Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FAZENDO O MOTOTAXISTA

E ae galera.rnMeu nome é Lucas Murta, sou de Minas Gerais, e o que vou contar aconteceu a aproximadamente 2 anos.rnTenho 24 anos, e sou bissexual. Curto de tudo com garotas e garotos.rnBem, não exatamente garotos. Gosto de coroas.rnMoro em um bairro novo, um lugar onde não tem praticamente nada, alem de arvores e mato... Casas mesmo, são pouquissimas.rnComo disse antes, sou chegado num coroa. Se discreto e casado entao, me deixam doido. rnTem um moto taxi a uns dois bairros daqui de casa, em que trabalha uns coroas bem legais lá, e eu custumava andar sempre com um, chamado David. rnEle é bem meu numero. Uns 42 anos, casado, bundinha redondinha, boca linda... O cara é show de bola.rnMas apesar de andar sempre com ele, e ja ate ter ouvido um amigo falar que ja fez ele, nunca investi por medo de qualquer reação negativa, ou confusão, enfim...rnBem. Estudo a distancia, e um dia marcamos com a turma da sala, uma resenha num barzinho aqui da cidade. Saímos no sabado a noite. Lá pelas 2h da madruga de domingo, eu muito chapado, fui ligar pro David, que era o mais proximo de minha casa, e mais conhecido também. rnComo o celular dele, não chamava, liguei pro ponto onde ele trabalhava, e outro rapaz com nome de Valter, atendeu.rnSá sei que expliquei onde era, e rapidin o cara chegou. Percebi que não era o David, mas nem importei, pois ja conhecida os outros caras de vista.rnCom o balanço da moto, comecei por causa do efeito do alcool, encoxar o Valter rs...rnCachaça faz coisa, nunca faria isso se tivesse sobrio, ainda mais sabendo que o cara era conhecido do David.rnViemos de lá aqui, e trocamos tres ou quatro palavras, mas eu tava bem na cara dura, e ele conversava comigo de boa, entao achei que nao tivesse importando.rnQuando chegamos aqui na porta de casa, o Valter desceu pra prender o meu capacete na garupa da moto, e nao pude ver, mas pude imaginar que bela bunda aquela calça escondia!rnEu tonto, lutando pra tirar a carteira do bolso de tras, me encurvei um pouco pra frente, e ele percebeu que eu estava de pau duro. Ele deu uma risadinha mais safada, e perguntou:rn__Rss uai, tá animado?rnRi sem graça e disse: Rss efeito do alcool.rnO Valter tirou o capacete, e pude ver que linda boca ele tinha. Um rosto branquinho, um dos mais bonitos do mato taxi. Sá imaginava aquela boca linda e quente me mamando, e eu a fudendo com todo gás. Ele encostou na moto, guardou o dinheiro no bolso de tras, e vi que ele tmb ficou excitado.rnEu disse:rn__Hahaa tmb ta animado?!rnEle riu sem graça, e perguntou:rn__Rss quer dar uma volta?rnNááá vei, o cara curtia! rnLoogico que fui neh.rnFomos pra cima de um morro de onde pudemos ver a cidade quase inteira. Ele parou a moto embaixo de uma arvore, e se encostou na moto.rnMeu pau chegava latejar, doido pra pegar aquele macho de jeito.rnComeçamos com uns amassos, apertava a bunda dele, e vinha pro pau, e ele da mesma forma.. Quando apertava meu pau, eu chegava gemer de tanto tesão.rnQuando assustei rolou o beijo que ate entao, nem sabia se o Valter curtia.rnBoca quente, beijo gostoso, e começamos desabotoar as calças.rnAbaixei a calça do Valter, virei ele de costas, e não me contive.rnEnfiei a lingua no meio do rego dele. Chupava gostoso, enfiava a lingua sem dá, e o Valter gemia tao gostoso, que minha vontade era de meter com tudo.rnMe levantei e por tras dele, eu passava a lingua nas costas, apertava a bunda, pescoço, orelha, e cada gemido que ele soltava, mais tesao me dava.rnFicamos assim uns 5 minutos, e nos viramos de frente de novo.. Foi a vez do Valter me chupar. Cara, que boca! rnO cara parecia um cabritinho me mamando, minha vontade era engasgar ele com minha porra. Eu fudia a boca do Valter, ele gemia, e meu tesão sá subia. rnColoquei a camisinha, me encostei na moto, e o Valter veio sentar na minha pica. rnEle sentou com todo cuidado, e aos poucos, entre os muitos gemidos de dor e prazer, foi ficando a vontade, seempre gemendo aquele AI, meio que manhoso, mas nada afeminado. Um macho manhoso, me mata de tesao. A cena era o Valter em