Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANSEI COM O SÓCIO DO MEU PAI II

Depois de me fazer gozar mais uma vez, eu estava deitada no sofá, ofegante e me recompondo. Mas não tive mito tempo pra isso. Ele me puxo pela cintura me deixando deitada ainda no sofá com a bunda apoiada no braço do sofá e com as pernas quase tocando o chão. Ele separou minhas pernas e entrou entre elas. Me segurou pela cintura e encostou seu pau na minha buceta. Ficava esfregando ela em mim, passava do me cu até meu grelinho me deixando mais excitada. Voltei a gemer, mas dessa vez com sua rola forçando a entrada. Ele enfiava e tirava sá uma parte, mas já me fazia gemer alto, ela era grossa e me abria toda. Minha buceta apertava seu pau que pulsava dentro de mim. Ele deixou uma parte do seu pau em mim, e quando me acostumei com o tamanho e parei de gemer, ele começou a forçar a entrada do restante, foi o momento em que mais senti dor até então. Quanto mais se pau entrava, mais eu contraia a xoxota, o que dificultava ainda mais. Quando ele conseguiu meter tudo o que ele tinha, eu suspirei e me preparei pra ele começar a dar as primeiras estocadas. Cada vez que ele tirava e punha eu sentia uma dor no fundo da buceta. Os movimentos começaram de vagar e foi aumentando até um ritmo máximo, onde e sentia a parte da entrada da minha buceta ardendo muito. Tentei empurra-lo pra ele parar um pouco, fui ai que ele socou seu pau todo, me segurou pelas costas e me tirou do sofá com sua rola enfiada em mim. Ele se sentou comigo no seu colo e me mandou cavalgar nele. Me segurava pelos peitos me mamando enquanto eu pulava no seu colo, minha bunda batia nas suas coxas e suas bolas, na minha buceta. Rebolava na rola dele e ele não conseguia nem mais mamar em mim, estava louco de tesão. Ele me mandou levantar, me queria de outra forma agora.

Me mandou debruçar na mesa de jantar, me disse que hoje eu seria seu prato principal. Me debrucei e abri minhas pernas, comecei rebolar pra provocar ele, que já veio me comer rapidinho. Socou sua rola toda melada da minha buceta de baixo pra cima quase me levantando do chão. Estocava muito forte, a mesa saia do lugar e eu urrava naquela rola maravilhosa, a melhor que tive até hoje. Estava quase gozando mais ma vez. Quando e disse isso a ele, foi ai que ele acelerou mais e com sua mão ele esfregava meu grelinho.minhas pernas começaram ficar bambas e minha buceta contrair, estava gozando mais uma vez. Seu pau ficou mais melado, ele tirava a rola e lambuzou minha bundinha toda, deixo meu cuzinho melado com o liquido que escorria pelas minhas pernas. Ele disse que queria comer meu cuzinho, relutei dizendo que não, que e não aguentava mais, estava toda acabada, com a buceta ardendo e me pai poderia chegar logo. Disse a ele que podia voltar outro dia pra isso, que eu ainda estaria com todas as preguinhas ainda. Ele aceitou a proposta de poder me comer outra vez, mas em troca eu ia levar esporrada na cara e beber ela.

