Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI RASGADA DA ESCADA AO TERRAÇO

Estou aqui novamente, mais sá que dessa vez não escrevi este conto sozinha, escrevi com meu Porteiro. Tinha um certo tempo que não rolava nada entre nás, porque estão tentando a todo custo nos afastar. Bem vamos ao que interessa pois não estamos aqui para nos lamentarmos, e sim, para deixar vocês com muito tesão. Sexta dia 010711 eu já não aguentava mais não ter meu macho em meus braços e rolando todo tipo de sacanagem, já estava subindo pelas paredes de tesão. Cheguei a gozar várias vezes com ele numa noite pelo telefone, mais eu qria sentir aquela piroca dentro de mim me rasgando toda. Então tive uma ideia, já que no apartamento não podia rolar porque minha patroa "cunhada" está de férias e não teria como ele subir. Desci e avisei que iria usar a academia, com um shortinho de lycra e um top transparente deixando meu corpo amostra. Ele me olhou com uma cara de quem queria me esganar, pois o pessoal da obra estava na portaria. Fui para a academia e comecei a me alongar, quando me abaixo sá vejo aquela sombra atrás de mim me olhando e se deliciando com minha bunda e bem avantajada que ele adora meter sua piroca. Eis que ele narra: Pedi a rendição na portaria fui fazer uma ronda, mera desculpa, fui direto para a academia e lá chegando me deparei com aquele rabo enorme enfeitado com um papo de boceta inchada que chegava a dar água na boca de tanta vontade de mamar, eu não podia entrar pois seria filmado, então começamos uma série de sacanagens a distância. ela dirá o que fazia para me deixar de rola dura.. ...Como não poderia rolar ali por causa das câmeras, comecei a provoca-lo. Fui no vestiário e com a porta entre aberta do modo que ele pudesse ver, fui tirando o short e levando minha mão até minha boceta que já estava toda molhada, enfiando bem o dedo e chupando gostoso, enquanto lambia meus lábios olhando a piroca dele aumentando de volume, virei de costas para tirar o short o provocando com minha calcinha toda enfiado no meu rabo. Sentia que ele cada vez ficava com mais tesão, tirei a calcinha sentei na hidro e me arreganhei todinha para ele e me masturbando. Ele chegou a dar um passo para frente para entrar, mais pensou bem e ficou percorrendo seus olhos pelo meu corpo com uma cara de tarado, e eu imaginando o que estaria passando pela a sua cabeça... ...Eu pensava esta mulher é deliciosa, safada, sacana e ousada. Ela tem algo que me deixa louco sá de olhar aquele corpo nu e aquela boceta suculenta sendo auto-bolinada, fazia meu corpo tremer, o tesão quase transpassava a razão. foi quando decidi entrar no bar da piscina (lugar onde ninguém pode ver apenas quem está na hidro), botei a rola latente para fora e comecei a masturba-la bem lentamente, era uma putaria a distância e quando arregacei a piroca ao máximo e cuspi na cabeça ela pareceu enlouquecida, não sei se era tesão por olhar minha rola ou se estava gozando por conta da siririca que tocava... ...Quando vi aquele Deus masturbando aquela piroca, minha vontade era quebrar o vidro e cair de boca mamando até ele esporrar, mais como não podia fazer isso ali pois poderia chegar gente, resolvi pegar o chuveirinho, tirei a bica para enfiar no meu cu, pois queria gozar a todo custo e imaginando que era a piroca dele. Comecei a enfiar bem devagar, e sentindo muita dor fui enfiando como ele mete sua piroca e olhando pra ele que sem parar de tocar punheta e cada vez mais desesperado de tesão ele ficava, chegou ao ponto de lamber os vidros como se estivesse lambendo meu cu... ...Gente vocês não tem noção do que é esta mulher de 4, é no mínimo o sonho de consumo de qualquer homem, ela tem uma boceta grande, muito inchada, carnuda e