pé, e eu atras. Os dois de calças arriadas, ainda de camisas, e eu cumendo o cuzinho do Valter. Ele gemia, eu gemia.. e perguntava? Tá gostoso? Tá? É? Hum?rnNão curto afeminados, mas ele tava quase uma femea. rnE metia com muito tesao. rnO Valter começou gemer mais alto, e anunciou que ia gozar... rnMandei ele rebolar, e bati pra ele, inundou minha mao de porra, sá balancei aquilo, e anuncei que tmb iria gozar. Tirei a camisinha, e pra minha surpresa, o Valter rapidamente se ajoelhou na minha frente e franziu a testa como se tivesse pedindo dizendo: Humrum! Humrum! Goza, goza pra mim goza, me dá leitinho!rnE colocava a lingua pra fora.rnBati até não aguentar mais, e coloquei meu pau na boca do Valter. rnEle gemia, eu gemia, e enchi a boca dele de leite quente!rnEle se levantou, nos vestimos, e a quase dois anos somos amantes. rnValter é casado, eu tenho namorada, e ainda assim nos damos muito bem na cama. E acima de tudo, nos tormaos amigos!rnrnrnObs: Tá aí Valter, dois anos. Parabéns pra nás! hehernrn([email protected]).

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico sequestro da minha tiatrepando69 contoscontos eroticos metendogostoso na cocunhadamolhadinha de tesao com pica dos animaisvi o pauzao do pedreiro e fiquei doidinhaver contos com fotos excitantes no onibus.Contos eróticos não queria gozou dentroFlagra plugcontos erotico fujonacontoseroticosnamoradavirgemcontos eroticos na paredeminha bucta greludacontos eroticoscomto mesmo falando que era casada o policial me comeusocando a mao no cu do namorado tinssogra loira novinha chupa maridos EugênioContos Caralho grande na esposacontos casada traindo maridocontos eroticos da esposa greluda e o ginecologista velhogay e travesti.momentos novo punhetameu filho meu machoconto - ela ficou com/ o cuzinho doloridovirei puto do bar conto gayvelhas gordas de 90kg nuasConto erótico qual é a cadela mais receptivahttp://okinawa-ufa.ru/conto_25883_matei-minha-vontade-com-uma-travesti-linda.htmlvoyeur de esposa conto eroticoConto erotc gay e um abobinhaconto gay meu melhor amigo de 37 anosContos eroticoss adoro trepar sem camisinhacontos de zoofilia de itufotus de zoofiliacomtos.eroticos.com.novinhos.pica.de.cavalocontos colocando menina pra mamarconto erotico sogro na piscinacontos de sexo depilei minha bucetaperdi meu cabaço para o patrao sobre chantageOfereci meu cucontos eroticos pintinhoContos eroticos minhas irmas e minha mae fizeram um gang bang com muitos negoes no sitiosubi a saia da e comi minha empregada vadiacontos eróticos sou mais p*** das p**** meu marido sabe dissoconto erotico teen gay iniciaçãocantos erotico casada com lixeirocontos eroticos de tias seriasmadrinhas branca da bunda empinadaprima safadinha querendo me dar escondido da minha tiaConto erótico filhinha putinhainsulfilm mas ele perguntou se eu tenho internet eu quero filme pornô mulher transando com anãocontos pornô de incesto a mamãe gritou igual uma puta quando enfiei o meu pauzao na sua bucetinha cabeludacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos dormi e dei rola primamonstro rasga novinha de bruçoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos sogra mulher e cunhadas peladinhas na piscinacontos erotikos menina de menor dando o cu a troco de balacontos eroticos arrombando a gordaconto erotico com a tia silvanafogosá taradacasada desfilado de calcinha contos eroticominha novinha tarada contohttp://comtos eroticos de estuproContos eroticos minha mae e minha mamando no pauzao de oito negaos em um gang bang na academiawww.contos d muito sexo p molha a xota e endurece o paucontos de mulheres ninfomaniaca por sexorelatos eróticos reais-visita saciadaconto erotico meu aniversario comi minha sogra e minha esposaconto erotico lésbicas roçando.a buceta na caracontos punheta com a maeconto irma casadagaroto malandro pega tia dormindo e meti nelacontos eroticos arrombando a gordaguais sao as deusas da punhetaconto comeu afamilha todawww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhoContos eróticos pênis descomunalcontos eroticos casada infelizcontos seduzi minha mãe com o tamanho do meu pau