bem na minha frente com as pernas cruzadas..

- eai tava falando com quem?

- falei com a dona da casa que as meninas estão e as deixei ficar lá até a hora que elas quizerem então..!

- então o que?

ela descruzou as pernas e veio um pouco pra frente..

- então que você pode me chupar o quanto quizer agora!

ela colocou as mãos sobre minha cabeça, e a puxou contra sua boceta, me deliciei então, ela estava louca, gemia como uma verdadeira puta, enquanto se contorcia, caprichei na chupada, e claro que ela logo gozou, ela se levantou, e ficou me olhando, ia saindo da piscina, quando ela do nada mergulhou por cima de mim ela foi parar do outro lado da piscina, que não era tão grande assim, me desafiando a pega – La, mergulhei até ela, mas não conseguia pega - la, até que enfim consegui e melhor ainda a peguei de costas, fiz questão de grudar nela e enquanto beijava seu pescoço eu dizia coisas em seu ouvido, ela se largou de mim, se virou e me deu um beijo já com a mão no meu pinto, falando pra eu esperar que ela tinha que pegar as camisinhas, aproveitei pra me acomodar numa parte bem rasa da piscina, ela veio logo com uma cartela de camisinhas, ela entrou na piscina com um belo mergulho e ali dentro da piscina ainda começamos a nos beijar, depois saímos da piscina, eu fiquei em pé ali na beira e ela se ajoelhou pra me chupar, e como estava louca de tesão e logo enfiou a camisinha em mim, já pensando em seu práximo passo ela se levantou ainda limpando sua boca por causa do boquete, eu olhei pra traz e vi uma cadeira de praia daquelas de tomar sol, e me deitei, ela já veio por cima de mim e já começou a cavalgar, e isso ela fazia como ninguém, ela caprichava porque ela realmente gostava daquela posição, depois ela sem tirar meu pau de dentro da sua boceta se virou ficando de costas pra mim, ela empinou toda sua bunda pra cavalgar bem mais gostoso, enquanto ela cavalgava eu lhe dava uns tapinhas na bunda, e claro que com aquele cuzinho me encarando eu não podia deixar de enfiar alguns dedinhos, mais ela não se aguentou e logo me pediu pra enfiar no seu cu, e naquela mesma posição eu tirei meu pau da sua boceta e meti aos poucos em seu cuzinho, quando consegui enfiar tudo ela me pediu pra deixar lá, ela veio um pouco pra traz e começou a rebolar e a piscar o cu, nunca imaginei que ela seria uma mulher dessas que parece uma puta na hora h, mais ela pra mim era melhor, tanto que me fez gozar com meu pau dentro do seu cu sem mesmo eu nem me mexer, ela também gozou desabando por cima de mim, virou seu pescoço e me deu alguns beijos, naquela hora quase fomos pegos por uma chuva de verão, e então entramos, aproveitei e tomei uma bela ducha, no meio da minha ducha, ela bateu na porta ainda peladinha..

- olha te fiz um lanche, ta encima da mesa, agora posso tomar um banho também?

ela entrou na ducha, mais logo eu sai com a desculpa que estava com fome, coisa que eu realmente estava, devorei o lanche que ela me fez, antes mesmo que eu terminei ela saiu do banho com apenas um shortinho branco socado que marcava tudo e um top cinza, ela se sentou no sofá, e me perguntou se o lanche estava gostoso, parei até de comer na hora, e respondi que sim, mais que ela estava bem mais, ela riu, abrindo as pernas..

- e olha que é tudo seu!

me levantei e a beijei bem gostoso já passando a mão pelo seu corpo, ela segurou meu rosto me dando um beijinho..

- agora vai terminar de comer, que eu quero você bem forte pra de noite, vou te fazer uma surpresa!

terminei de comer e ficamos ali na sala assistindo tv, quando já era umas 7 hrs da noite, ela se levantou, sendo que estava deitada no meu colo pegou o telefone..

- as meninas podiam dormir ai?, Toni teve que ir ao hospital, e eu vou aproveitar pra ir pra cidade resolver umas coisas..!

ela ligou na casa das amiguinhas da sua filha pra confirmar que estaria livre a noite toda, ela sentou no meu colo e começou a me beijar..

- essa era a surpresa?

- não, alias vai se arrumar que agente vai sair!

me troquei bem rápido, e ela colocou um vestido preto bem apertadinho sem calcinha nem sutiã..

