Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUANDO MEU TIO COMEU MEU CU

Meu cabaço do cú para meu tio, o garanhão abusivo.

Isto aconteceu uns anos atrás, eu estava no auge da adolescência, com meus hormônios a 1000, e sedenta de experiências. Penso que eu esperava algo assim... E temia... E desejava...

Era uma noite enluarada de um sábado, e eu estava um tanto chateada por ter ficado em casa, meus pais estavam acabando de sair para uma excursão onde iriam ficar por duas longas semanas.

Bem voltamos a falar de mim, a Kate. Uma adolescente de 19 aninhos, que iria ficar sá, porque tinha que estudar e seus pais sabiam do seu caráter serio. Por segurança, os pais lê deram copia das chaves da casa a um tio, quem ficou encarregado de ligar e passar de vez em quando para ver se estava tudo bem.

Na minha terna adolescência, eu era uma moca muito vistosa, alegre e vaidosa. Os lábios bem carnudos e macios (vê-los dão para me imaginar fazendo um belo boquete) com um corpo escultural de 1,78 m, com 65kg bem distribuídos. Pele clara, pernas longas e bem torneadas; com uma delícia seios, com bojo de tamanho médio e uns biquinhos bem protuberantes e rosados, que gosto de insinuar em roupas leves. Minha pele muito e macia e a anca tinha e tem um contorno gostoso de manusear.

Apás me despedir dos pais, voltei para tomar banho, e como estava um tanto chateada, decidi que iria dormir cedo. Tirei toda a roupa e deixando-a num canto do quarto, liguei o chuveiro e a água norma e gostosa caiu-me como um bálsamo.

Saboreando a água por alguns momentos, de repente comecei a ficar excitada com pensamentos maldosos e cheia de outras intenções...

Meus devaneios me levavam para longe, a respiração aumentou, e minhas mãos tocavam com as pontas dos dedos uma gostosa siririca, que foi aumentando cada vez mais até ficar um ritmo frenético e explodir num orgasmo maravilhoso.

Recompôs-me, terminei o banho me enrolei na toalha, e deitei de barriga para cima na cama com os braços e pernas abertas. Assim apás uns minutos, acabei dormindo.

Lá pela meia noite, percebi uma sensação de toque e de ter alguém me observando, achando ser sonho, com medo de abrir os olhos e descobrir que não era um sonho e quebrar aquele momento maravilhoso continuei com os olhos fechados, e aumentei a respiração de acordo com as sensações, um verdadeiro turbilhão de novas sensações a cada minuto. A sensação de uma língua quente e úmida no meu sexo e o tesão de sentir o clitáris sumir numa chupada, foi demais, e comecei a me contorcer. Sempre com os olhos fechados, mas agora já agarrava meu sonho, prendendo fortemente sua cabeça entre minhas pernas, sentia os seios sendo apertados com muita força e fiquei cada vez mais louca...

Logo em seguida bruscamente, fui virada de costas e de pernas abertas. E senti meu cú sendo lambido e chupado, uma coisa nova. Louca e sem poder controlar as sensações, comecei a dar pequenos gritinhos e fui às alturas.

Perdendo o pouco de controle que ainda tinha, abri os olhos e pode ver pelo espelho da parede que era alguém bem conhecido (familiar mesmo): meu tio, que estava feito um louco de tesão. Ele, de 34 anos, cabelos negros, um rosto brilhante feito bumbum de bebe, e com um porte atlético de 1.85 m. e 80k de pele morena pelo sol, lábios tesudos e um olhar penetrante (daqueles tipo raio X).

De antes eu sabia do tesão que o nutria por mim, e o provocava sempre usando roupas que delineavam o corpo, as vezes ele passava a mão na sua bundinha e me dizia como era tesuda e gostosa. Costumava brincar que meus seios eram como faráis ligados, sempre iluminando o pensamento dele e sempre que podia e não tinha ninguém olhando me bolinava. A mi vez, eu gostava daquilo, que me deixava cheia de tesão e adorava tenta-lo (tipo de cutucar a onça com vara curta) Por varias vezes quando estavamos a sos na piscina, vi seu pau ficar duro e monstruoso, e isso me fazia imaginar e gozar.

