Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO CONSEGUI PAPAR A VENDEDORA ...

Olá, esse é meu segundo conto.

Como disse, sou militar, e atualmente faço comprar pra o setor do meu departamento no quartel. Pois bem, numa dessas compras, liguei pra televendas e fiquei louco com a voz de quem atendeu a ligação. Era uma voz feminina, mas com aquele tom grave, rouco, me deixou com um tesão na mesma hora. Feita a compra, ela me pediu os numeros de contato pra confirmar a entrega do material. Eu brinquei com ela dizendo que ligasse pra o celular somente em caso de não me achar no telefone da minha sala, visto que minha esposa era ciumenta, e ela com uma voz daquela, não daria boa coisa. Ela riu e disse pra eu não me preocupar, dizendo que se fosse pra conversar de outros assuntos que preferiria pessoalmente. Aquilo foi uma direta daquelas. Pensei comigo, deve ser aquelas mulheres com uma linda voz, mas sem atrativos nenhum aparentemente. Então pedi seu MSN e trocamos algumas palavras. Quando a vi pela foto, não consegui distinguir seu corpo, em virtude da foto estar longe. Pedi a ela que trocasse a foto, pois estava muito longe. Ela disse q nao tinha naquele pc, mas que mandaria uma foto pra meu email. Quando chegou sua foto, fiquei encantado. Uma morena daquelas de parar transito na Presidente Vargas com Rio Branco rsrsrs ... Marcamos de nos ver ... Quem conhece o Rio de Janeiro, deve saber do espaço no Nova América chamado Rua do Rio ... tomamos alguns chopps e como estava tarde, ficamos apenas nos amassos no carro. No dia seguinte ao abrir meu email tinha algo dela, abri e li: - adorei conhecê-lo, vc me surpreendeu, pois a maioria dos homens querem sexo como se fosse mais uma rodada de chopp, falei pra ela que um pedaço de mal caminho daqueles teria que ser degustado com a maior calma do mundo, ela respondeu dizendo quando teriamos esse tempo. Falei que quando ela quisesse, bastando apenas eu ver um dia de folga no quartel pra conseguir um jeito de não ir pra casa naquela noite e voltar pra o trabalho depois. Em virtude de minha escala não ter folga, marcamos 19 dias apás nos vermos da primeira vez. Ela estava com um vestidinho azul claro, seus seios num decote do vestdo, me deixou fascinado. Que par de seios, ela nao usava sutiã, e pude reparar que sua calcinha era bem pequena. Falei direto: - que motel prefere? Ela riu e disse qq um, pois nao queria perder tempo. FOmos e la chegando, fui comtemplado com uma chupeta deliciosa, ela chupando meu pau com maestria, olhando pra mim. Aquilo me deixou super excitado, e trocamos de posição. Coloquei ela de quatro, bem empinadinha, e comecei a foder aquela buceta com minha lingua. Ela rebolava, tentava receber mais e mais da minha lingua. Lambia do seu grelhinho ate o seu cuzinho, levando ela a ter espasmos de tesão. NIsso ela anuncia o gozo, eu enfio o dedo na sua xaninha, e chupando sua bucetinha, sinto o gosto do seu gozo invadir minha boca. De quatro mesmo que ela estava, se empinou mais e pediu pra eu enfiar meu pau na sua bucetinha. Coloquei tudo de uma sá vez, fazendo ela xingar e dizer que eu não poderia parar de foder aquela xaninha que há tanto tempo não via um pau. Ela rebolava na minha pica, com aquela marquinha de biquini deliciosa, e aquilo foi me deixando louco. Ficamos um tempão fodendo como cachorros, eu batenbdo naquela bunda enorme, ela pedindo mais. Deitei na cama exausto, ela veio por cima e sentou bem gostoso nele, rebolando pra encaixar, e fazendo movimentos de vai e vem, enquanto minhas maos brincavam com seus seios perfeitos ... Trocamos de posição inúmeras vezes, disse a ela que queria gozar naqueles peitos maravilhosos ... Ela sentou na borda da cama, e com as maos apertava meu pau numa espanhola nota dez ... Gozei fartamente, enchendo seu corpo de leite ... Fodemos mais duas vezes nessa noite, cada vez mais gostoso tamanha sintonia.



Nem tentei foder seu cuzinho, de tanto que adorei comer aquela xaninha quente e molhada. Mas como sou tarado por um cuzinho, conto como deflorei aquele buraquinho apertado no proximo conto.





Comentários:

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos primeiro empregosafado metendo a geba no cu da vadiascontos eroticos de carona a pai e filhaeu com minha pica machucada e ainda comi minha namorada contos eróticoscontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigoconto de suruba com as irma a maeconto erotico minha prima malvadafodo meu sogro todo dia com meu pauzao contocontos realizei o sonho do corno engravidei de outrocontos a travesti e minha mae fudendobucetinha virgem bem pequenininho viscosacontos eroticos taradinhaspeguei minha amante e minha mulher e fodi as duasrapaz muito gostoso transando com outro rapazbonitoconto mingau. de porracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos rola babonaporno quente doido cara lasca buceta com cucontos travesti que sai leite dos peitosRebola no pau do papai contorabuda fudendo e adora contoscontos dei pro mulequinho de ruacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha esposa com dois negros dotados contos e relatos eroticos com fotoso'mundinho eu baixei as calça e comeu meu cuzinhocontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau duroConto xupei atraz da casaputinhas de quinze anos xexo uricuiaguais sao as deusas da punhetamadrinhas branca da bunda empinadachupando o pau e.lambendo o cinema carabudao fudida por varios brutossogra loira novinha chupa maridos Eugêniocontos zoofilia gayvizinhasafada adora língua na xotaduas irmas gozando juntas conto eroticomete mete contocontos eroticos chatagiada a beber espermascontos eroticosirmazinhavou começar com Vanessa bucetacontos eroticos lesbicas cintasocando fundo no rabo da sogra chifreirafodendo uma égua no estaleirocontos eroticos a filhinha da empregadacorno no cinema contosbuceta carnuda comtos de sexocontos eroticos na paredeenfiando a.pica..comdificuldadepica de bode contocontos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eroticos já nasci putinhacontos eróticos traficanteconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeuMenina da pracinha, contomachos arrombador de gay afeminadoa mendiga gostosa na chuva contos eroticoscontos picantes desejo de marido e negaogosei meu sobrinho no colo contosContos Eróticos Angolanocontos meu pai me arrastava pro matocontos erotikos coroa so leva no cu pois esta de chicoConto erotico 25cm na minha tia magrinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteEperiencia zoofilia beijo babadoconto corno sondei ela tava debaixo deleMinha irma adolecente taradinha em conto eroticocontos com fotos familia praia nudismodando contosconto erótico -- brincando com os meninos na construçãoconto de mulher que se masturbamoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosquebrei o cabaço da minha irmã ela chorou muito porno cariocacontos erotico castiguei a buceta da vadiacontos eróticos comendo minha sobrinha gostosahistorias verdadeiras de maridos que fragaram as esposas dandopatricinha porteiro conto eroticocontos mulher da na frente dos filhos