Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADOS E SAFADOS... COMO TUDO COMEÇOU!

Casados e safados... Como tudo começou!



Tarde chuvosa, procurava um lugar para estacionar perto, pois a chuva estava forte naquele instante, meu coração estava saindo pela boca... Estava ansiosa e ao mesmo tempo não sabia o que pensar; aquele momento era o que mais esperava, parecia uma adolescente que sente as pernas tremer, o coração acelerar, não imaginava o que estava por vir. Estava vindo do serviço, horário de almoço, estava atrasada. Sá pensava naquele corpo perfeito, ele deve ter mais ou menos 1,80m, coxas duras, corpo escultural, nenhum pêlo no corpo, pelo menos que fosse visto, tinha jeito e cara de safado, se você desse uma brecha era cantada na certa, nunca soube ao certo, mesmo hoje conhecendo ele há muito tempo, o que é para ele a mulher perfeita, porque parecia que sá o fato de ter um corpo bonitinho, ele se derretia, mas pode acreditar que muitas também faziam o mesmo por ele e parecia que eu não era diferente, sou loira, linda, sexy, atraente, comerciante nata, estava caída por ele, tanto que havia marcado aquela “bendita” avaliação. Quando consegui chegar já havia passado do meu horário, 19 minutos, já nem sabia se seria atendida; fui avisada que já tinha chego e que podia ir à sala, como vinha do trabalho, estava toda de social, salto alto, cabelos esvoaçantes, bem, estava linda! Entrei na sala, ele se virou me cumprimentou secamente, sentia uma adrenalina, que se ele colocasse a mão no meu coração iria perceber, ele estava com um short grudado no corpo, uma baby Look que ainda o deixava ainda mais sexy, sá fez um comentário: - atrasada, hein? Senti-me péssima, mas mesmo assim, continuei firme, ele simplesmente pediu, por favor, tire toda a roupa, eu fiquei vermelha, como assim?!? Mas ficarei de quê? Logo pensei, aí comentei:- estou de calcinha e sutiã; ele sorriu e disse: - esqueci de avisar que é feito de biquíni; faltou-me chão, mas ele continuou:- mas pode ser de lingerie mesmo, vamos porque não poderei demorar; simplesmente tirei minha roupa, ainda bem que estava com uma lingerie super sexy, quando ele se virou para mim, com a prancheta na mão, senti que algo nele mudou, acho que consegui surpreendê-lo com “tudo” aquilo que seus olhos viam, pois não tirou os de mim; com a fita foi medindo cada parte do corpo, começou por baixo, panturrilha, coxas, que sensação mais deliciosa, aquela mão deslizava sobre minha pele, não sabia se ele estava aproveitando ou se estava somente fazendo seu serviço, mesmo estando chovendo, era nítido meus seios arrepiados! Começou por baixo, a panturrilha, as coxas e aí subiu, mediu o quadril, mas disse que teria que baixar um pouco a calcinha para poder pegar as medidas exatas, depois a cintura, sentia sua respiração perto de mim, ofegante, assim como a minha, meu corpo a cada toque dele se arrepiava, foi quando ele pediu para eu desabotoar o sutiã porque não tinha como tirar as metidas, porque ele segurava os meus seios, que por sinal são lindos, mesmo assim ri e perguntei se era brincadeira, nesse momento ele não se conteve, disse que não, me segurou com uma força imensa contra o corpo dele e me beijou, ele mesmo tirou o sutiã, beijou meus seios, desceu chupou minha barriga, me beijou entre as coxas, nessa hora já estava sentindo toda molhada de tesão, pegou meus pés e chupou meus dedos, não conseguia segurar os meus sussurros, abaixei e peguei seu rosto e começamos a nos beijar, incontrolavelmente, que delícia, senti seu pau crescer no meu corpo sem roupa, somente de calcinha, achei que iria transar ali mesmo com ele, mas de repente o celular dele toca, a secretária avisa que a outra cliente dele já o aguardava e que ele não podia atrasar; isto foi como se tivesse tomado toda aquela chuva, que caia lá fora, ele pediu muitas desculpas, disse que se pudesse não sairia daquela sala, mas como não podia segurá-lo, me troquei, ele guardou os pertences da sala, despedi com um beijo delicioso e sai daquela sala, sentindo tudo, tesão, raiva, vontade de ter metido com ele, pirada por fazer tudo aquilo, mas sorri, estava feliz!!

Este foi mais uma das minhas estárias com ele. Mas ainda têm muitas outras!!

Bjo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos o dia que eu seduzi minha mae rabudaconto minha prima ficou cu arebentadoTitio me prostituiu pos amigos contos eroticosminha cunhada casada estava sozinha na noite em casa contosviajando com a sogra conto eroticocontos de coroa com novinhocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico fui no pagode e comi um travesticontos eroticos viadoconto comendo mães e filhasoitoanoscontosDei a xana escondida contoscontos de coroa com novinhocontos gay mamando coroacontos eroticos meu pai me seguiu ate o baile funkcontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotosvagina que contrai o peniscontos eroticos colo do filhocontos estorei o cu da minha empregada com pau exagerado de grossoAcordei com o cuzinho cheio de porra contosdei p meu genro contosou crente marido conto erotico amante paucontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhameu cachorro taradomulher botando a x*** para o cachorro lambercontos eroticos arrombando a gordaContos o caminhoneiro me chupou inteiraokinawa.ufa.ru conto erotico orgiascontos eroticos tia casada e sobrinhoContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossacontos de sogra gravida transandowww foto dexoxota areganhada. com brdava pra ver sua buceta,conto lesbicocontos eroticos coroa abusadamulher caucinha tirando xoti para fudewww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorconto erotico o sogrofala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestivoyeur de esposa conto eroticopono gay. de homens taxetacom minha filhinha novinha contos eróticoscontos eroticos diretora violentadacontos erotico fui pozar na casa da minha irma casada e comi seu cuzinhoConto erotico meu cachorro taradocontos eróticos fudendo na frente do maridoconto xota cu filhinhoporno doido mamadas terminando na bocscontoseroticosfuicornocantos eróticos fodedo as tetas da mamãehttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlContos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicoucumi a minha namorada chamada juliaconto espiando transa do tio"voce e muito corno"contos eroticos gay femeaesposa de corno cheinha de porra contocontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudorelatos comi o traveco na marraloirinha do cabelo cachiado se assustou com o tamanho da rola do cunhadocorno obrigado a chupar pica contocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos afilhadaconto eRotico os piralhoS m comeraocontos erotic quarto empregadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefui sodomizado por varios travestis conto eroticocontos sexuais titia e esposopediu pra ver a buçeta da aniginhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos orgia eu marido com as casais de amigos na chacaraconto meu amigo comer minha esposaencoxol com jatos de porraarromba esse cu contoscontos comendo a tia de fio dentalContos eroticos cofrinho esconde escondeMinha irma e minha sobrinha conto erotico