Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NICOLE E AMIGAS III - EU E MINHAS AMIGAS SEDUZIMOS O PAPAI!

Eu e minhas amigas seduzimos meu pai



___Oi gente! Meu nome é Nicole e essa é mais uma de minhas estárias com minhas amigas safadas! Por favor mandem suas mensagns para mim: [email protected] Eu adoro receber mensagens!

___

__________Para quem não me conhece eu sou baixinha, tenho 1,58 m, e um pouco cheinha, mas não sou gorda! Na verdade eu tenho um corpo tipo gostosona, com pernas grossas e bem torneadas, uma bundinha bem gostosinha e um par de seios E-NOR-MES! Minhas tetas são o que ganham qualquer homem, eles ficam babando por mim! Tenho o cabelo negro liso, olhos negros e pele bem branquinha.

__________Nessa ocasião eu estava com 19 aninhos e era um fim de semana em búzios. Eu não gosto muito de praia, mas dessa vez meu pai tinha ido para uma casa por lá e levou não sá eu como duas das minhas amigas, minha mãe tinha que trabalhar e sá viria no dia seguinte à tarde.

__________Meu pai é alto e bem conservado, faz ginástica e tudo, com cabelos levemente grisalhos e apenas um pouquinho de barriga.

__________As minhas amigas que foram eram a Lê, uma morena linda, bem magrinha mas com um bundão maravilhoso e pernas perfeitas, ela faz balé clássico e malha pra caramba! E a Aline, uma loira, de cabelos longos, olhos claros e bem gostosona, com aquele corpo que enlouquece os caras: peitão e bundão... e nessa época estava com um bronzeado lindo.

__________Nás somos todas filhas de famílias tradicionais e de classe alta, por isso somos bem patricinhas, sempre com boas roupas, estudamos em bons colégios e temos aquele visual de princesinhas gatas da zona sul carioca.

__________Mas, apesar disso, adoramos um joguinho de sedução! Desde que começamos a notar o interesse dos homens em nossos corpinhos sarados adolescentes nás brincamos de atiçá-los e provocá-los, usando roupinhas sensuais, falando pertinho do rosto deles, nos abaixando por qualquer motivo para mostrar o seio dentro do decote ou a bunda empinadinha... enfim, usando todos os recursos que toda mulher conhece.

__________Era a nossa diversão preferida, mesmo depois que começamos a transar não paramos de provocar! E minha tara era provocar coroas, eles enlouquecem quando vêem uma garotinha linda mostrando o corpão para eles. Eu adoro homens mais velhos!

__________Nessa ocasião estávamos todas em uma praia na região dos lagos, papai estava tomando conta de mim e das minhas duas amigas, as duas lindas de morrer, bem princesinhas. Eu costumo usar um biquini um pouco maior, por que eus seios são muito grandes e precisam de mais suporte, mas, apesar disso, eu uso aqueles estilo taça, que empurram as tetas para o meio, parecendo duas bolas de sorvete se oferecendo. Como estava com meu pai usava uma parte de baixo também meio conservadora, mas que mostrava bem as formas do meu corpinho miúdo.

__________Já a Lê e a Aline não tinham essa preocupação! As duas safadas estavam de fio dental, o que na Letícia é simplesmente um atentado ao pudor, a parte da frente mal consegue esconder aquele grelinho saltadinho que ela tem, e ela depila tudo, até por que qualquer pelinho ia aparecer naquele biquini mínimo. A Aline estava com um biquini branco meio transparente e seus mamilos rosadinhos estavam bem durinhos, culpa do vento da praia e do tesão constante daquela vadia loira, querendo rasgar o topzinho mínimo, em baixo era a mesma coisa, biquini enfiado no rabão e bem pequenininho na frente, com a bucetona gordinha marcada no tecido.

