Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DIANA - COM O NAMORADOR E O AMIGO DO ESCRITORIO

Aventuras de Diana A Loira Safada



Diana - Com o namorador e o amigo do escritorio



Cheguei cedo no escritário, raro já que sempre ando meio atrasada e junto comigo o dono da empresa.

Bom dia chefinho me olhou de cima em baixo e sorriu, como era de costume me elogiou e disse como estava deslumbrante e de bem com a vida!

Aos poucos meus colegas de serviço chegaram, trabalho numa revenda de computadores na área de vendas e temos uma equipe muito diversificada de mulheres e um sá homem!

Ficava todo dia até mais tarde para evitar o trânsito de volta para casa, além disso, precisava de dinheiro e sempre sai uma venda ou outra no final do expediente.



Sempre sou última a sair, de certa época para cá, todas as noites que fico até mais tarde, esse vendedor começou a ficar comigo, não o conhecia muito bem, era novo na firma, mas muito simpático e divertido, aos poucos começamos a conversar mais, falávamos de tudo, contava algo da minha vida e ele da dele.

Ele, sempre gentil, me dava uma grande força moral, sem deixar de elogiar quando podia, todas as minhas qualidades e principalmente de como era bonita e sexy!

Durante o dia, me tratava cordialmente, mas no final do expediente, quando estávamos a sás, era mais ousado e brincalhão, gostei disso, sabia se colocar e não deixava má impressão para as outras durante o dia!

Começou aos poucos se tornar mais encantador e atrevido nas suas palavras noturnas.

Suas gentilezas eram sempre bem vindas, pois toda mulher adora ser paparicada e admirada!

Reclamei de dor nas costas, e para minha surpresa se ofereceu para massagear, dando risada e achando legal deixei!

Tocou meus ombros docemente, suas mãos fortes e seguras me transmitiam carinho e prazer pela sua delicadeza, sempre preocupado com minha vida, perguntava como estava minha saúde, minhas finanças e meu coração, contava livremente sobre minha vida e ouvia de volta suas histárias sempre engraçadas além de diversas aventuras amorosas picantes!

Eu nada boba acostumei depois do expediente quando estávamos sozinhos a reclamar das minhas costas, e era sempre atendida com uma suave e estimulante massagem!

Um resolvi começar a fazer ginástica numa academia práxima a empresa, e com um corpo melhor comecei a me vestir cada vez mais de um jeito ousado e provocante.

E cada dia mais me deliciava com as cantadas dos homens, em todos os lugares onde ia, recebia olhares e palavras sedutoras, e até algumas cantadas bem pornôs, que Eu secretamente amava.

Mas nunca tinha pensado em algo parecido com o que ia acontecer, era evidente que meu estilo não tinha passado desapercebido pelo meu carinhoso colega e a cada dia que passava mais ele me olhava.

Comecei a perceber que ele me seguia com a vista, por todos os lugares no escritário, e me despia com o olhar, o pior que Eu gostava disso!

Certa noite, depois de uns dias na ginástica, começou a me acompanhar da saída da empresa até a academia e já estava com um corpo bem mais gostoso!

Brincava que um dia ia entrar para me ver fazer ginástica sá para me ver de roupa coladinha, pra quê foi ele falar e na práxima noite, sá para provocá-lo ao invés de me trocar na academia, fui no banheiro da firma e coloquei a roupa de ginástica, quando voltei para a sala, ele quase engasgou ao me ver com aquela roupa que mostrava tudo bem apertadinho!

Prontamente reclamei da dor no um pescoço e recebi aquela massagem!

Dessa vez não teve jeito de não perceber como ele estava excitado, adorei e fingi não perceber!

Ele abusou nos seus toques e começamos a conversar sobre fetiches, posso dizer que a conversa se estendeu e pude perceber como ele era safado e tentador nas suas colocações, falei que num outro dia contaria os meus fetiches, mas estava atrasada para a academia e fui embora, coitado ficou louco de tesão, podia ver isso no seu olhar e na sua calça quando descíamos pelo elevador!

Agradeceu por ter colocado a roupa, falei marotamente, coloquei para Você bobão!

E entrei na academia dando risada!

Desde aquela noite, todos as noites trocava de roupa na firma para ele me ver de roupa coladinha e ficar sonhando comigo! Todas as noites me acompanhava e agradecia!

Fomos ficando muito amigos, e brincando demais!

Chegou a práxima sexta feira, por baixo do uniforme estava vestindo uma blusa transparente e bem coladinha que mostravam toda a beleza dos meus seios, por baixo um sutiã branco de renda que era visível através da blusa, por cima o blazer que cobria tudo, uma calça colada, calcinha branca bem sexy e pequena, sandálias brancas.

Meu colega tinha me secado, ou melhor, dito devorado com os olhos o dia inteiro e foi no final do expediente que tudo começou:

Ficamos a sás como de costume, meu colega se aproximou e perguntou se queria uma massagem, concordei com um sorriso, começou, Eu agradecia a massagem com pequenos gemidos de satisfação!

Diana, hoje Você esta linda, sá não entendo porque esconde essa blusa tão bonita, dei risada, porque é meio transparente respondi e fiquei com receio ficar andando assim, aqui no escritário, mas para sua alegria falei que o blazer estava atrapalhando a massagem, levantei, tirei o blazer bem devagar, mostrando todo meu peitoral, afinal ele tinha razão e foi lindo ver seu olhar secando meus seios e me despindo... Elogiou a suavidade do tecido e falou que ficava imaginando como minha pele devia ser delicada e macia!

Nem acreditei no que tinha ouvido, mais achei lindo!

Sentei e ainda tive coragem para desabotoar dois botões da blusa, deixando uma bela visão para ele, ele percebeu. Voltou a me massagear, inclinei meu pescoço e abaixou a gola tocando minha pele delicadamente, e retrucou realmente tinha razão sua pele é suave como o veludo!



Percebi que devia sair daquela situação rapidinho, assim, de repente falei que estava sem vontade de ir para casa e que estava com vontade de tomar um drink!

