Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRAVESSURAS DE ESPOSA E MELHOR AMIGO

Oi pessoal, olha eu aqui de volta pra contar mais um pouquinho das travessuras minhas e de minha esposa. Bom todos já devem ter lido pelo menos um dos contos reais que enviei para este site, assim sendo sabem que sou casado com uma mulher branca, 30 anos bonita, alta, coxas grossas, bocetão enorme, cabelos longos e que adora uma boa rola.

Sou corno assumido dela, adoro vê-la com outro sá pra apreciar sua carinha de puta gemendo numa vara alheia. Bom como muitos já sabem dos outros contos, minha esposa já tranzou com o marido da prápria irmã e durante muitos anos, depois tranzou também com um grande amigo meu que chamarei de Zeca e atualmente ela está dando pro meu melhor amigo e que também é meu amante o nome dele é Marcio fictício é claro é moreno, peludo, pernas grossas e um cacete não muito grande, mas delicioso, como ele mesmo disse quem prova não consegue esquecer e é verdade por que eu provei durante quase um ano antes de permitir que ele fodesse minha gata e tanto eu como ela ficamos viciados no pau de Marcio, sua porra então hum, é uma delicia.

Estes dias tivemos mais uma aventura juntos, claro já tivemos várias, vou contar duas delas, há uns dois meses atrás Marcio veio passar o domingo em casa e antes dele chegar já combinei com minha esposa de vestir uma mini saia sem calcinha e se exibir bastante pra ele, sá pra excitá-lo e fazê-lo ficar morrendo de vontade meter nela, bom assim fizemos Marcio chegou e já deu de cara com Ana de blusinha e mini saia, deu uma boa encarada de cima a baixo nela e depois a cumprimentou, Marcio é muito descarado e não consegue disfarçar pra olhar pra uma mulher gostosa como Ana. Fiquei feliz com a secada que ele deu nela, pois sabia que o dia iria render. Pois bem na hora do almoço minha esposa enquanto comia passava a ponta do pé nas pernas de Marcio e ia subindo até seu pau por debaixo da mesa, Marcio apesar de safado é meio tímido e quase se engasgou com a comida, eu fingia que não sabia de nada o que estava acontecendo, mas estava de pau tinindo de duro. Depois do almoço fiquei um pouco na sala com Marcio assistindo TV depois me levantei com a desculpa de passar um café e deixei ele sá na sala, então dei um toque para minha esposa para que ela o provocasse, Ana muito safadinha e tarada que ficou na rola de Marcio não demorou muito e começou a andar pra lá e pra cá com sua mini saia, ela se abaixava e levantava na frente dele e segundo ela Marcio arregalava os olhos por entre as coxas de minha esposa, delicia isso, mas durante o dia ficou sá nisso, Marcio foi embora e minha esposa mandou uma mensagem em seu celular dizendo a ele que não deixasse de retornar a noite pois seria demais. Dito e feito a noite Marcio estava lá com sua cara de pau que eu conheço muito bem fingindo que não queria nada, mas doido de vontade de meter a rola na xana e no cu de minha esposa, combinei com Ana que fizesse companhia para Marcio na sala enquanto eu iria ajudar nosso filho no computador com um joguinho, vez ou outra eu ia à cozinha e via minha esposa quase sentada no colo de Marcio então dei um toque pra ela pra que agisse mais rápido antes de chegar alguém, Marcio logo percebeu o que queríamos e começou a rir me perguntando o que eu estava aprontando, eu disse que não estava aprontando nada e que eles eram adultos e sabiam muito bem o que queriam, mas que se fossem fazer algo que agissem rápido, pois mais tarde minha filha chegaria Marcio então ficou preocupado com nosso filho que ainda estava acordado, eu disse não se preocupe, fique no outro quarto com Ana que eu vigio o nosso filho, Marcio então agarrou Ana no meio da sala mesmo e começou a beijá-la bem gostoso, fico louco quando vejo dando esses amassos em minha gata, afinal já estive várias vezes entre aqueles braços fortes e peludos e sei o tesão que minha esposa deveria estar sentindo.

Ana tentou arrancar o pinto de Marcio da calça e ele a deteve e a puxou para o quarto tirando minha visão eu fiquei maluco, pois gosto, adoro vê-la metendo principalmente com ele e não podia ir até o quarto, pois meu filho estava acordado e eu tinha que vigiá-lo, é mole isso enquanto a esposa fode com seu melhor amigo você ter que ficar vigiando a porta sem poder nem assistir, tem que ser muito corno mesmo, mas adoro isso.

Pois bem fiquei uns cinco minutos com meu filho e não demorou ele dormiu, quase sai correndo pra ver o que estava acontecendo, chegando lá meu maxo predileto e gostoso estava de pé e minha esposa sentada na cama mamando em seu lindo cacete, ela até babava, Marcio havia abaixado a calça até os pés e erguido a camisa, sua barriga é linda e bem peluda, uma delicia, Ana levantou as pernas e Marcio passou o dedo em sua xana ficando surpreso ao ver que ela estava sem calçinha, e toda melada, então tirei o pau pra fora e dei pra minha cadela xupar, Marcio ficou preocupado com meu filho e eu disse que ele havia dormido, ele então tranquilizou e começou a socar o cacete quase inteiro na boca de nossa fêmea, Ana gemia com aquela vara na garganta e os dedos de Marcio na xana, então pedi a ela que ficasse de 4 pro meu amigo meter, ele não pensou duas vezes, foi por traz levantou a sainha de minha esposa e socou com força em sua xana que até babava, eu sei que até babava porque quando a gente tranza fantasiando a presença dele em nosso meio ela mesma faz questão de esfregar a xana em minha boca e dizer pra eu provar o quanto está melada e ainda fala que é sá de pensar no pau dele. Mario meteu por alguns minutos e começou fazer cara de goso então me aproximei dele e o beijei bem gostoso enquanto ele fodia minha nossa mulher ela xupava meu pau, pedi a ele que segurasse um pouco o goso e colocasse no rabo de Ana o que ele prontamente atendeu, Marcio tem um jeito nada comum de foder um cú, ele passa um pouquinho de saliva encaixa a cabeça da rola e dá uma estocada forte em duas estocadas o cacete dele ta todo dentro doa em quem doer, mas isso acabou sendo sua marca registrada comigo e minha esposa, pois me apaixonei por isso e ela também, claro como disse o pau dele não é muito grosso deve ter uns 5 cm de diâmetro, mas dái e é delicioso.

Na primeira estocada de Marcio Ana não aguentou e tirou o rabo fora, na segunda ele conseguiu segurar, mas não deixou mexer, pois doía muito, então pedi a ele pra me dar licença e lambi bem gostoso o rabo dela e o pau dele deixando liso, depois Marcio ainda deu uma cuspida no cu de minha esposa e socou seu cacete de uma vez sá no rabo dela, Ana adorou e aguentou ele inteiro lá dentro, ela me olhava com aquela carinha de puta, cadela no cio e mordia os lábios então soquei meu cacete em sua boca e voltei a beijar e acariciar nosso amante, afinal ali eu tenho mais direito que ela pois cheguei primeiro, como poderão conferir no outro conto, mas o tesão era demais, Marcio agarrou minha esposa pelas tetas e começou a socar forte em seu cú me beijando cada vez com mais gula então anunciou o gozo e encheu o cu dela de porra, nessa hora não aguentei e gozei um rio de esperma na boca da putinha, Ana também gosou gostoso mexendo o dedinho no grelo. Pronto nos recompomos e Marcio foi embora, tomamos um banho e fomos pra cama voltamos a tranzar e tentei foder o rabinho dela mas ela disse que não ia deixar, então eu disse que pro Marcio ela tinha dado sem reclamar, e a resposta foi: ele é ele. Além do mais não quero que a porra dele vaze do meu cú quero dormir com ela dentro de mim, fazer o que acabei gozando de novo e enchendo sua xana de porra.

Pois bem passado esse dia a umas duas semanas atrás estávamos em minha casa pra almoçar, pois eu e Marcio somos sácios no trabalho e na minha mulher, rs, delicia.

Decidimos não sair mais pra trabalhar na parte da tarde e tirar uma folguinha, Marcio sentou no sofá da sala e minha esposa estava deitada na cozinha devido ao calor, entrei em nosso quarto e de lá tinha uma boa visão de minha esposa cadelinha no cio, então fiz um sinal pra ela convidando-a pra metermos os 3 juntos e fez cara feia de quem não havia gostado, mas eu sei que era sá charme, pois não demorou 5 minutos e ela foi tomar uma ducha, então combinei com Marcio que quando minha esposa saísse do banho e fosse ao quarto se trocar era pra ele entrar lá e agarrá-la Marcio ficou meio assustado com a idéia, pois minha casa durante o dia tem bastante movimento de crianças por causa dos meus filhos, mas eles estavam brincando na rua e pra piorar eu tenho irmã que mora no mesmo quintal, mas eu disse a ele que ficasse tranquilo que eu vigiaria tudo pra ele meter nela sossegado, corno não heim, rs. Marcio então perguntou se ela não reagiria mal e eu o acalmei dizendo que ela não tinha nem um motivo pra estar tomando banho àquelas horas e que certamente estava com tesão também, disse a ele que ficasse tranquilo e que era sá chegar e esfregar o pau duro nas coxas dela que ela cedia. Meio receoso meu amigo concordou e assim que minha esposa saiu do banho e passou por nás enrolada sá em uma toalha eu dei sinal pra ele e ele foi atrás Ana fingiu se assustar com a presença de Marcio, mas passados 2 minutos entrei no quarto e eles estavam num beijo de cinema com Marcio abraçando Ana com uma mão e xupando a língua dela enquanto com a outra mão erguia a toalha e acariciava sua boceta, Ana por sua vez segurava com gosto o cacete do meu amigo e o punhetava gostoso. Marcio ficou preocupado de chegar alguém e mesmo de pau duro tive que deixá-los a sás no quarto e ir vigiar a porta enquanto meu amigo se aproveitava de minha esposa, vigiei um pouco, mas meu tesão falou mais alto e voltei ao quarto, Marcio já havia abaixado a calça e Ana sentada em nossa cama mamava gostoso o pau e o saco de Marcio, assisti um pouco e voltei pra fora pra vigiar afinal se chega alguém ali seria um grande escânda-lo, quando retornei ao quarto Marcio segura seu pau com uma mão e a cintura de minha esposa com a outra e socava forte por traz pra foder a xaninha dela, não aguentei de tesão vendo aquela cena, tirei meu pau pra fora e coloquei na boca de minha esposa, mas não pude ficar muito e deixei os dois metendo gostoso pra ficar vigiando e batendo punhenta, então tive a idéia de chamá-los pro banheiro, pois de lá eu poderia ficar perto, participar e vigiar ao mesmo tempo, pois tem visão pra rua, entramos no banheiro e Ana sentou-se no vaso sanitário e segurou os dois cacetes mamando um de cada vez, então segurei sua cabeça e empurrava de encontro ao pau de Marcio fazendo com que ela engolisse quase inteiro, ouvi barulho de crianças e sai do banheiro pro meu azar eles fecharam a porta e fiquei de fora sem poder assistir mas era minha irmã que tinha saído pra fora e estava estendendo roupa no varal então fiquei conversando um pouco com ela pra disfarçar enquanto Marcio fodia a boceta de minha esposa, depois Ana me contou que ele a colocou com as mãos no vaso e veio por traz socando de uma sá vez em sua cona, Marcio cadencio gostoso até encher a xana dela de porra, depois ficaram aguardando meu sinal pra saírem do banheiro, minha irmã entrou pra sua casa e bati na porta mas já era tarde pra mim eles haviam gosado gostoso sem que eu pudesse assistir, Marcio deitou-se no sofá pra descansar e Ana foi colocar sua roupa então a peguei e beijei gostoso a boca dela enquanto passava a mão em sua xana xeia de porra do nosso maxo quando a coloquei de 4 na cama pra meter ouvi barulho de gente chegando era a mãe e a irmã dela então fiquei na mão sem nem poder gozar, eu e Marcio meu amigo amante e sácio