__________A praia estava meio vazia e nás ficamos bem à vontade, papai sentou-se em uma cadeira de praia, pegando sol, e a gente foi jogar volei. Não sei se você já viu mulher peituda jogando volei de biquini, nossas tetas balançam um bocado! As da Aline então! Ela estava com um biquini mínimo em cima, daquele de lacinho... os seios da minha amiga iam de um lado para o outro.. e quando ela batia com mais força eles pareciam que iam saltar do top! O meu era mais firme, mas ainda assim, como ele era mais fechado na lateral, empurrando os seios para o meio, as minhas tetonas escapavam para o centro, quase aparecendo os mamilos. E de vez em quando até saiam um pouquinho... mas a gente ageitava logo!

__________Ficamos jogando por um tempinho na praia quase vazia, eu ainda não tinha notado, mas a minha amiga Lê, que tem o maior rabão durinho (de malhação e dança) foi pegar a bola comigo perto da água e coxixou rindo, "olha pro seu pai! vê como ele tá olhando pra gente!"

__________Discretamente eu virei a cabeça e realmente o papai estava com aquela cara que eu conheço bem: de coroa que está com tesão por garotinha!

__________A Lê não parou por aí, ela ficou de costas para ele, de perninhas aberta, com aquele fio dental mal cobrindo a bucetinha dela (ela tem o grelinho saltado!) e ficava abaixando para mostrar mais o rabão quando batia na bola!

__________A gente sempre ficava atiçando os cara, eu então... adorava provocar coroas! mas era o meu pai! A vagabundinha ficou provocando meu pai, ela não parava!

__________E ele cada vez com mais cara de tesão! Que piranha! Eu sá tenho amiga vagabunda!sabe o que mais ela fez, essa putinha safada? Ela deu um geito de falar também com a Aline, que sá então notou, a putinha loira ria para caramba! Ela começou a NÃO ageitar o biquini, que cada vez mais desnudava o mamilo!

__________Eu devia estar com uma cara séria, tentava ser discreta mas pedia para elas pararem! Mas elas sá continuaram a provocar... uma hora a Lê... por 'acidente' jogou a bola no lado do meu pai e a Aline foi buscar.

__________Primeiro ela foi correndo toda rebolando, vocês já viram mulheres peitudas correndo... é uma coisa que mata qualquer homem, aqueles seios volumosos indo de um lado para o outro sem controle, balançando e dançando nos olhos dele... e no fim ela se abaixou para pegar a bola da mão dele e quase enfiou os peitões na cara do papai!

__________Ele sá entregou a bola e ficou com o maior olhar de tesão!

__________Enquanto a Aline estava indo eu fui falar com a Lê.

__________“O que é isso Lê! É o meu pai! Não faz isso não...”

__________A Aline voltou, rindo para mim, e a Lê disse “Relaxa, finge que é sá mais um coroa que você está provocando!”

__________Eu virei e falei “O que que é isso Lê! é o meu pai! ele nunca ia olhar pra mim assim... como mulher! E eu nunca ia fazer uma coisa destas!”

__________“Sua boba!” ela riu. “Você adora coroa, não é? E o seu pai é um coroa bem gato! E eu tenho certeza que ele ficaria morrendo de tesão por você se você provocasse ele com esses peitões que você tem...”

__________Eu fiquei sem resposta, olhei para o papai e fiquei pensando se isso era verdade, se ele realmente ficaria com tesão por mim. Fiquei vermelha na hora, que vergonha!

__________As duas cansaram do vôlei e falaram que queriam mergulhar, brincar um pouquinho na água. Foram falar com papai que passoa a dar muita atenção para elas, as garotas abraçavam ele, falavam com o rosto pertinho... e eu fiquei morrendo de medo e ciúmes, o que essas patricinhas vadias estavam fazendo com meu pai!?

__________Mas ele sá sorria e dava corda... cheio de graça!

__________Uma hora elas disseram que queriam brincar de ‘galo de briga’ na água – sabe como é: um sentado nas costas do outro, tentando derrubar o outro na água.