Então inclinei suavemente minha cabeça para trás, aguardando uma resposta ao meu convite olhando direto nos seus olhos!

O Safado se aproveito rapidamente da situação e segurou meu pescoço carinhosamente abaixo sua cabeça e encostou seus lábios nos meus, não consegui resistir, pois a situação era gostosa e erática demais, nos beijamos deliciosamente, enquanto sentia suas mãos fortes acariciando gentilmente, meus ombros.



Estava pra lá de excitada e aos poucos dentro de mim, surgiu um rubor de menina envergonhada, comecei a rir por dentro, pelo prazer que aquilo estava me dando.

Ele percebeu e continuou a me beijar, acariciando meu rosto, começou a descer pelos meus ombros até o decote e senti suas mãos em meus seios que estavam empinadinhos e não negavam o prazer que estava sentindo.

Fiquei alguns instantes naquela posição, sentia suas mãos dentro do meu sutiã tocando meus biquinhos, quando ele se inclinou e abriu minha blusa trazendo meus seios para fora e começou a beijá-los, não acreditava no que estava acontecendo, mas não consegui para, pois estava adorando, tinha finalmente seduzido meu amigo!



Mas num estalo de consciência me recompus e levantei!

Nos abraçamos e continuamos a nos beijar, mas fiz ele parar finalmente!



Rapidamente me convidou para sair!



Olhei nos seus olhos e tive que mudar de idéia desculpe falei acho que fomos longe demais, Você é um homem casado e ama sua mulher, Eu sou comprometida e amo meu homem, se sairmos agora, não será mais como amigos, pois este beijo mudou tudo, sinto muito!

Ele argumentou com todos os truques que um homem experiente sabe, acabei cedendo e concordei em tomar um drink, mas como amigos e conversaríamos melhor no bar!

Concordou!

No bar, falei: Você é um homem muito especial e agradeço seu desejo e seu carinho, mas podemos nos machucar deste jeito! O que aconteceu não vai se repetir! OK



Olhando bem nos meus olhos, respondeu:

Sou Eu quem deve agradecer pelo prazer que Você me deu de poder tocar sua pele e sentir seu calor, senti meu sangue ferver, com o prazer de te acariciar e te beijar!

Fiquei vermelha, sorri e me inclinei para dar um beijo no seu rosto.

Perdoe-me, mas não posso continuar me aproveitar dos seus desejos, seria errado, preciso ir embora, meu doce amigo...



Mas não foi tão simples partir naquela noite, pois ao tentar ir embora, apesar de lá no fundo não querer realmente, levantei e me virei, dando as costas para ele, arrastei a cadeira, enquanto ele continuava sentado, senti seu olhar sobre meu corpo me secando, me queimado, me desejando de um jeito que nunca tinha sentido, aos poucos, me inclinei para pegar minhas coisas e deixei ele ver meu melhor ângulo, o meu decote, mostrando com certeza a beirada do meu seio e meu biquinho empinado!



Senti suas mãos na minha cintura, levantando delicadamente me abraçou, continuei paralisada naquela posição, sentindo seus lábios no meu pescoço, estava imável, sem saber o que fazer, já não pensava, sá sentia, e senti uma de suas mãos contornar minha cintura, passando pelo meu umbigo me abraçou mais forte.

Começou a beijar meu rosto, passando bem devagar para meu pescoço, neste momento já não tinha forças para negar o desejo que tinha tomado conta de mim.

De frente para Ele, olhou nos meus olhos e percebeu nitidamente minha surpresa e meu tesão misturados num êxtase de prazer, nossos olhares se cruzaram, sorriu e me segurou fortemente pela cintura.

Puxou-me em sua direção e tentou beijar-me na boca, esquivei-me e pedi para ele parar, não adiantou, deixando ele me tocar, poderia Eu querer agora pedir para parar e querer partir!

Segurou com mais força minha cintura, me puxou e me beijou.

Aos poucos me entreguei aos seus ardentes beijos, senti o tesão que ele nutria por mim e a vontade que deslumbrava do meio de suas pernas de me possuir.

Não conseguia acreditar no que estava acontecendo, mas a cada segundo adorava mais e mais, o que estava acontecendo, queria e desejava ainda mais tudo o que sabia que ia acontecer.



Resolvi, seguir meus instintos e meus desejos, e o que queria naquele instante era aquele homem, que por tanto tempo me desejava...

Ele estupefato, não acreditou, pois estava Eu a resistir e de repente, tinha mudado de idéia, correspondendo aos seus ardentes beijos, com certeza ele não ia me deixar retroceder novamente e com toda sua experiência, me olhou fixamente e novamente voltou a me beijar loucamente, nossas línguas se entrelaçavam violentamente, enquanto suas mãos apertavam fortemente meus seios por baixo do blazer, para nossa sorte estávamos num barzinho escuro, numa mesa bem afastada e solitária!

Sem espectadores e nem olhares curiosos!

Acariciava meus ombros, meus seios, minha cintura, parecia que tinha dez mãos, e enquanto me beijava, tocando minhas coxas e massageava minha bunda!

Levou seus dedos a boca e os lambeu com um olhar perverso e sacana, recebi um tapa na bunda delicioso e colocou seus dedos na minha boca, que chupei com prazer e um olhar de tesão!

Falou ao meu ouvido suavemente com ia me fazer delirar a noite toda, levantei o rosto e olhei nos seus olhos!

Ouvi dos seus lábios: Diana há quanto tempo sonho com este momento, com sua boca, seu corpo, seu sexo, Eu apenas sorri gentilmente com ar de aprovação!



Você é maravilhosa, fantástica, te adoro Diana, sou louco por Você!



Saímos do bar, ele com a certeza de que me levaria para a cama!

Ledo engano!

No carro pedi que me levasse para casa!

Pois consegui me recompor e segurar meus ímpetos sexuais! Tinha que meditar sobre o que tinha acontecido!



A duras penas concordou e não sei como encontrei forças para me despedir dele no carro ao chegar no meu apartamento!

