Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA NO ôNIBUS

Tudo começou logo de manhã, minha esposa sempre foi tímida nunca gostou de chamar a atençao, mas nesse dia não sei o que rnhouve com ela. Ela acordou como de costume foi ao banheiro tomar banho e depois se trocar para ir trabalhar, mas ao rninvés de colocar seu uniforme ela vestiu-se com uma blusinha colada uma saia curta mas não colada ao corpo uma bota e se rnmaqueou-se e perfumou-se e foi trabalhar tudo normal, mas na volta do serviço ela chegou chorando e me pedindo desculpa,rneu não entendi, perguntei:rn_ O que aconteceu?rnEla me levou na sala, me pediu para sentar que ela ia me contar e começou.rn_ Eu estava dentro do ônibus como sempre e vi um rapaz encoxando uma moça ao meu lado ela não estava gostando e desceu, rnnisso ele percebeu que eu vi e encostou em mim, o ônibus estava tão lotado que eu não conseguia me mexer, senti que ele rnestava exitado pois eu sentia o pinto dele encostar na minha bunda, nisso quis sair mas senti a minha buceta molhar penseirnem deixar ele ali e chegar molhadinha para vc.rnNisso eu cortei e falei:rn_ Tá tudo bem se foi isso normal, mas porque está chorando?rnEla continuou.rn-Foi ai que ele viu que eu não sai e ele então enfiou a mão embaixo da minha saia, começou pela coxa e subiu até minha rncalçinha que neste momento já estava ensopada, sentiu ela molhada e me disse:rn-Sua putinha tá gostando né e além de tudo é casada.rnAi ela me disse, que balançou a cabeça para ele que sim, e eu perguntei?rn- E você tava gostando mesmo?rnEla responde:rn-Amor estava gostando porque eu ia chegar com a bucetinha bem molhada para vc, eu ia deixar somente ele passar a mão, sentirrnela molhada, mas foi ai que ele colocou a minha calçinha de lado e começou a enfiar o dedo, eu não conseguia fazer nadarnpois esta com medo de alguem ver e também estava gostoso, mas não sei como ele abriu o ziper da calça dele, e colocou seurnpau entre minhas coxas, nessa hora minha buceta inundou mais ainda, pois senti que a cabeça do pinto dele pulsava.rnEu disse.rn- Não acreditou você deixou?rnEla simplesmente balançou a cabeça dizendo que sim e continuou a me contar.rn- Amor a cabeça era maior que a sua, tava quente e pulsava tanto que eu não resisti e facilitei abri mais as pernas, ele rncomeçou a roçar ela no meu grelhinho que estava grande, inchado e cheio de tesão, foi quando senti a cabeça alargar minharnbuceta e entrar, nossa quase desmaiei ele me alargou se eu não tivesse bem molhada e ele também, teria acho tirado sangue,rnmas seu pinto começou a se enterrar em mim, era bem grosso, não era comprido mas a grossura me alargava que eu sentiarna buceta todo dilatada, ele não fudeu muito não ele tentou tirar e enfiar atrás no meu cuzinho.rnEu parei a conversa denovo e perguntei?rn- Você deixou no cuzinho também.rnEla respondeu:rn- Apesar do meu cú estar piscando de vontade ele até tentou mas não conseguiu pois estava muito apertado o ônibus e seco rnmeu cú, mas aquela cabeçona no meu rabinho deixou mais a minha buceta molhada foi ai que escorrecou o pinto dele novamentern na minha buceta e logo em seguida sem ele fuder muito acabou gozando dentro de minha buceta sua porra bem quente e grossa,rnvocê quer ver?rnEu balançei a cabeça que sim, foi ai que ela abaixou a saia e eu vi calçinha bem molhada, quando ela abaixou a calçinharna porra dele ainda escorria da buceta e caia na calçinha dela era uma porra bem grossa e branca parecia ser bem viscosa, erneu perguntei?rn- Vc gostou? Vc gozou?rnEla disse:rn- Desculpe amor! mais eu gostei sim mas não gozei.rnEu disse:rn- Quer gozar?rnEla fez uma cara de assustada e balançou a cabeça que sim.rnFoi ai que eu deitei ela no sofá e começei a lamber a buceta dela, a porra dele escorria da buceta dela na minha boca.rnEla me perguntou?rn- Você esta com tesão né? Tá gostando da