- aonde agente vai?

- já disse, é surpresa!

- pelo jeito que você ta se vestindo, o lugar deve ser bom não é?

ela balançou a cabeça positivamente, e ficou de costas pra min..

- você acha que to bem nesse vestido?

não resisti e tive que a abraça - la por traz dei um beijo em seu pescoço..

- você é um tesão de qualquer jeito!

ela estava louca pra chegar onde queria ir, pegou o carro e saímos logo, depois que passamos a br entramos numa rua com muitos bares, logo avistei um motel, coloquei a mão em sua coxa..

- ah, esse lugar é bom mesmo!

- mas, não é aqui ainda!

-ah, e tem lugar melhor para se ir?

- tem sim, e muito melhor!

logo ela encostou o carro em frente a uma mansão com a fachada antiga, sá dava pra escutar um som bem alto, ela pegou na minha mão e entramos, haviam varias pessoas dançando e se beijando, parecia uma bar gay, parei com ela no meio da pista..

- legal uma bar gay certo?

- a surpresa ainda não é essa! Agora vamos dançar um pouco!

ficamos lá dançando e logo ela me fez ficar com tezão, se esfregava em mim, e me deixava literalmente enfiar a mão em sua boceta sem nenhuma vergonha, pegamos umas bebidas e voltamos a dançar, com um tempo começamos a nos beijar num canto da pista, ela encheu a mão no meu pinto..

- pelo jeito, já vou poder te mostrar a surpresa!

ela me levou até uma porta que logo entramos, logo que entramos, havia um corredor bem estreito com vários casais se pegando mesmo, a maioria já pelados a segurei pela cintura..

- que putaria é essa?

- você gosto amor?

- é!

ela continuou andando..

- mas agora agente tem que encontrar umas pessoas..!

aquele corredor fazia com que nás nos esfregaçem em todos os casais ali, até que chegamos em uma das portinhas do corredor e entramos, havia dois caçais conversando, logo me admirei da mulher de um negrão que estava lá, uma morena, de cintura fina e uma bunda imensa, aquele clima me deixou com mais tezão ainda, nos apresentamos e começamos a conversar, todos sabiam porque estávamos ali, com 19 anos nunca havia ido a um swing, mas já tinha ouvido falar bastante, mas todos nás, conversávamos como se agente estava em uma pracinha, mas do nada uma morena que deveria ser mulher de um bombado..

- nossa gente, ele já esta no ponto pra nossa festinha!

apontando pra mim, não sabia se ficava envergonhado ou se tomava uma atitude, mas apenas ri, a negra que havia gostado estava sentada bem ao meu lado, ela sem eu perceber passou a mão por cima da minha bermuda..

- agente podia começar já essa festinha, eu já estou batendo palminha aqui!

o rapaz fortão, se levantou e estourou um litro de champagne, sua mulher tirou a blusinha..

- vocês podem tomar champagne aqui se quiserem!

seu marido foi o 1ª fiquei com vergonha, mas logo ele levantou a garrafa perguntando se ninguém mais ia querer, resolvi beber um pouco de champagne naqueles peitos daquela morena que mal sabia quem era, aproveitei e chupei seu biquinho que ficou bastante durinho..

- que língua gostosa!

quando parei de chupa - la ela segurou minha mão..

- não vai chupar o resto não?

seu namorado estava bem ao lado, mas não resisti, e levantei sua saia, coloquei sua calcinha vermelha pro lado e comecei a chupa - la pra mim foi estranho porque enquanto eu a chupava seu companheiro tirou o pau pra fora e começou a se masturbar, quando mi dei conta disso, parei de chupa - la e quando olhei pra traz já estava Nilza chupando o pau do negão, enquanto sua companheira batia uma olhando, tratei de ir tirando a roupa, fiquei sá de cueca e fui em direção da morena que havia curtido, comecei a beijando e cada vez mais minha língua ia descendo por aquele corpo perfeito, quando estava chupando sua bocetinha que era toda depilada ela levantou bem as pernas e gemendo implorou pra que eu chupasse seu cuzinho, mesmo com um pouco de receio eu fiz, chupei seu anel, tratei de deixa -lo molhadinho pra come - lo, logo aquela morena, Jessica,estava sentando no meu pau, ela estava louca de tesão,e aproveitava cada cm do meu pau, e uma coisa que não posso deixar de falar era do seu beijo, maravilhoso, Jessica gozou então foi a vez de nos juntarmos aos outros, que estava se chupando ainda, os 4 juntos, mas quando entramos na brincadeira logo começaram a trepar, Nilza deu de 4 pro negão, Aumir, enquanto eu fiz um frango assado com a outra morena, Aline, que não foi lá essas coisas então não consegui gozar, logo que Aline gozou Nilza estava apenas se masturbar olhando Jessica ser comida por dois, aproveitei pra chupa - la um pouco e tive ajuda de Aline, que isso sim fez bem os rapazes naquele dp logo gozaram e não voltaram a ficar com tesão, eu ainda iria gozar, e aquele boquete de Aline estava me deixando louco, mas ficou bem melhor com Jessica me chupando junto, enquanto isso Nilza estava com a boceta sentada na minha boca gozando aos montes, depois me levantei e coloquei as 3 pra me chuparem, e acabei gozando e melando as 3! Depois fomos todos juntos ao banheiro unisex da casa, lá tinha muita gente trepando embaixo do chuveiro, e essas coisas, tomamos uma ducha rápida e voltamos para nossa salinha reservada, nos vestimos e fizemos um brinde, e depois de muita conversa, troca de telefones e tal nos separamos, e aproveitamos o final da festa na pista de dança, que já tinha casais trepando, quando saímos e chegamos em casa, eu esperava uma ultima trepada apenas com Nilza, mas quando ela se deitou apagou,foi o fim do final de semana!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos meu sonho e da pro meu sobrinhocontos minha mae fez minha primeira esperiencia de gaycontos estupraram meu esposocontos gay com a mulher em casaconto erótica- meus amigos fuderam minha noivaprimeira vez q comi meu amigocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eróticos cantada na rua não resisti e traídei minha buceta para os amigo do meu filho contos eroticometeu a pica gigantesca na passista deliciosameladas de margarinas em todo corpocontos eroticos coroa 57 anos amiga da minha mãecontos dando no banheiroA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvircontos porno casadas o negrinho safadocontos eroticos minha mulher piranhacontos eroticos no escuromulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparconto erotico sou uma coroa gosto de novinhoContos erotico com equilina da minha patroaEdna A tia da minha esposa contos eroticoscontos eróticos casal Passei a noite no autorama no IbirapueraContos erotico com o meu avo na fazendameu filho sem querer contosestuprada por quatro cachorros conto eroticoeu mae e filha contos de sexocontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todacontos eu minha namorada e mais dois garotoscontos eróticos de famílias pela primeira vez participando da praia de nudismocontos eroticos gay vendo filme porno com tiocontos de coroa com novinhovidio pono mae e filha dero o cu para dotadogozei no copo e dei pra minha tia bebeu contostorando a coroa de bundão e cinturinha e bucetão carnudoporno tia boazuda provocando o so brihocontos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tioquero comer minha maecontos eróticos meu enteado deixou meu c* todo ardidocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentexvidio desejo incesto proibidocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebucetinha contosEMPREGADA FAZENDO MALDADES COM A FILHA DA PATROA CONTOS EROTICOSconto de comi o cuzinho de um garoto novinho que chorava na pica grandecontos eroticos arrombando a gordamulheres violadas contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordamulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cucontos eroticos homem casado dando para o primoContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudosconto erotico de bucetas folozadacontos eroticos de mae chupandoconto erotico sogro na piscinaconto meu filho meu machocontos mulher baixinha e arrombadaa minha cunhada casada e saia justa contos com fotosNovinha sou chupadora da escola contoseroticoscache:iOh7vGcQjJIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=151 contos tia com fome de picaPorno mobile boqueternocontos eróticos meu marido eu e meu alazãoMinha mãe colocou silicone e ficou gostosa contocontos minha sogra me vendeu seu cuzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos tomando porracontos eroticos de menina de nove anos dando o cucontos de mae vadia fazendo orgia com o filho e amigosconto porno rola grandecontos evangelica desesperada com sexocontos pornô de incesto a mamãe gritou igual uma puta quando enfiei o meu pauzao na sua bucetinha cabeludacontos eroticos as tres safadinhadcontos erotico irmaoscontoseroticosnamoradavirgem