Depois de longos beijos no carro, deixei-o ver meus seios, abri espontaneamente minha blusa e se deleitou durante muito tempo chupando e acariciando minhas tetas, passou a mão em tudo vista e por outros lugares somente sobre a minha roupa e nos beijamos muito!

Não acreditou que Eu estava fugindo, mas teve que se conformar, falei que na segunda-feira conversaríamos melhor e que já era tarde!

E fui embora dormir!



Dormir, brincadeira, depois de tudo aquilo, tomei um banho frio que não adiantou nada!

Pequei meu consolo e me masturbei sonhando com o que poderia ter acontecido!

Gozei gostoso!



O que me fez retrocede foi que lembrei quanto amava meu homem, e que meu desejo era apenas um fetiche por sexo!

Mas também lembrei de como meu homem era tarado e como gostava de safadezas na cama, lembrei de que certa vez há algum tempo contei sobre meu fetiche de adolescente de transar com dois homens!



A conversa foi mais ou menos assim:



Bom, certa vez no meio de uma transa, ele falou brincando, assim: Diana, meu Deus, Você tem tanto fogo e é tão gostosa, que precisa de dois homens para te satisfazer!

Aproveitei o gancho, e respondi brincando também, com certeza meu amor, mas como faria isso, se sou somente sua!

Ao olhar seu rosto, não havia uma cara de espanto, mas pelo contrário, seu rosto estava cheio de prazer e sacanagem!

E se isso fosse possível, Você toparia, perguntou?

Fiquei admirada na hora!

Depois de alguns segundos de silêncio, respondi: Quem sabe o dia de amanhã!

E começamos a rir!

Desde aquele dia, sempre imaginávamos a situação, e sem querer pensávamos sobre o fato, e frequentemente imaginávamos como faríamos tal loucura!

Criando situações das mais loucas e imaginando aventuras eráticas das mais safadas, foi muito legal, pois começamos a descobrir muitas coisas de nosso mais intimo desejo!

Eu dizia que tinha que ser alguém de extrema confiança, seguro e adulto!

Pois, ninguém nunca poderia saber sobre o ocorrido!

Brincadeiras iam e vinham sobre este assunto e certo dia, cogitei que tinha que ser um amigo dele, pois Eu não conhecia ninguém tão intimo assim!

Ele concordou!



Comecei então a planejar e que como voltaria a tocar neste assunto com meu homem, mas agora tinha uma diferença, agora tinha alguém da minha confiança com queria realizar meu sonho!

E pasmem, mas ambos: meu amigo e meu homem tem o mesmo nome: Fabio, que loucura seria ter dois JulioÂ’s na cama comigo, me desejando e me possuindo loucamente!



Naquele final de semana encontrei com meu Amo e Senhor!

E na cama depois de fazer amor gostoso, comecei a fazer uma deliciosa chupeta e a bater uma punheta para o meu Fabio!

Comecei a contar uma historinha para ele ficar mais louco ainda, e contei meu fetiche, ele adorou, perguntou se conhecia alguém com que gostaria de transar e comentei com ele o acontecido como tinha seduzido meu amigo e deixado ele a ver navios na sexta feira, para minha surpresa o safado adorou e ficou louco de tesão!

Concordou plenamente em satisfazer meu fetiche e seu desejo de sacanagem!

E pediu para armar que ele toparia perfeitamente!



Na segunda feira, chegando no escritário agi normalmente e no final do expediente fiquei a sás com meu outro Fabio e conversamos, concordou que tínhamos errado e continuamos amigos durante dias a fio!

Deixei a coisa esfriar um pouco, mas não muito, assim certa noite a sás novamente, conversava sobre sexo, quando perguntou sobre meus fetiches e aproveitei contando meu sonho de adolescente de desejar ser possuída por dois homens carinhosos e especiais, assim deixei ele imaginar sozinho o que poderia um dia acontecer!

Criando uma bela expectativa!



Passado algum tempo, surgiu à chance perfeita, a esposa do meu amigo tinha viajado e assim convidei o meu amigo Fabio para ir num barzinho naquela sexta-feira comigo e meu namorado, para descontrair!

Ninguém tinha planejado nada, a não ser Eu, e isso, deu a tudo um ar natural, mais erático, sensual e casual!

Por volta das sete o meu namorado ligou no escritário falando que o carro dele estava quebrado, e meu amigo da firma prontamente se ofereceu para nos buscar mais tarde na minha casa para sairmos e nos levar de volta, Eu concordei rapidamente!

Por volta das onze da noite, o meu amigo passou em casa!

Os dois Fabios foram muito gentis um com o outro quando os apresentei!

Saímos e nos divertimos muito, demos muitas risadas e bebemos bastante.

Os dois simpatizaram entre eles!

E Eu estava muito feliz com isso!

Estava linda naquela noite, apesar de usar calça, era colada e sexy, mostrando todas minhas curvas, uma blusa fininha e decotada.

Durante a noite toda, percebi como meu amigo me comia com os olhos e aquilo me deu um apetite de sexo animal...

Pensei como ele adorava olhar para minha bunda!

E como não parava de me secar!



Os dois Fabios tarados por mim!

No final da noite ao voltar para casa, convidamos, meu amigo para subir e tomar um ultimo drink conosco, aceitou prontamente, e no elevador meu namorado falava besteiras ao meu ouvido, e o coitado do meu amigo sá olhava como meu homem me agarrava, os seus toques e palavras começaram a me deixar extremamente excitada, entramos no meu apartamento, e os dois sentaram na sala, se serviram de mais alguns drinks e ficaram a conversar.

Fui até meu quarto, e meu namorado me seguiu e disse, Diana, Você esta fantástica esta noite e extremamente deliciosa, e brincou dizendo que ia mostra umas fotos eráticas minhas para meu amigo, dei risada e falei:

Você está louco! Ele trabalha comigo!

Mas no fundo adorei a idéia! Pois adoro me exibir e que me admirem!



Completei, Você é quem sabe Fabio, sou sua e se quiser mostrar, Você decide, e fui tomar um banho!



