Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU ME MINHA IRMÃ NOS AMAMOS LOUCAMENTE!!

Depois de ler vários incestos, criei coragem e estou aqui para contar um fato real q se iniciou a cerca de 4 anos atrás. Hj eu tenho 22 anos, sou moreno claro, 1,75 de altura e 73 kg (+ou-), segundo-tenente R-2 do exército), faço fac. de Ciência da Computação no RJ. Tenho uma irmã de 19 anos q chamarei de July. Uma morena clara linda de aprox. 1,70, 55 kg, olhos cor de mel, cabelos pretos quase até a cintura, bunda empinada, coxas torneadas, seios médios...Linda minha irmãzinha.

Bem vamos a histária. Há 4 anos atrás minha irmãzinha já despertava para o sexo. No começo(com 11anos) brincava com suas bonecas nuas se agarrando aos bonecos de guerra q eu colecionava, várias vezes assisti a essa cena,mas nunca comentei nada. Uma certa vez (já com 12) ela me pediu para tomar banho comigo, eu estranhei no começo,mas concordei. Sempre ficávamos sozinhos em casa, principalmente depois da separação de nossos pais qdo tínhamos 19 e 7 anos respectivamente eu (Gessle) July.

Nesse dia ela me perguntou se já tinha transado alguma vez, lhe respondi q ñ e quis saber o pq da pergunta surpresa: "É q às vezes sinto uma coisa estranha aqui em baixo (apontando p sua vagina lisinha e virgem)", respondi q era normal, pois seu corpo estava se transformando em corpo de mulher e estava começando a sentir tesão. E nisso meu pau começou a crescer, ela percebendo me perguntou pq estava daquele jeito. Fiquei meio sem graça, mas respondi: “Vc fala de sexo comigo e ñ quer q eu sinta nada???" Ela: “Mas sou sua irmã!!!" Emendei: “E por isso ñ posso sentir tsão??"Ela sorriu e ñ disse mais nada. Esse foi o primeiro de muitos banhos juntos onde começávamos a bolinar um no outro.Depois de uns dois anos, estava eu em meu qto assistindo a um documentário sobre tubarões (tenho fascínio por tubarões), July entra no meu qto com jeitinho manhoso q sá ela tem qdo quer algo de mim, pois sempre fomos muito grudados e sempre fazia suas vontades,desde criancinha!!!

July me pergunta se eu ñ quero assistir c ela um dos meus filmes "educativos" q escondo no meu guarda-roupas. Estranhei e lhe perguntei o pq, ela me respondeu q tinha curiosidades sobre sexo. Nesta época, eu já tinha tido algumas experiências sexuais,!!!Disse q ñ e ela me respondeu q então eu iria ter responder a todas assuas perguntas sobre sexo. Fiquei perplexo:" Jú o q está acontecendo c vc???" Ela: "Mano estou sentindo uma vontade de transar muito grande ultimamente. Ñ seio q é e nem o q há comigo, por isso quero q vc me explique, pois ñ tenho coragem de falar c a nossa mãe!!! Sentei-a em minha cama e comecei responder cada uma de suas perguntas. Uma mais cabeluda do q a outra. Enfim, fiquei de pau duro ela percebeu e pediu para ver. Fiquei sem graça, mas botei de fora. Ela segurou e perguntou o q poderia fazer de gostoso. Respondi q poderia colocá-lo na boca se quisesse. Pronto. Minha irmã estava chupando o meu pau, claro q sem nenhuma experiência, tive q ensinar como se fazia direito, pois seus dentes machucava. Depois de aprender ela começou a chupá-lo com mais força, apertando-o suspirando fundo. Parecia estar gostando muito, eu ñ aguentei e gozei em sua boca, ela c nojo cuspiu tudo em minha cama. Saiu correndo p o banheiro e foi escovar os dentes. Voltou e disse q era nojento aquilo.Disse q c o tempo ela iria se acostumar. Pensei q tivesse satisfeita, porém ela me perguntou se isso satisfazia um homem o q poderia satisfazer uma mulher. Respondi q fazendo o mesmo q ela tinha feito comigo fazer nela. Ela tirou a sua saia e sua calcinha, deitou na minha cama e disse:” Eu vi a sua cara na hora q saiu aquela coisa nojenta na minha boca, creio q tenha sido muito bom, agora eu quero sentir a mesma coisa.

Fiquei estarrecido c aquela situação, mas o tsão falou mais alto. Comecei a chupar a bucetinha lisa e virgem da minha irmã!!!Passava a língua em volta, beijei seus lábios vaginais como se estivesse beijando a sua boca. Ela rebolava e gemia muito, contorcia e pedia mais dizendo q estava muito gostoso e para eu ñ parar. Qdo toquei com a lingua no clitáris ela chegou a dar um gritinho de tesão. Ñ aguentei e fui subindo beijando todo o seu corpinho todo arrepiado. Coloquei-me entre as suas pernas, encostei a cabeça do meu pau na entrada de sua bucetinha. Passei por toda a sua extensão. Encostei e tirei, até q ela me agarrou pelo pescoço e prometeu q me matava se eu ñ a penetrasse, se eu ñ tirasse a sua virgindade. Claro q era o q eu queria, porém eu queria deixá-la ainda mais excitada, até q ela ñ aguentou: deu um forte grito e gozou. Gozou muito mesmo. Senti todo o seu orgasmo na ponta do meu pau. Foi qdo ela implorou:”Mete mano, mete tudo em mim, não estou aguentando mais de vontade de transar, eu quero vc dentro de mim, por favor, bota logo”. Quem aguentaria a esta súplica??? Atendi o seu desejo e devagar fui colocando meu pau p dentro de sua bucetinha encharcada!!! A cada investida,era um gemido q ela dava, aquilo estava me deixando louco. Cheguei a pensar q fosse gozar antes de penetrá-la,mas aos poucos fui controlando a vontade de gozar. Devido ela estar bastante lubrificada e excitada, ñ foi muito difícil penetrá-la por inteiro. Nossa q sensação maravilhosa estar dentro daquela bucetinha deliciosa, quente, apertada. Devagar fui aumentando o ritmo das estocadas e ela cada vez mais excitada, fiquei espantado, pois minha irmã novinha tinha um fogo tremendo. Senti q ela ia gozar de novo (ela me apertava, arranhava minhas costas e gemia mais alto), foi quando aumentei ainda mais as estocadas, cada vez mais forte e rápidas, até q ela ñ aguentou e gozou. Nisso eu tbém ñ aguentei e tbém gozei.Gozei dentro da bucetinha da minha irmã. Foi delicioso. Depois c medo dela engravidar, pedi a um oficial do quartel um anticoncepcional p minha irmã. Fiquei com medo dela engravidar, mas felizmente nada ocorreu. Hj vivemos juntos c nossa mãe num romance as escondidas. Saímos juntos, jantamos fora, vamos a motéis...Enfim, vivemos como namorados p a sociedade, p a família somos irmãos. Algumas pessoas estranham ela ser muito linda e ñ ter namorado e eu por ser até simpático, oficial, fazer faculdade, ter carro, tbém ñ ter namorada. O q ninguem sabe é q a minha namorada e o namorado da July estão bem em baixo de seus narizes e como disse antes, eu e July, somos muito unidos e grudados, por isso andar de mãos dadas c ela, abraçá-la ou ela me abraçar é normal p os outros. Passamos horas abraçados frente a todos. As vezes nos escondemos um pouco para dar um beijinho aqui e outro ali. Sou apaixonado pela July e sei q ela tbém é por mim!!!Ñ a troco por nenhuma outra mulher no mundo!!!

Escrevam-me!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sogro sogra genro e esposa fazendo suruba contos eroticoscontos erotico. por causa da crise meu.marido virou.cornocontos eroticos arrombando a gordachaves metemdo pau em Chiquinhaconto erotico me vesti de mulherzinha e fui a piranha da festafala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristacontos eroticos virei amante do tio do meuputa entra em desepero ao gozar esegerada mentecontos fragei meu amigo dotado e minha esposaConto gozou muita porra no meu cua gostosa d aobrinha pertubando o tio kovem no quarto cheio d teaaoconto erotico com crenteMenina Má tava dormindo sem calcinha eu penetrei meu pau na b***** delacomtos bdsmconto gay pirocudo da academiaminha irma seu cu cheiroso contossubstitui o papai contos eróticostrs com minha tia no banheiroconto gay era pequenoconto trepada fortemule com mule gozano noddedo da amigvelhos gordos gays contoscontos eroticos escrava sexual estupro brutalcontos punheta em calcinha da sobrinhacontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequesconto erotico incesto sonifero filha2amigas fodendo muito com o primo e fixandocontos eroticos casais falando putaria fantasiando outrocorno obrigado a chupar pica contocontos mulher casada da o cu pro cãodesvirginando a clarinha contoscontos papai socou tudo no cu da filha ela se cagouescondido da mae conto eroticoxvidio cabeçudo com bodudasChantageei amiga lesbica da minha mae bdsm contocontos meus amigos estupraram a minha maecontos tirar leite eróticoscontos gays papaizinhocontos eróticos um cavalovidios porno de homem pegando irmazinhar mulher si mastubando e conceguindo comer a buceta delacontos bundão arrebitadominha tia casada matutinha contoso carteiro me pego com roupas femininas gaycontos erticos de ninfetascontos eroticos meu priminho gordinhosuco de esperma contospegando hetero casado conto gaycdzinha de sorocabaMelhores contos eroticos sobre bem.dotadocontos eroticos minha mae popozuda e gostosalalargado na bucetaconto erotico empregada negra escraviza patricinhagays coroas do bairro agua verdeContos gosaram no cuzinho virgem da minha filha meu cao taradodoce nanda contos eroticoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosvideo de ninfeta branqui.ha magra no sexo anal de quatroÇonto erotico coroa da bunda grandeconto erotico violentada na escolaboafoda foi dormi com colega tomo ferocantos eróticos fodedo as tetas da mamãecontos eroticos mae desnaturada 2contos eroticos, venerava meus mamilosxvideos minha matrasdo nu meu quato sexocontos eroticos arrombando a gordadoido pra brincar na bundinha da sobrinha novinha inocente gratiscontos esposas na praiacontos eroticos meu priminho gordinhoconto arebentei cu meu patraocontos eróticos traição com jardineiroconto erotico gay meu amigo rasgou meu cuvi outro gozar na boca de minha mulher contosrabinho impinadinho em fio dental da irmaconto erotico sobrinhamulher casada e evangelica dando o cu,contos sexContos de masturbação com objetos no ginecologista