Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA NO ôNIBUS

Tudo começou logo de manhã, minha esposa sempre foi tímida nunca gostou de chamar a atençao, mas nesse dia não sei o que rnhouve com ela. Ela acordou como de costume foi ao banheiro tomar banho e depois se trocar para ir trabalhar, mas ao rninvés de colocar seu uniforme ela vestiu-se com uma blusinha colada uma saia curta mas não colada ao corpo uma bota e se rnmaqueou-se e perfumou-se e foi trabalhar tudo normal, mas na volta do serviço ela chegou chorando e me pedindo desculpa,rneu não entendi, perguntei:rn_ O que aconteceu?rnEla me levou na sala, me pediu para sentar que ela ia me contar e começou.rn_ Eu estava dentro do ônibus como sempre e vi um rapaz encoxando uma moça ao meu lado ela não estava gostando e desceu, rnnisso ele percebeu que eu vi e encostou em mim, o ônibus estava tão lotado que eu não conseguia me mexer, senti que ele rnestava exitado pois eu sentia o pinto dele encostar na minha bunda, nisso quis sair mas senti a minha buceta molhar penseirnem deixar ele ali e chegar molhadinha para vc.rnNisso eu cortei e falei:rn_ Tá tudo bem se foi isso normal, mas porque está chorando?rnEla continuou.rn-Foi ai que ele viu que eu não sai e ele então enfiou a mão embaixo da minha saia, começou pela coxa e subiu até minha rncalçinha que neste momento já estava ensopada, sentiu ela molhada e me disse:rn-Sua putinha tá gostando né e além de tudo é casada.rnAi ela me disse, que balançou a cabeça para ele que sim, e eu perguntei?rn- E você tava gostando mesmo?rnEla responde:rn-Amor estava gostando porque eu ia chegar com a bucetinha bem molhada para vc, eu ia deixar somente ele passar a mão, sentirrnela molhada, mas foi ai que ele colocou a minha calçinha de lado e começou a enfiar o dedo, eu não conseguia fazer nadarnpois esta com medo de alguem ver e também estava gostoso, mas não sei como ele abriu o ziper da calça dele, e colocou seurnpau entre minhas coxas, nessa hora minha buceta inundou mais ainda, pois senti que a cabeça do pinto dele pulsava.rnEu disse.rn- Não acreditou você deixou?rnEla simplesmente balançou a cabeça dizendo que sim e continuou a me contar.rn- Amor a cabeça era maior que a sua, tava quente e pulsava tanto que eu não resisti e facilitei abri mais as pernas, ele rncomeçou a roçar ela no meu grelhinho que estava grande, inchado e cheio de tesão, foi quando senti a cabeça alargar minharnbuceta e entrar, nossa quase desmaiei ele me alargou se eu não tivesse bem molhada e ele também, teria acho tirado sangue,rnmas seu pinto começou a se enterrar em mim, era bem grosso, não era comprido mas a grossura me alargava que eu sentiarna buceta todo dilatada, ele não fudeu muito não ele tentou tirar e enfiar atrás no meu cuzinho.rnEu parei a conversa denovo e perguntei?rn- Você deixou no cuzinho também.rnEla respondeu:rn- Apesar do meu cú estar piscando de vontade ele até tentou mas não conseguiu pois estava muito apertado o ônibus e seco rnmeu cú, mas aquela cabeçona no meu rabinho deixou mais a minha buceta molhada foi ai que escorrecou o pinto dele novamentern na minha buceta e logo em seguida sem ele fuder muito acabou gozando dentro de minha buceta sua porra bem quente e grossa,rnvocê quer ver?rnEu balançei a cabeça que sim, foi ai que ela abaixou a saia e eu vi calçinha bem molhada, quando ela abaixou a calçinharna porra dele ainda escorria da buceta e caia na calçinha dela era uma porra bem grossa e branca parecia ser bem viscosa, erneu perguntei?rn- Vc gostou? Vc gozou?rnEla disse:rn- Desculpe amor! mais eu gostei sim mas não gozei.rnEu disse:rn- Quer gozar?rnEla fez uma cara de assustada e balançou a cabeça que sim.rnFoi ai que eu deitei ela no sofá e começei a lamber a buceta dela, a porra dele escorria da buceta dela na minha boca.rnEla me perguntou?rn- Você esta