O meu namorado voltou com as fotos para a sala e as entregou ao novo amigo e xará, que nem acreditava nas fotos que começou a devorar, quando o meu namorado brincando com ele, falou e ai o que acha dessa mulher maravilhosa!?



O meu amigo ficou apreciando minhas fotos carinhosamente, vendo cada mínimo detalhe delas e falava: imagina esta loira maravilhosa que estou vendo aqui, esta ali no banheiro tomando um gostoso banho, se acariciando e se tocando todinha.



Fabio nem imagina quantas vezes pensei na Diana nua e agora Vc. me mostra estas fotos!

Obrigado xará Você é demais e ela também!



Devo dizer que gostei muito da companhia de Vcs.

Esta noite foi muito legal!

São um casal adorável e moderno! E pelo que percebo muito liberais!



Ambos continuaram a devorar, com olhos e mãos, as fotos, faziam comentários lindos, sexys e também obscenos, sobre minha beleza e meu delicioso corpo!



Foi quando meu namorado tarado tocou no assunto de como seria me possuir entre os dois, ambos meio bêbados, já estavam pra lá de excitados e totalmente malucos de tesão.

O meu namorado caprichava em contar mais coisa sobre mim e minhas qualidades na cama e meus atributos no sexo! Dizia que era uma Deusa!

Sou suspeito xará em falar, pois morro de tesão e desejo pela minha namorada!

Mas agora Eu sei que Você também, acha minha mulher uma puta gostosa!



Eu no banheiro estava com tanto tesão, que nem conseguia me conter!

Imaginando os que ambos estariam conversando vendo minhas fotos nua!



Então meu namorado tocou novamente no assunto:

Sabia que ela tem um fetiche de transar com dois homens ao mesmo tempo!

O meu amigo meio envergonhado falou que sabia desse fetiche!



Será que hoje acontece pode acontecer alguma coisa, sei lá respondeu meu namorado!

Vamos ver o que ela esta pensando quando voltar e o que acontecer deixar rolar.

OK





Eu tremia no banheiro e depois no quarto pensando se ia rolar alguma coisa?



Para surpresa dos meus Fabios, quando sai do quarto e fui para a sala, voltei trocada usando um vestidinho, deliciosamente colado, curto, apertado e sensual!



O mesmo que usará em algumas das fotos eráticas que tinha visto!



Somente de calcinha justa e pequena por baixo!

Sem sutiã!

Cheirosa e macia! Queria surpreender os dois e ver no que ia dar tudo aquilo!



E consegui, pois, ambos me olharam com tanto desejo que, meu corpo esquentou com seus olhares e todo meu ser estremeceu de tesão!



Assim que entrei na sala, peguei os dois, vendo minhas fotos, num principio fiquei com um pouco de vergonha, pelo meu amigo, mas logo senti que estava louca de tesão por estarem me admirando com tanta devoção!



Olhavam para mim, ali em pé, com loucura!

E voltavam a olhar para as fotos!



Sentei no sofá em frente aos dois, mostrei generosamente minhas pernas e deixei-os ver minha calcinha disfarçadamente!



Perguntei na maior cara de pau, para o outro meu amigo, o que ele estava achando das fotos?



Olhou para minhas pernas e me despiu com os olhos novamente:

Maravilhosas! Gritou!

Jamais imaginei ver umas fotos tão lindas e tão sensuais!

Ainda mais as suas Diana!



Respondi Você merece meu amigo, mostrou que é de confiança e que me adora, meu namorado também achou Vc um cara legal assim como Eu!

Sei que podemos confiar em Você!



Com certeza respondeu!



Sentou do meu lado no sofá, mostrou algumas fotos para mim e fez alguns comentários de algumas poses, que achou ousadas e maravilhosas!

Falou de algumas em especial, uma onde estou toda nua, na frente de uma arvore num pátio!

E outras que estou de jaqueta de couro do lado de um Escort Vermelho!

Perguntou como tive coragem?

Respondi que adorava me mostrar e na hora estava adorando tirar aquelas fotos e além do mais, já era de madrugada e não tinha ninguém naquela casa, a não ser o meu namorado que as fotografou!



Todos naquele instante sabíamos que tinha chegado a hora!



O meu Julio me fez levantar, começamos a nos beijar no meio da sala.

E o meu amigo paralisado, não sabia o que fazer, diante daquela cena toda!

Ainda com álbum em suas mãos!



Ouvia-se música vindo do aparelho de som no meu quarto, assim comecei a dançar com o meu namorado sensualmente no meio da sala!

Ele começou a acariciar todo meu corpo, enquanto me beijava.

Dançando lentamente no momento em que estava virada de costas para meu amigo, meu namorado levantou generosamente minha curta saia, deixando a mostra toda minha calcinha e minha deliciosa bunda para meu amigo ver!



Fazendo os olhos do meu amigo e futuro amante saltarem das árbitas!



Fiquei tranquila, pois aquele era meu homem estava segura do lado dele e Eu faria tudo que pedi-se, além, do mais Eu também queria muito transar com os dois!

E Eu tinha escolhido meu amigo e meu namorado para realizar meu fetiche e estava pronta!



O meu amigo, nem acreditou naquilo, aguardando um sinal verde do meu namorado, este acenou com a mão, e ele levantou do sofá, ficando atrás de mim!



O meu namorado pegou suas mãos e as colocou ao redor da minha cintura, me imprensaram, entre os dois, senti o corpo do meu amigo colado nas minhas costas, sentia sua respiração no meu pescoço e seus lábios na minha nuca!

Meu amigo tremia!

O meu namorado continuava a me beijar e apertava-me contra ele, os dois me abraçando, me tocando com desejo e paixão!



Foi o máximo, a sensação de estar entre dois corpos, dois homens!

Dois Fabios

Era indescritível o prazer, estava tudo fantástico!

Podia sentir o pau de ambos totalmente duros, um na frente da minha xoxotinha e o outro na minha bunda!

Senti as quatro mãos me acariciando e de repente tudo aquilo era mais divino do que qualquer fantasia que houvesse imaginado...