Me deitei no chão, não aguentava mais ficar em pé. Ele veio por cima de mim, enfiou seu pau entre meus peitos e apertou eles. Eu ficava lambendo a cabeça do pau dele enquanto ele fazia uma espanhola. Ele se levantou e me mando sentar pra terminar de chupar se pau. Socou as rola em minha boca de novo me fazendo engolir todinho de novo. Estava quase gozando quando me mandou deitar de novo. Ele se ajoelhou com as pernas sobre meus braços me deixando imável. Apontou seu pau pro meu rosto, eu coloquei a cabeça na boca e ele começo a punhetar bem rápido. Senti o pau dele latejando e os primeiros jatos jorraram. A pressão com que saíram me fizeram engolir, mas e tirei sua rola da boca, e ele continuou pulsando aqueles jatos brancos e quentes por todo o me rosto e cabelo. Eu estava sem poder me mexer pra impedir que ele fizesse isso. Fiquei com o rosto todo cheio de porra. Ele me disse que era um creme de beleza e espalhou com seu pau no meu rosto todo. Não conseguia faze-lo parar. Quando terminou de espalhar tudo me deixando com o rosto e o cabelo todo melado ele se levanto. Me limpei com minha roupa enquanto ele se vestia. Fui para o banheiro pra me limpar, mas quando voltei ele já tinha ido embora. Ele se foi mas me deixo com o cabelo grudando e com a buceta ardendo, mas me sentia realizada e contente.

Ele voltou outro dia, quando meu pai teve que viajar de novo. Ele voltou pra terminar a segunda parte e comer minha bundinha, mas isso eu conto numa outra oportunidade. Leia e votem nesse que depois conto como foi. Beijos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cunhada irmã da minha esposa muito gostosa tronco daconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhamulher que fica um montinho na frente ,e peluda ou tem a buceta inchadaPadrinho iniciando afilhada novinha contos eroticoscomi minha vizinha e minha mulher contoscontos eróticos rola babonadeixando o filho lamber cona contos erocticoscontos eróticos estupradaele arreganhava minha bucetaContos titia iniciando meu sobrinho novinhocasada e o tarado contosuma.gradi.rola gozano.nabuçetacoletania foto engatada caocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos seu madruga tirandoo cabaço do cu de kicocontos de cú de tiaconto erotico praia esposa garotoscontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelacontoseroticosfuicornodei para os amigos do meu filho contosContos nossas filhascontos eróticos mulheres p****contos eróticos de pai e filhaContos fudendo gostoso minhaContratei um travestir e ele comeu meu cucontos como presenciei um cachorro fudendo uma cadela até engatarcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentea calcinha toda travada no rabosadomasoquismo relatos comidavivacontos eróticos minha tia virou p*** do seu sobrinhoIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininocontos eróticos mulheres vadiasa filha da minha empregada vive me provocando contosvídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandoContos eroticos mordedo seioscontos eu comendo minha esposa meu cachorro trepou nela ela adorocontos mulher baixinha e arrombadacontos eróticos esposas traduzidas na minha frenteConto mete gostoso ui uiporno coroa pauzeradepilei a buceta,e fiz de cornocontos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelaConto esposa Volta da viagem arrombada o marido ve a diferenca quando faz sexo con elaeu meu marido e a ex noiva lesbica deleConto porno coroa e netiacontos comendo o cuzinho da molecaa foder a policial na rua contosmulher enfio bo cu e entalomenino taradinho conto éroticoComendo a tiA PROXIMA CONTOSver mulheres maduras fazendo orgia no baile de Carnaval passando a língua no pau no saco do homemcontos eroticos arrombando a gordacontos da casa eroticos de mulheres tendos os cachorros ou lobos lambendo suas calcinhas e fodendo elascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico funkcontos minha esposa pediu carona e ganhou pica grossafui ensinar a sobringa dirigir ea fudipapai me come contoscontos eroticos sou bbw e meu sobrinho me comeuConto surpreendi meu maridocu cona mijo enfiouContos eróticos de rabudas casadasmarido dormiu eu me depilei toda contoscontos eroticos meu marido gosta de leitinho na bocagordinho do rabao contos eróticosconto ele me comeu pelo buraco da paredeele implorou e eu engoli sua porracontos eroticos traindo marido na Sala ao ladoodiava o marido da minha prima parte2 contos gaycontos eróticos gays perdi minha virgindade com coroa pauzudoconto erotico lesbico chupa meu grelinho ai vou gozar isso não para ai ai ai to gozandoos policias comero minha muler porno contos eroticoconto erotico Garota CCb casou virgem lua de mel