Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMIDA E ARROMBADA PELO CASEIRO DO SITIO2

Olá pessoal demorei, mas voltei, pois recebi mais de 1.600 e-mails pedindo pra eu contar a segunda parte desse meu caso que me aconteceu no sitio da minha tia.

Bom vamos lá, hoje dia 21 de setembro de 2007 escrevendo essa segunda parte, já to todo aceso de tesão, pois sá de lembrar me da um treco muito bom, vamos lá...

Depois que o rapaz novinho me comeu quando eu voltava para a casa do sitio, depois de eu ter levado uma surra de pica do negão que é caseiro lá, fui direto pro quarto tomar banho, fiquei quase uma hora debaixo do chuveiro, pois eu estava mesmo precisando de um mundaréu de água quente no meu corpo, acabei e fui dormir. No dia seguinte acordei as duas e vinte da tarde ouvindo uma conversa alta de dois homens lá fora, eles contavam piadas e riam alto, acho que de propásito pra me acordar mesmo. Sai na janela do andar de cima no quarto que eu estava e eles me viram e já passaram a mão no pau por cima da calça deles, confesso que mesmo com meu cuzinho dolorido já me deu tesão rápido, aquilo já mexeu com a minha cabeça e o tesão começou a tomar conta de todo meu corpo, então eu disse: BOM DIA... e eles responderam: BOM DIA VAI FICAR QUANDO AGENTE COMER NOVAMENTE ESSE SEU CUZINHO DELICIOSO GOSTOSA, SAFADA, VEM AQUI CHUPAR NOSSAS ROLAS VEM, PIRANHA, VAMOS ARREGAÇAR SEU CUZINHO, VAMOS COMER SUA BUNDINHA DE UMA MANEIRA QUE VOCE NÃO VAI MAIS ESQUECER...,nossa aquilo me deu um fogão que eu disse rápido; DEIXA EU TOMAR UM BANHO QUE JÁ DEÇO PRA SALA PRA VOCES FAZEREM O QUE QUISER COMIGO TA? eles na hora foram pra sala esperar.

Tomei um banho gostoso, me enxuguei, passei creme hidratante no meu corpo todo, fui no guarda roupa da minha prima, escolhi um tanguinha fio dental amarelinha, ficou enterradinha no meu reguinho, um tamanquinho branquinho de salto alto que ela tinha lá, uma mini-saia de lycra branquinha, um topzinho branquinho que deixava minha barriguinha aparecendo, passei um batom rosinha nos lábios, passei lápis nos olhos, penteei meus cabelos de um modo mais feminino, são curtos, mas consegui, coloquei um par de brincos de pressão que ela tinha lá, passei um esmalte rosinha nas unhas e quando me olhei toda no espelho nem acreditei na transformação, eu estava uma menina tesudinha, aquilo me fez sentir mulher, muito feminina, então desci.

Quando comecei a descer as escadas os dois já estavam totalmente pelados, com as rolas duríssimas, punhetando e me olhando, então começaram a dizer: SSSSSSSSS...OLHA QUE TESÃOZINHO...QUE DELICIA...QUE GOSTOSA...É HOJE QUE MORRO DE GOZAR...SSSSS...VOU TE COMER TODINHA SAFADINHA... aquilo sá me deixava com mais tesão, fiz questão de descer bem devagar as escadas sá pra me comerem com os olhos primeiro. Quando desci fui chegando perto dos dois e eles logo me abraçaram, um por frente e o outro por trás, o caseiro já foi por trás e começou a passar suas mãos pela minha bundinha e esfregar sua rola na entrada do meu cuzinho, o outro foi pela frente, levantando o topzinho e chupando meus peitinhos enquanto colocava sua rola na minha mão. Aquilo me acendia cada vez mais, o caseiro começou a mordiscar minha nuca esfregando sua rolona na minha bundinha, no meu cuzinho, aquilo já estava demais pra mim, eu já dava sinas de gemidos baixinhos, o da frente chupava meus peitinhos com força e com a outra mão tentava enfiar seus dedos no meu cuzinho que há essa hora já estava molhadinho pela rolona do caseiro de tanto esfrega-la nele. Aquilo realmente já estava me deixando num fogo louco, foi quando eu não aguentei mais e abaixei e comecei a chupar as duas rolas, uma hora a do caseiro, imensa, muito grossa e dura, a outra rola, do rapaz de 20 anos que era menor que a do caseiro, mas grossa também, chupei cada uma com muita vontade e dedicação, eles gemiam, passavam a mão na minha cabeça, tentavam enfiar mais a rola na minha boca, eu então decidi tentar engolir pelo menos uma vez cada uma delas, coloquei a do caseiro na boca e fui forçando a cabeçona pela minha garganta e começou a entrar, prendi o ar é claro, consegui faze-la ir mais pra dentro, mas não deu pra por tudo, tirei logo, era