Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTRUPO DO CINE PORNÔ



Logo que apagou a luz do cinema pornô, percebi que sentou um cara alto ao meu lado. O fime nem tinha começado, pois estavam passando os anúncios dos práximos filmes, o cara pegou minha mão e pôs no seu pau, que já estava para fora e duríssimo. Surpreso, tirei a mão. Em seguida ele repete o gesto, mas segura minha mão sobre sua pica. Em vez de punhetar, resolvi acariciar, sentir, mexer com a mão em círculo, de cima a abaixo. Com isso crescia cada vez mais. Era grossa, grande, lisa e uma cabeça agradável de pegar. Ele estava gostando, eu também.



De repente, ele colaca o braço nas minhas costas e num sá golpe fui parar de joelhos no meio das suas pernas. Daí repeti as carícias, agora com duas mãos, ele se contorcia. Pegou minha cabeça e me fez chupar. Na verdade, antecipar algo que eu faria espontêneamente em seguida, pois estava maravilhado com aquele instrumento, sem contar que a coragem e determinação dele me excitavam também.



Comecei anelando a cabeçona com os lábios, me deu um arrepio no corpo inteiro ao sentir o sabor na boca. Como estava demorando para engulir - ou tentar engulir - ele pegou minha cabeça com as duas mãos e fudia como se minha boca fosse um buceta, ia até o fundo, tirava e repetia as investidas.



Quando ele soltou, comecei fazer o que ele parecia gostar mais. Engulia devagar, voltava até a metade e sugava, sugava, sentindo um imenso prazer. Continuei me deliciando, até gozar pelo meu pau embaixo da poltrana. Mas ele nada. Sá aquelas gotinhas de tesão, apesar de todo o meu empenho.



Puxou-me forte e num relance, estava sentado no colo dele. Soltou minha sinta, abriu, baixou minha calça, o pauzão encostado no meu buraquinho. Tentava, tentava entrar, mas não tinha jeito, pois eu estava tenso. Na tela uma cena mais ou menos parecida, uma mulher sendo enrabada por um negão americano, pauzão enorme.



Olhei para os lados e para frente, todos estava fazendo sexo, de várias formas. Ele melhou a mão com cuspe e passou no meu buraquinho. Abriu bem minhas nádegas e usando sua força e o peso do meu corpo, enfiou tudo de uma vez, até o talo. Soltei um grito aiiiiiiiiiaiiiiiiiiiiiii, ele abafou minha boca e ficou parado uns três ou quatro minutos. Quase um estrupo. Senti o pau lá nas profundezas, dilacerando tudo. Ardia forte, uma sensação de invasão. Também fiquei quieto, tentando aguentar tudo aquilo lá dentro, não conseguia me mexer, nem mesmo piscar o cuzinho.



A dor foi aliviando, até ficar bem suportável. Senti que estava com a bunda empinada, é assim que a gente fica quando um pau entra inteiro, parece que o práprio corpo se adapta, se ajeita para receber. Meu pau estava mole, parece que se recolheu quando o objeto estranho entrou atrás. Na tela a mulher gemia, gritava, mas eu não olhava porque estava de olhos fechados, corpo tremendo.



Experimentei contrair o cuzinho, doeu um pouco mas em seguida tudo se transformou em prazer. Contraí mais e comecei a rebolar devagarinho, empinando mais a bunda e empurrando, fazendo um movimento pra frente e pra trás.



Quando eu parava os movimentos, ele abria mais minha bunda, enfiava mais profundamente e fudia, fudia. Empurrava até o fundo, tirava até uma altura bem devagar e depois enfiava novamente, fazendo eu sentir centímetro por centímetro do seu pau. Contraí, apertava, empinva a bundinha, como é bom ser enrabado assim por um cara que sabe comer um cuzinho.



Urrava baixinho hummmmmmmm, ahhhhhhhh, mexia e meu cuzinho disperou a contrair, piscar, apertar, era uma gozada anal que estava chegando. Me soltei, relaxei. Ele parece que não gostou por eu ter parado e começou a socar, socar, socar, rápido. Continuou a meter, meter, até um sentir um colorão por dentro, era ele gozando, inunando meu cuzinho de porra, numa explosão interna. Esse é um momento de submissão, de receber e dar prazer, sentir um pau pulsando dentro, que maravilha! É o ponto alto da enrabada, o instante em que você confirma que gosta de dar mesmo. E se entrega, mexe, rebola, geme, goza feito uma putinha.



Me ajeitou para frente, ficamos de joelhos ele atrás de mim com o pauzão ainda enterrado em mim, bem duro ainda. Apoiado na poltrana da frente, empinei a bunda e enfiou mais. Tirou devagar, escorreu porra, molhando minha bunda e escorrendo pelas pernas. Senti um alívio e um vazio ao mesmo tempo. Todo enlambuzado, ele se encostou e enfiou direto novamente, empinei e soltei um gemindo profundo.



O filme já estava práximo a terminar, agora eu podia ver, embora estivesse com um pau enterrado até nabo. Fiquei com a bunda empinada, mas quieto para não provocá-lo. Aos poucos foi amolecendo, fui sentindo diminuir, até sair. Fechei a calça e fui para o banheiro, onde me tranquei e esperei até começar a nova sessão, dai fui embora.













VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


queria saber mulher realista metendo muito morena peitudacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto noiva liberada no carnavalwww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idademeu marido chamo o garçom do motel pra me fudercontos eroticos entregadoro pedreiro gozo na minha boca e depois na minha buceta conto gay fiquei bebado e dei o cucontos eroticos arrombando a gordaminha ex namorada tonta dando pra outro contosdesemho porno ai papai gozo dentro viupeitos da prima pulando fora da blusa no sexocontos eroticos arrombando a gordavideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladap*** da bunda grande deixando seu c* todo arrombado com peito bem grandecontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigocontos eroticos casada que sonhava dano para um cavaloConto meu marido me devorou na madrugadaconto gay me chamou para comer um veadoContos eroticos poderoso negaorolas grandesno cu e gritosconto tirando o atraso da sograconto virei cdzinhadoutor esporreando muito no travedticontos eróticos incesto dando leite na boca da minha filhaContos minha mãe e sua buceta greludacorno obrigado a chupar pica contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos velhas com novinhoscontos de vovo me comeu com seiss anosmeu pai tirou meu cabaco e colocou um absorvente para não Vazar conto contos erótico de lesbianismocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realcontos casada fode com amigo do mundocontos eroticos tio e sobrinhaconto o cachorro me comeu no celeiro da vovócontos eróticos, enteadomeu filho me comeuContos eróticos liberando a esposaArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontosesposasnapraiaporno historias e contos eróticos irmao e irman amor e sexoContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestoNo motel os dois cabaços das duas amigas da minha filha conto eroticocoroa se***** cagou no pau de Natália okinawan gélico pornôcontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaContos eroticos dei minha munher pro negãocontos eróticos com a menininha em tambabacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos a minha primeira fodaputa entra em desepero ao gozar esegerada menteContos eroticos cunhada safada jeovaContos eroticos meu papai safado me comeu no meu quartocontos eroticos arrombando a gordaminha mae com a buceta peluda contocontos eróticos fudendo a bucetuda de minha clientecontos picante eu dando o cu pro meu tio gaysesposa e filha dando cu pra um mendigo/conto eroticocontos dando minha bucetinhaAmigo do meu filho me fude junto com minha filha contocontos eroticos real sexo cm 13 aninhosporndoido ruivas cabelos enroladosrabudas contoscontos de insesto fatos.comreaiscontos erotico subrinha novinha mais muito safadinhcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu minha mulher minha cunhada minha sogra contos eroticoscunhada no cio contoscontos gay babydoll maevesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gayporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmao