Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO COMEU MINHA EMPREGADA

Meu tio e minha empregada casada.

Trabalhava numa empresa publica de telecomunicações, quando recebi carta azul, apás a sua privatização, como tantos outros colegas, que ficaram na rua da amargura. Tinha um bom emprego, com salário razoável e um padrão de vida bem confortável, com casa prápria, carro e duas lojas alugadas, que rendiam um dinheiro extra para as despesas.

Fazia parte dessa vida a Carmen, minha mulher e meu filho, na época com quatro anos, e uma empregada, que cuidava da casa e do meu filho. Cristina era muito querida e gozava de toda a confiança nossa, inclusive do meu filho de quem gostava muito. Era casada, não tinha filhos, talvez por isso fosse tão apegada ao Danilo. Minha mulher chegava do trabalho as quatro e meia e logo a Tina ia embora, às cinco. Meu tio, morava no interior de Goiás e veio passar uma temporada conosco para tratar de uma enfermidade. Suas consultas, exames e fisioterapia pela manhã e à tarde livre, ficava vendo tv. Assim era a sua rotina. Ele tinha 39 anos e Tina vinte e dois.

Um dia não estava passando bem e resolvi vir mais cedo pra casa. Morava no Cruzeiro, cidade satélite de Brasília, e trabalhava no Setor Comercial Sul. O trânsito não era esse inferno que é hoje e logo estava em casa, por volta das três da tarde. Morava no quarto andar, um apartamento bem amplo de quatro quartos. Abri a porta da sala e entrei. Não encontrei meu tio na sala, deu uma meia hora, me dei conta de que também não vi a empregada. Levantei da cama onde tava descançando e fui vasculhar a casa. Ao chegar nos fundos, ouvi sons diferentes do habitual e me dirigir rumo à área de serviços. Os sons vinham do quartinho de empregada. Mesmo assim imaginei que fosse a Tina fazendo alguma coisa. O som era diferente, gemidos, então fui mais cauteloso. Olhei pela janelinha e estava a safada sentada na cama e meu tio com uma senhora rola fora da bermuda. Ela segurava naquele troço e agasalhava a cabeça na boca, já que não aguentava enfiar toda na garganta. Acho que devia medir uns vinte e cinco ou mais. Mal de família, pois o meu mesmo mais modesto mede vinte centímetro e é bem grosso. O coroa mantinha os olhos fechados e apenas balbuciava para a morena chupar mais rápido: “chupa, safada. Ta gostando da minha jeba, ne, sua putinha ordinária. Chupa que quero gozar na tua boca”. E realmente ela demonstrava um prazer intenso. Lambia e chupava. Mordia com os lábios e dizia pra ele gozar na boca dela, que ela queria sentir o sabor do leite goiano. Ele ainda perguntou o que o corno devia ta fazendo naquela hora e ela cinicamente respondeu que trabalhando pra comprar comida. Meu tio parece que não cansava nunca e mexia como se tivesse fudendo a boca da puta. Ela pediu pra ele parar pois não tava mais aguentando o cacete na boca. Ele mandou que ela virasse e ficasse de quatro na beira da cama e deu umas lambidas na bunda e na buceta escura da vadia e meteu de uma vez o cacete, arrancando um AI!!! Bem alto da casada adultera.

O cacete ia e vinha na xoxota dela e chegava a fazer barulho, também das batidas da barriga do tio na bunda da empregada. Ora ele aumentava o ritmo e depois parava e ficava bem lento, era quando ela gostava mais e emitia gemidos e palavrões, xingando o velho de safado, puto, cachorro, fodedor de casadas e tudo mais, e isso aumentava o tesão do tio e ele aumentava o ritmo novamente.

Mexe, vagabunda, queu vou gozar na tua buceta. Vai sentir mnha porra lá dentro, mexe..... vou gozar, safada.......ahhhhhh, to gozannndo, piranha safada.

E gozou dentro da buceta da Tina, e ainda sobrou pra derramar sobre suas costas

Ainda deu uma palmadas bem forte na bunda da morena e disse “ vai se limpar, minha putinha, que amanha tem mais”

Eu também sair de fininho e fui tomar um banho para abaixar o fogo que me queimava e daí pra frente passe a olhar a empregada com outros olhos. Ela morou conosco por mais de cinco anos. Nesse período não precisei de outra puta, pois tinha em casa duas.



Célio Abrantes



brasiliacornosclub@hotmail.com



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xvideo de prima bacado boquete comedo a o primo lcontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocontos eroticos arrombando a gordaConto sogra idosa sexo genroconto com prima casadacontos eroticos chatagiada a beber espermasCONTO COMI O CUZINHO DA VOVÓZINHAcontei para minha amiga que trai meu namorado e o namorado dela com seu amigos me comwramGozaram na calcinha na cerca contocontos eróticos deu na festa da famíliacontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2contos erotico pirocaomulher casada e evangelica dando o cu,contos sexeu humilho meu marido beijando com porracontos porno eu amo caga na picaContos eroticos tirei o cabaço da minha prima e da sua amigaconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babarvideos porno ti estrubus ti mininas novinhada coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusContos eróticos dei meu curso para um cavaloContos eroticls de quem é esaa bucetacontos eróticos bem apimentado de depravadocontos sogra chupou genrro traindo no carro na ruacontos eroticos vovôs com netosconto erotico pique escondechamo me samanta e ao escrever este conto estou com 19 anosrelatos reais ciumento casado corno aconteceu na praiapeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contocomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudoboquete sem lavar baixarcomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudocontos eróticos minha buceta pegando fogo i.piscandoconto com putinha novascontos eroticos prazer solitario homemencoxei e dedei minha sobrinhacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposavídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analhoje na feira Office transandoContos dois na minha mulhercontos eróticos esposa de 60anos com farra na camacontos fudi minha cunhada emplena lua de melgay "macho vagabunda" contobêbada deitada de bruços eu comi contos eróticosmadame currada no mato contoestrepi com bucetao inorme.comcontos eroticos gay problemas mentaisnao era pra gozar maninho to gravida conto eroticosai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridoConto erotico. Supositorioprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemcontos de lesbianismo que foi iniciada pela tia ao dormir com elaler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludasminha patroa chupou minha buceta orgia com ela e amigo contoscontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhacontos eróticos mulher casada que mora com seus pais chegar mais a capoeiracontos eróticos inversão bêbadocontos eroticos garotinhaContos fudendo elacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos sendo filmadaconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasmeu pai e meu filho me comen contosConto eu peguei meu genro me brechando no banhoas antigas Sophie travestis masturbando na salaContos eroticos virgem remexecontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosfui encoxada a forçaconto erotico trepei com meu primo engravideiContos eróticos minha mulher apanhandocontos fiz tesoura na minha irmanzinha pequenininha e foi gostozocontos eroticos cuidando o meu sobrinhotodos gozarao na minha bucetacontos gay negrinhoContos de sexo minha esposa deu a buceta pra os pirralhos