Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANSFORMANDO MINHA ESPOSA NUMA PUTA PERFEITA

me casei com uma mulher bem mais jovem que eu,loira de apenas 20 anos,aproximadamente 1,75 de altura tipo falsa magra,porem muito bela de rosto,estilo ninfetinha.eu sou mais velho que ela 9 anos,ou seja é um vulcão na cama.

ambos viemos de uma criação evangélica,embora a mais de uma década que eu não a pratico.porem minha amada esposa nasceu e cresceu dentro da igreja,adorando e seguindo todas as leis da bíblia.

minha esposa,desde a época do namoro sempre foi muito travada em relação ao sexo,eu sempre tinha que tomar a iniciativa para termos uma relação e a coisa era sempre feita no escuro,pois era também muito envergonhada.

eu fui o único homem da vida dela,mas sempre perguntei se ela já havia tocado em outro pénis alem do meu,ela disse que o único que viu na vida ate o momento tinha sido justamente ele,eu já havia experimentado muitas mulheres,posso dizer que sou experiente.

o tempo foi passando e minha gata foi se entregando as minhas caricias e investidas,em menos de um ano de casado,minha esposa sá não fazia sexo anal,mas já era capaz de me presentar com boquetes de fazer qualquer um ir ao gozo,gozava no meu pinto com uma facilidade que me surpreendia e sempre queria mais,sá que com o tempo nossas fodas começaram a virar rotina,e devido ao meu trabalho,tive que me ausentar cada vez mais de casa a negácios,o que deixava minha esposa a flor da pele,quando eu chegava em casa,as vezes passava ate 60 dias fora,ela estava um vulcão,me aguardava sem calcinhas,a buça já encharcada,chegava mesmo a ficar apertada devido a falta de uso.

durante nossas transas eu perguntava se ela tinha me traído muito,ela dizia que não,no fundo eu sentia muito desejo que ela disse-se que sim,e ficava perguntando de novo,aquilo a irritava e nossa transa acabava ali mesmo.

ela saia chateada do quarto e ia chorar na sala.

o lance é que eu sempre fui traído em meus relacionamentos anteriores,algumas traiçoes aconteciam debaixo do meu nariz e eu nunca desconfiava,ate anos depois ficar sabendo.

comecei a gostar e a querer ser corno,mas como explicar isso a minha puritana esposa????

viva esse dilema,ate que uma vez,chegando de uma viajem que durou 30 dias,eu levei para jantar num restaurante caríssimo,escolhi ate a roupa que ela usaria,um vestido curto preto de seda uma sandália de dedo leve e uma calcinha minúscula e inteiramente transparente,essas roupas eu havia comprado pra ela numa dessas viagens.

ao sair na rua,o olhar dos homens para ela,chegou a me incomodar,ela estava visivelmente excitada,jantamos e fomos dar uma volta na praia,encostamos numa mureta e começamos a tirar um sarro,pus meu pau pra fora e ordenei que ela chupasse,ela me olhou com espanto e pra minha surpresa se ajoelhou e o engoliu centímetro por centímetro,me chupava com muita fome,como se aquele fosse o único pau do mundo,quando meu pénis já estava bem duro eu a levantei e a beijei,pude sentir o gosto salgado de meu caralho ainda fresco em sua boca gostosa e quente,passei a Mao por cima de sua bunda e apertei,ela parou de me beijar me olhou fundo e disse,você esta Tao gostoso hoje,passei meu dedo por dentro de seu vestido e encontrei uma boceta inteiramente molhada,tao molhada que ensopava as pernas,olhei para os lados e planejei enraba-la ali mesmo,mas o movimento de um guarda noturno que estava assistindo a tudo na penumbra nos fez desistir,então arrisquei,e convidei para ir pro motel???

pensei,pronto agora acabou tudo,mas ela aceitou,em menos de 19 minutos estávamos entrando em nosso quarto,pude ver nos olhos dela,que ela estava extasiada com aquele universo novo que se descortinava,o quarto cheio de espelhos a cama enorme,liguei o dimer e empurrei ela na cama,abri as pernas dela e ate hoje nunca vi uma boceta mais encharcada que aquela,chupei aquele morango vermelhinho empurrando meus 3 dedos na grutinha dela,ela sussurrava baixinho,eu disse que ela podia gritar,que ninguém ali iria ouvir,que não sentisse vergonha.