em tudo saímos pra tomar uma cerveja e comentar o assunto e deixamos as mulheres lá. E assim tem sido nossa vida, já fiz isso 3 vezes vigiar a casa enquanto ele mete nela gostoso, claro que tenho minhas compensações, pois às vezes saímos sá nás dois e procuramos um lugar gostoso e sossegado onde ele me fode gostoso e me faz beber toda sua porra deliciosa e já fez questão de me dizer que mesmo fodendo minha esposa não abre mão do meu rabo, as vez e quando chegamos em minha casa e não tem ninguém lá ele já vem com aquela carinha de pidão dele, então tomo um bom banho coloco um fio dental de minha esposa e xupo bem gostoso seu pau antes de sentir aquele cacete gostoso me varando o rabo, por essas e outras não tenho o menor ciúmes dele com minha esposa, pois sei que o que é meu ta guardado tanto com ela quanto com ele, depois escrevo mais ta muito longo, meu e-mail pra quem quiser trocar experiências é esse [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto esposa assediando garotomulher e homem dançando bem agarradinho e funk sensualcasada limpano porra do negao festa junina conto eróticorelato ocaseiro do sitio arrombou o cu da minha esposahomem de calcinha enrabadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos enquanto dormiaContos comcapataz ne  doce nanda contos eroticoscontos incestos eu comi minha vovócontos dona florinda chaves pau durocontos traidorarelatos arrombei a amiga da minha irmaSsssssss aaaaaaaiiiiiiiii gostoso gay transandonamorado domado contos eróticosgostosao aguenta doi pipinos no cúconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogrocontos de lesbica chupando a buceta eo cu da outracontos eroticos decornos amigosvideos porno mulheres da.bucetas muito gostosas dando para cachorro emgatar o no na buceta delaarromba contos incestocontos eróticos de mãe comendo cuzinho do filho mais novo inversão de papeisminha namorada ficando com.outro contocontos eroticos tive que dar pro homem da funerariatia sozinha e sobrinho contosum menino enrabou minha mulhertreepei na pica de meu avôzinhocontos erotikos moleke de menor comendo o cu da mulher casadaFilha babando pau do pai contoseroticosmãe não deixa filho fude.com ela.na.vuzinhaconto erótico enteada querendo dar po padrastotirando as pregas do cu da joyceliliane sabe quero seu cucontos eróticos mendigo no ônibuscontos de coroa com novinhomulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos de manha dava pro meu sogro e a noite pro meu maridomadrasta sedusida de manhacomendo a irmãzinha e a amiguinha dela contos eróticosconto erotico empregada negra escraviza patricinhaVem vem safado contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteporno tia dando bronca e caiu nas labia delecontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa delecontos eroticos de novinhos madrinhascontos fudedo mãe do meu chefecontos de tias sexycontos eroticos fazendo o bico dos seios dando de mamaresposa exibicionista praia contoscontos porno casadas o negrinho safadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemacho subjugado a chupar buceacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedei para meu genroContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebasdeixei minha esposa baixinha ser arregaçada e nao entrou tudo pau monstro do meu camarada contoscotos erotocos piscina casadaConto gozei dentro da lilianeconto duas irmas novatas e safadascontos/ morena com rabo fogosocontos homem casado chupa picq homem casadobuceta abertassa muito aberta gozadacontos/meu primeiro broche e fodacontoseroticos/maeiniciandofilhacontos eroticos traiçaocontos porno bunduda sogracontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhaconto erotico arrombei o travesti do baile funkminha esposa de shortinho na obra contocoroa se***** cagou no pau de Natáliacontos eróticos zoofilia meu primo comendo éguaConto erotico o cu da minha filhaarrombando o c* de modeladascontos eroticostio e sobrinhavídeos porno negras barriguda caida