com tesão né? Tá gostando da buceta com gosto de porra de outro?rnEu não respondi simplesmente chupei mais e depois a beijei, e voltei a chupa-lá foi quando ela começou a gozar e depoisrnme pedio para come-lá. É o rapaz fez um estrago na buceta dela estava tão larga que eu não sentia, foi ai que lembrei querno cuzinho ai estava apertado, tirei mais porra da buceta dela melei todinbho seu cú e mandei ver, ela delirou e gozournnovamente, nessa hora o cú dela começou apertar meu pau e gozei também, nisso ela me perguntou:rn-Você deixaria eu dar denovo, mas na sua frente?rnEu falei que se ela quisesse tudo bem, foi ai que eu não acreditei ela pegou o telefone e ligou para o rapaz e disse quernele poderia entrar, nisso entrou um rapaz forte e com um pinto grosso na mão, e começou a beija-lá e fode-la, passamosrna noite inteira os três fudendo e gozando, o único problema é que o pinto dele não conseguiu entrar no cuzinho rosadornda minha esposa, ela ficou meia frustada mas disse que tentaria outro dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


muher contando istoria erotica na camacontos gay sentou no colocontos minha garotinhaPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticostroca casais no acampamentos contos eróticodepilano a buceta dela io cara comi elacasa dos contos meus primos mecoroa negra contogostosinha bonitinha bundinha nova doze anos dando contos eroticoscontos cornos forumcontos eróticos meu marido foi para o estádio ver o jogoesfregacao de rola contos amigos punheteirosContos eroticos de padreconto erotico loira baixinha gordinhaswing tio com sobrinhas flagrante historias contoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos de incesto: preocupada com meu filhoContos eroticos teens gay no banho com meu paicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos flagrei meu pai comendo cu do meu irmaoContos er pitao do paicontos eroticos arrombando a gordamarido sortiado a esposa contos eroticoscontos eroticos treinamentoconto erotico seduzindo irmaoenfia na minha bundinhaContos eroticos mulheres chupadorasbatendo uma punhenta para o marido sem calcinhaa foder a policial na rua contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefui encoxada a forçacontos bdsm pedi para que todos me mordessemcontos eroticos escrava sexual estupro brutalconto agarrada no onibuscontos eróticos gay meu meio irmãonatalia do ceará chupando o paucontos eroticos como passei a ser travesti por causa do meu cunhadogostosinhacontoeroticodesmaiou quando o caralho enorme do negro entrou no cuconto gay dando o cu com anoscontos eróticos engravidei de um garotogay na dp de pica gg contosminha cunhada mim chamo pra trnzarcontos eróticos a primeira vez nem doeuvoyeur de esposa conto eroticojumento comeu contoslesbica conto professora fisicacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentesexo gay okinawa ufa papaicontos porno os amigos de papai fuderam mamaeBuceta virgem contosPornodoido passistasconto erotico de aluna casada com colega de cursocontos eroticos estava fudendo a empregada e meu pai pegoumeladas de margarinas em todo corpomulher casada e evangelica dando o cu,contos sexcontos eróticos esposas traduzidas na minha frentecontos eroticos arrombou meu cu no quintalcache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php aos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contoscontos eroticos de pais esposa e filhas em praia de floripaTramsar comtoscontos eroticos incesto a neném do papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha iniciação gay contoseu minha esposa demos carona o cara era um pintudocontos eroticos fudendo a mae travesticonto erotico virei escravo de minha professora safadaso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaocomeno a vacadiario de corno contoscontos eroticos gay hormonios