Adoro ser acariciada e naquele momento eram quatro mãos!



O meu namorado me virou de frente para o meu amigo, olhei seu rosto, e instintivamente coloquei meus braços ao redor do seu pescoço e o beijei, foi inacreditável o beijo delicioso que recebi enquanto sentia suas mãos ao redor da minha cintura, o meu namorado levantou novamente meu vestido e pegou uma das mãos do meu amigo e a levou até minha bunda, que apertou e acariciou, enquanto Eu lambia seu pescoço e sentia seu cheiro, ele chupava minha orelha e o meu namorado beijava minha nuca...e acariciava todo meu traseiro me enconchando!

O meu amigo estava a me beijar quando senti sua mão contornando minha cintura e me apertando contra ele, sua outra mão deslizou por baixo do meu vestido, da cintura percorreu a borda da minha calcinha pela anca até a coxa, indo parar na frente, no meio das minhas pernas, respirei e voltei a beijá-lo violentamente e senti a mão do safadinho afastando minha calcinha e seu dedo entrando na minha bocetinha, fiquei na ponta dos pés, já que ele continuava me levantando, enfiando seu dedo do meio no meu clitáris e o resto da sua mão se enchendo com minha boceta.

O meu namorado lambia minha nuca e me enconchava fortemente, acariciando meus seios por baixo do vestido com as duas mãos, me puxando para trás!

Parei e respirei, virei em direção ao meu namorado e mandei os dois sentarem!



Fui até meu quarto e achei a música certa e comecei a dançar, voltei para a sala e os olhos deles se encheram de desejo e loucura!

Fui fazendo minha apresentação do jeito que somente Eu sei!

Com a cara mais quente e tarada desse mundo!

Fui me despindo lentamente, fazendo o melhor streaptease da minha vida!

Ambos falavam palavras de desejo, amor e loucura, que me encorajavam a caprichar ainda mais na performance!

Fui ficando nua lentamente até ficar somente de calcinha!

Acariciava meus seios e revolava loucamente!



O meu amigo, encorajado pelo meu namorado, levantou e me beijou nos lábios fortemente com paixão, ardor e desejo!

Estava morrendo de vontade de me beijar novamente e Eu também!

Começou a me beijar me abraçando, seminua, daquele instante em diante, me entreguei totalmente!



Era deles, podiam fazer tudo!

Ouvi as suas palavras: estou tocando esta calcinha e seu corpo nela!

Quanta vezes sonhei com Você desse jeito repetia sem parar!

Respondi, Eu também seu bobão, agora me toca, me beija e me usa!



Falei para o meu namorado, vamos para o quarto, e fui à frente, nem percebi o meu namorado dando um toque no meu amigo, e este obedeceu rapidinho, ambos deram uma passada de mão na minha bunda ao mesmo tempo, foi tão gostoso que cheguei a levantar do chão e ser empurrada para frente!

Olhei para trás e sorri marotamente aprovando o gesto gostoso...



Nem consegui chegar no quarto, no corredor me agarraram e encostaram na parede, começaram a me beijar nos seios, acariciando minha bunda e minha boceta, comecei a gemer sem parar! Ia de uma parede à outra, na penumbra não sabia mais quem era quem, apenas que estavam me deixando mais maluca ainda!

Recebia beijos e caricias alucinantes por todo meu corpo!



Arrastaram-me até quarto, me cercaram em pé, me acariciando e beijando, senti suas mãos frenéticas em todo meu corpo, meu namorado me segurou fortemente beijando-me com loucura!

Fizeram um sanduíche humano comigo, prensada no meio do corpo de dois homens que não paravam de me alisar, acariciar e apertar, mal conseguia respirar!

Fechei os olhos e me derretia em sensações eráticas!



Foi quando não resisti, ajoelhei-me aos seus pés, tiraram as cuecas e pude segurar ambos os membros, eretos e prontos, comecei loucamente a chupar ambos e senti o pulsar daquelas veias na minha mão e na minha boca!

Ambos gemiam baixinho!



Meu Deus como adoro chupar um cacete, dois paus então era o máximo e satisfazer dois homens melhor ainda!

Coloquei os dois ao mesmo tempo na minha boca, depois trocava um e outro rapidamente e com vontade, meu namorado sempre diz que faço o melhor boquete do mundo, agora tinha que comprovar mais uma vez sua afirmação!

Tive que parar de chupar, se não daqui a pouco já eram, quase gozaram!



Levaram-me, até a cama, deitei entre os dois, começaram a me beijar na boca, no pescoço, já não sabia quem era quem de novo, começaram a chupar meus seios deliciosamente ao mesmo tempo, delirava de prazer e me segurava para não gritar!



Era tudo o que mais queria, dois homens, um que amo loucamente, que é meu amo e senhor e outro, nosso amigo, agora um novo cúmplice de nossas loucuras sexuais, que estava ali satisfazendo meu fetiche e me dando total tesão, chupavam as tetinhas com desejo e amor!

Nunca tinha sentido duas bocas ao mesmo tempo nos seios, os bicos quase pulavam de acessos, eram mordidos e chupados ao mesmo tempo!

Os dois me acariciavam por inteiro, enquanto em cada mão segurava um pau e batia uma punheta frenética para ambos!



Meu namorado sabe como adoro que toquem minhas pernas!

Desceu até meus pés e começo a chupá-los, acariciando meus tornozelos, minhas panturrilhas até minhas coxas com força e desejo!



Para não gritar, beijava o meu amigo e ouvia suas palavras de tesão e desejo!

Acariciava meus seios com carinho e força!



E falava como são lindos, grandes e macios!

Foi quando senti, os dedos dele na minha bocetinha novamente, segurou meu grilinho e começou a mexer nele, me levando ao delírio!

Tinha acertado em cheio a minha escolha, ele era gostoso mesmo!



O meu namorado vinha subindo beijando minhas pernas e me acariciando toda, quando me virou de bruços, e falou: olha para tudo isso meu xará Fabio, ela não é gostosa, fala a verdade é um bocetão!



Linda, tarada e perfeita!



Ele retrucou, SIM, tudo nela é perfeito!

Como é gostosa!

Um de cada lado beijava minha nuca o outro meus ombros, enfiavam suas línguas violentamente nas minhas orelhas, coloquei minha boca no travesseiro para não gritar!

Todas suas mãos nas minhas costas, apertando minhas cadeiras, descendo e subindo por todo meu ser!

Sentir as mãos dos dois na minha bunda apertando e apalpando, que maravilha!

De bruços ainda, abriram delicadamente minhas pernas, acariciando minhas coxas,

ficaram de joelhos ao meu lado e entre ambos começaram a tirar minha calcinha,

num ritual de veneração e êxtase ao me ver ali subjugada e disponível para atender aos seus desejos mais animalescos e minha alegria ao me virar devagarzinho foi ver aqueles dois homens que achavam que me tinham!



Ao contrário eles Eram meus!

Era uma troca de desejo, tesão e sexo!

Agora era uma escrava do prazer e da luxuria!



Segurei novamente o membro do meu amigo que se inclinou delicadamente sobre meus seios e começo a me dar todo o prazer que ele era capaz!

Segurei o pau do meu namorado que se inclinou em direção à minha boceta!

Eu olhava para o teto e pensava: que fantástico, os dois aos meus pés me venerando, me dando prazer!

Eles estavam malucos, doidos, do jeito que sá Eu sou capaz de deixar um homem! E agora eram dois, como sempre tinha sonhado!

E à medida que sentia suas mãos e suas línguas, com mais tesão ficava!



O meu amigo me beijava com se fosse a última vez!

Apertavam meus seios e me falavam besteiras ao ouvido que adoro escutar!

Enquanto, ele chupava meus seios, meu namorado me levava ao ponto certo, chupando ferozmente com um animal minha bocetinha!



Parou de me chupar, pois já estava no ponto e ensopada, percebi-o se levantando, abrindo minhas pernas e seu pau gigante, penetrando-me com toda força, sem dá nem piedade!

Amei aquela estocada!

Começou a meter em mim, que nem um bárbaro!

Parecia um animal! Nunca tinha visto meu namorado tão louco e animal!



Aí ele olhou para mim, retribui com meu olhar apaixonado de total aprovação e prazer!

Viu minha boca angustiada e vazia!

Avisou, xará o que Vc. Acha?

A boquinha dela esta pedindo?

Satisfez meu desejo e colocou seu pau, ao meu alcance e disposição, segurei e o trouxe até meus lábios, chupava com vontade, enquanto meu amor me fodia gostoso!

Chupava com gosto o cacete do meu amigo!

Escutava as besteiras que ambos falavam!

E mais louca ficava!

Estava sendo possuída em dois buraquinhos ao mesmo tempo!

Minha boca e minha bocetinha!

Realizando depois de tanto tempo os meus sonhos mais loucos!



Lembravam dos fatos acontecidos naquela noite e como tinham ficado com tesão!

Como estavam loucos para concretizar esse triângulo amoroso com uma transa gostosa e louca, de desejo e prazer!

Tudo de forma deliciosa!



De repente senti o gozo vir, não podia mais aguentar, mexi meu quadril, e gozei um jato de prazer, deixei ensopado o pau do meu amo!

Tive que tirar o pau do meu amigo por alguns instantes da boca para conseguir ar para respirar.

Gozei muito!

SIM isso, era isso que Eu queria, gozar muito!

Os dois perceberam, ficaram mais tarados, pois me adorarão sentir gozando!



Meu namorado tirou seu pau da minha boceta!

E inverteram as posições, naquele instante, olhei nos olhos do meu amigo e vi sua cara de tarado que estava louco pra me comer!



Falei: Fabio, vai me possui gostoso meu adorável amigo, ta vendo finalmente vou ser sua!

Ele sorriu e me beijou na boca!

Adorei ver que finalmente todo aquele seu desejo ia ser colocado dentro de mim!



Como queria dar para ele!

Para os dois! Sensacional!



Meu homem ficou ao meu lado, safado se aproveitando daquela cena!

Acariciando-me, me beijando e chupando minhas tetas, falando besteiras enquanto assistia sua puta dar gostoso para outro Fabio!



Passei mais um tempo ali sendo fodida e chupada!



Meu homem falou: Diana, se Você vai dar gostoso, dá do melhor jeito que sabe e me mandou ficar de quatro!

Obedeci e ofereci tudo para meu amigo, este agradeceu beijando minha bundinha e me dando um tapa gostoso!



Meu namorado ficou por baixo de mim e quase arrancava meus seios chupando acariciando os dois, me beijava na boca com paixão e loucura!

Senti nosso amigo me segurando pelas ancas, abrindo minhas nádegas, ficou olhando para minha bunda e em seguida para a visão da minha boceta, ali, aberta, de quatro e pronta para ele novamente!

Dava a impressão que depois de tudo o que estávamos fazendo ainda não acreditava que estava me possuindo!

Estavam loucos por sexo! Todos nás!

Eu falei, mete, mete gostoso, mata toda sua vontade!

Foi incrível, meu namorado me acariciava enquanto olhava o amigo me dar a primeira estocada de quatro!

Entrou devagar sentindo cada parte do meu interior, se mexia querendo sentir cada parte da minha boceta!

Que delicia Você é, essa boceta é digna de receber todo meu cacete e tesão!

Amei suas palavras, e senti-o indo e vindo dentro de mim!

Enquanto meu namorado apreciava aquela cena com total prazer e atenção!

Perguntou se estava gostando?

GRITEI: Estou amando!



Todo meu corpo estremecia, Eu gemia e gritava de tanto tesão, durante quase meia hora, senti seu membro me atravessar com tanto desejo e ardor que sentia que perdia os sentidos, gritava e mais ele metia, foi quando dei o maior dos gritos, ao gozar violentamente novamente, ensopando ainda mais seu pau!

Gritou de prazer: que maravilha minha maravilhosa Diana, fiz Você gozar, que delicia meu Amor!



Os dois tinham me feito gozar!



