Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

2ª TRAIÇÃO DE UMA NAMORADA SANTINHA

... fiquei deitada um pouco mais de tempo na minha cama com aquele homem que eu conhecia a poucos dias mexendo na minha xaninha, era mais ou menos 13:30 quando ele levantou e disse que tinha que voltar ao depásito, saiu do meu quarto com aquela coisa maravilhosa balançando por todo o apartamento até achar seu short na sala e sua cueca no banheiro, trouxe tudo para o quarto, vestiu na minha frente tomando cuidado de deixar a pica semi-rígida para guardar por ultimo e pediu pra mim fazer isso, aproximou-se da cama, me levantei permanecendo sentada peguei nela sentindo nessa hora um certo arrependimento botei tudo pra dentro e fechei o short ele pegou o garrafão vazio e se foi.

Fiquei pensando no que tinha feito e no meu namorado, mais me baseei no fato de meu namorado não reclamar de passar tanto tempo sem sexo, pois sei que isso para um homem é mais difícil de ser administrado, e tentei acreditar na hipátese de ele estar comendo outras bucetas por ai alem da minha, e me conformei pois agora estaria bem servida, tomei banho para continuar meu dia...

Os dias passaram normalmente e passava sempre pelos caras na esquina e percebi que tudo estava normal, pois como não pedi pra ele guardar segredo e sabendo como são homens achava que ele iria contar o que fez comigo e o que não fez para os outros, pensando nisso esperava ao menos olhares mais maliciosos e piadinhas, mais não ocorreu. No mínimo ele tinha ficado na dele para comer sozinho a minha sobremesa... Uns doze dias depois do ocorrido no primeiro conto a água voltou a acabar liguei práximo do meio dia pedi a água e fiquei dessa vez sá de calcinha e um topzinho, sabia que não precisava me exibir para ter aquela pica de novo mais sei que isso tornam as coisas mais excitantes, quando ele chegou fui abrir a porta e deixei ele entrar, perguntou se eu estava sozinha eu disse que sim, ou ele achava que eu ficava sá de calcinha em casa com visitas, ouvindo isso ele me pegou jogou no sofá e disse que se eu estava de calcinha esperando o entregador de água era porque eu queria rola e já foi me agarrando sem resistência minha e chupando meus peitos e boceta deitada no sofá, fez isso durante uns dez minutos e parou sem mais nem menos levantou e foi em direção do meu quarto fico deitada ainda quando pouco tempo depois ele aparece totalmente nu saindo pela porta da cozinha e pulando em cima de mim, a pica estava muito grande, peguei nela um pouco, fiquei de joelhos no chão com ele sentado no sofá e fiz o que mais sabia fazer com aquela pica, chupei.

Pouco tempo depois ele me puxa pra cima dele e fica chupando meus peitos, a essa altura o pau dele tocava minha xaninha de leve, mais a cada vez que isso acontecia devido aos puxões que ele dava me agarrando eu sentia um frio na espinha e lembrava q não sabia o que era uma pica dentro de mim a mais de um mês, e uma duvida cruel me consumiu e se eu desse pra ele e meu namorado percebesse já que era uma sexta feira e neste sábado ele viria me ver será que em um dia apenas minha bucetinha se recuperaria de levar aquele pau grosso? Mais continuei chupando e saboreando aquele pauzao enorme com gosto de mijo, o que me excitava e muito. Subtamente aquele pirocudo me tirou do pau e me puxou pro quarto me deixou de quatro na cama e pincelou minha xaninha pressionando cada vez mais forte minha entradinha, nessa hora ele conseguiu me enlouquecer e não pensei mais nas fodas folgadas que daria no dia seguinte com meu namorado apenas tirei minha bundinha do pau dele ates que eu me excitasse demais e deixasse ele me comer sem camizinha e pedi pra ele por uma e me comer logo que eu não aguentava mais, ele pegou na sua carteira uma camisinha com a embalagem bem velha, apesar de saber do perigo disso eu não quis nem saber pois tudo que eu queria naquele momento era ser arrombada por meu macho, não sei como descrever melhor mais qualquer namorada ou esposa santinha que nunca traiu não sabe o tesão que dá em sentir a pica de outro macho invadindo a buceta pela primeira vez, era muito bom e eu estava tão molhada que sá senti uma dorzinha como se ele estivesse me desvirginando quando a pica entrou pela primeira vez e me surpreendi ao saber o quanto minha xaninha era profunda pois aquela pica não tinha menos que vinte centímetros e seu corpo estava batendo no meu, e o melhor é que eu sá curtia as estocadas lentas e ritimadas dele, ele sabia como comer uma buceta, e me sentia uma verdadeira cachorra de estar se divertindo muito gostoso com outro macho menos de vinte e quatro horas antes de eu dar muito pro homem que eu amava.

Pensei pouco nisso e logo voltei a curtir aquela pica deliciosa na minha buceta e pedi pra ele foder mais rápido, queria muito gozar no pauzao dele, cansei de transar de quatro e pedi para ele parar, quando ele tirou a pica de mim eu senti uma sensação de vazio em mim, nessa hora senti que estaria no dia seguinte com toda certeza esfolada, e talvez nem conseguisse sentir prazer com meu namorado, mesmo assim queria mais e pedi pra ele deitar na cama, subi nele como montando num cavalinho e conduzi a pica que no momento era de minha propriedade pra dentro de minha xaninha me sentindo preenchida novamente, cavalguei feito uma maluca naquele pau, estava engatada e não conseguia parar de me movimentar na rolona dele, rebolei, mexi de cima pra baixo, me apoiei nele e deixei ele movimentar também e tudo que ele sabia dizer é que eu era gostosa, estávamos trepando a mais ou menos vinte minutos, e pensei em mudar de posição, sai de cima senti novamente um buraco dentro de mim e puxei ele de novo pela pica para a sala, queria que ele me comesse no sofá que meu namorado tanto gosta, na sala sentei ele no sofá e já estava abrindo minhas pernas para passar as minhas pelas dele e sentar de costas pra ele na minha rolona grande, quando eu segurei e botei a cabeçona dele na portinha de minha xana meu telefone toca no quarto, nessa hora... gelei, larguei a pica e pedi sá um minutinho que ia ver quem era, ao chegar no quarto senti uma pontada no peito ao ver o nome AMORZINHO no visor de meu telefone, peguei ele e corri pra sala pedindo desesperada pra meu macho não abrir a boca um minuto se quer que era meu namorado no telefone, ele disse para não se preocupar, fiz aquele gesto de por o dedo perto da boca para pedir silencio, ele apenas balançou a cabeça e atendi.

- Eu: Oi amor...

- Amor: Oi bb ta tudo certinho por ai?

- Eu: Sim meu amor esta tudo tranquilo, você vem mesmo amanha? Fiz essa pergunta morrendo de medo de ele pedir pra eu abrir o portão da rua dizendo que estava lá em baixo, querendo me fazer uma surpresa.

- Amor: Vou sim BB acabei de comprar as passagens, saio daqui de cinco da manha.

- Eu: Que bom meu amor estou ansiosa! Completei. Me virei e lembrei do que estava acontecendo no meu apartamento no momento em que eu estava falando com o homem que eu amava no telefone ao ver meu macho tentando me chamar a atenção com um braço balançando acima da cabeça e a mão do outro braço balançando aquela pica maravilhosa fazendo questão que eu falasse com meu namorado olhando para aquele monstro, mais logo me recuperei e continuei a falar.

- Amor: E ai BB como está minha bucetinha?

- Eu: Esperando você! Falei isso com uma dor enorme no peito, falei que minha buceta arregaçada de tanto levar rola de outro macho estava esperando ele chegar, nesse momento meu macho levantou do sofá e veio andando em minha direção e eu fiz de novo o gesto de pedir silencio, ele apenas balançou a cabeça concordando mais mesmo assim ficou na minha frente com aquela pica balançando e esfregando a cabeça melada na minha barriguinha como se estivesse comendo meu umbiguinho lentamente, que safada eu era, falando com meu namorado e deixando meu macho esfregar a pica em mim, o fato é que eu estava até curtindo a situação e fiquei ouvindo o que meu namorado tinha pra dizer olhando pra baixo e vendo a cabeça grande e rosa esfregando em mim e prestando atenção na gosminha que ele ia deixando por onde passava.

- Amor: Dani ta ai?

- Eu: Estou sim, falei com a voz muito rouca!

- Amor: Tá acontecendo alguma coisa BB?

No momento dessa pergunta a piroca não estava mais sendo esfregada na minha barriguinha porque eu estava pegando nela e sem duvida batendo uma punheta lenta e deliciosa nela, respirei fundo e respondi continuando a punheta.

