Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ENTEADA

Tenho 37 anos e depois de namorar por 1 ano minha namorada veio morar comigo, ela tinha uma filhinha de 3 anos quando isso aconteceu, fruto de seu primeiro casamento, onde o pai sumiu sem deixar rastros. Nos damos hiper bem e passei tratar a Ritinha como minha filha. Sou engenheiro e trabalho em casa fazendo projetos para diversas empreiteiras, e minha milher é enfermeira e trabalha em um hospital. Os anos foram se passando e nás tres nos dando muito bem, quando a Ritinha estava com 19 anos comecei a ver que seu corpinho estava mudando levemente. As coxinhas ficando mais grossinhas e a bundinha mais volumosinha e arrebitada. Ela é um anjo, cabelos castanhos claros lisos e compridos, narizinho arrebitado, uma boneca, pudera a mãe é linda também. Nesta época descobri este site de contos e passei a le-los e os de incesto chamaram minha atenção, nunca havia me passado pela cabeça nada com a Ritinha, mas .......

Certo dia estava lendo um conto em que o tio acabou comendo sua sobrinha de 19 aninhos, fiquei com aquilo na cabeça e um dia tc no msn, um cara me mandou varias fotos de meninas desta idade nuas ou transando, fiquei meio doido, nunca havia pensado nisso, mas comecei a olhar a Ritinha com outros olhos. A noite depois do banho ela sempre descia para a sala de camisolinha e como moro no nordeste, sempre calor, ela o fazia com camisolinhas finas e transparentes, e ela como toda criança ou pre-adolescente descuidada, nem se preocupava em sentar-se com modos ou se estava aparecendo algo do modo que sentava ou deitava no sofa, até porque me considerava seu pai.

Bem, numa sexta-feira minha mulher teria aqueles plantoes intermináveis de 24horas, sairia as 18oras de sexta e retornaria para casa somente as 18horas do sábado. Tudo normal, já haviam acontecido centenas de plantões desde que estamos juntos, mas agora eu estava com outros olhos para a Ritinha. A mae dela saiu e falei para ela ir tomar banho para jantarmos e assistirmos um pouco de tv antes de dormir. Ela foi e depois de uns 19 minutos me chamou no banheiro, inocentemente me pediu para alcançar uma toalha pois havia se esquecido de pegar entrei no banheiro e vi aquele corpinho nu que agora eu desejava, alcancei a toalha e saí. logo ela estava la em baixo comigo com uma camisolinha transaperente e calcinhas nada mais. Fiquei surpreso ao ver que a calcinha não era mais as de algodão de bichinhos que normalmente usava e sim uma de rendinha branca já estilo de adolecentes muito linda e pequena, me arrisquei e falei, de calcinhas novas? Ela imediatamente respondeu levantando a camisola, embora nem precisasse de tão curtinha que era, gostou? minha mãe disse que agora vai me comprar este tipo pois as aoutras estvam ficando pequenas e eram de criancinha. Falando isso deu uma voltinha segurando a camisola na altura da cintura fiquei doido com a cena, e como havia colocado um calção sem cuecas logo meu pau armou a barraca. eu estava em pé e fiquei sem geito que ela visse meu estado, sentei mas foi inevitável, ela perguntou o que eu tinha dentro do calção que estava com aquele volume todo. Eu sem saber o que dizer perguntei se a mãe dela ja havia falado com ela sobre sexo, e ela disse que algumas coisas sim. Eu perguntei o que e ela me falou que nunc era para deixar ninguem tocar nela, na bunda nos seios ou na xotinha, e que os meninos iriam querer "brincar" com ela logo, mas que era para ela er muito cuidado. E ela voltou a repetir a pergunta de o porque daquele volume que ela havia visto no meu calção, eu disse então que poderia dizer para ela as teria que er um super segredo nosso, nem sua mãe poderia saber disso, e que se ela topasse além de lhe dar o celular que ela tanto queria eu iria lhe ensinar mais coisas do que a mãe dela havia ensinado, depois de eu falar isto me dei conta que estava seduzindo minha enteada de 19 aninos, mas a proposta eu ja havia feito e ela imediatamente topou, dizendo sabe né papito (como ela me chama) eu quero o motorolla v3 rosa, eu disse seim vai ser este amanhã mesmo. Então falei para ela que o que ela tinha visto era meu pinto, e ela ficou surpresa, e disse mas eu ja vie ele e não é desse tamanho todo, aí falei que quando a gente fica com vontade ne namorar ele cresce e foi isso que tinha acontecido com ele porque eu havia mostrado as calcinhas e eu estava com um corpo lindo. Ela então perguntou se então eu estava querendo namorar com ela e respondi, não namorar não mas quero te ensinar como fazer para quendo alguém tentar fazer contigo vc saber como é e como evitar o que não quizer.

Ela então pediu para ver ele eu baisei o calção e ela arregalou os olhos ele estava mais duro que nunca, a cabeça chegava a reluzier de tão dura que estava, aí falei gosou de ver ? ela fez que sim com a cabeça, pedi para ela tirar a camisola ficando somente de caldinhas ela fez, e aí fui ao meu quarto e volltei com um dvd de sexo que havia comprado de garotas lindas na faixa de 19 anos fazendo de tudo, coloquei e disse que iria mostrar para ela como os adultos namoravam mas ela nunca poderia falar para a mãe dela que eu haviamostrado tudo isso para ela, ela concordou e começamos a assistir o filme, eu já estava quase gozando de te~sao ao assistir o filem com aquela deusinha ali somente de calcinhas e aí falei que iria ensinar a primeira coisa para ela, na tv passava uma cena de uma menina se masturbando e com um imenso vibrador na mão, ela perguntou o que era aquilo e falei para ela, e aí disse faça que nem a menina, vc vai ver como é bom. Ela começou a se acariciar por cima da calcinha e eu falei tira as calcinhas ela tirou vi aquela coisinhamais linda do mundo, uma bucetinha lisinha sem nenhum pelo ali do meu lado, já havia visto mas nunca tão de perto e nem toda abertinha como estava, ela estava sentada no sofá com as pernas bem abertas e levantadas com os pés apoiados no sofá toda escancarada tentando imitar a moça da tv, aí não resisti e disse deixe que eu faço para vc, e pasei a dedilhar aquela bucetinha que já estava umida. ela fechou os olhinhos sentindo prazer desci o dedo e senti a entradinha muito fechada de sua buceta, não resistindo disse que iria fazer mais com ela e lhe dar muito prazer, sentei-me no chão e passei a lamber sua bucetinha, ela gemia alto, eu metia a lingua em sua bucetinha, chupava seu grelinho, ela gemia ergui mais suas perninhas e vislumbrei o cuzinho, rosadinho lindo, fechado, passei a lamber e meter a lingua nele, senti que ela gozou, aí perguntei se ela havia gostado e disse que havia feito sexo oral nela e que agora ela iria fazer em mim, já colocando o pau em sua boquinha ensinei ela a chupar, no início me machucou mas depois aprendeu, falei que iria derramar leitinho em sua boca e que ela engolisse ele se quizesse. não resisti muito tempo pois estva com muito tesão. Enchi a boquinha dela de porra que escorreu pelo pescoço e peitnhos que não exixtiam e barriguinha o que ela pode ela engoliu. depois subimos fomos nos lavar e deitamos em minha cama. Perguntei o que ela tinha a chado e ela responde que iria querer todos os dias, eu disse que iria querer meter nela para ela saber como era e fiz ela ficar de 4 na cama, peguei ky na mesa de cabeceira que uso com a m~e dela e labusei meu pau que já estva duro novamente pasei a lember sua chotinha de novo e seu cuzinho colocando bastante saliva nele e logo o ky, meti um dedo ela gemeu, fiquei com ele brincando de colocar e tirar e logo fui enfiando outro dedo para abrir o caminho em pouco tempo estava com os dois dedos cravados naquela bundinha macia, quando notei que ela estava totalmente a vontado com os dois dedos tirei e encaixei a cabeça do meu pau no cuzinho e fui forçando, ela gemeu e disse que doia eu pedi que aguentasse um pouco e dei uma estocada, ela gritou mas a cabeça entrou, e como diz o ditado depois que a cabeça passa...... fiquei parado um pouco e logo fui metendo o resto, ela gemia um pouco mas logo foi se acostumando e em minutos eu estava inteiro dentro daquela princesinha, que cena linda ela dde 4 na cama com as perna em abertas e sua bundinha arrombada pelo meu cacete, pedi que ela começasse a rebolar e ela fez com maestria, pois adora dançar funk, enchi o rabinho dela de porra e caimos exaustos na cama. Adormecemos assim pelados, suados e com cheiro de sexo, acordei pela manha as 08horas e olhei para o lado o lençol sujo de porra e ela dormindo de barriga para cima sua bucetinha linda ali na inha cama. Ela acordou meia hora depois eu ha havia tomado banho e falei para ela tomar ela veio e me dei um abraço de bom dia como sempre fez mas me deu um beijo na boca também, me supreendi pois apesar de termos transado na noite anterior não haviamos dado um beijo sequer, e aí puxei ela para mim e nos beijamos com vontade. Ela foi para o banho e preparei um café que tomamos no quarto mesmo. Ela saiu do banho enrolada na toalha, perguntei então o que havia achado e ela falou que tinha adorado parsar de estar toda ardida, eu relembrei que jamais podeira contar para sua mãe ou qualuqer outra pessoa, e ela disse que sim e relembrei que depois do almoço iriamos ao shopping comrar o celular dela. Eu terminando o café peguei ela no colo e levei para a cama, e disse que iria terminar a lição e tirando a tolaha passei a beija-la, na boca, descendo pelo pescoço até chegar nos peitinhos que não passavam de duas jaboticabas, ela gemia e desci até a xotinha que chupei como nunca meu pau estava em brasa, peguei e coloqui na protinha mas achei que não entraria, eh muito grande e a xotinha era mínima, coloquei mais saliva empurrei um pouco mas ela gemia e não entrava, peguei o ky lambusei muito meu pau passei na xotinha dela, passando com o dedo lá dentro a maior quantidade que conseguia, novamente acomodei a cabeça na portinha e fui metendo ela gemia mas agora ele deslisou até encontrar o cabacinho e disse para ela poderá doer um pouquinho mas vai ser bom, dito isto, beijei ela na boca e quando axei que ela estava doidinha de tesão derrubei o peso de meu corpo sobre ela cravando o pau na ex-xotinha virgem, ela deu um g rito, mas o cabaço já havia se ido, metade do meu pau havia entado nela, ergui um pouco o corpo e vi a cena mais linda, meu pau cravado naquela xotinha carequinha linda branquinha lisinha e fui ageitando até meter todo ele logo ela parou de gemer de dor e passou a gemer de tesão e eu derramei minha porra toda nela.

