Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANSEI COM O SÓCIO DO MEU PAI II

Depois de me fazer gozar mais uma vez, eu estava deitada no sofá, ofegante e me recompondo. Mas não tive mito tempo pra isso. Ele me puxo pela cintura me deixando deitada ainda no sofá com a bunda apoiada no braço do sofá e com as pernas quase tocando o chão. Ele separou minhas pernas e entrou entre elas. Me segurou pela cintura e encostou seu pau na minha buceta. Ficava esfregando ela em mim, passava do me cu até meu grelinho me deixando mais excitada. Voltei a gemer, mas dessa vez com sua rola forçando a entrada. Ele enfiava e tirava sá uma parte, mas já me fazia gemer alto, ela era grossa e me abria toda. Minha buceta apertava seu pau que pulsava dentro de mim. Ele deixou uma parte do seu pau em mim, e quando me acostumei com o tamanho e parei de gemer, ele começou a forçar a entrada do restante, foi o momento em que mais senti dor até então. Quanto mais se pau entrava, mais eu contraia a xoxota, o que dificultava ainda mais. Quando ele conseguiu meter tudo o que ele tinha, eu suspirei e me preparei pra ele começar a dar as primeiras estocadas. Cada vez que ele tirava e punha eu sentia uma dor no fundo da buceta. Os movimentos começaram de vagar e foi aumentando até um ritmo máximo, onde e sentia a parte da entrada da minha buceta ardendo muito. Tentei empurra-lo pra ele parar um pouco, fui ai que ele socou seu pau todo, me segurou pelas costas e me tirou do sofá com sua rola enfiada em mim. Ele se sentou comigo no seu colo e me mandou cavalgar nele. Me segurava pelos peitos me mamando enquanto eu pulava no seu colo, minha bunda batia nas suas coxas e suas bolas, na minha buceta. Rebolava na rola dele e ele não conseguia nem mais mamar em mim, estava louco de tesão. Ele me mandou levantar, me queria de outra forma agora.

Me mandou debruçar na mesa de jantar, me disse que hoje eu seria seu prato principal. Me debrucei e abri minhas pernas, comecei rebolar pra provocar ele, que já veio me comer rapidinho. Socou sua rola toda melada da minha buceta de baixo pra cima quase me levantando do chão. Estocava muito forte, a mesa saia do lugar e eu urrava naquela rola maravilhosa, a melhor que tive até hoje. Estava quase gozando mais ma vez. Quando e disse isso a ele, foi ai que ele acelerou mais e com sua mão ele esfregava meu grelinho.minhas pernas começaram ficar bambas e minha buceta contrair, estava gozando mais uma vez. Seu pau ficou mais melado, ele tirava a rola e lambuzou minha bundinha toda, deixo meu cuzinho melado com o liquido que escorria pelas minhas pernas. Ele disse que queria comer meu cuzinho, relutei dizendo que não, que e não aguentava mais, estava toda acabada, com a buceta ardendo e me pai poderia chegar logo. Disse a ele que podia voltar outro dia pra isso, que eu ainda estaria com todas as preguinhas ainda. Ele aceitou a proposta de poder me comer outra vez, mas em troca eu ia levar esporrada na cara e beber ela.

Me deitei no chão, não aguentava mais ficar em pé. Ele veio por cima de mim, enfiou seu pau entre meus peitos e apertou eles. Eu ficava lambendo a cabeça do pau dele enquanto ele fazia uma espanhola. Ele se levantou e me mando sentar pra terminar de chupar se pau. Socou as rola em minha boca de novo me fazendo engolir todinho de novo. Estava quase gozando quando me mandou deitar de novo. Ele se ajoelhou com as pernas sobre meus braços me deixando imável. Apontou seu pau pro meu rosto, eu coloquei a cabeça na boca e ele começo a punhetar bem rápido. Senti o pau dele latejando e os primeiros jatos jorraram. A pressão com que saíram me fizeram engolir, mas e tirei sua rola da boca, e ele continuou pulsando aqueles jatos brancos e quentes por todo o me rosto e cabelo. Eu estava sem poder me mexer pra impedir que ele fizesse isso. Fiquei com o rosto todo cheio de porra. Ele me disse que era um creme de beleza e espalhou com seu pau no meu rosto todo. Não conseguia faze-lo parar. Quando terminou de espalhar tudo me deixando com o rosto e o cabelo todo melado ele se levanto. Me limpei com minha roupa enquanto ele se vestia. Fui para o banheiro pra me limpar, mas quando voltei ele já tinha ido embora. Ele se foi mas me deixo com o cabelo grudando e com a buceta ardendo, mas me sentia realizada e contente.

Ele voltou outro dia, quando meu pai teve que viajar de novo. Ele voltou pra terminar a segunda parte e comer minha bundinha, mas isso eu conto numa outra oportunidade. Leia e votem nesse que depois conto como foi. Beijos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto mete gostoso ui uiCornos by contoscontos eroticos e tome gozada na caraporno izidinha fodenoContos eroticos tia coroa da roçapai da sonifero pra filha pra fazer sexo historia eroticacontos mulher irmaoconto trepou cornoconto+foi+arebentado+grupo+travestescontos eróticos no elevadoristorias de mulheres fudeno com dogycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidameu filho meu machocontos enrabando meu maridocontos eroticos toplesscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetransei gostoso com minha aVò insertosconto erotico pastor deseja novinha de pieitos gostos e fartoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos casada engana marido e faz boquetecontos de cornoContos minha sogra quis medir meu pauboquete no filho contosContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cucontos eroticoscomendo aenpregada novinha e sua filinhacontos eroticos esposas na praiaapostei minha esposa conto eróticocontos eroticos arrombando a gordafinalmente contou quando chupar pau do ex delaSobrinho da Academia tia gordinha conto eroticocontos coroa gordaconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosoVanessinha criando pelo na xaninhacontos de patroaDelirando na pica do irmão contoscontos eroticos a coroa e o roludo 28 cmconto trepou cornocontos encoxadacontos de sexo chupadas"anelzinho aberto" gay contoContos eroticos de transesual comendo lesbicaeu humilho meu marido beijando com porravídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a mauContos eróticos com travestis e casais em campinas rossou em mim contosencoxada no onibus conto eroticowww.contos eroticos com fotos de comendo a madrastaZoofilia contos menininha chega do colégio animaisTitias esperientes c. sobrinhos videos.contos eroticos em portugalWwwloira casada negro da borracharia na casa dos contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidocontos eroticos arrombando a gordacontos a mulher do meu amigo queria um pau grandeconto erotico gay no nordestetia gritando "me come sobrinho"contos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tioContos eroticos com fotos comendo a enteada rosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay papai com vinte e cinco anos me comeu com nove anosconto moreninha do cu largocontos e vidios de patroes sendo fodidos por empregadas tranxessualcontos eróticos, enteadocontos de putaria em familiahistorias de sexo eu e minha madrasta bia de rabocontos eróticos sobre sobrinhabucetudacontos eróticos quentes minha namorada em dp reaiscontos.de.velha.crente.taradaconto erotico arrombei o travesti do baile funksubindo na escada de saia para ajuda pintor pornotive que comer a esposa do meu amigo contos eróticosContos eroticos cu da negra madanta