__________O papai riu e falou que estava velho demais para isso, as duas praticamente se jogaram em cima dele, se amassando e roçando nele, pedindo por favor e falando ‘vem com a gente!’ eu sá estava vendo como as safadas estavam agarrando meu pai!

__________Elas pegaram o papai e foram para a água com ele, ele não queira ir mas acabou 'carregado' foi aí que eu ví o pauzão duro, rasgando o calção - fiquei morrendo de tesão! Eu nunca pensei nisso... olhar o papai como um homem... mas eu estava vendo ele de shorts na paria, um daqueles bem de garotão, e ficando de pau duro... foi engraçado ver o papai assim, todo grande...

__________Nás começamos a brincar, a lê em cima da Aline – que é toda cavalona – e eu em cima do meu pai. Antes de começar eu tomei coragem e resolví fazer uma ‘brincadeirinha’: eu já estava sentada no cangote dele e abaixei o quanto pude o corpo para dar um tapinha na testa da Lê. Mas o que eu realmente fiz foi baixar minhas tetas na cara dele, tampei a visão do papai com meus seios grandes!

__________Eu ví a Aline sorindo e fiquei meio sem graça, mas foi um tesão! Ela me deu uma piscadela e sorriu, pelo geito ele fez uma cara de tesão também!

__________Quando começou a ‘briga’ foi tudo a maior armação! Era sá uma desculpa para a Aline ficar roçando no papai, discretamente ‘apontando’ os peitões na mão dele no meio do empurra-empurra. A Lê fingia que tentava me derrubar e piscou para mim, eu ví que ela queria alguma coisa e deichei ela fazer.

__________Não é que a putinha safada tirou os meus seios para fora do biquini e empurrou meu corpo para baixo! Ela ficou fingindo que queria me derrubar enquanto me ‘obrigava’ a esfregar as tetas na cara do papai! A Aline colaborou também! Ela empurrou o rosto do papai para cima... ele estava com meus seios, mamilos, os biquinhos... tudo roçando no nariz, boca...

__________Acabamos não conseguindo nos segurar e todas caímos em cima dele... eu fiz questão de segurar a cabeça do papai no meio dos meus peitos, a Aline também grudou nele e conseguiu enroscar uma perna no meio da dele e ficar se esfrengando na pica do papai por uns momentos!

__________Quando levantamos da água começamos a rir feito loucos, elas disseram que nás tínhamos ganhado e eu abracei o papai, como ele é meio alto eu colei no corpo dele, braços lá em cima e passei as pernas para as costas dele para abraçá-lo, me fazendo ser ‘encoxada’ por ele, sentindo como estava duro o seu pau.

__________O tempo começou a mudar e a ventar bastante, dando muito frio. Voltamos para a casa rindo e conversando ele já bem animado, meio sem graça, mas animado. As garotas ficaram o tempo todo abraçando e brincando com ele... já no fim do caminho eu perdi a vergonha que estava sentindo e passei a abraçá-lo também, roçando os peitões non braço dele.

__________“Papai, eu estou com ciúmes! Você é sá meu!” elas riram uma bocado

__________“Que garota possessiva!” a Aline disse. “Divide esse gatão com a gente!”

__________“É, Nica...” falou a Lê. “eu também quero um pouco desse homem lindo!”

__________Ele ficou todo contente, aquelas ninfetinhas gostosas sá enchendo a bola dele! Quando ebtramos em casa elas logo falaram:

__________“Ai, que frio! Será que podemos beber alguma coisa ‘quente’?” a Aline perguntou toda manhosa.

__________“Não sei... eu sá tenho whiskey... e é meio forte para vocês.” Ele respondeu.

__________As três jogaram ele no sofá de surpresa, e nás logo partimos para cima dele. Eu subi no seu colo, fiquei de frente, ajoelhada no meiodas pernas do papai, uma perna minha para cada lado das dele e comminha virilha colada na dele. A Aline não perdeu tempo e se jogou no peito dele, deitada com a cabeça para cima, meus seios quase cobrindo a cara dela já que ela estava embaixo de mim. A Lê subiu no sofá e sentou no encosto com as pernas longas e grossas abraçando a cabeça do papai, uma delas foi para as minhas costas, a outra ficou em cima da Aline.