Isto já fazem 2 anos, agora com 19 ela está cada dia mais linda, com um corpinho maravilhoso seios ainda pequenos mas redondinhos de bicos rosados, bundinha maravilhosa corpo rosto tudo perfeito, e par completar, virou minha putinha deliciosa. Tem seus namoradinhos mas me dá sempre que quero, nos platões de sua mãe é sagrado, noite de sexo de todas as formas.

Vivo um sonho pois tenho a mãe que igualmente é linda e quendo ela não está enho a filha que é uma deusinha e muito mais puta que a mãe.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos minha mae e uma safada e meu pai um corno liberalcarnavaldeputariasConto ertico. Minha adrasta. Bebiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos: safadezas de um velhocache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html contos punheta em calcinha da sobrinhameu filho sem querer contosencoxador no tremContos eróticos boca maciafui sondar e fui comido contoscontos eroticosAdoro leitinho na bucetaconto erotico pm macho batalhão estocadasCasada narra conto dando o cuContos eroticos comi a amiga da minha namoradacontos de coroa com novinhoareganhando o cu e epois a boceta com a mao relaxandovidio antigos onde duas mulher chamos alguns homen pra transaren no sulper mercadinho xvidiocomenho a vinsinhA e gozando drntro de lacontos eróticos gay meu sobrinho rabou meu marido na minha frentecontos com sogras acima de 50anos pornôestuprada por quatro cachorros conto eroticocontos eróticos excursaocontos eroticos meu cunhado rasgou meu cuconto o cachorro me comeu no celeiro da vovócontoscomsograsContos meninos comecaran sexo gaycontos porno rasguei o cu da mamae com ajuda do papaicontos meu primo comeu minhas filhascriando o sobrinho banho contosexo porno meninas branca fundedo com mendigoscontos eroticos arrombando a gordacasalnacamatrepandoContos eroticos pai come a filha como castigoassanhada vestida provocanti pirnomeu irmão me viciou em chupar pau conto gayPrimeiro Boquete Contos Eroticochupar pau grabde e duro contosContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladomuleque batendo punheta contoscontos eroticos arrombando a gordapequenina conto eroticoporn conto com a gerenteconto foda com cachorrocontos eroticos minha tia me seduziuConto erótico com foto no interior vizinha peludaCU arrombado ABERTO madrasta contoFui confessar e comi a madre contosxotas que acabou de ser disvirginadabuceta abertassa muito aberta gozadafudeno cu da manu e ela gritando de dorconto erotico amigas chupei cunhadachupando até ela gozar dirá cx aodContos eroticos a vizinha feiacontos minha mulata foi arronbada e curradamulher se esfregandono travesseiro contocomendo as jumetinhascarlão socando ate as bolas no cu da vadiacontos erotico dormindoler contos erótico prima com primo gordinha gostosaGurila.trepa.na.muher.e.fode.por.cima.da.calciha.e.acabaContos sempre fui viadinho dos homens da familiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemoleque no ônibus contos eróticos gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegay e travesti.momentos novo punhetacontos eroticos esposa do tioviuva darlene fudendo muitoContos eróticos me violentouarombei o cu da mulher do meu amigo contos eroticos pornocontos eroticos de pijaminha provocandocontos cachorro lambendo penis de homemcontos filha praia esposacontos pequei minha prima com o namorado dela e chantajiei ela