Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SENDO POSSUIDO POR UM VERDADEIRO MACHO

Meu nome é Vitor, sou de Vitária-ES, casado, tenho 44 anos e comecei a ter desejos há alguns anos... comecei a imaginar como um seria um homem me possuindo, comendo meu cú como se fosse uma buceta, como fazemos com as mulheres, sei que a maioria das mulheres odeiam sexo anal, mas na buceta elas adoram. Quando adolescente, um tio sarrou minha bunda com seu pau e na época não houve penetração pois era novo e fiquei muito nervoso e fugi. Me casei e o ocorrido sá alimentou meu desejo. Decidi que havia de experimentar e coloquei um anuncio explicando o que eu queria... um cara casado, safado na cama e com desejo de fazer de um homem a sua mulher. Recebi muitas cartas, todas elas numa caixa postal de um correio práximo. Comecei a Ler uma por uma e me decidi por uma por morar distante da minha cidade, 30 anos, 2 filhos e na sua carta havia um contato de telefone. Liguei no mesmo dia e constatei ser uma pessoa seria e com os mesmos receios que eu e que gostaria de curtir um cara e fazer dele sua fêmea. Contei então a minha fantasia: sentir-me como se fosse uma mulher, sendo possuído por um macho, sentir a porra dele dentro de mim, na minha boca, mas tudo isto sem qualquer brutalidade e com muito respeito. Conversamos um pouco mais e fomos sabendo um pouco da vida de cada um. Isso foi em Janeiro de 2005. Continuamos a manter contato até sentirmos confiança um no outro. Em Junho marcamos o dia para a gente se conhecer num local movimentado longe de nossas casas e ele chegou: um homem pardo, bonito, corpo em forma, 1,75 de altura e uns 70 kilos. Conversarmos muito e decidimos marcar pro dia que viesse a capital num motel por ser mais seguro e tranquilo e lá poderíamos passar a realizar nossos desejos. As 19 hs do dia e local combinado fomos a um motel distante e lá tomamos uma bebida pra relaxar um pouco. Eu estava muito tenso e ele sempre procurando me acalmar me transmitindo segurança. Tomei um banho separadamente e antes de sair, coloquei uma calcinha minúscula vermelha e me perfumei todo. Vesti um roupão e fui para o quarto. Ele foi em seguida e quando voltou fiquei admirando o seu corpo sob o roupão. Tinha um corpo normal, com poucos pelos negros no corpo, um corpo bonito e bronzeado. Deitou-se ao meu lado e ali ficamos conversando um pouco e assistindo tv. As luzes estavam apagadas e sá a tv ficou ligada iluminando o quarto. Sua mão então tocou em meu rosto e aos poucos foi abrindo meu roupão expondo meu corpo com a calcinha. Ficou ali me tocando passando suas mãos no meu cabelo e carinhosamente me chamou de sua menina. Toquei na sua cueca sob o roupão e sinto algo grande e duro, imenso mesmo. Virou-me de costas e beijou minhas costas e pondo minha calcinha de lado, foi beijando minha bunda com carinho passando a língua no meu anus me causando arrepios. Senti seu corpo deitar sobre o meu e senti seu pau imenso tocando minha bunda. Me virei e ele então deitou de barriga pra cima e meio sem jeito, toquei seu peito com poucos pelos, e fui até seu pau sobre a cueca que já não estava dentro da cueca tal volume que deveria ter uns 24 cms, grosso e reto. Retirei a cueca e passei a chupar seu pau que mal entrava em minha boca. Chupei muito e ainda sem jeito. Ele me virou de bruços, e começou a lamber-me o cuzinho novamente... era muito bom, e com os seus dedos ficou explorando meu anus e depois começou a enfiar um dedo lubrificado com saliva, depois dois para alargar meu anus. Perguntou se eu realmente queria aquilo e eu apenas afirmei com a cabeça... senti uma cabeça do seu pau encostar e nada de entrar. Foi até sua calça e pegou um tudo e lentamente foi colocando aquilo no meu anus me lubrificando. Ele me disse ser um gel lubrificante e anestésico para que eu não sentisse tanta dor e em seguida foi tentando me penetrar. A principio foi difícil e senti a cabeça do pau imenso passando pelo meu anel causando uma dor violenta, mas foi passando e me penetrou com calma. Parou uns instantes para que me acostumasse e ja não sentia tanta dor. Sentia entrar cada centímetro do cacete grosso, ele agarrava-me com força de forma a controlar os movimentos... começou devagar e foi acelerando a velocidade de penetração enterrando cada vez mais fundo. Por vezes ia tão fundo que sentia um pouco de desconforto, mas estava adorando. Tinha um homem me possuindo pela primeira vez, me beijando as costas e dizendo o quanto o meu cuzinho era gostoso, quente e úmido, que nunca havia sentido nada igual, e eu apenas gemia de um prazer nunca sentido... um macho em meu interior, no meu rabo indo cada vez mais rápido, sentia a respiração dele ofegante no meu pescoço e dava-me beijos no pescoço... depois começou a socar com mais força, percebi que ele ia gozar... foi então que senti que ele ia gozar dentro de mim... pedi a ele que colocasse uma camisinha, mas ele disse que queria assim e por sermos casados e sem experiencias homo poderíamos ficar tranquilo disendo que era doador de sangue e que confiasse nele. Continuou a meter forte, meu cu ardia muito, mas o prazer tomou conta de mim e ele começou a gemer alto e ai senti dentro de mim algo quente jorrando e enchendo-me... aquele macho bem dotado, também gozava muito e pá fim senti a porra dele dentro. Apesar de ter gozado, ele permanecia dentro e mim e seu pau não abaixava. Ficou imável e perguntou se podia ficar dentro de mim. Virou me de lado e começou