- Eu: Está tudo bem sim amor, sá estou com um pouco de sono...calei e ele também, o único barulho que dava pra ouvir agora era o de pica grossa numa mãozinha sendo deslizada de cima pra baixo numa velocidade considerável, não sei se ele ouviu mais eu não estava em mim, aquela perversidade me dava um tezao enorme, ele apenas disse depois de todo o silencio...

- Amor: Estou vendo que tu esta com sono mesmo, nem fala nada... vai descansar um pouco que é melhor.

- Eu: Ta certo amor até amanhã! Desligamos!

Tive tempo apenas de parar de beter punheta no pau subir uma perna minha numa cadeira que estava práxima me virando de costas pra meu macho e trazendo a pica pra dentro de mim, o tesão era tanto que nem pensei na camisinha, queria era continuar a trepada maravilhosa que estava antes da ligação, até que derrepente ele disse que ia gozar, eu apenas disse como uma louca em meio a estocadas fortíssimas e barulhentas “goza”, ai ele disse “sem camisinha?”, no mesmo instante caina real e tirei minha bucetinha daquele pau, foi ai que percebi que tava sem camisinha, não liguei muito apenas não deixei gozar dentro, virei pra ele e continuei com uma punhetinha bem veloz, ele gozou muito no chão da sala melecou tudo, tirei tudo dele, apertando e deslizando ao mesmo tempo da base até a cabeçona trazendo o resto que fica dentro pra fora. Ele pediu pra tomar banho, tomamos juntos onde ainda bati mais uma punheta e chupei um pouco ele debaixo do chuveiro, e depois ele se vestiu e foi embora.

CONTINUA....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos mae anda nua na frente de amigos do marido e filhosminha mulher enrabada na boateNamorando a vizinha mais velha contosconto gay descabacei meu empregadocontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhoscontos eróticos de irmã e irmão, irma com mega bundaoconto erótico vestir roupa de menina sair na ruacontos velhas com novinhosque enganaram e comeram meu cu sem pena contosaaaaah. chupa minha bucetinha vai. isso. vou gozar na sua boca. me faz gozarcontos eroticos de incesto em roçacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegozando pelo cu contos eróticosJogadora Curradae foi assim que comeram minha esposacontos de velhos mamando seios bicudoscontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoescontos eróticos infânciacontos de surubas inesperadasMulher trepano so com caralhudosContos erotico cuzinho d m cunhadinha bianca casada dando a bunda ea buceta contos eroticoscoitado do meu cu contosContos gay primeira vezcontos de casadas liberadaSobrinho da Academia tia gordinha conto eroticocontos.virei travesti pela drogameu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machofiz ela chupa meu pau dormindocontos eroticos casada fudeno com negao eo marido vendocontos eroticos pivete semencontos encoxando viado busaocontos eróticos fazer oque a sogra me deu a bundarelatos arrombei a amiga da minha irmacoroas gostosas transando com meninos contos fatos reaisporno do irmao que fode a prima de 4minutodManinho me arrombou gostosogostosa acediou o massagista pornodando transito por ter medo de multada fudercunhada com previlegios pornscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteloucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaocontos cara comeu minha mulher devaga pra mim nao ver contosquero uma menina cabelos longos escuros deitada na piscinacontos eroticos meninafui criado para ser gay Contosxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhaO velho asqueroso quebrou meu cabaço e eu gozeicontos eróticos comi minha tia e minha prima minha prima tinha um colchão e uma buceta molhadinha e apertadinha contos mulher fode com vizinha e com a filha delacontos eróticos namorada de top lesscontos eroticos sexy romantico e gostosoConto minha filha so de fio dentalContos eróticos de rabudas casadasmulher com uma bu dando nda inmencavelho fogoso conto eroticocontos de coroa com novinhocontos de cunhadas tesudasenrabada pelo meu filho especialContos eroticos incesto com titias e crentescontos eroticos cadeiamolhadinha de tesao com pica dos animaisnua e corpo inteiro melado de margarinaencoxada em coroa em Jundiai conto realContos eroticos de marcela no hecontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaismoranade bct Grande batendo um pra amiga minhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duasContos ai no cuzinho naocontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhaContos eróticas de vizinha e pedreirocomtos arrobadaContos eroticos corno panacaContos eróticos de lésbicas transando na casa da amiga de muitos anosfudendo por um jumento contoscontos eróticos com mulher vizinhacontos eroticos com fotos mulher casada traindo corno gozada empresario chefetocu de proposito pornodoudoConto erotc gay e um abobinha