greluda. Um rabo enorme e um cuzinho que parece pedir para ser comido tempo todo, mais aquela borrachinha sacana entrava naquele cu me fazendo delirar e viajar em vários momentos em que fiz daquele cu a casa da minha rola inchada, ela enfiava a borracha no cu e quatros dedos na boceta, vocês tem noção? É quase uma mão inteira! Minha rola estava quase estourando, o gozo já estava na portinha, quando... ...Eu fazendo um sinal o avisei que tinha entrado alguém na academia, ele fez uma cara de desespero, mais eu não parei e comecei a socar aquela mangueira no meu cu e meus dedos na boceta, sá que fechei a porta para que não vissem(era o pessoal para limpar a academia). Queria gritar, gemer e não podia, sem querer soltei um gemido enquanto meu porteiro babava, mais parou de se masturbar com medo. Bateram na porta e perguntaram quem estava lá e se estava tudo bem. Respondi que sim e sem soltar a voz, comecei a chama-lo de filho da puta e dizendo que queria a piroca dele me arrebentando toda... ...eu me recompus e pedi que ela não gozasse pois não queria desperdiçar aquele néctar. Me retirei com a piroca quente feito uma brasa, mandei ela se vestir e subir que por mensagem iria avisa-la como, quando e onde ia fode-la... ...Chegou a mensagem e ele pediu que eu o esperasse na escada do meu andar já que era o último. Peguei no ap um brinquedinho que comprei para usar com esse puto e fui. Ouvi a porta da escada bater, como já estava peladinha a sua espera enfiei uma piroca de acrílico na minha boceta e soltei um longo gemido, ele começou a subir correndo, mais do lado que eu estava não dava para ele ver se eu estava sozinha ou com alguém... ...Subi desesperado de tesão e quando cheguei deparei com aquela beldade com uma rola enorme enterrada na boceta, botei a rola pra fora e mandei que ela mamasse gostoso... Galera esta mulher ta dura porque quer! Pois o boquete que ela paga é a oitava maravilha do mundo. Mandei ela ficar de quatro e empinar bem o rabo, ajoelhei e meti minha língua naquele cu que eu sou tarado. Ela gemia feito uma cadela, pois enquanto eu lambia o cuzinho, ajudava aquela piranha a meter aquele consolo acrílico na boceta. Os gemidos dela me enlouqueciam, foi quando escutamos a porta da escada bater... ... Nos desesperamos e corremos para o terraço, mais mesmo assim fiquei de quatro novamente e ordenei que ele voltasse a lamber meu cu pois eu já estava a ponto de gozar e não queria perder essa gozada por nada, ainda mais com o risco que estávamos correndo, ele com medo dizia que não. Então coloquei a cara dele no meu cu e ele não pôde resistir e eu dei uma gozada maravilhosa. Chamaram ele, ele desceu correndo, era o síndico e perguntou o que ele estava fazendo ali sozinho ao invés de estar na portaria que era o lugar dele... ...Eu respondi que não havia ouvido as bombas de água armarem e fui conferir as caixas. Desci com aquele empata foda e com o saco doendo de tanta porra acumulada. Levei o cara até o carro e assim que ele saiu mandei um torpedo para saber onde aquela vagabunda estava... ...Disse a ele que estava no terraço me divertindo com minha piroca e queria que ele mamasse minha boceta para eu derramar meu leite em sua boca enquanto eu socava meu cu com minha piroca. Mandei aquele cachorro, filho da puta subir logo pois me deixou com mais vontade ainda de gozar, e se ele não viesse eu ia chamar outro macho para me fuder gostoso. Eu queria muita piroca dentro de mim de tanto desejo que eu estava, queria gozar várias vezes com esse puto. Então ele subiu e para minha surpresa trouxe... ...Levei um anel companheiro(para quem não sabe é um anel de borracha que você encaixa na piroca e tem uma outra piroca de borracha acoplada), eu peguei no meu armário pois queria presentear aquela mulher recatada que eu transformei em devassa e que deixei viciada em sentir duas pirocas dentro dela. Cheguei e quando ela visualizou aquilo ela parecia ter tido a visão do paraíso, pois seus olhos brilhavam como diamante. Botei aquela vagabunda deitada e mandei ela arreganhar bem as pernas, e com as duas mãos arreganhar a boceta, assim ela fez e eu passei uns dois minutos admirando. Digo a vocês que a vista é tão bela que deveria ser ponto turístico, rs. Logo em seguida enterrei minha cara naquela chavasca como nunca tinha feito, tamanho era o tesão e a saudade. Mamava com força e vontade e por estarmos ao ar livre os gemidos dela ecoavam aos quatros ventos, e isto me deixava mais excitado. Então coloquei ela de quatro e comecei a brincar de esconde esconde, hora botava no cu, hora na boceta, hora na boca sem deixar que ela gozasse. Foi quando; ...Comecei a implorar que me deixasse gozar pois já estava desesperada de tanto tesão, e ele toda vez que eu ia gozar tirava sua piroca. Comecei a beijar seus pés subindo pelas as pernas passando minha língua em suas coxas o deixando cheio de tesão e implorando que ele metesse todo o seu pau grosso e roliço em mim e que fodesse até eu gozar, e ao mesmo tempo enfiava meus dedos na boceta gemendo pra ele. Eu percebendo o tamanho do tesão dele, comecei a urinar na minha mão e esfregava na cara dele, e ele lambia como um cachorro no cio... ... Imaginem uma mulher deliciosa beijando seus pés e implorando piroca, e mais aqueles dedos enterrados na boceta, e aquele xixi quente na minha cara eu quase enlouqueci. Preparei o anel companheiro segurei as duas pirocas e comecei a putaria. A original apontei no cu, dei uma cuspida naquele rabo delicioso, pois ela adora ser arrombada a seco e comecei a enterrar a rola naquele cu quentinho e apertado, a outra piroca já tinha escorregado para dentro da boceta e arrancando da minha vagabunda um urro animal que me deixou enlouquecido, e minha piroca rasgando aquele rabo delicioso era uma loucura, eu socando as duas pirocas na minha vagabunda e ela gemendo feito uma égua, aquele rabo empinado, aquele cu apertado, amigos a brisa fria batia suave e deixava o corpo macio da minha cadela se arrepiar por inteiro. Quando ela ia esporrar pela quarta vez, eu tirei as duas pirocas de dentro dela e comecei a mijar sobre todo o seu corpo, como ela estava de quatro eu comecei pela a bunda fui subindo e mijei nas costas, quando o mijo quente bateu em suas costas, teve um forte espasmo, sinceramente eu não sei se gozou mais peguei ela pelos os cabelos e mijei com gosto na sua cara, ela ergueu o rosto como se recebesse o néctar mais saboroso do mundo, porém o melhor ainda estava por vir.. ...Bebi aquele mijo como se fosse champagne, mais ainda não estava plenamente satisfeita queria mais piroca e pedi que ele fudesse minha boca e minha boceta, queria sentir seu leite em minha boca, mais antes queria que ele metesse até o talo e com muita pressão em minha boca, enquanto usava a outra piroca na minha xoxota, para que quando eu derramasse meu leite ele caísse de boca e sugasse até a última gota e me fizesse gozar mais uma vez com aquela língua maravilhosa que esse puto tem. Ele olhou para mim e prontamente atendeu meu pedido começando a fuder minha boca... ...Minha piroca ia até a garganta, sentia meu saco tocar o queixo da filha da puta, ela fazia ânsia de vomito e eu empurrava mais, fundo a piroca, senti que ela queria falar algo então tirei a rola de sua garganta e ela anunciou o gozo,rapidamente me ajoelhei e me pus a mamar forte e delicadamente do grelo até a portinha da xota da minha beldade, mamei gostoso (adoro chupar boceta), vocês tinha que ver aquilo, ela gozou em jatos era gozo