Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA IRMÃ - HISTORIA REAL

bom, é uma historia curta, mas para mim, foi muito boa.

eu sempre tive muito interesse pela minha irma, talvez mais curiosidade, mas mesmo assim, não me passava pela cabeça fazer algo improprio com ela.

ela tem 2 anos a mais do que eu, ambos estamos com mais de trinta e cinco e menos de quarenta. é uma morena bonita, tem um pouco mais de 1,50 de altura, pele clara, pernas firmes, seios medios e um bumbum empinado e redondinho que é um tesão.

sempre fomos muito amigos, e com o meu casamento, foi cada um para uma cidade diferente.

quando fui visita-la, estava com problemas sexuais com minha esposa, e numa volta que demos, eu e minha irma, em um barzinho numa terça de tarde, conversei a respeito. desta conversa, começamos a brincar de perguntas sobre sexo, e bebendo cerveja. ela estava com m vestidinho vermelho, curtinho e vira e mexe, dava pra ver a calcinha dela, branquinha, de malha. aquilo foi me deixando louco. ai, ela me perguntou qual era a minha maior fantasia (naquele momento era ter ela), eu respondi que não podia contar, ela insistiu e eu não contei, entre risadas e coisas assim. então ela pediu para eu pegar uma cerveja, e eu que estava de pau duro, disse que não iria, que sá mais tarde, ela soltou uma gargalhada e disse que agora ela entendia porque eu não contei da minha fantasia. ficou um clima meio estranho, um silencio... ela deu um gole em sua cerveja, pegou a chave do carro, gritou pro dono do bar pra "pendurar" a conta e me disse pra acompanhar ela em silencio, para eu não falar absolutamente nada, pois ela sá podia estar bebada...

ficamos em silencio, sem nem olharmos um ao outro, foi quando ela virou o carro a direita, numa entrada de motel e foi logo pedindo um standard. ela estacionou o carro, fechou a porta da garagem e entramos no quarto em silencio. quando lá dentro, ela apenas deixou o vestido dela cair no chão e eu pude ver seus seios, lindos, abaixei os olhos e pude constatar sua calcinha com o volume entre as pernas...

sem falar nada, apenas toquei aqueles seios com a mão, meio tiido, mas já quase gozando de tesão. foi quando ela disse, temos uma hora pra sermos imorais, antes que eu me arrependa e antes que meu marido chegue do trabalho.

então eu beijei-a, toquei seu corpo todo, tirei a sua calcinha e vi sua buceta raspadinha, labios grossos, linda!!!!

tirei minha roupa meio atrapalhadamente enquanto via ela deitada de pernas abertas na cama. quando eu penetrei naquela buceta umida e qunte, quase naun acreditei, foi a melhor sensação que eu tive na minha vida!!!! minha vontade era de não gozar nunca, de nunca mais sair de dentro dela, da minha irmã. ela gemia, me abraçou com os braços e pernas e dizia pra eu fuder ela toda, que ela tiha perdido muito tempo em naun ter fodido antes com seu irmaozinho. eu estava louco de tesão e pedi que ela virasse de costas, ela disse que não, que de costas sá quando fosse no cuzinho. fudemos mais uns dois minutos e ela de repente me empurra, vira de costas e empina a bunda e diz pra eu meter no cuzinho dela, mas devagarinho, pois ela não fodia muito pelo cu. fiqei abobado, aquele cu rozado, empinado, pedindo... peguei um ge que tinha no quarto, passei em seu cuzinho enfiando o dedo e sentindo sua argola pressionando-o, e comecei a enfiar meu cacete de 20 cm no orificio apertadinho dela, mas minha excitação era tão grande que eu comecei a enfiar muito depressa e escutei um gemido dela, então eu parei e pedi desculpas, que não queria machucar, foi quando ela disse que estava adorando aquela dorzinha com a excitação de fuder proibido com o irmão, então eu enfiei tudo de uma vez soh, ela soltou um grito e u fui bombando cada vez com mais vontadee, e ela cada vez mais gritando por mim!!

não deu cinco minutos e eu gozei naquele cuzinho apertado, naquea bundinha linda.

ficamos mais uns 20 minutos no motel e saimo, desta vez não estavamos mais em siencio, mas conversavamos, nos beijavamos e nos tocavamos como dois amantes...

fiquei na casa dela por 40 dias, e sempre ela me provocava passando a mão no meu pau, deixando eu ver ela sem calcinha, fazendo eu passar a mãio nela, estas provocações, mas infelismente, não tivemos mais oportunidade de transarmos.

isto foi agora no começo de dezembro, e este anos eles vão passar as frias no final de ano lá em casa, e ela já me telefonou dizendo que lá, vai querer mais, muiiiito mais...

eu eu agora conto os dias pra chegar o proximo dezembro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contoseroticosdepilaçaocontos eroticos de estupros entre primoscontos eróticos leite incestoxporno ddespistandovelho tarado contos eroticos de incestoDei o cu pro policial, quase me rasgaContos eróticos com travestis e casais em campinas Contos erotico casei com minha primaRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrostirei o cabaço da minha tiacontos pequei minha prima com o namorado dela e chantajiei elasocando fundo no rabo da sogra chifreiracontos genro bem dotado arronba o cu ds sogracontos eroticos xongando.e batendo.na putaconto etotico dopei e comi o cu da minha sogra sem ela sabercontos incesto comendo minha Irma no parque.conto eróticos mendigo batendo punheta na rua da minha casaconto eroticos entre primoscontos eroticos patrcinhas enrabadas por muitos homenscontos putinha caralhudo corno chupacontos eroticos homem engravida esposa e sograconto acampando com a vizinhacuzinho da mae contosfraguei minha mulher m traindo curitibaNetinhas putas contoseroticosconto erótico maltrato minha mãeconto erotico incesto sonifero filhaconto gay pirocao imensoContos eroticos de esposa é abusada pela empregada coroanoivinha com meu pai conto de cornocontos entalei ela no meu paucú guloso contos reaispai da sonifero pra filhinha e a estupra com amigos contos eroticosvideos putas chupando e achado q a pica e poucacontos gay novinho e pastornão aguento no cu contoscontos de corno acampandocontos eroticos arrombando a gordamulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalcontos eróticos:sendo chapadaa até gozar gostosoconto erotico em familiacontos de rabos sendo dilaceradosx vidio comtos eroticos flaguei mamãe eContos eroticos ana paula coroas de bucetas grandes conto eróticosContos papai tezaocomendo a cunhada contoscomendo mãe e filha contocontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõescontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamchupando igual pirulito - contos eroticoscuzinho da mae contosconto erótico novinho flagra sustoContos erotico.crente metrowww.contopadrinho.comcontos fode mesmoisso viadinho engole essa rola vou estrupar sua gargantacontos eroticos de sexo de toda familacontos cachorro cebola zoofilisminha mulher alargou meu cu conto"que buracao" gay contocontos eroticos entre garotinhas novinhasDOU CU DESDE Novinha Gay Padrastodando bobeira de baby doll em dentro de casacontos eróticos gay EMMO o maconheirominha irmã muito gostosa e eu morando sozinhos contotia d********* na frente do maridocontos eróticos - meu pai fez vazectomia para vermos juntoscontos eroticos comendo a tabata mulher do amigocontos de incesto de encoxada em onibussou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anoscontosperdendo a virgindade bem novinhameninas deixando gozar nos seus chinelinhos havaianasminha mulher dormindo nua,vi o rombo no cu dela