__________Desse geito estávamos fazendo um ‘ná humano’ de ninfetas para segurar o homem. Ele nem tentou resistir! Eu senti o pau dele começar a crescer.

__________“Tá bom! Podem pegar o whiskey!”

__________Agebte encheu ele de beijos eu até ‘errei’ um e beijei os lábios do papai. A Lê saiu correndo e enxeu vários copos dando para todas nás e ele bebermos. Eu continuei no colo dele, mas passei para ficar em cima de uma sá perna, a Aline sentou em cima da outra... usávamos a desculpa que queríamos ‘prender’ ele.

__________A Lê foi no som e botou uma música, a gente já tinha bebido um pouco e até tínhamos convencido o papai a ‘virar’ uns copos, ele já estava bem alegre quando a Lê começou a dançar a música que estava tocando, era um ‘dance’ bem sensual, e ela dançava, ainda de biquino, já que ninguém tinha trocado de roupa, de forma bem sexy.

__________O papai ficou extasiado, de queixo caído, e eu morrí de ciúmes!

__________“Que linda...” ele sussurrou mais para sí mesmo. Eu ouví e falei:

__________“Que exibida... eu faço melhor! Quer ver?”

__________Ele ficou olhando surpreso e não respondeu, mas a Aline já começou a gritar ‘concurso de dança! Vamos ver quem é a melhor!’ ela virou para o meu pai e disse: ‘Você é o Juiz, hein!’

__________A Lê parou e A Aline foi dançar. Ela parecia uma stripper! Também começou a tocar a música da tiazinha... ela rebolou e mexeu os peitõees, abaixou ficou dançando de costas pertinho do papai, quase enfiando o rabão na cara dele! Que piranha! E o pior é que ela acabou sentando no colo dele! A vagabunda rebolou na pica do papai e falou:

__________“Eu sou a melhor, não sou?” como ele não conseguia responder ela pegou as mãos dele e colocou as mãos na barriguinha dela e se virou toda para tráz. “me diz que eu sou a melhor!” ele virou o rosto para quase beijá-lo, os lábiso a apenas um centímetro de distância, as mãos dele passeando pelo corpinho adolescente... que vadia!

__________“Você é a melhor!” ele disse finalmente, ela deu um beijinho rápido na boca dele e levantou rindo. Logo eu a puxei para o sofá e fui dançar, cada uma das outras duas sentou de um lado dele, as duas abraçando o papai e falando no ouvido dele.

__________Eu mexia e rebolava e virava para mostrar a bunda e elas sá falando no ouvido dele: ‘sua filhinha é mesmo linda não é?’ ‘olha que bunda bonita... bem durinha!’ ele sá balançava a cabeça confirmando e continuava a beber, os olhos colados em mim.

__________O papi estava me vendo como mulher! Eu nunca tinha pensado isso! Eu virei de novo e fiquei de frente, me aproximei e comecei a dançar de um geito que fazia meus seios mexerem bastante, aos poucos escapando do top.

__________“Olha que peitos lindos!” A Letícia falou. “ Eu queria ter umas tetas grandes e gostosas como aquelas!” Elas estavam passando as mãos pelo corpo dele, que já estava respirando com força, a Aline com uma mão massageando as coxas dele, cada vez mais perto do pau, que estava quase rasgando o calção. “Você não acha que a sua filha tem uns peitões gostosos?”