muito grossa, doeu minha garganta, ai fui pra outra rola, essa eu consegui engolir todinha mesmo sendo grossa também, engoli ela toda, até eu encostar minha boca nos pelos pubianos dele, mas tirei logo também, ai eles foram à loucura, me levantaram, subiram todinha a mini-saia de lycra e disseram fica assim, não tira nada de roupa;, Colocaram-me de quatro no sofá, o caseiro deu a volta e colocou a rolona na minha boca novamente pra ser chupada, o outro foi por trás de mim, puxou minha tanguinha amarelinha para o lado e começou a meter a língua no meu cuzinho e a chupa-lo como se fosse uma buceta, aquilo me arrancou gemidos altos, eu gemia alto mesmo, pois o tesão era imenso, eu já não controlava mais e o caseiro entupia os meus gemidos socando sua rolona na minha boca, aquilo me acendia mais ainda, eu sentia a língua do outro entrando e saindo do meu cuzinho, quem já passou por isso sabe o quanto é bom, o caseiro dizia: CHUPA ESSA ROLONA SUA PUTINHA SAFADA, GEME NA LINGUA DO OUTRO TEU MACHO VAGABUNDA...ENQUANTO ISSO CHUPA ESSA MINHA ROLONA...SAFADA...PIRANHA...VOCE GOSTA DE ROLA NÉ? .AGORA VOCE TEM DUAS PRA SE ACABAR..., aquilo me deixou maluca, eu me sentia toda mulher, como é gostoso ser mulher de machos que metem bem, adoro ser a fêmea de uma macho roludo, que sabe dar um trato antes de meter gostoso. Bom, eu não aguentei mais e pedi pra o rapaz colocar a rola dele toda dentro de mim, ele então nem esperou eu pedir duas vezes e colocou a rolona na entradinha do meu cuzinho e foi enfiando devagar, aquilo me deixou maluca, forcei minha bundinha pra trás e senti ela entrar todinha, ele então começou a bombar com força enquanto dizia: TOMA SAFADA...VOCE QUER ROLA?...SENTE ESSA TODINHA DENTRO DE VOCE...TOMA SAFADA...GEME NA MINHA ROLA...GEME SAFADA...SSSSSSS..., eu gemia e chupava a rolona do caseiro ao mesmo tempo, sentir aquela rola me comendo estava sendo muito bom, eu tava adorando, ele me comeu por uns 19 minutos, foi então que o caseiro falou: AGORA É MINHA VEZ, eles então trocaram de lugar, comecei a chupar a rola do outro que estava me comendo e senti o caseiro encostar sua rola na entrada do meu cuzinho e enfiar de uma vez...ai...aquilo foi mágico, meu cuzinho estava amaciado, mas mesmo assim senti a grossura da rolona do caseiro, entrou me dando um frisson louco, gozei na hora sem nem tocar no meu pau, meu tesão aumentou, e ele começou a bombar macio, com cuidado pra não me machucar, meteu gostoso, me comendo com vontade e cuidado, como meu pau estava preso dento da tanguinha, quando gozei minha porra se espalhou de uma maneira que parecia que eu tinha um buceta ali na hora e isso deixou o negão com mais vontade e então me segurou pela cintura e começou a bombar forte me deixando louca, alucinada. Maluca, eu comecei a gritar de tesão e dizer: METE...METE MEU NEGÃO GOSTOSO...COME ESSA SUA PUTINHA VAI...COME...ME ARROMBA TODA...ME ARREGAÇA GOSTOSO...AAAAAAIIIIIIII...ME COME...COME MINHA BUNDINHA QUE É SUA AGORA...COME...AAAAIIIIIIIIII...SSSSSSSS...ME FODE...SOU SUA AGORA..., ele parece que ficou maluco e começou a meter forte, o outro socou a rolona mais fundo ainda na minha boca e começou a meter como se fosse uma buceta me segurando pela cabeça, eu gemia com uma rola na boca e outra no cu, que delicia, eu estava maluca de tesão, então o caseiro disse para o outro: VEM CÁ, VAMOS SOCAR AS DUAS ROLA NESSA BUNDINHA LOUCA..., aquilo me gelou, pois as duas rolas eram grossas, principalmente a do caseiro, então o caseiro sentou quase deitado no sofá com as pernas pra fora dele e me fez sentar na rolona dele de frente pra ele, quando sentei que a rola dele entrou quase toda o outro veio por trás e começou a forçar a cabeça da sua rola pra entrar também no meu cuzinho, aquilo doía um pouco, ele tentava e não dava, ai falei pra ele colocar mais saliva no meu cuzinho e na rola dele, fizemos isso por uns dez minutos, ai ele tentou de novo e a cabeçona foi entrando, começou também um certa dor, não muito forte, mas doía muito, até que a cabeça passou e ele deslizou pra dentro, ai com o vai e vem devagar a dor foi sumindo e o tesão triplicando, quando começaram a bombar juntos eu não aguentei mais e comecei a geme r alto, a gritar de tesão, imaginem duas rolas enormes socadas dentro do meu cuzinho, eles então começaram a bombar rápido e forte e o tesão aumentando, ficaram uns quinze minutos assim na dupla penetração em mim até que eu não aguentei mais e comecei a gozar, gozei muito, enquanto eu estava gozando eles começaram a gozar juntos e gemeram alto, muito alto, naquela hora era sá gemido de todos os lados, eu senti os jatos de porra dentro de mim, gozamos tanto que não tínhamos forças pra levantar, o outro rapaz desabou por cima de mim, eu fiquei prensada entre o caseiro e ele, as rolas ainda meio duras dentro do meu cuzinho. Quando conseguimos restabelecer as forças, eles tiraram as rolas de dentro de mim, levantamos e fomos todos tomar banho no banheiro de cima do quarto, entrei primeiro, logo o caseiro entrou, começou a se ensaboar e a lavar o pauzão, eu comecei a usar o chuveirinho pra lavar meu cuzinho cheio de porra, pois escorria muita porra pelas minhas coxas, quando acabei, ele se enxaguou, me fez abaixar e a chupar sua rola novamente, enquanto isso o outro foi entrando e tomando banho, eu chupava com vontade aquela rolona, logo ela endureceu, ele então me pegou no colo, me levou pra cama de casal no quarto da minha tia, me deitou na posição de frango assado, chupou meu cuzinho, lambuzou com bastante saliva e foi metendo devagar, que delicia que estava aquilo, ele começou a me comer muito gostoso, eu sentindo aquela rolona entrando e saindo de mim, eu sendo arrombada por aquele homem delicioso, gostoso, me senti a melhor das mulheres naquela hora, adoro dar o cu, faço com e por muito prazer, adoro ser mulher de macho gostoso, enquanto o caseiro me comia, o outro foi chegando, ainda molhado, e foi colocando sua rola na minha boca e eu comecei a chupar com vontade, estava bom demais. O caseiro então tirou sua rola, deitou na cama com a rolona pra cima, me pediu pra sentar nela de costa pra ele, sentei nela até sentir ela quase toda dentro de mim, já que ela era muito comprida, ai fui me deitando no seu peito, o outro então salivou muito sua rola e o meu cuzinho, colocou a cabeça novamente na entrada e começou a forçar e dessa vez entrou rápido, com mais facilidade e lá estava eu novamente com as duas rolonas enterradas no meu cuzinho que há essa hora era cuzão já...,sentir as duas rola dentro de mim estava muito bom, o máximo de tudo, eu delirava de tesão, ele diziam então: VOCE É A PUTINHA MAIS GOSTOSA QUE JÁ COMEMOS, VOCE É UM TESÃO, SAFADINHA...SENTE AS DUAS ROLAS ATOLADAS NO SEU CUZINHO SENTE..., aquilo me deixava louca, quanto mais me comiam mais eu queria ser comida, ficamos ali, com eles me fudendo por uns vinte minutos, foi quando o caseiro tirou de dentro de mim e veio com sua rolona na minha boca e começou a gozar na minha boca e eu bebi toda a porra que ele gozou, chupei seu pauzão até ficar mole e limpinho, ele então foi tomar outro banho enquanto o outro ficou lá comigo, me colocando de ladinho, levantando minha perna esquerda e por trás de mim começou a meter novamente e rápido aquilo me acendeu mais, pois essa é uma das posições que eu mais gosto, então não aquentei e comecei a gozar e ele logo em seguida que gozei, tirou sua rolona de dentro do meu cuzinho, se levantou, colocou sua rola na minha boca e começou a meter como se fosse meu cuzinho de novo e começou então a gozar, como não deu pra tirar e eu nem queria mesmo, engoli toda sua porra também, todinha, não deixei nenhuma gota escapar, chupei até sua rola amolecer também, deixei ela limpinha, ele se levantou e foi tomar banho, eu esperei eles terminarem, saírem então fui tomar um merecido banho. Durante todos os dias que fiquei por lá, fui comida por eles no sofá, no banheiro, na estrada dentro do sitio, no curral, na casa do caseiro, em cima da mesa da sala da minha tia, na chuva, na porteira de entrada e na cozinha na pia. No ultimo dia, sem eu saber de nada, enquanto eles me comiam no bosque, na mesa de concreto, apareceram mais cinco rapazes lá da região, eles haviam combinado isso e não me avisaram pra saber se eu concordava, mas nem precisava na verdade, pois foi tanta rola que levei, principalmente duas rolas de uma vez no cu que sai de lá super satisfeita, bebi muita porra de todas a rolas e eram rolas muito grossas mesmo, achei o mapa da mina, adorei, fiquei com o cuzinho dolorido uma semana ou mais, estou prestes a voltar lá, vou na práxima viagem da minha tia que será logo, já estou me preparando. Se você gostou dessa continuação do meu conto e se você é de Pouso Alegre, Cachoeira de Minas, Santa Rita do Sapucaí, Conceição dos Ouros ou outra cidade de Minas Gerais e quer uma pessoa assim como eu, pois adoro ser a mulher de um macho, adoro ser a fêmea de uma macho gostoso, carinhoso, que queira me tratar como mulher, prometo que te darei prazer que você nunca mais esquecerá, sá quero ser sua putinha e gozar muito, me escreve ta? Manda um numero de telefone que te retorno, sou muito discreto, não sou afeminado, sá sou putinha entre quatro paredes ou em algum lugar que esteja sem ninguém ou deserto, não pego no pé, não atrapalho a vida de ninguém nem quero que atrapalhem a minha, adoro dar o cuzinho, adoro chupar rola, engolir ela toda, adoro que gozem na minha boca, adoro ser bem feminina pra você, me escreve ta? Votem nesse meu conto por favor, meu e-mail é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos dando o cu mais que xuxuEliana: é meu vizinho que quer comer meu cucontos eroticos já nasci putinhacontos eroticos o garotinho e os caralhudoscontos erotco tirando caboso do filhotrai meu marido na hora do futebol dos contosConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazerconto erotico tia rita taradaContos eroticos currada no onibus de fio dentalsubi a saia da e comi minha empregada vadiatravesti leiteira contos eróticosporno gay conos erotico iaento tio e sobrinhoSoquei muito nela e ela pediu mais contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu metendo no cu do meusobrinho novinhoConto erótico filha putinhaminha cunhada casada estava sozinha na noite em casa contoscontos eroticos diretores de escola chantageando novinhas virgensconto erotico o negro e a enteadaenso botar po para mulher do corno contoscontos eroticos de pau gigante arregassando bucetavídeo pornô mulher casada fica cheia de tesão com a venda em Jarinuminha irma casada contoscontos eróticos novinhona festa funk hetero pauzudo conto gaycontos negao limpando quintal da casadana quarta feira de cinzas contos de sexocalcinhas sujas contos eroticos da tia safadaSe a mulher fica engatada com o ccao quanto tempo ela pode ficar grudadacontos erótico comi minha irmã casada gostosamelhores contos de zoofilia de ituporno home gozando forddecontos eroticos fui comida feito puta e chingadaputinha desde de novinha cristine contos eroticoscontos eróticos encoxandando minha madrastra gostosaContos eroticos reais familia felizconto levei um comedor pra minha esposacontos fui arrombada e esporradacontos eroticos menage femininopapai me come porfavor contos eroticosconto erótico Amor proibido!!!! Amor Materno!!! contos eróticos fudendo na frente do maridocontos eróticos de lesbicas na piscinaconto erotico: meu desejoconto prima casada evangelivamete mete contocontos eroticos de padrinhos com virgensvideo de ninfeta branqui.ha magra no sexo anal de quatrono colinho contos eróticoscomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhosesposa amiga escrava conto eroticorelatos eroticosde portuguesas de noVinhas Enchi a buceta da sogra de.porra contosubrinha doidinha para dar o cuzinho contosarrombada no rodeio comtosmorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemcrente usando calcinha furadafotos e imagem de cuzinho irma contosConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazercontos eroticos bv e virgindadeconto banho com a namorada na academiauma travesti usou camisinha colocou na boca da mulher no filme pornô buceta carnuda comtos de sexo lesbicas conto erotico. sobrinha mulatinhacontos de coroa com novinhoContos eroticos a vizinha feiavidios de mendingos dando o cu por drogascontos eroticos porno de pirralhas inocentescontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosdindinho comeu meu cuzinhopeitinhocontosmulher gostosa arrumando biquini em um deckreal conto cunhadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdo