Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ACONTECEU NO SUPERMERCADO

Boa Noite, o que relato agora aconteceu na semana passada. Me chamo José Carlos, Sou de Porto Alegre, mais precisamente na Zona Norte, tenho 1,78 de altura, 86Kg, bem distribuidos, e estou separado a 2 anos. Nesta 4a feira dia 09012008. Estava no shopping Bourbom assis brasil nesta noite para realizar umas compras para o final de semana. As vezes recebo visitas, e na sexta fica muito tumultuado. Como moro ali perto, tomei um bom banho, e desci para uma lanche e fazer umas compras.



Estava no corredor dos enlatados, quando passou uma mulher por mim, chamava muito a atenção, era alta, mais ou menos 1,75 bonita de corpo, estava acompanhada do marido, e este estava com o filhinho nos braços, devia ter ums 2 anos no máximo. Ela estava usando uma calça comprida, vermelha, muito justa, deixava seu sexo exposto, mostrando um volume que chamava a atenção. Na parte de cima, usava uma camisa de seda num tom de laranja puxado para o vermelho, estava sem sutiem, e tinha os bicos dos seios com no minimo 1,5cm, pois marcavam muito na sua camisa de seda, eram ums seios no minimo 46, mas firmes, muito firmes, pois ao caminhar não balançavam.



Confesso que fiquei um pouco exitado ao ve-la. Me chamou a atenção seus seios, e tinha um decote ousado, pois mostrava o seu colo.



Ela notou o volume que se formava no meu abrigo. Tive que ficar atraz do carrinho, para não chamar atenção, sou razoavelmente dotado, tenho 26x6,5cm e chama atenção de abrigo.



Mudei de corredor, estava na sessão de condimentos, procurando esquecê-la, escolhendo alguns temperos, quando olho para baixo, estava ela ajoelhada, procurando algum tempero especial, de onde estava, pude contemplar seus seios magnifícos, realmente o mamilo devia ter ums 2cm era enorme. Rosado, marcava muito a roupa, seus seios eram perfeitos, redondos, enchiam uma mão.



Na hora meu membro respondeu a visão, fiquei sem saber o que fazer, ela notou e ficou abaixada, fazendo questão de mostrar ainda mais seus seios, pois viu que eu os olhava.



Sai dali antes que alguma coisa acontecesse, uma vez que seu esposo estava por perto, e o que eu não queria era um barraco.



Ao me afastar, pude observar que ela cochichava algo em seu ouvido. Fiquei frio. Achei que fosse me encomodar, broxei na hora.



Fui para o setor de vinhos, estava escolhento um varietal da Aurora, que são muito bons e baratos. Quando alguem chegou ao meu lado e perguntou se era um bom vinho aquele.



Ao me virar para responder vi que era seu esposo com o filhinho no colo. Respondi que sim, que era um vinho da região da serra, e o paladar era muito bom em relação ao preço. Notei pelo sotaque que era Carioca, ele me falou que foram transferidos para o sul a poucos dias, ainda estavam se hambientando com a cidade, que conheciam pouco a região, moravam ali práximo também. Expliquei que era a melhor região para se morar, pois tinha toda a infra estrutura necessárias, shoppings, hipermercados, lojas, cinemas, bares, pizzarias etc.....mas que também poderiam atravessar a cidade em 20 minutos, que o trânsito sempre fluia bem fora do horário de pico.

Ele trocou telefones comigo, agradecendo a atenção e a gentileza, apresentou Claudia sua esposa, ele se chamava Carlos e seu filho era Henrique. Trocamos telefones e ficamos por isso, não sem antes olhar furtivamente aquela mulher com um sexo avantajado e os seios mais lindos que ja vi.



Na sexta feira, estava saindo do banho quando meu celular tocou, era carlos, até ja havia me esquecido.....me convidando para um jantar em sua casa, pois iria uma amiga da esposa e estaria sozinha, assim poderiamos conversar os 4 de forma mais expontânea. Expliquei que estava saindo do banho, mas que não tinha nada para fazer no momento, estava pensando em apanhar um DVD na locadora e assistir tranquilo. Então resolvi aceitar o convite.



Quando cheguei, carlos me recebeu na sala de estar, bem decorada, um belo apartamento, finamente decorado. Carlos estava com um bermudão e camiseta do Flamengo, Claudia estava na cozinha terminando o jantar, e o nene estava dormindo. Claudia chegou, estava com uma camiseta no mesmo tecido do supermercado, solta marcando muito os seios, e um short curto de lycra branco, muito justo, que marcava muito seu sexo, era incrivel o volume que mostrava. salientando seus grandes lábios.

Veio sorrindo, me beijou o rosto desculpou-se por estar na cozinha terminando o jantar, e contou que houve um imprevisto com sua amiga, ela havia recebido visita de uma parente distante, não podia vir.



Jantamos maravilhosamente bem, ela era boa numa lazanha. que culminou com as duas garrafas de vinho branco que levei.



A danada fazia questão de me servir, muitas vezes se abaixava propositalmente expondo os seios maravilhosos, me deixando as vezes constrangido, pois não havia como nao olhar e apreciar a visão. Carlos se via, fazia que não via, os risos corriam soltos embalados pelo vinho.

Quando ele me falou que claudia era artista plastica, que pintava quadros maravilhosos, e realmente eram muito bonitas as pinturas que vi na sala, teci alguns comentários, quando ele falou que o mais bonito de todos estava no quarto.

Ele disse que não achava isso, que havia pintado outros muito mais bonitos na opinião dela, ele incistia, que era aquela tela a mais linda, que era seu auto-retrato, e me convidou para ir ao quarto contemplar a obra de arte.

Realmente ela se retratou de um jeito muito fiel, seu retrato estava nú, salientando os seios, os mamílos, e seu sexo grande, enorme com os lábios proeminentes.

Fiquei vermelho ao ver a tela, minha exitação demonstrou o que meus olhos contemplavam. Quando ele me perguntou o que achava ?

Respondi que via ela normalmente, que parecia fidedígno, sá achei que havia extravasado no seu sexo, quando ela levantou um pouco a camisa, mostrando seu short de frente marcando muito sua vagina e sorriu maliciosamente.

Quanto aos seios, ela disse que eu ja devia ter visto os mamilos, pois em várias oportunidades havia me mostrado de forma informal. Foi a deixa para o meu membro me entregar, eles riram do meu jeito tentando disfarçar minha ereção. Deixei rolar.....voltamos para a sala, eles iam na frente....quando chegamos na luz notaram o volume e comentaram que haviam notado no supermercado, que claudia comentou com ele, Carlos, o tamanho que deveria ser o meu membro. Pois viu eu escondendo a minha ereção dela. Me fiz de ingênuo.....quando ela falou que gostaria de me pintar, se eu toparia posar para ela fazer um esboço meu. Carlos na hora concordou e pediu que aceitasse. Ao mesmo tempo que claudia foi a outra peça que seria o atelier para preparar a tela.

Carlos me conduziu até lá, onde naturalmente tirei a roupa, deixando meus 26 cm expostos numa rigidez que nunca havia sido capaz de exibir. Ela abriu a boca ao ver a grossura, tamanho e tamanho da Glande. Ele aplaudiu a ereção e o tamanho. Comentou que devia ter o dobro do dele. O que na hora ela pediu para ele medir. Realemente ele devia ter ums 14cm e era mais fino um pouco talvez ums 4cm de expessura. Pronto bastou, ela saiu de traz da tela ja segurando o Penis do Carlos e o meu com outra mão, rindo e se deliciando, disse que talvez não coubesse nela pelo calibre. Carlos tirou sua blusa, exibindo os seios lindos dela, ao mesmo tempo que baixava seu short de lycra ja sem a calcinha, exibindo um sexo lindo, diferente, quando ele disse. "Quem vê cara não vê coração", ela é muito apertada apesar do tamanho dos lábios, a vagina era pequena.



Nás dois caimos de boca nos mamilos, parece que dobraram de tamanho, podia senti-los no centro da lingua, quase tive o meu primeiro orgasmo mamando gostoso.

Comecei a descer pela barriginha dela, umbigo, e então pude contemplar uma vagina linda, exática, mas ao mesmo tempo apertadinha. Carlos veio por traz lambendo seu ânus, fazendo com que ela se lançasse para frente.

Me sentei no sofa, e ela veio andando em minha direção com Carlos engatinhando atraz dela lambendo ainda seu ânus. Ela se acomodou em cima do meu membro, colocando a cabeça bem devagar, como se acostumando a bitola. Carlos continuava lambendo ela, por vezes até linguava meu membro, como se a prepará-lo para sua esposinha. Ela gemia e gozava ao mesmo tempo. Quando passou a Glande ela deu um grito e um gemido, e foi baixando aos poucos. Quanto todo ele estava dentro, ela foi virando de frente para o marido, girando devagar sobre o meu membro, de modo que ele podia ve-la toda encaixada em mim. Ele começou a chupa-la, lambe-la, ela começou a cavalgada, com ele lambendo como um cão seu prato de leite.....as vezes lambia meu cacete até as bolas. Não resistí muito gozei, gozei como se fosse a última vez......meu membro pulsava junto com os orgasmos multiplos que claudia tinha.

Carlos lambia tudo, meu gozo o dela, o suor, tudo, ao mesmo tempo gozava alucinadamente.

Ficamos assim ums 5 minutos nos reestabelcendo, quando ela levantou-se aos poucos, para que carlos pudesse contemplar o estrago.......

Virou ela de bruços e novamente chupava o ânus, preparando ela para Ele, começou a pincelar o pau duro novamente na porta do seu cuzinho como a pedir licença....e foi entrando ....enquanto claudi me chupava de forma deliciosa, fazendo com que meu membro desse sinal de vida. E continuou a mamada maravilhosa enquanto Carlos a enrabava com maestria, Claudia gozou mais duas vezes com o membro do Carlos atolado nela, gemia, grunia, me chupava, mordia, gozei novamente....enchi sua bouquinha...ejaculei umas 5 vezes em sua boca gostosa...

e Carlos continuava cavalgando, ja faziam quase 20 minutos e ele firme estocando cada vrez mais o cuzinho da esposa....até que deu um urro e começou a gozar feito bixo....tirou o pau e ainda ejaculou umas 3 vezes nas costas dela.....ficamos ums 19 minutos parados em silêncio....sá pensando em nossa pequena festa.

CLaudia me beijou, beijou Carlos e foi tomar uma ducha.

Eu me vesti, dei um abraço nele, pedi que se despedisse de Claudia por mim, disse que jamais esqueceria o jantar, mas que naquele momento eu sobrava. Que o momento agora era somente deles. Que aproveitassem ao máximo.

Ele somente sorriu e me agradeceu por ter realizado a fantazia dele e de sua esposa. Sabia que poderia contar com minha descrição. E que eu sempre seria bem vindo a casa deles.



Realmente ao escrever esse relato, que foi verídico, fico perplexo pela maneira que aconteceu........Elas ja haviam me escolhido no supermercado para a realização da sua fantasia.



Valeu.....Espero que gostem......quaquer dia crio coragem e publico meu e-mail para troca de experiências.







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos transex fudendo com entregador de pizzanamorada de calnsinha centou na picachantajiei minha irma peituda para tranzacontos eróticos professora com garotinhosContos eroticos9aninhoscontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a genteSiririca contoscontos eroticos tatuadorcontos dei sonifero e comi o cu pornoo lubrificante feminino é melado e pegajosoconto erótico viadinho que adora apanhar e ser humilhadocontos eróticos eu e minha mãe na praiacontos eroticos arrombando a gordaConto ertico maridoo cu engoliu o pau muito grande contosbuceta abertassa muito aberta gozadaminha patroa chupou minha buceta orgia com ela e amigo contoscontos eroticos traindo marido ao ladoconto erotico sobrinhacontos gay transformado em putacoleguinha liberal gay contosSexxu videu erica cazada jua da baiacontos gay com a mulher em casacontos duas putinhas chorando na varafilhinha do amigo meu de treze aninhos louca pra ve a picacontos meu pai me seduziuconto erotico dopei minha esposa pra ser cornoconto irma casadacontoerotico quase corri negrinho caralhudocontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigacontos eroticos comi a minha babá fio detralchupou pau de flanelinha dentro do carrocontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeiminha mae vai ao massagista sem calcinhas contos eroticosMinha filha queria que eu dese a buceta pro na moradinho novo dela pra ela ver se eu aguentava 23 cm de roladirigindo sem calcinha contosContos sogra mulher e cunhadas peladinhas na piscinaencaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contoscontos tia me deveconto fazenda com mamaeconto erotico dotado fortão acabando com a novinha casada e safadanovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixocontos eróticos gay esfregacao entre pai e filhoContos eroticos novinha virgem sendo arrebentada pela mulecadasVelho pervertido come a bucetinha de uma garotinha na escolacontos de punheta com botasConto gay a bermuda recheadacontos eroticos gays,tio jorge me feis mulhersinhave contos herotico Minha filha e travestiMinha prima me cantou contosvideos porno ti estrubus ti mininas novinhadnao resisti a buceta da minha maecontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteComtos casadas fodidas em matagalmulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amiga lady jane( zoofilia )contos eróticos novinhoA loirinha punheteira contos eróticoscontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realcontos eroticos possuida por uma estranha gostosacomtus erroticu de zoofelia mulhe casada dano banho no seu cachorrovideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversárioconto erotico pique escondeContos a bct da minha mulher e feia mais adororocomi minha cunhada, contosem casa sou a puta da familia contoscontos gays abusadobuceta carnuda comtos de sexocontos eróticos com a menininha em tambabacomo enfiar caralho na conacontos de negão advogado comendo loira clienteuolxxx incestoviajo da bundona aqui na Dona a mostrando o c*contos eróticos di mulher tou com fome.di picaconto pai ai meu cuOi meu nome ê marta tenho uma amiga travesti e ela micomeu