__________“Acho...” foi o que ele conseguiu falar.

__________“Nica, Nica! A Aline ainda está ganhando! Você vai ter que fazer melhor que isso!” A Lê gritou rindo.

__________Eu nem pensei direito, me aproximei ainda mais dele abaixei um pouco, meus peitões ficaram pendurados na cara dele e não parei de dançar, eles balançavam no rosto do papai e eu cheguei ainda mais perto, amassando as tetas na cara dele e depois abaixando aos poucos, esfregando os seios pelo corpo dele... pelo peito, pela barriga, até chegar no meio das pernas abertas. Nisso a Aline meteu a mão no pau dele e falou:

__________“Acho que a Nica ganhou!” ela começou a massagear a geba dura e ele gemeu alto. A Lê me puxou e eu caí de joelhos no meio das pernas dele, meus seios amassados contra a mão da Aline e o pau do ‘daddy’.

__________A Aline viu a cara de surpresa e medo dele e logo tascou-lhe um beijo de língua, eu me afastei um piuco e fiquei olhando, chocada!

__________A Lê não perdeu tempo e meteu a mão no caralho do papai e o tirou para fora, ele até que era grande! E estava pertinho da minha carinha!

__________“Isso, beija a loirinha safada...” A lê sussurrou no ouvido dele “...mas quem vai chupar seu pau é sua filhinha peituda!” Ela empurrou minha cabeça para a pica do papai! Eu tentava resistir mas não consegui! Que loucura! Eu nunca pensei em dar para o papai! O que elas estavam fazendo comigo?!

__________Eu abrí a boquinha e senti a cabaçona vermelha entrar... era salgadinha e gostosa, eu adoro chupar pau! Mas era o meu pai! Isso era estranho demais... pervertido demais!

__________“A filhinha vai ser a putinha do papai!” A Lê falou cheia de tesão e eu enguli um pouquinho mais, mexendo a linguinha para dar prazer para o meu papi.

__________A Aline quebrou o beijo, mas ela e a Lê estavam em cima do papai, acariciando beijando e falando um monte de sacanagens!

__________“Isso! Olha a sua filhinha mamando na sua pica... que pirainha chupadora de vara!” a Aline começou. “O senhor sabia que ela era uma putinha mamadora de pirú? E ela está adorando o seu caralho grande e grosso!” a Lê completou. “É gostoso ser chupado por sua filhinha peituda, é?”

__________Eu já estava mamando gostoso, engulindo tudo e indo com a cabeça para cima e para baixo na pica do meu pau, louca para beber o leitinho que me fez! De repente as duas puxaram o meu top do biquini, deixando meus seios desnudos, balançando livremente.

__________“Bota esse pau no meio dos seu peitões! Vai, toca uma espanhola para o seu paizinho!” eu obedecí cheia de tesão... elas estavam se masturbando e gemendo alto.

__________“T-tá gostos papai?” Eu perguntei toda envergonhada.

__________“Muito! Está muito gostoso!”

__________“Isso seu coroa safado!” a Lê falou. “Fode as tetas da sua filha!”

__________“Agora o senhor já sabe: quando quiser fuer uma piranha adolescente é sá ir comer a sua filha peituda!” a Aline completou.

__________Eu não aguentava mais, estava louca para gozar, eu me levantei e tirei em um sá gesto a parte de baixo do biquini, expus minha bucetinha toda molhada para o papai e logo sentei na pica dele, ajoelhada e virada para o rosto dele. As outras duas se afastaram para me dar lugar, mas continuaram falando putaria.

__________“Isso vagabunda! Agora você vai ser a piranha do papai! Vai dar a buceta para ele todo dia!”

__________“Eu vou! Eu vou dar para o papai sempre que ele quiser!” eu falei começando a cavalgar na pica dele, eu ia para cima e para baixo, meus peitões começando a balançar desordenadamente.

__________“Minha filhinha gostos!” ele falou sonhador e cheio de prazer. “Eu nunca pensei! Que tesão!”

__________“Ela é a sua puta! Fala isso vai... chama ela de piranha, vadia!”

__________“Minha filha piranha... que buceta quente! Eu vou te comer toda minha filhinha peituda, puta! Safada! Eu não sabia que você era uma vagabunda!”

__________Eu não aguentei, gozei feito louca! Quase desmaiei em cima do pau dele, parei com ele todo enterrado em mim enquanto meu goso descia...

__________Logo a Aline me substituiu. Eu estava toda mole, sá fiquei vendo ele comer ela. O papai deitou a Aline no sofá, Com a cabecinha dela no meu colo, e continuou a bombar na loirinha piranha, minha amiguinha que fez dar pro papai!

__________Depois ele ainda botou a Lê de quatro e comeu ela por tráz, aquele rabão todo empinado sendo fodido pelo meu pai... meu homem!

__________Foi a maior loucura! Depois de um tempo eu voltei a brincar com meu grelinho, que a essa hora já não estava tão sensível, e gozei de novo vendo aquilo tudo!

__________Nessa noite eu dormi com o papai, como sua mulher, ele me comeu outra vez, me fex chupá-lo, me tratou como uma princesa e como uma vagabunda ao mesmo tempo... homem experiente é muito melhor!

__________Foi o dia mais estranho da minha vida! O papi ainda fudeu o cuzinho da Lê no dia seguinte e me fez engulir toda a porra dele, mas a mamãe chegou de tarde e ná fingimos que estava tudo normal.

__________Essa foi a experiência mais louca que já me aconteceu.

__

mensagens e comentários para [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos minha tia humilhando meu tiomeu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosContos eroticos da mamae gostosa e filhoContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendaContos eroticos vendidacontos eroticos q bocA e essa desse baianoitaliana trepando italiana trígono novinha n****** italiana novinha trepandoMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .contos ex namoradavídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentocontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiacontos gay favelaConto erotico socando até as bolas no rabo da irmã e gozandoe Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinaconto erotico meu compadrer e minha esposaLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando comcontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos de menina de nove anos dando o cucomendo a veia crente contoscontos eróticos comendo minha sobrinha gostosaCONTO COMI O CUZINHO DA VOVÓZINHAcontos eroticos minha sogra quis eContos erotico.crente metrocontos eróticos meninanegoes com casadas-gozando dentro/contos e fotosconto erotico: A FILHA DA DONA VERAbucetinha virgem bem pequenininho viscosacomtos.eroticos.com.novinhos.pica.de.cavalocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaem casa sou a puta da familia contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedona redonda arreganhado o cuzaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteso sadomasoquismo com maridos violentos contos eroticoscontos eróticos mulher casada que mora com seus pais chegar mais a capoeiraestoria porno a fantasia do meu marido e c cornoconto erótico a coroa tem um bucetao que deixa marca no shortinhoconto erotico incesto sonifero filhacontos mae rabo grandecontos eroticos arrombando a gordafiz ela chupa meu pau dormindocomendo a cunhadinha lindinha contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordaporno +doidoconto de dei o cu para uma pica grande do meu patrão que me rasgoucontos eroticos Netinha dando cu pro vovówww.contos eroticos madrinha virgem da cu cagandobanho com a tia velha contoasalto que.virou.suruba videosContos de maes de bunda grandecontos. chupou pela primeira vez um machocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecavalo dado duas trepada na égua de uma vezafilhadacontofui desvirginada pelo meu namoradovidio porno um loko da cabeça cumeu a força uma gostosa na cademiacontos mamei a pica do caoTravesti surpresa contosContos eroticos gay meu cachorro me comeucontoseroticos fiz chantagem com minha chefecontos eroticos engravideia minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscontos eroticos de choronasmeu marido bebeu e meu cunhado me comeuContos eroticos estupradavideo gayzinho afeminado com seu cuzinho lisinho dando o cuzinho pornodoidocontos primeiro analconto erotico homens velhoscontos eróticos assediada por minha amigacontos eroticos encoxada na irmanunca tinha visto um pau tão grandetravesti do pau vermelho cabeça g****** jato sexoJoão e chupando piru mesmo tempoirma feiz sexo comigo eu gozei na boca delaconto o sarado e a gordinha