Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MÃE DO MEU MELHOR AMIGO

Vou comecar por dizer como me chamo, eu sou o Junior filho do cantor cazuza (ficticio), conhecem né. Vou me descrever, tenho 1,83m, gordinho, negro, mas tenho um bom rabinho, segundo as raparigas, e um mastro de 24cm com 8 centimentros de diametro (tao a imaginar né). O conto que vou relatar é um desejo, uma fantasia, sei la, o que eu gostava que acontecesse um dia.



Vou comecar por descrever a mae do meu melhor amigo, antes de mais nada o nome dela é Maria(ficticio), é uma senhora dos seus 41 42 anos, branquinha, pele rosada, mas muito boa, pra idade, ela tem 1,60 65, deve pesar uns 60 70 kgs, tem o cabelo castanho com umas madeixas avermelhadas, tens uns seios, muito bons, nunca pos silicone, mas mesmo assim sao de dar inveja a muitas miudas de 19 ou 19 anos, bem durinhos, com os mamilos sempre durinhos. Um rabinho q da vontade de apalpar. Hummm que delicia…



Entao aqui vamos nos…

Era uma segunda feira,, o meu amigo, n estava, tinha viajado para estudar for a, mas eu como era muito amigo da casa e da familia (irmao e mae), tinha avontade para entrar e sair de casa deles quando kisesse, entao eu chego la por voltas das 8h30 9hrs, e la esta ela a mae do meu amigo sentada no computador com a sua camisinha de alcas, e capulana, em volta das pernas, ela sabe que provoca, que e boa, mas faz s de desentendida, nisto eu chego comprimento e comecamos a falar coisas banais do dia a dia, e eu sempre a tentar ver melhor os seios dela, mas sem nunca ser atrevido de mais, ela gosta muito de massagens entao pede pra eu fazer é obvio que eu n me recuso ne, e comeco a fazer massagens no pescoco dela, e sempre a ver os seus meloes, bem grandes hummmm, muito bons. Nisto comecamos a falar de coisas mais quentes e o papo obvio vai dare m sexo, mas eu como n sabia o que fazer cortei o papo, por n saber como agir. Passou aquele dia e de novo la estava eu a falar c a minha coroa tesuda, bem gostosa, ela no computador e eu atras dela vislumbrando akeles seios enormes de mamilos pontiagudos. Nisto eu ja estava mais desinibido e comecei a meter m c ela dizendo que os seus seios eram muito bons, muito durinhos, e que os seus mamilos me excitavam, e que eu desejava come-la, e ai ela diz entao junior, eu conheco t desde moleque e es amigo do meu filho, e eu digo desculpe maria mas e mais forte que eu, kuase todos os dias que venho aki eu bato uma punheta pensando em vce nua na minha frente com esses mamoes a xamarem por mim, desculpa… E sai dali do escritorio dela, onde estava o computador, ela ficou pasmada, zangada, e axo que um pouco excitada, mas n demonstrou nada. Ai eu fui embora, decide ficar longe dakela coroa gostosa, mae do meu melhor amigo.

Eu tentei, passaram s kuase duas semanas eu so falando com o filho perguntando como estavam as coisas la em casa e se tava tudo bem c eles, e ele sempre pedindo pra eu ir la visitar eles. Eu entao decide ir la, mas quando xego la reparo que o filho mais novo dela nao esta, tinha ido para a escola, e so voltaria as 12hrs. nisto fui dizer bom dia pra mae do meu amigo sempre envergonhado, e ela vem da m um abraco e encosta akeles peitoes em mim, e ai eu vou ao ceu e volto, fikei teso nakele momento, mas sempre a tentar disfarcar, axo que ela sentiu o meu caralho encostando na barriguinha dela, mas n fez nada, e ainda se apertou mais contra mim. Continuamos a falar mas desta vez ela virada pra mim, com uma camisa de alcas rendade que deixava kuase por complete os seios dela a mostra, ate a cor escura dos mamilos dela eu conseguia ver, o meu pau ja latejava, de tao teso que estava, humm, o quanto eu keria lamber akeles mamilos, entao ela kontinua a falar comigo como se nada se passasse, mas pior do que a camisa foi a visao que eu tive quando num movimento muito lento ela se vira para o computador e deixa m vislumbar por pekenos instantes a sua xoxota, toda depiladinha, ai eu n aguantei e agarrei o meu pau ela viu mas n fez nada. E eu ja nao aguentava, o ambiente estava quente, eu estava a ferver e ela sentia a minha excitacao. Entao pede me para lhe fazer uma massagem completa, pernas, costas, ombros, todo corpo, eu meio que sem jeito, mas a desejar muito digo que sim, entao ela vai para o kuarto do filho que e mesmo ao lado do escritorio e deita-se na cama, nisto tira a capulana, e a camisa de renda, e fika completamente nua e eu, sem saber o que fazer. Ela da m o crème para a mao, e diz que lhe doi muito as pernas e as costas e afasta as pernas e deixa m ver a xoxota carnuda, limpinha, sem pelos nenhuns, inchada de tanto tesao. Eu ai nao aguentou e comecei kuase a bater uma punheta ali mesmo, ela c a kabeca virada pra frente e eu atras nos pes da cama a agarrar o meu pau bem duro. Comecei a massagem, comecei pelos pes, depois gemeos e por fim cheguei nas coxas, e ai foi a minha perdicao, eu passava a mao ate kuase tocar na sua xoxota q so de passar a mao perto, ja sentia o calor, hummm, e eu sempre a tentar tocar na xoxtona dela, pq acreditem era bem gostosa. Entao eu resolve ser um pouco mais atrevido e resolvi passer a ponta dos meus dedos nos xoxta dela, e ai tive a confirmacao, ela gemeu, tremeu como uma vara verde, e ai eu nem pensei mais, abri as pernas dela e xupei akela buceta ate n aguentar mais, e ai ela ja gemia, gritava, urrava de prazer, e eu so pensava que akilo era um sonho, comer a potranca da mae do meu melhor amigo, humm que gostoso.

Ela comeca a empinar a bunda pra me deixar xupa la melhor, ai eu digo que ja n aguento e lhe kero comer, kero meter nela, e ela diz pra eu tirar o meu pau pra fora e deixar ela ver, quando ele sai ela fica assustada e ao mesmo tempo, muito excitada, vem a tora que esta prestes a rasgar-lhe toda, entao ela comeca a fazer um boquete muito mas muito gostoso, e acreditem ela chupava bem, tinha uns labios pekenos, finos muito delicados, deliciosos, e comeca a xupar tao gostoso que eu n demora e aviso que ja aguento e que tou pra me vir, e ela diz vem ten a minha boca, vem seu preto gostoso, e ai eu n aguento e despejo tudo o que estava preso nakela hora, hummm que gozada tao boa, mas mesmo assim o meu pau nao murchou ai eu virei ela de quatro e fui metendo devagar, porque a xoxota dela era bem apertadinha, ela gemia gritava ja de tanto prazer e goza, muito feio, no meu pau, dentro dela. Ai eu comeco um vai e vem muito forte, dando estocadas fortes onde eu podia ate sentir a parede do utero dela, e ela gemia gemia, como uma louca, uma vadia, e dizia me fode cazuza, me fode, que esse seu pau e muito grosso, e muito bom, fode a mae do seu amigo, fodeeeeeeeee, e se vem, muito feio, e eu logo em seguida faco o mesmo me venho dentro dela como um cavalo, mesmo assim o meu pau n amoleceu, e ela ja tava reclamando, ai eu disse so falta um sitio, pedi pra ela e ela diz vce ta maluco e eu disse nao e segurei ela com forca, ela tentou fugir, mas n conseguiu, eu entao apontei o pau no cuzinho dela e ai fui metendo bem devagar, forcando e ela gemia e dizia que doi, doi muito e eu sempre tentado meter mais um pouco, qdo q cabecona entrou eu parei e fikei tocando uma pra ela, ela comecou a ficar excitada de novo, ai seu rabinho comecou a ficar relaxado de novo, e ai eu comecei a meter, meter com tanta forca que nem 3 minutos durei e vim me e ai sim eu cai pro lado mas puxei ela pra cima de mim, e ficamos assim ate que o meu pau sai de dentro sozinho e toda a porra que tava dentro comecou a sair pelo buraco do cu que tava bem aberto, mandei ela se levantar e fikei admirando seu corpo. Chupei as mamas dela que nem um louco e fiz ela se vir de novo. Esta foi a primeira vez que comi a mae do meu melhor amigo…

Houve outras duas vezes, mas essas eu vou contra mais tarde.

Desculpem pelos erros.

Junior

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vistorias eroticas de zoofiliaMinha esposa no rancho com outrocontos eroticos encoxada na irmacontos eroticos arrombando a gordaContoseroticosdevirgemscontos eróticos me pegaram a força no meu trabalhocontos gay sentou no colocontos casada bunda com celulite fotos velhafilho delicia contocontos eroticos timidas coroasComtos pai fodemdo filha e amigas delahttp://okinawa-ufa.ru/conto_1767_putinha-desde-novinha---esfolada-e-sacaneada-por-h.htmlDei a bucha pro meu sobrinho virgemvai dar rolê tudo gordona aí tudo mulher gorda só de biquíni bem gordona da bundona bem gorda da bundonacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMinha irma e minha sobrinha conto eroticocontos menina do papaicontos meu tio pauzudo fodeu minha mulher e filhacontos lesbico eu a mulher do traficanteNamorando a vizinha mais velha contosfodidas no bar contocontos erotico o dia que comi a minha sogra sem camisinhacontos transei com meu filho enquanto fingia dormirContos eroticls de quem é esaa bucetao comedor do casal contocontos eroticos bem safados e essitante arronbarao meu cusinho com um pepinoContos fudendo elacontos casada novinha trai marido com cão contos de 2017transei com meu paiuolxxx incestocontos eroticos menagecontos eroticos em familiaContos eróticos não queria gozou dentroconto erótico infânciaencoxada em coroa em Jundiai conto realconto erótico corno babacaContos erotico casei com minha primaSexo vagina primeiro amor contocontos eróticos na plantaçãofodacommeucunhadoQuero o pau do meu filho no meu cuescravizando minha funcionaria conto eroticopresidiariocontoseroticosas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguasnao tira papai deixa que eu vo gozarcomendo cunhada asm que minha mulher saicontos eróticos com o vizinho q mora sozinhocontos eroticos shortinho pppvideos porno marido viciado em comer a fezes da esposahomem sendo estrupado en oficinaesperei meu maridinho dormir rola grossacontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninafui acordar o sogro pauzudoconto erotico mulher gostosa trai marido com um delegadoDuas lesbicas se chupando delicioaamenteContos eroticos Coroas Gordas peladasnoivinha com meu pai conto de cornoContos eroticos campingfui arrombado contos gayscontos travesti no acampamentocontos de coroa com novinhoDando o cu por cocaina contos gaysconto gay me chamou para comer um veadocoroas gostosa contusão por sexode santinha a putinha e um pulo contos eroticosestoria porno a fantasia do meu marido e c cornoContos er padrasto estuprcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos velho na praia de nudismocontos de cornos asumidosMeu primo gay que ve meu paucontos presente da esposacontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojaEu já não era mas virgem quando meu pai me comeu