chupei minha jovem esposa ate a beira do orgasmo,quando senti que ela ia gozar,empurrei bem fundo meus 19 centímetros de rola no fundo daquela bucetinha loirinha,minha esposa sá soltou um gemido abafado e gozou,estoquei bem fundo e olhando no fundo dos olhos dela eu perguntei,você me traiu muito?ela respondeu rindo que não,nossos corpos já suados a boceta apertando meu pau mordendo pulsando muito forte,insisti e perguntei de novo,patrícia você me traiu muito?ela mais seria me respondeu,por que você fica perguntando isso?eu metendo mais forte disse por que quero ouvir que sim,ela então disse sim eu te trai com um negrão de pau maior e mais grosso que o seu,pronto.

soltei um urro abominável e pedi pra me chamar de corno,ela relutou,e eu gritei com ela,me chama de corno porra,fala que eu sou seu corno,fala?pra meu deleite minha esposa não falou,gritou,vem meu corninho mete bem fundo,vem meu corninho vem meu corninho,ai corninho.

esporrei quase um litro de leite quente e grosso dentro daquela putinha loira,a safada gozando muito ainda pediu mais.

gozei tão forte que tive que dar uma pausa ate me recuperar.

minha esposa começou a tocar uma punheta pra mim,tentando deixar meu pau duro novamente,mas eu me conheço e sabia que eu precisaria de mais tempo,acabamos dormindo abraçadinhos e quando eu acordei umas 3 horas depois minha esposa estava na cama com as pernas abertas e a boceta inchada e ainda escorrendo meu leite.

mas essa estoria fica pra práxima.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu me comeu aos anoscontos eróticos de negras dando a b*****mulher casada vira p*** no baile do carnaval só transa com homem do p********* e grosso para vídeosninfetinha com amiga dando sopa contos eroticos.Contos os velhos chupam melhor uma bucetafui arrombado contos gaysTravest litoral contoscontos sexo minha madrinha esposavídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandocontos eroticos comendo a tabata mulher do amigoele era cheirosinho conto gaymeu marido chamo o garçom do motel pra me fuderconto erotico sogra veridicof****** irmã mora nos peitos das gostosascontos eroticos arrombou meu cu no quintalesposa na praia de nudismo contoconto com a cunhadaConto porno criada na rola do avo dedi pequenameline mulata de sp casada metendo com porteiroMulherbrasileira ensinando a filha, meter contosmulheres nuas e cagando no cu da primameu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosa cunhada casada de saia nova contosmeteno grandes obigetos redondo na buçetamulheres de vitória es que praticam zôofiliacontoseroticosfuicornoConto eu peguei meu genro me brechando no banhocontos eróticos de gay comi o cu do filho do meu amigobuceta chupar elaelecontos transei com meu filho enquanto fingia dormircontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeuDeu o cu sem querer querendo contoconto comi a daianeComtos pai fodemdo filha e amigas delaaprendi dar o cu com meu genro contoscontos eroticos eu ea minha mulher gostamos de rolastiro saiu pela culatra contos eroticosContos erótico pombinha inchadaRoseli gemendo com pau na b*****contos eroticos sequestroconto erotico pra igreja sem calcinhaPULAVAAI XVIDEOcontos noiva dando o rabo pro patraocontos eroticos escrava sexual estupro brutalFilmei minha chupando estranhos na porta do carrodando o cu vigem e nao aguenta tica no cuzinho ele era um lindo anjoFilha babando pau do pai contoseroticosminha sogra/contodupla perfeita uma chupava meu pinto e a outra chupava meu cuCantos erótico minha irmã grito quando estava cumendo elavoyeur de esposa conto eroticovendi a buceta/contocontos de lesbicas babas  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  comendo cuzinho de elanycontos eróticos amigave amigocontos eroticos enrabei minha irma gostoza e casadaContos iniciano as garotinhascontos aniversario sogra gostosacoroa mulata conto eróticoCONTOS DO CAMIONEIRO DA PICA 32CMCONTOSPORNO.sapecaconto erótico com foto titio me rasgoucontos eróticos maputoContos velha gorda deu pro mendigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconvenci meu primo a me fuder bem novinha contosboquete gozada boca contorola gigante para meu maridoso um pouquinho contos eroticosporno produto gruda pinto na bucetanegra atola a rola e ela da pidoComendo a tiA PROXIMA CONTOSConto erótico filhinha querendo o pintão do papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteZoofila comi a mãe de meu amigocontos eróticos estupro concedidoConto gay viagem onibus longa