Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI DUAS DAS MINHAS ACAMPANTES

Durante algum tempo eu exerci a função de monitor de acampamento. Sempre fui bonitão, ao menos esse é o comentário da mulherada.



No acampamento era ainda pior, já que na época era universitário e as menininhas ficavam loucas. O regulamento não permitia de modo algum envolvimento entre monitores e acampantes, e eu tentava evitar isso já que as adolescentes apesar de muito gostosas, poderiam vir a ser uma grande dor de cabeça.



Tudo ia bem até que em uma das temporadas tive como acampantes uma inglesinha "Julia" 19 anos e uma francesinha "Brigitte" 19 prestes a fazer 19 (nomes fictícios). As duas nunca esconderam que me achavam o monitor mais gato de todos, e sempre me davam presentes, tipo chocolates, cachecol, camisetas.



Um belo dia fomos fazer uma atividade fora do acampamento, onde nos dividimos em turmas. Cada monitor ficava com seis acampantes, e tinhamos de superar as equipes rivais. Depois de algumas horas de atividade a Julia fingiu que havia torcido o tornozelo e eu tive de levar ela de volta ao acampamento, deixando os demais acampantes com outro monitor.



A Brigitte em solidariedade a colega falou que queria voltar junto, eu aceitei, afinal seria bom ter alguém para ajudar a apoiar a Julia, já que não ficava bem eu levar ela no colo, e eram mais de 7 km de estradinha de terra para voltar.



Depois de andar uns 3 km a Julia falou que tava doendo muito e que tinha visto uma casinha no caminho e se poderiamos descansar um pouco na sombra. Levei as duas para lá, e chamamos mas não tinha ninguém.



Forcei a porta e vi que a casa não era ocupada a algum tempo. Entramos para nos abrigar do sol. Elas tomaram água do cantil que eu levava, e a Julia ficou elogiando minha força.



A Brigitte então se levantou veio até mim, e segurou meu rosto e me deu um beijo na boca. Fui pego de surpresa, mas claro que sequer tentei impedí-la. Ela falou que a Julia não tinha torcido o pé nada, falou que era um plano delas e que estavam loucas de vontade de me beijar.



Imediatamente encostei a porta e puxei a Brigitte pela cintura, apertando seu corpo contra o meu e enfiei a lingua na sua boquinha carnuda. A Julia se levantou e me abraçou por trás, passando a mão nas minhas cochas. Na hora meu pau ficou duro como pedra. A Brigitte sentiu e avisou a amiga do meu estado.



Elas pediram para ver ele, e tomado de tesão tirei os 19 cm para fora da cueca. Uma esticou a mão e pegou minhas bolas enquanto a outra se abaixou e começou a lamber. Me chuparam, lamberam, cheiraram, mordiscaram, até que eu não aguentei e avisei que ia gozar. As duas exigiram que eu gozasse na boca delas, claro que atendi.



O pau nem amoleceu e eu falei que também queria vê-las nuas. A Brigitte logo tirou tudo e ficou esfregando a bunda no meu pau. A Julia sá tirou a parte de cima e disse que tinha vergonha de tirar o resto. Não reclamei e fiquei esfregando o pau naquela bucetinha carnudinha da Brigitte e logo forçava a entrada.



A Julia logo se animou e veio me beijar, e eu consegui enterrar a cabeça na bucetinha da outra. Começei a fazer movimentos suaves de vai-vem, mas a Brigitte já gritava de tesão. Não aguentei e passei a socar com força, enquanto com a outra mão explorava a bucetinha e cuzinho da Julia.



Depois de alguns minutos avisei que ia gozar de novo, e gozei na bundinha da francesinha. Descansamos um pouco e logo as duas voltaram a atacar meu pau; com as duas chupando logo estava de novo em ponto de bala, e quando achei que ia comer a Julia ela avisou que ainda era virgem, mas liberaria o cuzinho.



lambi aquele buraquinho com volúpia. Coloquei com bastante calma, enquanto a amiga me surpreendeu e chupava a bucetinha da Julia. A menina teve um orgasmo quase instantâneo quando eu enfiei toda rola no seu cuzinho e a amiga lhe mordia o grelinho. Soquei com força por vários minutos e também gozei, desta vez bem dentro daquela ninfeta.



Nos vestimos novamente e as levei de volta ao acampamento. Lá ela voltou a fingir uma torção, e não falamos mais no caso. Ao voltarmos à capital as duas me ligaram várias vezes, e ainda as como quase sempre. Hoje elas tem 19 e 20 aninhos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos trai com consentimento do meu maridocontos eroticos quando era novinhaContos no clube todos mus meu pai e seus amigos me fodemlésbicas chupando sopinhassexo contos eroticos como tio poulao comeu aninhaconto casada quarentona transando com desconhecidocontos eroticos gay lutas entre primoseu meu marido e a ex noiva lesbica delecontos eroticos arrombando a gordawww.finhinhas.porncontos eroticos de negros na praia de nudismoPorno contos erótico entre irmao e irman viajando de feriasfoto dabundona da tiahttp://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20203_perdendo-o-cabaco-na-casa-do-meu-amigo.htmlporno com amiga loira baixinha encorpadinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico meu marido ficou bebado e aproveitei a festacontos eroticos com padrastos e enteadascontos eroticos cdzinhacontos erotocos sogras velhaspeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contofui consola a cunhada contosvideo de porno o cara foi concerta o icanamento e comel elacontos eroticos "novinha" "trapos"contos minha garotinhatransei com minha tia nas dunas da praiametecao tres machoscontos eróticos casada crente e o sindococontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola deleabusada pelo filho contoContos eroticos mulher cazada carente tevi ki da pru vizinho de pika muito grande marido descubriu Pega minha xerequinha tio contos eroticosbucetas carnudas grandes beicos casadas cornoscontos eróticos com vários cachorrosdei pro tarado contoscontos minha netinha gostosanua e corpo inteiro melado de margarinacontos eroticos sobre viadinho famintoDando o cu por cocaina contos gayscontos erotico filha chupando o pau do pai enquanto ele dormecontos de sexo depilei minha bucetaconto viadinho branquinhoestuproscontoseroticoCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininomeu filho xerou meu cucomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticoscontos eroticos gay dei o cu quando era pequenohttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlContos erotecos de estrupo dentro do baile funkcontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeicantos eróticas adoro da o cuconrtos estrupo minisaia casadacontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejaContos eroticos cinemameu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornoconto gay meu melhor amigo de 37 anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos namorada primomarido realizando sonhos eroticos da esposacomtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15conto erotico princesa aronbada na favelacontosperdendo a virgindade bem novinhacontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeucontos roticos botA pra cagaconto enfermaria cheiro sexo intensosubo em cima do teu pausexo e esganaçaoconto de sexo com rabuda asquerosofudeu com um cavalo fetixe d mulher contocontos torei a amiguinha da minha filha de dez aninhoscontos eroticos gozei na boca da mulher do traficanteComi minhas afilhadas parte 2contos etoticos