Sendo assim não me incomodou esta nova situação, apenas liberei geral pedindo: "me come, me come... anda seu gostoso..."

Ele por sua vez, não esperou mais solicitação, e pegando um pote de creme para o corpo que estava na prateleira, passou no meu rabo, me colocou de quatro e me penetrou feito um animal, com fortes estocadas.

Fiquei meio assustada entre a dor a loucura, e tentei-me desvencilhar, mas ele me prendia fortemente pelo ombro e cabelo e xingava muito, o que foi-me dando mais e mais prazer; e pronto, o prazer das estocadas foi maior que a dor, com o que então comecei a rebolar, e pedir mais, e ele parecia um animal descontrolado e dizia "viu sua putinha, eu não disse que comeria este teu cú..... sua safada, rebola mais.... pede mais.... e apertava-me as tetinha com tanta força que as vezes quase desfalecia e falava para ele " Siiim, assim, mete mais, eu queiro mais pica dentro, siiim...“ e assim seguirmos por quase uma hora.

Não preciso falar que essa brincadeira se repetiu pelas duas semanas seguintes... Com pequena variações, e... Sem muito dormir.

Com o carinho de uma boa lembrança... Kate... [email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tomou calmante e tomou no cu contocontos no cu da vizinha marrentacasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticosa saga de uma puta contos eroticoconto corno raboporno ex-namorada baixinha olhos claros da cintura da bundona gostosacontos flagrei meu pai comendo cu do meu irmaosardentinhas ninfetascontos comi a sobrinha novinha da minha mulhercontos eroticos arrombando a gordamulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparcontos pediu uma massagem e acabei comendohttp://okinawa-ufa.ru/conto_22676_eu-e-o-pai-do-meu-namorado..htmlescanxocontos eróticos infânciafui dormir na casa do meu primo e ele acordou de pau durocontos: safadezas de um velhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelato vi bem de perto quando ele atolou o pau no cu da minha esposaconto erotico velhosContos eróticos de incesto filinha mimada do papaicontos de gays sendo arrombados por varias rolasConto minha esposa dando pro policialvideos porno pai afunda as tanga da filha virgemO filho do meu chefe comeu minha jovem esposa bundida na marra na fazenda eu vi contoscontos eroticos travesti ativa camioneiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhacontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaiscache:5Hgss0gp0hgJ:okinawa-ufa.ru/conto_6845_infancia-bem-feliz-com-papai-e-irmaos.html contos de metendo em uma peluda ruivaxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5mincontos eróticos comi so o cu da aluna do vôleiContos eróticos picantes pecadoscontoseroticoscomi o cu do mei paiWwwcasa dos contos meu marido e rasistafiz bacanal com minha filha e o filho do caseiro contossite onde posso encontrar contos eróticos com retrato como arrombada pelo meu sogro contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordaconto gay de pai com vaqueiroSenhoras cinquentonas casadas praticando Zoofilia prla primeira vezhistorias eroticas de onibus lotadoscontos realizei o sonho do corno engravidei de outroesposa bebada contos eroticosLambie o cu da minha esposapalhia de calcia preta nuaContos de transas com dotadosrelatos arrombei a amiga da minha irmarelatos de comadre dando a buceta pro compAdrecontos eroticos vizinhas camaradasrelatos eroticos forçadocontos eroticos dormi e dei rola primaContos eroticos minha esposa e um meninoConto erotico amarrada e revezadaesfregacao de rola contos amigos punheteiroscontos irma fudendoDeiteia na camacontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovácontos eroticos arrombando a gordaconto virgem estrupdagostosa e muito branca maz mete muitocontos gay com homens grandes e peludos terminadascoloquei tudo no cu da jovem contoconto historia com lesbicaRelatos eroticos de moleques de quatorze anos sendo estrupado por homens dotados na obracontos eroticos amiga seduz sua amigaKl contis eroticos com pastor da a minha igrejacontos punheta com a maecontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elacontos quis dar pra um travesticontos de caralho nas mamasgarotinha de fil dental