como eu nunca tinha visto. Eu me deliciei com aquele banquete de orgasmo, quando ela terminou de gozar enterrei toda minha língua quente no interior daquela gruta inchada, e lambi, suguei até a última gotinha e bebi tudinho. Neste instante ela me pegou pela cabeça me pôs de pé olhou em meus olhos e fez um pedido... ...Pedi que ele me deixasse mamar até ele gozar pois como já tinha um tempão que a gente não fodia, queria ficar com o gosto daquele gozo na minha boca, sentir ele jorrando na minha garganta todo o seu leite para que ficasse por um bom tempo. Comecei a mamar ele bem devagar e engolia aquela piroca até tocar minha garganta e lambendo o pau dele descendo e engolindo seus ovos. Mandei ele sentar no chão e deixei minha urina quente sair e molhando toda a sua piroca, nesse momento ele foi ao delírio e disse que ia gozar eu abaixei e voltei a mamar seu pau cheia de tesão e tocando uma siririca... ...Era uma perdição ver a mulher mais vagabunda que eu já conheci mamando minha rola depois de ter urinado em cima, eu esporrei como um cavalo, quente, forte, grosso e em muita quantidade, e ela como um filhote desmamado chupava e se deliciava como se fosse um delicioso sorvete perto de acabar... ...Quando aquela rola inchada de tesão esporrou aquele jato forte em minha boca, aquele leite descendo quente pela minha garganta parecia que estava num festival do sorvete mais saboroso do mundo, a cada jato de porra que ele expelia do seu pau eu pedia mais e ia bebendo cada gota sem que deixasse escorrer de minha boca para que eu pudesse engolir todo aquele leite. Quando ele acabou de esporrar soltei um suspiro de lamentação por ter acabado, eu queria mais pois ainda não tinha saciado todo o meu desejo, queria gozar mais e fazê-lo gozar novamente pois tinha muito tempo que a gente não gozávamos pele a pele, então lambi a última gotinha de gozo que pingava da cabeça daquela rola e olhando em seus olhos disse; nego eu quero mais... ...Eu olhei ao meu redor e vi a escada que leva ainda mais alto ou seja nas caixas de água, mandei ela subir dois degraus e empinasse bem o rabo, altura perfeita. Enfiei a minha piroca no cu da vagabunda, a piroca de borracha na boceta e com uma das mãos eu segurava em um degrau para dar apoio e com a outra passava a piroca de acrílico no grelo da minha empregada puta, ela gritava feito uma maritaca e dizia.. ...Me fode seu puto, me enraba que tua cadela vadia ta nas nuvens com essas pirocas mais soca com força me arrebentando toda, quero sentir muita dor e prazer. Vai filho da puta com mais força, você não é homem pra me esfolar toda a ponto de me deixar sem sentar seu cavalo. Ele cada vez com mais raiva pelo fato de eu falar que ele não era homem, começou a me foder com tanta força como nunca tinha fodido antes, e eu gemi e uivava de dor e prazer, enquanto ele... ...Eu socava com toda a força que eu tinha, e esfregava aquele grelo com tanta força que eu pensei de arrancar, e a filha da puta pedia mais forte, então dei tudo de mim e ela começou a dizer que eu estava machucando ela toda e pediu... ...Não para ta me machucando mais eu to gostando e quero que você derrame seu leite no meu cu, seu viado se você parar agora eu te mato já estou a ponto de gozar feito uma égua nessa piroca, e você, goza no meu cu seu cavalo. Gozei naquela piroca de acrílico quase perdendo as forças e ele anunciou que ia gozar... ...Gente o anúncio do gozo foi mero engano, pois eu dei foi outra mijada, sá que desta vez dentro do cu daquela vagabunda, que ao sentir que eu mijava dentro do seu rabo, gozou novamente e praticamente desfaleceu, deitou-seno chão e fechou os olhos, neste instante eu comecei uma punheta frenética e em questão de segundos gozei espalhando muita porra e gotas de mijo por todo o corpo daquela beldade vagabunda. A ergui mandei que ela se vestisse e olhei em seus olhos e disse que eu havia mudado nela o conceito sobre o sexo, mais ela havia mudado em mim o conceito sobre a vida, pois havia me ensinado o que é carinho, respeito e cumplicidade, ou seja amor de verdade. Quero que todos que leiam saibam o quanto sou louco por esta mulher, pois no sexo é uma vagabunda, mais na vida é tudo que eu sempre sonhei e desejei... ...Espero que vocês gostem desse conto que foi escrito por mim e meu homem. Nás resolvemos escrever juntos para mostrar a todos o quanto somos importantes um para o outro, tanto no sexo como na vida. Beijos a todos e até o práximo!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelasminha dani me fodeu me quando dormicontos eroticos realizei meu sonho comi minha cunhada novinhacontos veridicos de incesto punhetando o papai iniciandoconto erotico vovo comendo vovo19 filha menina rebolanocontos de maecontos erotico comi o hetero parte 19contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteFilha da puta comeu meu cu contocontos eróticos mulher casada que mora com seus pais chegar mais a capoeiracontos com fotos o guarda roupa da casada liberada do mansoqueria que minha esposa me traísse contoshumilhada e fodida contocontos eroticos minha espos chifruda dormindocontos eroticos levei rola com meu marido en casacontos de sexo depilei minha bucetamãe e amigo contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedoutor esporreando muito no travedticonto erotico tomando banho com meu irmaocontos eroticos real sexo cm 13 aninhoscastigo boquete contosconto heroticominha mulhe tranzou com homem da pica grande no motel e filmou pra mim asistirconto eroticos acampando em familiaConto comi esposa do meu irmao e gozei dentroManinho me arrombou gostosocontos eróticos mamãe deu o cu eu viEmpregada Triscando no meu pau contocontos eroticos arrombando a gordazoofilia homens com super vergas enormes fodendo mulhetesCacetudos batendo punheta no alimentosContos vi meu padrasto nucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erotico de mototáxi com a picona e meninaswww.minha tia chega em casa com cerveja e me da sua puceta eu tomado banhocontos gay bichinha boqueteira da escolaesfregando na irma caçula contosconto levadio e safadinho bucetinhaAs gost mamando os maiores picaggnovinha falou que ia pozcontos de cornovideos de clientes nao consegue segura e fica de pal duro na depilacaocontos gay meu pai me pegou no flagratransei com meu com meus dois professorescontos de coroa com novinhocontos de engates gays madurosrelatos de ninfetas q foram arrombadas no carnavalcontos eroticos pintinhofilha esposa de papai pintudo contoscontos minha mae comeuContos.eroticos.crentizinha.abusada.no.cuzinhoContos eroticos bem comida e chupada em cada tetas por dois machosfinalmente contou quando chupar pau do ex delaloira casada malho e adoro negao contosConto erotico no sitio casa de dois comodosconto erotico minha namorada dançando com outro na baladaPutinhos casada contosconto gaguei mas gostei de dar o cuamigos sexo troca troca contoscontos eroticos comi a minha babá fio detralContos eroticos mais absurdoscontos devorei minha filha putqContos eróticos uma menina virou putinhasou casada vi o meu vizinho na punhetaminha esposa pagou pra ser arregaçadaEu, minha sogra e meu marido-contos-incestocontos coroa 58 anos pau grossocontos no cu da coroacontos eróticos um casal transando na sala enquanto os pais tiram um cochilovídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexocontos encesto na praia de nudismoContos eroticos maniaco por seiostravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos meu primo mauricinho