buceta com gosto de porra de outro?rnEu não respondi simplesmente chupei mais e depois a beijei, e voltei a chupa-lá foi quando ela começou a gozar e depoisrnme pedio para come-lá. É o rapaz fez um estrago na buceta dela estava tão larga que eu não sentia, foi ai que lembrei querno cuzinho ai estava apertado, tirei mais porra da buceta dela melei todinbho seu cú e mandei ver, ela delirou e gozournnovamente, nessa hora o cú dela começou apertar meu pau e gozei também, nisso ela me perguntou:rn-Você deixaria eu dar denovo, mas na sua frente?rnEu falei que se ela quisesse tudo bem, foi ai que eu não acreditei ela pegou o telefone e ligou para o rapaz e disse quernele poderia entrar, nisso entrou um rapaz forte e com um pinto grosso na mão, e começou a beija-lá e fode-la, passamosrna noite inteira os três fudendo e gozando, o único problema é que o pinto dele não conseguiu entrar no cuzinho rosadornda minha esposa, ela ficou meia frustada mas disse que tentaria outro dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto porno crente coroa casadacu arrombado de gorda contospoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar bicoeu quro v chiquinha em pornoContos erotecos de estrupo dentro do baile funkconto erotico sobrinhacontos eroticos tia tucadei pro meu genroconto erotico meu marido ficou bebado e aproveitei a festaxvidio gay coroa 82Jogadora CurradaContos eróticos teens troca trocacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos dona florinda chaves pau duroconto erotico chantageado namorada do meu amigocontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigorola de meu pai conto gaycontos: safadezas de um velhocomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticosChantageei minha tia escrava lesbica contopai da sonifero pra filhinha e a estupra com amigos contos eroticosvideos de sexo selvagem com mulheres que leva palmadas chineladas na buceta e no anosContos de Cornos magoado com esposa porque ela fudeu com outro sem sem ele saberconto gay era pequenocontos eroticos cadelacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos menininhas dormindo na rolaconto de medica lesbicacontos encoxando viado busaocontos eroticoscalcinha algodaocontos eroticos/virgens estuprada pelo padrinhocontos novinha rabuda deu p paifidendo uma nnda gigabte carnudaarregaçado pelo cachorro contoscontos de sexo depilei minha bucetacontos eróticos a enfermeira velhagostaria dever filha cupano apica do pi dorminowww.fiquei louca quando vi a cueca do meu filho mrlada de gala contocontos de calcinhas sujascontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15contos eroticos gay femeacontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2conto erotico bi com atendente de hotelcontos mulher desmaia na pica de borracha da amigacomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticosbuceta grandes na pica dormindo contoscontos de um viadinho tarado que è humilhadoCONTO CRENTE NO CUdeixei temperei site logo vou chegar no DPvizinho tezudoconto erotico comendo a massatorepeutaconto erotico fui no pagode e comi um travestifiquei excitada e dei para um mendigocontos irma fudendocontos eroticosnegaoConto cm foto d esposa putinhasexo-gostoso-numa-ilha-paradisiaca..comcontos esposas na praiaContoseroticosdevirgemscontos no cu da vizinha marrentatanguinhas molhadas contos eroticos reaisconto erotico mulher fodendo com varios vizinhostou tardainha pra um me xuparcontos eróticos estupro concedidoconto vovó e sua anacondacontos eróticos gay EMMO o maconheirotomou viagra e meteu na esposacontos eroticos com fotos de mulheres com pelos loiros no corpoconto eroticos.chupesposas traindo dando o cu,contos de 1988contos eróticos o meu pau e tao grande e grosso so eguas que aguentaImagem Carla danada na zoofoliahetero batendo punheta conto gayninfetas lésbicas beijando o peitoral dos travestis