Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMEIRO AMIGUINHO

Os tempos eram outros tente voltar no tempo a 33 anos atrás.

Voce ainda tinha muito pouca aceitação de gays ou homossexuais ou viado, bicha loca, como era mais popularmente chamados ou conhecidos.

A escola era uma escola sá de garotos, que muitos poucos ultrapassavam os 19 anos, pois lá sá ia até a 8 serie como era conhecido na época.

Eu estava com uns 19 anos, e nossa escola mudou a sede para um prédio maior onde estariam todas as series, pois antes em um prédio voce ia até a 4 serie e depois mudava para o outro prédio.

Bom,com essas novas instalações todas as series agora estava no mesmo prédio e todos as series tinham aulas de educação física.

Como voce tinha uns 5 minutos entre os intervalos das aulas, nas aulas de educação física, era aquela correria no vestiário, garotos se trocando, tomando banho e foi ai que me identifiquei com rola.

Adorava ver aquelas rolas, dos mais variados tamanhos, jeitos, nascendo cabelo, já cabeludos, grandes, pequenas, grossas finas, tudo o que voce pode imaginar entre garotos, de 19 a 19 anos.

Então em alguns intervalos das aulas eu descia correndo até o vestiário, para dar uma mijada mentiroso, na verdade era para ver rola.

Sá que por mais discreto que voce tenta ser, voce acaba sempre despertando a atenção de algum outro.

Nos meses de julho a escola deixava os portões abertos, para quem quisesse ir jogar uma bolinha, bater um ping pong, pudesse ir, era um fiasco, não ia praticamente ninguém, e mesmo funcionários, uns 2 que não saia da secretaria.

Portanto quadra, vestiários, era sá mesmo dos poucos gatos pingados.

Foi ai que rolou, o mês era julho, escola vazia para variar e eu fui, não foram mais que 5 garotos e ficamos chutando bola até que os outros foram embora e sobro eu e esse, era um garoto mais velho, feio, cheio de sardas no rosto, mas eu sempre que tinha a oportunidade olhava seu pau, e ele já tinha observado essa situação, então ficamos la no ping pong, até que resolvemos ir embora, mas ele disse que iria tomar um banho antes.

Fui com ele para o vestiário, ele tiro toda a roupa e caiu debaixo do chuveiro, eu não conseguia tirar os olhos da rola dele, foi muita bandeira para quem não queria dar a bandeira.

Não era nada de muito excepcional, mas bem maior que a minha, cabeluda, bolas bem formadas, muito gostosa.

Ele enquanto tomava banho me perguntou se eu já tinha feito troca troca, eu falei que não, e ele me pergunto se eu queria fazer, a rola dele já mostrava sinais de alteração, meia dura aquela cabeça vermelha linda e a minha também, já completamente dura, mas eu estava vestido, sá observando ele.

Eu a principio recusei, pelo medo das consequências de que algo que pudesse dar errado, gerar a minha expulsão da escola.

Ele já deveria ter tido algumas experiências, pois se mostrava calmo e tentando me acalmar, disse para a gente sá bricar de enconchar e eu poderia ser o primeiro.

Concordei, fomos para uma sala no andar de cima, a ultima do corredor, entramos e iniciamos a brincadeira mas sá que de roupas.

Como deu tudo certo, fiquei mais tranquilo e pronto para a segunda vez, já que meu pau não amoleceu nenhum momento e eu adorei.

Dia seguinte mesma situação, poucos gatos pingados, mas lá estava ele, até parece que combinamos em não jogar assim os gatos pingados foram embora e a escola fico para a gente.

Combinamos de novo e dessa vez seria sem roupa, quando ele coloco aquela coisa mo meio da minha bundinha, que delicia, eu ainda não gozava, mas meu pau soltava uma baba e quanto mais excitado, mas melado ele ficava.

Terminamos e mais para o dia seguinte.

No dia seguinte estávamos nás lá, ninguém para nos ajudar ultima sala e finalmente rolo a penetração, ele me deixo ir primeiro já que era uma exigência minha, mas como eu ainda não sabia fazer, não deu em nada, mas ele sim mostro alguma experiência.

Cuspiu no pau, pediu para eu abaixar um pouco e foi empurrando aquilo dentro de mim.

Eu reclamava de muita dor e como realmente doía, até que finalmente a dor acabo e fico muito gostoso.

Era muito gostoso, muito mesmo, e ele fazia um barulho de gemer atrás de mim, até que derrepente paro, senti meu cuzinho mais molhado, ele saiu de trás de mim, nos arrumamos e saímos fora dali.

O resto do mês de julho foi assim, eu dando para ele todos os dia, meu cuzinho agora já acostumado, sentia sá prazer, eu não gostava dele, mas gostava de dar para ele.

Como as férias termino nossas oportunidades ficaram reduzidas mas isso é outra historia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xvideos minha matrasdo nu meu quato sexocontos comiminha primadava pra ver sua buceta,conto lesbicocontos erotico coroacasado comendo onovinhocontos eróticos sequestropai corno contosconto erótico dominando casada bravacontos eróticos cunhado retardadoincesto com a titia praser abesoluto contos encochada com vestido fino crentinhanua e corpo inteiro melado de margarinacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteHistórias eróticas verídicas tesão entre mâe e filha menina incestocontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosobuceta carnuda comtos de sexoPau na xana da prima conto eroticocontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoescontos eroticos dormindo incestoele era um lindo anjocontos tomei no cu gostosoeu de shortinho socado em casa contosfodacommeucunhadosua amiga eu vou pegar de tras pra frenreConto erotico tudo por meu filhoconto erotico calcinha neguinhofui dormir na casa do meu primo e ele acordou de pau duromeu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticoxporno ddespistandocontos mulher da na frente dos filhoscomi uma uma egua novinha contoContos punheta duplaMinha filha queria que eu dese a buceta pro na moradinho novo dela pra ela ver se eu aguentava 23 cm de rolaDei meu cuzinho para o papai contoscontos eroticos de rabo inocenteconto comi minha eguadois gay fudendo violentamentw/entre siagora sou viado dominado pelo machoah e. mist traSado no chuveirocontos oamigo do meu marido 2mulhe dane a buseta a primeira vezcontos eroticos arrombando a gordacoroa gostosa se arrumando namorada em Pouso Alegrecomi minha tia conto realistacontos eroticos um negro me arrombandoconto erotico, esposa, buceta alargadaMuller casada quer jumento para me ter nelacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteele comeu o meu cu e gosol na minha boca contos de novinhassou uma safada/contosconto praia de nudismo com a esposa continuaescrava do meu namorado contoSo sadomasoquismo com maridos ciumentos contos eroticosfudi a bundinha da juju com minha rola grande contoscontos eroticos irmão arrependidocontos picante com sogrocontos tia marta sua bundacomeu familia toda conto eroticocontos heroticos - brincando de pique escondemoreninho hetero marrento contocontos erotocos sogras velhaspenis torture alargando a uretracontos sem pudor com a menininhacomendo a deficiente contos eroticoscontos de coroa com novinhoporno tia x traindo o tiocomida pelo sobrinho contos eroticos arrombando a gordacontos filho fudendo com a maeconto eroticos minha irma de vestido rosaporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com eleContos de transas com dotadosContos eroticos com animaiswww.ver contos eroticos de mulheres de 29 anos tranzando com os seus vizinhos de 18 anos.comesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viado