novamente a me possuir e sentia o seu gozo vazando do meu anus dolorido. Começou a me acariciar, tocar meu pau, fazer carinhos, dizendo que gostaria de repetir novamente, que o prazer era grande. Começou a gemer novamente, me possuindo com força e nisso acabei gozando e ele gozou fartamente me deixando cheio de esperma. Aos poucos seu pau amoleceu e saiu de mim me deixando um vazio e escorria muita porra e um pouco de sangue de dentro de mim. Tomamos um banho e ele me lavou com cuidado como se fosse uma mulher, dedicando mais tempo em minha bunda que ardia um pouco. Fomos ao quarto e deitamos com ele abraçado a mim de costas para ele e adormecemos de cansaço. No meio do meu sono sinto sua mão na minha bunda e seu pau duríssimo tentando me possuir de novo. Eu estava dolorido com a penetração e ele então pegou o lubrificante anestésico e forçou a penetração entrando mais facil. Dizia que minha bunda era gostosa, melhor da sua mulher, que ele era meu macho e eu sua fêmea, que iria me deixar deixar cheio de porra como fazia com ela. Gozou novamente e me pediu pra chupar o pau dele todo esporrado e sentir o gosto de sua porra na minha boca. Passei a chupar seu pau com gosto da sua porra e pra minha surpresa ele gozou novamente e ele segurando minha cabeça acabei engolindo parte da porra. O gosto era estranho, meio doce e salgado. Transamos mais uma vez naquela noite quando ele me possuiu de quatro, gozando dentro de mim de novo e novamente tornei a sentir o calor e os jatos de porra quente dentro de mim, enchendo-me mais uma vez e disse que era pra ficar com a porra dele dentro e somente em casa poderia me lavar. Estava todo ardido mas satisfeito. Meu anus estava bastante dilatado e dolorido. Fomos embora e nos tornamos amigos. Isso tudo se repetiu por alguns meses e sempre era intenso e com o passar do tempo meu anus ficou largo e acostumado ao tamanho de seu pau. Começamos a fantasiar mais e ele sempre me trazia peças femininas, calcinhas e babydoll. Nossos encontros foram ficando difíceis pois alem da escala de trabalho, sua mulher estava doente e ele precisava cuidar dela. Preferi me afastar e deixar que ele cuidasse da esposa e hoje apenas mantemos contatos. Ele diz que quer me ver novamente, mas a distancia e a situação não ajudam. Sinto falta dele.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


bucetinha piquinininha de adolecente pretinha escorrendo arregacadaconto eroticos comendo a irma de perna quebradaconto minha mae rabuda e eu meu paicontos eróticos lanchaDeusa mulata levando pica branca na bucetaminha cunhada quis que eu a visse nuacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erótico de sequestradoresConto erotico casado asuata com pau grande do amigo de futeboumama direito vadia csralhocontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhacontos não resisti ao cacetaocontos mia esposa tio na praiaDei meu cu gay pro seguraca do meu paipau grande enfiadi. todo nicucontos eróticos gay sendo putinha na minha casaFlagra plugcorno viado contosgostosao aguenta doi pipinos no cúSobrinhas safadas relatos eroticos reais novosamiga da avo conto eroticoa com a cunhada casada na estrada contoscontos eroticos arrombando a gordaminha mulher explorando meu cu contoa mendiga gostosa na chuva contos eroticosver dvd porno homems chupa bucetas de baicho da mesa tira calcinha do ladocontos heroticosde tias e primascache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos enrabando sobrinha da minha mulhergozando vendo a tia lavando roupaconto erotico estuprado na frente da minha esposapono doido minha tia e muito acabei comendo ela na cama areganhadaContos eroticos picantes arrombado novinhocontos eróticos professora com garotinhoscontos de zoofilia com cavalosexo na infanciacom tio contosconto putinha titio espresarios velhoscontos eróticos travesti casal vingançacontos erotico o amigo do meu marido comeu minha bundacontos erotico o amigo do meu marido comeu minha bundaconto erotico dra valeria trepa com labradorcontos eroticos so eu e meu gato na chacaracontos tia tirou os pelos do pau do sobrinhogarotinhas da bunda grandecontos lesbic de patroas seduz secretaria para um transa lesbcontos erotico com minha familiaContos eroticos da esposa safada com o marido deficienteinseseto commforcamasturbando no banho ponhou nangueira de agua na bucetapegando hetero casado conto gaycontos de zoofilia com antacontos de vizinhascontos eróticos mulher casada que mora com seus pais chegar mais a capoeiramurhler.abusada.estrupradocontos gay negaobuceta carnuda comtos de sexoconto noiva dando a outroconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosconto eroticos acampando em familiavideo para baixa de porno home com olho vexadocomo virei escravinha gayparaiso dos corninhosos melhores contos de gang bangcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentezoofilia homens com super vergas enormes fodendo mulhetesmeu cu agora so de papai e mamae sabe contos gayhttp://okinawa-ufa.ru/conto_25883_matei-minha-vontade-com-uma-travesti-linda.htmlporn contos eroticos escrava sexual no barFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticoContos eroticos picantes arrombado novinhoa mulher do meu irmao putinhacontos eroticos de travesti bemdotadocontos eroticos familia mae pelada irma nuapornô grátis cunhada de calcinha fio-dental para vocalconto lesbico garota come cu da boasuda eterocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntas