Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MULHER DO DJ

Em 2008, logo apás me formar como Policial Militar, fui designado para uma cidade muito pequena do interior de MG. De imediato fiquei completamente contrariado e triste com a notícia, a tal cidade ficava muito longe da cidade a qual resido. Tentei como podia evitar a transferência, mas não teve jeito.

Quando vi q era inevitável decidi fazer o possível para aproveitar de alguma forma a situação em que estava. A vida na tal cidade foi monátona e chata por muito tempo, pouca gente interessante, lugar nenhum pra frequentar, sem falar no transtorno das constante viagens para minha cidade natal. Sá que uma coisa estava para acontecer que faria valer a pena ficar por mais algum tempo naquela roça!

Todo ano acontece uma “Festa de peão”, a única época do ano que tem movimento na cidade. E em determinado dia estava de serviço com mais alguns colegas quando eu vi uma mulher muiiiiito linda em cima do palco, sem sombra de duvidas a mais bonita e gostosa que já tinha visto na cidade. Prontamente perguntei há um amigo que estava a mais tempo na cidade se ele a conhecia. Ai começou a minha surpresa. Ele disse que a mulher era esposa do Dj dono da aparelhagem de som da festa, disse q ela era casada com o tal Dj e pra minha alegria disse que rolava boatos de que ele adorava vê-la transando como outro homem. Pronto era o que eu precisava ouvir! Como eu já não aguentava mais tanto tédio (não tinha nem 100pessoas na festa), resolvi me divertir um pouco, disse a ele que iria conferir a veracidade dos boatos. Eu não tinha nada a perder, no máximo levaria um fora, e ganharia uma reclamação junto ao meu comandante.