Meus joelhos doíam, mas todo o meu ser pedia mais, num espasmo de loucura!



Meu amigo dizia: Diana, Você é única, Eu sabia que eras a melhor desde que te conheci, tua cara de sexo não nega, tua pele e teu corpo são o néctar dos Deuses!

Seu namorado tem razão Você é demais na cama!







Foi a vez do meu namorado que voltou a me penetrar, enquanto batia na minha bunda loucamente e massageava com os dedos molhados o botão do meu cuzinho, novamente me fazia delirar, e sabia que não demoraria muito e novamente aquele homem me faria gozar mais deliciosamente que antes, alguns minutos depois, a maravilha esperada aconteceu, gozei mais uma vez, Eu mesma não acreditava



Meu homem te amo!

Gritei: Gozei! Gozei! Gozei de novo!

Que Maravilha!



Isso que dá tesão enrustido!

Minhas forças me abandonavam...



Xinga, bate na minha bunda, me fode com gosto, me faz sua!

Eu gritava sem parar!

Puxava-me, com uma mão e me batia com a outra, me cavalgando, e me fodendo loucamente.

De repente senti aquela vara crescer ainda mais dentro de mim e naquele instante gritei de um jeito que fiquei sem ar!

Goza, essa boceta é tua!

Ele se segurou a falou ainda não minha loira gostosa!



Cai desmaiada e ele sobre minhas costas. Senti suas mãos me acariciando e sua língua me lambendo, me virando lentamente, apertou meus seios e caiu em cima de mim, continuou a me beijar, pois estava louco por mim, até conseguir parar lentamente.

Ficamos algum tempo, exaustos e felizes!

Quando voltei das nuvens!



O meu namorado me colocou de ladinho. Pois sabe como gosto!



Veio e começou a me comer, comer, comer!



Nessa posição que adoro, enquanto o meu amigo se satisfazia me tocando e me apalpando todinha!

Que delicia!

Que maluquice estava pra lá de Bagdá!

Agora era a mulher de dois loucos e tarados!



O meu homem deitou e me mandou cavalgar o pau dele, obedeci na hora, olhava para o rosto dele que apertava meus seios e subi nele!



Eu subia e descia fazendo o cacete dele entrar e sair com muita força, com a ajuda do meu amigo que me segurava pelos ombros, subia e descia, em certa hora levantou e ficando de pé na cama me fez novamente engolir seu pau enquanto cavalgava meu homem!

Meu amigo gemia com meu boquete, enquanto continuava a subir e descer no pau, o pau do meu amo e senhor!

Sim, porque agora Eu era deles e eles eram meus também!

Com certeza perdi o resto de pudor que ainda tinha!

Meu amigo aproveitou de tudo quanto é jeito enquanto dava para meu namorado, me tocou em todas as partes possíveis! Acariciou e beijou todo meu ser!



Meu amor me puxou e me colocou de quatro novamente!

Começou a me foder com força!

Mandou meu amigo ficar sentado na minha frente, e somente fiz o que tinha que ser feito, abri suas pernas, e engoli aquele caralho gostoso!

Enquanto era comida de quatro!



Meu namorado me cavalgava e batia na minha bunda, falando mil barbaridades e loucuras de prazer, me segurava pelas ancas e me puxava com tudo, metendo aquele cacete até o talo, falando como era maravilhosa e gostosa!

Puxava meu cabelo, fazendo minha cabeça ir e vir, do jeito que ele gostava!



Mesmo assim, Eu não soltava o pau do meu amante por nada, pois quando quero chupo melhor que qualquer uma!

Indo e vindo com ele na boca!

Meu homem cavalgou-me como uma égua durante um bom tempo!

O safado sabia que gosto de apanhar!

E batia muito na minha bunda!

Pedi para me xingarem, e começaram a falar mil besteiras que me faziam ficar mais louca ainda!

Foi quando, falaram que minha boceta era tão grande e gostosa, que com certeza aguentaria os dois, nem pensei duas vezes, se era isso que queriam, de mim iam ter tudo!

Ia ser inesquecível!

Já que Eu também queria!



Subi em cima do meu amigo, sentei no seu pau, comecei a meter gostoso, mexi minhas cadeiras do jeito que aprendi com meu namorado, meu amigo olhava e nem acreditava no que fazia com seu pau dentro da minha boceta!

De repente me inclinei, comecei a beijar meu amigo, lambia ele todinho, enquanto dava pra ele!

Meu namorado veio por trás, de joelhos entre nossas pernas, foi quando senti sua força e vontade no meio das pernas, vi estrelas quando senti o pau dele entrando junto com outro que já estava lá.

Sim, agora sim estavam os dois dentro de mim!

Não podia acreditar naquilo, estava mais uma vez sendo possuída por dois ao mesmo tempo, e nem podia descrever o prazer!



Uma loucura: Dois cacetes na minha boceta!



Estava quase gozando novamente!

Quando senti a cabeça dos dois paus pulsando e crescendo na minha boceta!

Sim, era isso ambos estavam prestes a gozar...

Mas fiquei sem sentidos, gozei antes deles!

Quase desmaiei! Foi muito gostoso!



O meu amigo estava quase gozando, quando voltei a mim, Eu esperava ansiosa!

Ele gentilmente tirou para não gozar!



Senti meu namorando continuar metendo gostoso e terminou num gozo total, foi uma cachoeira de porra dentro de mim! Afinal ele podia, pois Eu sou sua propriedade!



Explodiu dentro de mim como um vulcão, aquele líquido quente me encheu por dentro, escorrendo e descendo pelas minhas coxas.

Continuou a meter por mais alguns minutos! Tirou...

Meu namorado me beijou, se levantou e foi até a cozinha pegar um refri para nás...



Comecei a me acariciar suavemente, Eu ainda estava em estado de graça de tanto gozar!

Nosso amigo me olhava e fazia comentários gostosos sobre mim!

E apreciava me ver peladinha.



Comecei a beijá-lo e ele a me tocar novamente, sim ele queria mais!

Perguntei ao seu ouvido se ele não queria gozar?

Antes de responder me beijou, abriu minhas pernas e me penetrou novamente!

Comecei a ver estrelas, pois minha boceta estava inchada, mas o prazer era muito maior!

Então começou a meter gostoso e com mais vontade quando estava pronto para gozar!

Parou e tirou!



Ai me decidi, agora Vc. goza!

Sai de baixo dele e fiz o famoso meia nove, ficando por cima!



Ele nem acreditou, segurava minhas pernas com força e me chupava, Eu com seu cacete até o talo na minha boca, o passava pelos meus seios e pelo meu rosto!

Lambi muito e beijei muito seu pau, chupava e lambia suas bolas também, fazendo quase gritar de prazer!

Ele enfiava sua língua até meu útero quase, muito fundo mesmo e chupava meu grilo loucamente!

Várias vezes passou a língua no meu cuzinho!



Podia sentir toda sua boca dentro da minha boceta, me mordendo, lambendo e chupando!



Logo senti as veias pulsando e seu pau rapidamente ficou em ponte de bala!

Todo excitado e duro que nem uma vara de ferro, então aconteceu de repente explodiu num gozo fenomenal!

Queria ter visto sua porrinha saindo e jorrando, mas alguma coisa me impediu e deixei ele gozar na minha boca e engoli com prazer, um pouco caiu na minha cara, adorei passei pelo meu cútis massageando e terminei esfregando e limpando seu pau entre meus seios!

Ele ficou mudo, para não gritar!



Passei várias vezes minha língua no seu pau, limpando seu caralho, enfiando a linguinha no canal, sugando e tirando o último restinho de porra dele!

Beijei sua boca enquanto ainda mal conseguia falar!

Quando levantei a cabeça, meu homem estava ali olhando e se deliciando com a visão!

Adorei!



Conversamos um pouco sobre tudo, ficamos abraçados os três descansando!

Nos vestimos lentamente enquanto riamos e meu amante nos contava, quantas vezes tinha sonhado de transar comigo naquele escritário, disse que ia continuara a me tratar como sempre, como a Dama que Eu era!

Agradeci, expliquei que tinha adorado tudo, e que gostaria de repetir eventualmente nosso prazer!



Acompanhamos nosso amigo até a porta, nos beijamos, e o amigo foi embora, com uma experiência que jamais vai esquecer, e nem nás!



Assim, como Eu adorei, e meu namorado e também!



Adoramos gozar tanto e sentir tanto tesão a noite inteira.

Principalmente por me ver tão satisfeita e com tanto tesão e prazer!



Pessoalmente foi mais que átimo!

Lindo e gostoso...

Pretendemos repetir um dia desses!



A nova semana chegou, não sabia o que faria, e nem agiria e como poderia trabalhar depois do acontecido, trabalhei muito naquele dia e nem sequer o olhei para meu amigo, ele agiu normalmente.

E quase no final do expediente, recebi um e-mail.

Diana, obrigado por ser como é linda e especial!

Olhei para a sala dele, no mesmo instante me olhou e sorriu, meu ramal tocou e ouvi suas voz:

Minha doce Diana, Você será meu eterno segredo... Beijos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos ela gozou no meu dedo no metrôestuprada pela quadrilha conto eróticoContos erotico sobrinha magrela no colo do tioguarda noturno maduro conto gaycontos de coroa com novinhoconto erotico amiga travestibranca gordinha casada estrupada por maniaco no cucontos enrabada no trabalhadoConto erótico namorada mestiçacontos de esposa arrombada dormindocontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhasCavalo cumendo uma jumetinha bem novinha que rincha muitoContos ai no cuzinho naocontos erotico maridos camaradacontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninadesenho de deus contos eróticosencesto mae envagelicacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos arrombando a gordaxvidio minha mina sai para tranpa e eu como Minha sogra xvidiocontos eroticos meu pai me seguiu ate o baile funkcontos eroticas professora e alunocontos eroticos no escuroAs gost mamando os maiores picaggtenho a bunda grande e o quadril largo contoswww.contos enrrabando menina de rua novinhaMeu primeiro Hetero espoca hetero finalcontos eróticos de comi a chata da clasecontos eroticos de prima puta safada e com um rabo de puta que foi fazer uma visitinha pra tiacontos betinha vendo a irma sendo fodidame comeram dormindo no ônibusesposa caseiro contosconto erotico minha mim deixado de castigocontos gay com a mulher em casazoofilia negao comenorme pau deixando putia loucaConto erótico filha putinhaminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticonão aguento no cu contoscontos de sexo depilada na praiamuhleres quecavalo tramsa com animalcontos eroticos minha mulher apanhacomendo a família toda contos eroticosvídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundaContos eroticos da mamae gostosa e filhoContos eróticos de pau duro na piscinaconto gay "tem que implorar"baixo forte troncudo e pau grosso gaycontos eróticos brasileiro primeira vez mãe fazendo dupla penetração com seus filhosdeixei temperei site logo vou chegar no DPvoyeur de esposa conto eroticoempregada humilhada contosConto de incesto.maninha inocentemilia fudedocontos reais eroticos na formatura casaiscontos esposa carona para travestimamadas seios contos coroasconto erótico me tornei o macho da minha irmãcontos veridico de priminhacontos eroticos engravidanconto erotico velhosdrixando a mulher do corno arregassadinhameu pai me ensinou a foderConto Erotico: o macho se rendeu a minha rolarelatos eroticos esposas estupradascontos gay dando para o cachorromeu marido me amarrou e deixou quatro negros me estupraram. contos eróticoscontos eroticos meu priminho gordinhoContos eroticos a minha mae da bunda gigantecontos eroticos gay meu padrasto de vinte e quatro anos me enrabou dormindo quando eu tinha nove anosContos eroticos eu e minha esposa fudemos com o nosso sobrinho gayVelho pervertido come a bucetinha de uma garotinha na escolasubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha sogra viu eu tomar banho contoscontos eroticos coroa casada executiva viaja sozinha a trabalho e trai com funcionario do hotel