Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOGRA IRRESISTÍVEL - AGORA SÓ QUERO LOBAS

Minha sogra é uma dessas viúvas que se pode chamar de côroa gostosa. Tem 49 anos e por ter sido esportista durante toda a sua vida, mantém um corpão que causa inveja a muitas mulheres. Dona de um par de coxas grossas e um quadril que passa dos 102cm, desperta olhares em todos os lugares que passa. Mesmo estando com seus 49 anos, sempre se vestiu feito uma garotinha, e ela e minha mulher quando estão andando na rua juntas, mais parecem irmãs.



Em um quintal grande fica a nossa casa e a casa de minha sogra que recentemente nos revelou que gostaria de aprender a usar computador e até que adquirisse o seu, ia pra nossa casa usar o nosso.



Como eu trabalho há muitos anos com computadores, minha esposa combinou com sua Mãe que eu iria ensiná-la a mexer na máquina para evitar gastos desnecessários com cursos, etc...



Como a Mariza (minha Sogra) é uma mulher super gente boa é claro que não me recusei a ajudá-la, então como trabalhava apenas nas madrugadas em um CPD de banco, quando acordava, almoçava e logo chegava minha sogra pra receber suas lições. Minha mulher estava neste mesmo horário no trabalho.



Depois de algumas noções de Windows e do pacote Office ela me dizia que não era bem isso que gostaria de aprender, perguntei-lhe então quais eram seus interesses... ela me respondeu que gostaria de aprender a mexer com MSN, e-mail e internet.



Pois bem, com o passar dos dias, orientei seu aprendizado voltado apenas a estas 3 opções.



Quando ela começou a ficar bem esperta na navegação, eu sá do lado olhando-a operar, pude perceber que suas preferências eram por salas de bate-papo e algumas páginas relacionadas a sexo, principalmente quando se referiam a mulheres mais velhas e suas relações.



Aquilo ficou na minha cabeça e reparei que cada dia que vinha até minha casa, usava roupas bem "desinibidas" e isso começou a me chamar a atenção, decidi então disponibilizar o computador pra ela e deixá-la sá para que ficasse mais a vontade para suas "pequenas viagens".



Até que um dia o pc travou e escutei ela me chamando do quarto pedindo ajuda. Fui até lá pra ver o que acontecia e tamanha quantidade de páginas abertas a memária não foi suficiente para sustentar o uso, então travou tudo.



Enquanto resolvia o problema ela já me pedia pra ir respondendo a alguns dos homens que estava teclando e não deu pra deixar de notar que o papo era quentissímo e ela sorrindo dizinha... "pelo amor de Deus, não conte isso pra ninguém" eu falava fique tranquila Mariza.



Até que dei de cara com páginas de sexo explícito... mulheres maduras dando pra homens mais jovens em tudo quanto é posição e não ia comentar nada até que Mariza disse: "calma, não fecha essa ainda, deixa eu dar mais uma boa olhada" na foto, um homem metendo a piroca no cuzinho de uma côroa de 4 usando cinta-liga e fazendo a mulher fazia cara de dor e tesão.



É claro que a cena me deixou excitado, e mais ainda quando minha sogra comenta... "nossaaaaa êta mulher de sorte, deve ser o máximo levar uma piroca assim" meu coração disparou e eu sem saber o que dizer, fechei a página e a debaixo era ainda mais quente... a mesma mulher sendo entalada por 2 machos ao mesmo tempo... minha sogra gemeu e disse: "olha pra isso... nossa, isso é tudo".



Na página seguinte, outra loba, essa aloirada muito parecida com Mariza dando a xota num franguinho assado e mais uma vez Mariza faz alguma observação e diz: "Bengala (esse é meu apelido) olha como essa felizarda parece comigo, pelo menos na aparência do físico e do rosto" eu concordei e refeito do susto resolvi começar a dar espaço pra ela falar mais e perguntei... porque felizarda? ela fala: "imagina porque felizarda! ela levando essa tora toda na buceta, o cara tá fazendo com vontade repare... eu não me lembro do Acácio (finado) ter um dia de sua vida me pego com tanto vigor assim.



Há essa altura eu já estava com o pau latejando dentro da bermuda e ficava pensando, onde será que a Mariza quer chegar com tanta sinceridade em suas palavras.



Quando resolvi o problema e ia me levantar pra sair, ela me pediu que ficasse mais um pouco pro caso de acontecer novamente, então fiquei.



Ela foi direto pro email e havia um rapaz que fazia insistentemente pedido para sair com ela e ela comentou... "venho brincando com esse menino via MSN, email e até cheguei a mandar uma de minhas calcinhas usadas pra ele via Sedex rs rs rs agora ele passa os dias cheirando e lambendo ela se masturbando por minha causa, mas eu não vou dar pra ele de jeito nenhum" perguntei pra ela, porque não sairia com o rapaz, ela respondeu: "pedi uma foto do pau dele e a coisa não passa dos 15cm e é fino, esquisito e além disso, 2 minutos teclando com ele no MSN o cara goza logo".



Meu coração disparou novamente e perguntei, mas o que você gostaria?



Ela disparou: "Ah meu genro, vou ser bem sincera, depois de tanto tempo sem dar uma boa trepada, quero que seja no mínimo com um camarada pauzudo de verdade e que demore muito pra gozar, porque quero ser fodida de tudo que é jeito e esse carinha do MSN está fora de questão".



Eu sorri e disse que entendia bem o que ela estava dizendo e ela disse: "seja sincero meu Genro, vc me acha ridícula por estar assim tão sêca e falando essas coisas" eu respondi na hora que não, então ela continuou..."sabe que eu falo, falo, falo, mas no fundo tenho medo de ser rejeitada, eu já tenho 49 anos não sou mais uma garotinha e os homens sá querem mulheres novinhas" eu disse... imagina Mariza, vc está super bem e muito ao contrário do que parece, vc não aparenta ter mais do que trinta e poucos anos..."você sá está falando isso pra me deixar feliz" não mesmo, eu sou homem e entendo muito desse assunto, vc é magnifíca... "magnifícia? o que quer dizer" quero dizer que vc é uma mulher espetacular de rosto e corpo... "como assim, não entendi ainda!" Mariza, pra vc entender de uma vez por todas, vc é uma tremenda de uma gostosa, qualquer homem de bom gosto vê isso".



Ela sorriu e se inclinou me deu um meio abraço e disse... "por isso que eu gosto de vc meu Genro, sempre falando as coisas certas na hora certa" eu não estou lhe fazendo favor algum minha sogra... "tudo bem, mas de qualquer maneira eu custo a acreditar em você, eu andei comprando umas roupas mais insinuantes e ainda não tive coragem de sair a rua ou mesmo andar no quintal com elas pois tenho medo de estar exageirando... se eu vesti-lás vc me daria sua opinião sincera?" claro que sim..."então tudo bem, deixa eu ir em casa pegá-las, volto já".



Enquanto ela saiu, eu fiquei pensando um monte de coisas, porque será que ela tava tão aberta comigo? ela sempre foi bacana, mas jamais havia conversado comigo sobre esses assuntos, etc...



Quando retornou me pediu pra sair do quarto pra ela se trocar, fui então para a poltrona do papai na sala e fiquei esperando.



Ela então abriu a porta do quarto e veio em minha direção, vestida com um shortinho de lycra que desenhava seu bumbum e lindas pernas, de top fazendo o conjunto, desfilava pra mim e quando virou de costas pude ver a tanguinha enfiada no rabo que usava... eu ia dando minha opinião ela voltava pro quarto e trocava e vinha de novo... numa dessas vezes usava um shortinho jenas de cintura tão baixa que aparecia parte do triângulo da calcinha e uma tatuagem sobre o bumbum... a essa altura não tinha mais como disfarçar, meu pau tava explodinho de tão duro e quando terminou o desfile ela voltou pra sala e disse... "então meu genro, o que achou? dá pra ir na rua assim sem passar ridículo? seja sincero". Eu respondi que algumas estavam arrojadas demais para ir à rua, mas muito longe do ridículo... ela pergunta... "o que quer dizer arrojada demais" eu disse... expõem muito vc... "como assim?" bom Mariza, esse shortinho jeans que vc colocou aparece parte de sua tanguinha e parte da tatuagem achei que devia evitar ir na rua assim... "a tatuagem vc notou? fiz recentemente, gostou?" eu disse... não deu pra ver direito, mas parece legal..."ahhhh assim não vale, quero que dê sua opinião claramente". Como eu disse Mariza, não deu pra ver direito... "então vou te mostrar de novo e vc me diz se gostou ok?" fechado... ela levantou-se, desabotoou a bermuna que usava, virou-se de costas pra mim e abaixou a bermuda meio que rebolando porque estava muito apertada... eu quase tive um infarto, a tanguinha ficou à mostra e pude reparar que ela tinha um pelinho lisinho, loirinho cobrindo o bumbum e o desenho era uma figura estilizada de um casal transando e uma pequena inscrição em japonês ou chinês sei lá... eu cheguei até a sentir o cheiro de suas intimidades de tão perto que fiquei de sua imagem... "então vc gostou?" eu ia responder quando ela me interrompeu e disse... "ahhhh claro que gostou, olha pra isso rs rs rs" apontando em direção ao volume que estava fazendo na bermuda... eu meio que sem graça perguntei o que dizia nas inscrição bem embaixo do desenho e ela disse com uma carinha de safada que sá "se não tem competência para aguentar a loba, então nem tente" e riu muito.



Logo em seguida ela perguntou se podia me fazer uma pergunta mais íntima e eu falei claro que sim... "pois bem, não vá ficar aborrecido hein" e ria muito... eu disse, fique a vontade, pergunte o que quiser...



"Então, depois de me ver vestida daquela maneira, percebi que vc ficou muito excitado, então eu queria saber se isso foi reflexo ou se sentiu tesão por mim?". Ô minha sogra, é claro que senti tesão por vc, mas, sabe como é né... vc é da família, Mãe de minha mulher e pra mim é uma fruta proibida e ai fui eu quem riu com essa definição. Daí ela pergunta... "quer dizer então que se não fosse da família vc me foderia?". Mas é claro que sim, como já te disse vc é uma tremenda gostosa e ri mais uma vez... ela então sentencia..."então vamos fazer uma coisa, ele está super duro, noto daqui, deixa eu dar uma olhada nele e ver o que eu estou perdendo, depois paramos e continuamos nossas vidas, pode ser?" eu perdi alguns segundos pensando até que ela insistiu e disse... "vc já me viu quase pelada e eu não posso pelo menos ver a piroca que eu levaria se não fosse sua sogra, qual é?" eu concordei e ela pediu então pra irmos pro quarto, porque na sala tinhas as janelas que davam pra rua e alguém poderia ver.



Fomos para o quarto, ela sentou-se nos pés da cama e estava anciosa "mostra pra mim vai, me mostra" eu então separei o velcro da bermuda, e libertei a piroca da sunga e ela pulos na frente da Mariza que deu um berro "Deusssss que isso rapaz? vc é muito bem dotado... ai que merda, e não pode ser minha né? vc acaba com minha filha né seu puto?" eu ri e disse que não havia reclamações.. "quantos centímetros tem?". Não sei Mariza nuca medi... ela levantou-se rapidamente pegou uma régua e disse... "preciso saber, perae"... pegou a régua, encostou do lado e ficou olhando para a cabeça e disse: "cara, tú tem um pouquinho mais de 20cm de tora, que maravilha hein? e ainda é grossona, cabeçuda" eu falei, bom agora que vc já sabe é melhor guardar... ela me interrompeu mais uma vez e disse..."quer dizer então que se eu fosse uma desconhecida vc me foderia com essa pirocona e trairia minha filha né filho da puta?".



Eu ri e disse, Mariza, depois de tanta excitação, uma côroa gostosa que nem vc, doida pra dar, vc acha que eu resistiria? ela ainda muito curiosa disse... "vc fode o cú de Isabel? (minha esposa) eu disse que já havíamos tentado mas que ela não aguentava e nunca acontecia completamente... ela então disparou... "ahhhh se fosse comigo eu sentava nessa vara e rebolava até me rasgar toda, ela não sabe o que está perdendo"



Mariza, é melhor a gente parar por aqui, eu estou a ponto de te agarrar de tanta putariaque vc estáme falando... "controle-se rapaz, sou sua sogrinha, Mãe de sua mulher" e riu mas não tirava os olhos de meu pau... então por isso mesmo... ai ela foi incisiva e disse: "posso te pedir mais um favorzinho?" claro, o que vc quer? "deixa eu pegar nele sá um pouquinho... já que não será meu, quero santir ele nas mãos"... eu disse que sim... ela então pegou com uma das mãos, depois com as duas, punhetava devagar, fazia som de shiiiiii entre os dentes e não parava de elogiar... eu estava perdendo o controle e ela falou assim... "bom querido, eu já senti que o que estou perdendo mas não acho justo ter feito vc ficar com ele dessa maneira e simplesmente te deixar na mão vc não acha? o mínimo que eu te devo depois de tantos favores e atenção é baixar ele pra vc"



Eu olhei pra ele, depois pro meu pau em suas mãos e balancei os ombros dizendo, faça como quiser...



Ela riu e falou... "pode deixar, não vou te cobrar nada, é sá uma retribuição e uma ajuda, tenho dá de te deixar assim até a hora que Isabel chegar, judiação"



Inclinou-se e começou a cheirar meu cacete, lamber devagar, depois a mamar quase engolindo ele todo... gemia e falava putarias gostosas de se ouvir... eu de pé segurava ela pelos cabelos e perdi o controle total, passei a comandar aquilo do meu jeito...



Primeiro agarrei ela firme pelos cabelos e fudia sua boca com força... o pau ia na garganta dela a ponto de sufocá-la e ela tentava buscar algum ar e eu continuava, ela estava vermelha e babando o pau de enxarcar seu queixo, pingando na cama, enxarcando o chão.... eu fodia, fodia, fodia e ela vermelha querendo se desvencilhar e eu passei a falar putarias... tú não queria me ajudar sua putona? agora aguenta... eu sou um animal fudendo.... ela estava no maior sufoca mais emitia sons do tipo "hum rum" e eu então lembrei das fotos na internet, tirei o pau de sua boca ela desabou na cama, arranquei seu shortinho e arranquei com os dentes a tanguinha totalmente molhada e perfumada com o cheiro da fêmea gostosa... meti a boca na sua xota lisinha e lambia do seu cú até o seu grelo, ela sá gozava e apertava minha cabeça entre suas pernas... ora gritava "aiii seu cachorro filho da puta... tô gozando nessa boca gostosa... eu vou dar muito pro maridinho da minha filha... vai chupa sua vaca"... eu chupava com vigor e aproveitava pra enfiar 2 desdos na buceta e um no cú ao mesmo tempo... ela urrava e falava muitas sacanagens...



Quando ela já tinha gozado muito, pois havia umapoça de seu leitinho na minha cara e no colchão da cama, eu suspendi suas pernas e fiz o franguinho assado que ela havia elogiado tanto na internet e taca a socar... as bolas batiam na entrada da xoxota e o pau ia ficando cada vez mais inchado e eu fazia isso com muiita força... toma, toma, toma sua puta... não queria pica, então vai... toma dentro dessa xoxota quente gostosa....



"Vai meu putinho, cachorro, jumento... eu tô dando pro macho da minha filha que delíciaaaaaaaa... quero que me foda mais que fode ela"... eu entendi bem o que ela queria dizer com isso e botei ela de 4... lambi muito seu cuzinho, cuspi nele e comecei e empurrar, ela gritava mas ao mesmo tempo jogava lentamente seu corpo pra trás pra me ajudar a arrombá-la...A piroca foi entrando e ela dobrou-se na cama e mordia o traveseiro, deixando seu rabo todo empinado e eu comecei a bombar e dava muitos tapas no seu bumbum que a esta altura estava vermelho sangue de tanto que eu batia e ela estava adorando...



"Assim meu gostoso, fode o rabinho da sua sogrinha puta vai meu tesão... pauzudo, arromba tudo... me bate, mas fode, fode o cú, fode seu caralhudo...aaaaaaa iiiiiii assim, no fundinho que eu gosto e mereço"



Eu estava delirando de tanto prazer e sentia que estava perto de gozar, então lembrei-a que havia dito que se fosse minha mulher sentaria na minha piroca sem pestanejar... então me deitei na cama e ela veio por cima de costas pra mim e ela mesma foi se agachando e direcionando o pau no rabo e assim que encostou na entradinha ela sentou de uma sá vez... chegou até doer no meu cacete, mas estava amando aqui e começou a rebolar como uma louca, subia, descia, deslizava e se masturbava ao mesmo tempo...



Depois de alguns minutos ela estava com as pernas mole de tanto cavalcar e me pediu pra mudar de posição, mas que queria que eu enchesse seu cuzinho de leite...



Dentro do quarto havia uma mesa quadrada de canto, joguei todos os objetos pro chão com um tapa, peguei ela com violência pus deitada na posição de frango sobre a mesa e nesta posição, meti novamente no cuzinho, as vezes me dobrava e mamava seus peitões gostosos e de tanto socar estava todo molhado de suor... quando finalmente explodi num gozo, eu davas as últimas estocadas com tanta força que ela berrava e apertava o cuzinho pra ficar ainda mais delicioso fodê-la e olhava-nos nos olhos... .fui urrando e enchendo o cuzinho de leite, e ainda gozando beijava-nos fortemente....



Depois disso ficamos naquela posição por uns instantes e depois nos deitamos na cama pra descançar... ela era realmente insaciavél e enquanto eu descançava ela chupava meu cacete todo melado, me alisava o peito, os testítulos e disse que estava satisfeita mas que queria continuar dando pra mim às escondidas... é claro que eu aceitei e assim estamos até hoje!



Desse dia em diante, eu sá quero LOBAS!

[email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico com tia gravidavirei puto do bar conto gayContos eroticos eu e minha esposa fudemos com o nosso sobrinho gayesposa raspada contosContos namorada e o pirocudocontos eróticos quentes minha namorada em dp reaiscontos eroticos de como eu perdi minha virgindade aos 16titia ficar mandando o sobrinho que está bem contos eróticosconto de genro que come a sogra sem camisinhameu pai comeu meu cuzinho dedo do carrosem explicação safadinha contoscontos primeiro analcontos eroticos gozando no cu da coroacontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosconto transformado travestiesposa de langeryConto porno com a filha halana luize novinhacontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavalosnovinha que queira trocar msg e gozar muitosou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupaxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaContos erotico fudendo dentro doA chapeleta arronbou minha bucetinha contosrelatos arrombei a amiga da minha irmacontos eroticos tentei corrercontos eroticos arrombando a gordaminha mãe adora bater punheta para o meu irmãocontos dei sonifero e comi o cu pornovideo de ninfeta branqui.ha magra no sexo anal de quatroConto erótico filhinha putinhacontos eróticos vendedor externocontos incesto sogras gordascomenho a vinsinhA e gozando drntro de laConto gay a bermuda recheadacontos eroticos sodomizadosou puta do meu cachorrotraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos verdadeiro aventura das melheres com mendigos roludosconto erotico meu compadrer e minha esposaconto.minha esposa deu para 5contos eróticos comendo irmãcontos eroticos humilhando podollatriacontos erotico irmao cafetao da irmaContos eroticos de negros dotadoschaves comendo o cu de chicinha no banheirocontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudoo comedor do casal contodei pro tarado contosOs contos eroticos das novinhas de montes claroscontos eróticos gays barriga incharVideo de travesti comendo a sobrinha de camisolinhacontos quando novinha transei com porco na Fazendacontos eroticos de prima puta safada e com um rabo de puta que foi fazer uma visitinha pra tiasexo com as amigas e as filhas contoscontos erotico castiguei a buceta da vadiacontos eroticos diversos safadeza e assanhamentocontos sexo minhas meninas do sitiocontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelsogra humilha genro contos eroticoscontos.erostico.comendo.minha.cunhada.beba.esposa.dela.estava.viajandocontos de mulher insatisfeita com maridoConto erotico tia dano cuzinho pro sobrinho titacuzinho da mae contoscontos eroticos arrombando a gordaexibir vídeo de Chaves comendo Chiquinha empurrando o pau na b******** delacomi a minha mãe na chantagemconto eróticos na sapatariacontos eroticos fui fodida feito vadia e chingada de puta pelo meu primopeitinhocontoscontos dei o cu pro agricultor pauzudoLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homensporno conto relava aquele peito em mimassisti porno e masturbei minha buceta contos eróticos