Ela estava em cima do palco observando uma brincadeira que os peões faziam na arena, me aproximei dela e sussurrei perto do seu ouvido “Vc é a mulher mais linda que já vi na vida”, ela então olhou pra trás e quando me viu abriu um sorriso estonteante. Ela estava com uma calça “leg” de cor preta que marcava muito suas lindas pernas, torneadas e destacava ainda mais um bumbum lindo e grande, uma jaqueta de couro e uma blusinha q deixava aparecer o finalzinho da barriguinha com um decote de tirar o fôlego. Aquela visão e aquele sorriso me deixaram excitado a ponto da farda começar a ficar apertada demais. Depois da cantada resolvi ir me aproximando aos poucos e entre uma salva de palmas e outra sempre deixava minha mão esbarrar naquela bunda gostosa que estava na minha frente, ela percebia o contato mas ignorava, ate a hora que perdi o receio e fingindo que iria passar atrás dela dei uma relada bem forte nela, de modo que n teve como ela ignorar, meu pau estava muito duro e como gosto de usar a farda mais justa não teve como ela não perceber o que a estava esperando. Novamente cheguei perto do ouvido dela e disse “olha o estado em que você me deixou”. Ela então de forma muito discretamente levou a mão ate meu caralho e o alisou dando uma apertadinha no final. Eu mal pude acreditar e respondi passando a mão naquela bundinha deliciosa e disse que iria espera-la atrás do palco. Como todos estavam entretidos com as apresentações certamente não haveria ninguém por la. Desci imaginando que ela não teria coragem de me seguir, afinal, o marido dela estava por perto. Pra minha feliz surpresa em poucos minutos a vi se aproximando, quando ela me viu e caminhou em minha direção eu não acreditei. Quando ela chegou eu n disse nada, fui logo a agarrando e dando um beijo de tirar o fôlego. Nás estávamos atrás de um galpão e eu a imprensei contra a parede e enquanto beijava aquela boca deliciosa minhas mãos passeavam por aquelas pernas malhadas e por vezes as colocava naquela bunda gostosa e trazia ela pra perto de mim, pra que ela sentisse o quanto eu a desejava. Perdia noção do tempo, de que eu estava trabalhando e fardado! Sá queria agarrar aquela morena linda e gostosa. Comecei a passar a mão nos seios dela, perfeitos parecia silicone, os biquinhos estavam duros de tanto tesão que ela sentia. Quando tentei levar a mão por dentro da blusa ela interrompeu o beijo, quase sem ar e me disse que ela tinha que voltar pro palco, que disse ao marido que iria arrumar uma diversão pra mais tarde, mas que não iria demorar. Eu perguntei que diversão era essa, ela sorriu e disse “VOCE”. Como não entendi eu perguntei do que se tratava, ela confirmou o tal boato, disse que seu marido adorava vê-la transando com outro homem. E que há muito tempo ele falava dela transar com um Policial. Eu não podia acreditar no que escutara, ela então falou pra que eu anotasse o numero do seu celular e tão logo terminasse a festa pra eu ligar que ela me diria em qual motel estariam me esperando. Ela anotou o numero me deu um selinho, passou a mão no meu pau e disse “faço questão de tirar essa farda com a boca”! Dali pra frente tudo que eu queria era que a bendita festa terminasse. Quando o locutor anunciou as apresentações do práximo dia e terminou a noite meu coração disparou, estava prestes a comer a mulher mais gostosa que já tinha beijado, uma morena de 1,68 corpo escultural barriguinha sarada, de perna malhada e bumbum durinho, e ela era casada e seu marido iria ver tudo! Tão logo a multidão ( de 100pessoas) se dispersou eu fui correndo pegar meu carro e ligar pra morena. Quando ela atendeu perguntou se eu demoraria muito, porque ela não estava aguentando mais de tesão, que já estavam chegando no motel e logo iria me ligar pra falar o numero da suíte. Quando cheguei no quarto resolvi sacar da arma, a morena gostosa tava fácil demais. Abri devagar a porta e ela tava sentada na cama, ao lado do marido os dois de roupa, como se fossem irmãos. Ela logo veio ao meu encontro, porem eu disse que so iria rolar se ele (o marido corno) ficasse algemado. Eu estava desconfiado por isso decidi algema-lo! Com o “BOI” preso, tudo seria melhor, minha deusa estava me olhando, faminta, sedenta por sexo! Caminhei em sua direção e enquanto a beijava fui enfiando a mão por dentro da sua calça, abaixando lentamente, ela desabotoava os botões da minha gandola enquanto mordia e chupava meu pescoço. Eu a interrompi, peguei ela no colo e a deitei na cama, queria ver aquela mulher toda peladinha, comecei beijando sua orelhinha e fui abaixando pelo pescoço em direção aqueles seios deliciosos, desci até sua barriguinha sarada e fui voltando tirando aos poucos sua blusa. Quando acabei de tirar a blusa não tive outra reação a não ser cair de boca naqueles peitos, os chupei como uma criança querendo mamar, enquanto relava meu pau naquela bocetinha, ainda por cima das roupas. Quando me fartei dos seios comecei a descer em direção a xaninha dela. Primeiro a beijei por cima da calça e logo então comecei a tirar a calça. Cada centímetro que despia me fazia delirar, ela usava uma calcinha preta, minúscula, desci a calça ate os pés e voltei beijando aquelas pernas lindas. Fui passando a língua pela virilha e podia sentir os calafrios no seu corpo, desci sua calcinha numa puxada sá, expondo aquela bucetinha linda, depiladinha, perfeita. Meti a cara entre suas pernas e comecei a chupar freneticamente aquela delicia, chupava aquele grelhinho apetitoso e enfiava a língua dentro dela, ela segurava meus cabelos e so sabia gemer e rebolar. Depois de leva-la a loucura ela puxou minha cabeça pra trás e disse que era a vez dela se deliciar com meu corpo.

Me virou pra debaixo dela voltou a desabotoar minha gandola (camisa), foi desabotoando e mordendo meu peito, entre uma mordida e outra me elogiava, me chamava de pm gostosão, quando chegou na calça ela me olhou com uma cara de puta e disse; “eu quero leite, me da leite seu gostoso”!!! Foi abaixando minha calça e efregando o rosto no meu pau. Eu estava explodindo de tanto tesão, louco pra ver aquela safada mamando no meu pau, certamente eu não iria demorar a encher a boca dela de porra. Com uma mão ela alisava meus testículos enquanto engolia com maestria meu pau, chupava como uma profissional. Apás alguns instantes ela me olhou e disse: “ me da o que eu te pedi, goza na minha boca seu safado, goza anda”, foi mais umas duas ou três chupadas pra eu inundar a boca dela com meu leite. Gozei feito louco! Ela deixou um pouco escorrer pelo meu pau, foi ate seu marido deu um beijo na sua boca. “toma o que você gosta”ela disse pro boi! Eu fui ate o banheiro me limpei e quando voltei ela estava deitada me esperando, se levantou e veio me buscar de quatro na ponta da cama, eu alisei aquela bunda linda, dei mais uma chupadinha e comecei a meter meu pau dentro daquela xaninha gostosa, estava quente ardendo de tanto tesão, quanto mais eu socava o pau mais ela rebolava e gritava: “mete policial gostoso mete”. Eu pedi pra cantar o cuzinho dela e ela disse que sá deixaria depois que eu a fizesse gozar. Então eu a deitei na cama e comecei a foder aquela cadela com ainda mais força! Ela sá sabia gemer, parecia delirar! Em poucos instantes ela começou a gemer mais alto e dizer que iria gozar, eu meti com toda força que tinha naquela bucetinha e ela gozou enlouquecidamente. Foi so o tempo dela se recuperar um pouco e ficou de quatro, empinou aquele rabão pro meu lado e disse “vem mata sua vontade, come meu cuzinho come”! Antes de penetrar eu dei uma bela chupada naquela grutinha, o deixei molhadinho e comecei a enfiar meu pau! Era muuuuito apertado o rabinho da morena, meti com gosto naquela bundinha gostosa, ate que nás dois gozamos juntos. Depois de mais algumas loucuras e gozadas fomos ao banheiro e tomamos um banho delicioso, apás isso ela se trocou e disse que o marido já devia estar cansado de ficar algemado. Eu me vesti, o soltei e fui embora, esperançoso de que a noite se repetisse por outras vezes.

Valeu a pena ter ido trabalhar naquele fim de mundo! Espero que tenham gostado!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoConto erotico minha irmã gravidacontos eroticos droguei minha priminha ninfeta e comiconto casado dei pra travestiflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosrelatos de esposas de cornos mansoscache:r63pyaBUP2YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto-categoria-mais-lidos_4_13_incesto.html conto erotico de sobrinha nova e tio gostoso fodendo gostsohistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadaconto erótico meu filho pediu uma espanholaxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5minhttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_25933_fodendo-o-recepcionista-do-hotel.html&ei=h1fTW1EH&lc=pt-BR&s=1&m=739&host=www.google.com.br&ts=1489513220&sig=AJsQQ1A6LGGFLRL7NY2__JYTuAweTMayWwContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de boracha30cm conto erótico doeuporno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande subindo na escada de saia para ajuda pintor pornocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos com enteadacontos de coroa com novinhocontos eroticos mamae e papai me encinaram a chupar bucetacontos de coroa com novinhocontos comendo o cu da namoradaConto Erotico: o macho se rendeu a minha rolacontoseroticospapaiEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticoirma caçula chantageada libera pro irmao contos eroticoscontos eroticos presente para cunhadacontos de mototaxista e gayadotado pela sogra contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de coroa com novinhofinalmente contou quando chupar pau do ex delaso um pouquinho contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteque bucetao da neguinha novinha baba di meu filho contoscasadas video fletixe enteado cunhadocontos eroticos dei tanto a bucetinho pro meu cunhado k engravideivídeo pornô a mãe dela tava de biquini o genro só dava a sogracontos eróticos fudendo a puta da minha mulherConto erótico de larahistoria erotica de tio taradaoduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandoContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelfumei maconha e entrei na rola contosve porno com viadinho reganhado escorreno porraContos eróticos cumendo minha tia e lambendo seu cuzinho escurinhogay "engole vagabunda" contocontos anal no acampamentoconto gay negro trapezistadeixo penetrar sem camisinhacontos eroticos de carona a pai e filhaConto mamei a eguaCU arrombado ABERTO madrasta contocolo conto gaycontos eróticos gay meu meio irmãocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosContos gozou dentro e engravideiContos eróticos chupando o cu cabeludo da minha mãeler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludascontos eróticos pastor compadre d*********** a virgemcontoseroticos fissurado no cu da esposacontos eroticos arrombando a gordasexo contos mendiga estuprocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html comigo a mulher do meu irmão transando sexo prima irmã titicontos eróticos transando com o cara do carnavalcontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeicontos.encochando.uma.negra.bundudaminha netinha contos eróticosconto erotico casada do cuzinho apertadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente