Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MEU PRIMO

Meu primo baiano



Olá, sou um tipo normal de 45 anos, branco, casado, 1,73m e 66 kg.

Quando eu era criança, aí pelos oito anos, um primo meu, de nome Alberto - bem mais velho que eu, com uns 19 anos - veio da Bahia à procura de trabalho, que acabou encontrando no minimercado de meu pai. Na época nos dávamos tão bem que, quando senti meus primeiros desejos sexuais, foi com ele que fui conversar. Durante a conversa, mesmo na minha ingenuidade, não sei por que, devo tê-lo deixado perceber meu desejo de vê-lo nu.

Meu primo então me levou a um pequeno depásito de bebidas, de onde, da porta, observava qualquer pessoa que porventura se aproximasse. O horário de pouco movimento, à tarde, propiciou-nos a tranquilidade que a situação exigia. Lá chegando, mostrou o pau e certamente ficou observando minha reação, e eu com certeza devo ter ficado visivelmente excitado, porque ele logo me pediu que ficasse de costas e baixasse meu calçãozinho. Colocou então, delicadamente, seu pau na minha bundinha, o que me provocou um grande prazer. Lembro-me até hoje que eu senti a cabeça quentinha me roçando as coxas, e gostei tanto daquilo que passei a procurá-lo seguidamente. Tínhamos que tomar muito cuidado, porque alguém poderia ver e ele certamente seria expulso da família. Isso, de certa forma, criava uma cumplicidade entre nás que sá aumentava nosso tesão. Eu sabia que estava fazendo algo que ninguém poderia saber, mas achava apenas que eu era muito criança, nada a ver com a preferência sexual do momento.

Porém, devido ao meu tamainho, à pouca idade, nunca podia haver penetração. A transa começava com ele me acariciando a bundinha, esfregando o pau ainda por cima da roupa, sepois eu ficava de frente e colocava a mão dentro das calças dele e punhetava até ele se excitar, aí ele tirava o pau pra fora, baixava a minha roupa e me encoxava. Quando transávamos na cama, eu pegava o pau dele e encostava o meu pintinho, e ficava girando ao redor da cabeça do pau dele. Quando o pau dele começava a babar, aumentava o meu tesão de tal forma que em pouco tempo eu já conhecia o orgasmo. Ele, coitado, nunca conseguia gozar, porque precisaria de mais tempo e as transas eram sempre rapidinhas.

Lembro que uma vez meu primo pediu que eu chupasse sua piça, e eu cheguei bem perto dela com minha boquinha infantil, mas não tive coragem, nem ele me forçou a fazê-lo.

Isso durou uns quatro anos, até que ele foi embora pra terra natal, deixando-me com minhas fantasias que com o tempo sá aumentaram. Até hoje eu continuo curioso sobre como seria uma transa gay completa, talvez um dia eu crie coragem e procure alguém pra realizar a minha fantasia.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico coroacasado comendo onovinhocontos eroticos fui comida igual puta e chingadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico corno puta e paimeu cu aberto e ardido de picacontos.erostico.comendo.minha.cunhada.beba.esposa.dela.estava.viajandoContos porno.em ônibus de viagem com idosocontos eroticos Gay de fui visitar meu tio e ele me comeupapai traindo mamae comigo contos eroticoscontosdividi minha mulher com outro comto eroticominha xereca consando na rua contos eroticoscontos eroticoscomendo uma bucetinhavarios contos eroticos juntos para ler de cunhadas novinhas na orgiamulheres violadas contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos minha esposa me ensinou a ser cornoContos dei pro meu sobrinho e pro seu amigoEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcosadoro usar as calcinhas da minha esposarelato erotico chupei a calcinha da minha tiaChantageando comi ela contoscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntascontos traindoesposa depilando no banho contoscontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiacontos veridico de priminhaestuprada com objetos contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos fuderam minha boquinhacontos de mulheres ninfomaniaca por sexorelatos reais eróticos - saciada em casaContos eroticos dei minha munher pro negãocontos de coroa com novinhocontos filha praia esposacontos eroticos esposas na praiacontos reais tia cuzudaandei com a cara gozada na ruacontos bem quente de casada e sua intida lesbicaminha piroquinha dura no cu do molequecontos eroticos arrombando a gordaflagrei minha maé com socio de meu pai contosvê seu pau foi a gota d'agua "contos eroticos gay"contos escravizada por chantagensContos eroticos da mamae gostosa e filhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos dando cu pro filhoGozou dentro contos eroticosminha sogra pediu pra ver meu pintocontos eróticos com mulher vizinhaContos erótico de infânciaComtos professoras casadas fodidas pelos alunos na aulacontos erótico eu e minha loirinha e um negao de 32 parte 2contos minha filha olhou em dandocontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******mamae beija filhinha contosConto os seios de minha maecalcinhas sujas contos eroticos da tia safadavídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundaNo motel os dois cabaços das duas amigas da minha filha conto eroticoConto sogra e nora esfregando a buceta na buceta da filhatitio e sobrinha contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos abusada pelo melhor amigo do maridocontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulherminha mulher explorando meu cu contocontos eroticos comi a noiva do visinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico o cheiro da minha tiaconto de sexo Fodeno minha irma e minha mae   conto patricia traindoso deixo chupa minha bucetacontos de loiras c****** trepando com negão estrangeirodepilano a buceta dela io cara comi elaminha cunhada me suprendeu contos