Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MULHER DE MEU AMIGO, UMA SAFADA

Este conto é real por isso irei mudar o meu nome e da mulher de meu amigo, eu sou o Pedro, branco, peludo, cabelos curto, 1,65 de alt. e 62 kg, ela morena clara, cabelos longos, lisinha até a buceta dela que é enorme é lisinha, mede 1,62 de alt. e 54 kg,bem distribuídos, não é uma mulher larga de quadril mas, o suficiente para me deixar louco, irei contar como tudo aconteceu e as vx que nos encontramos para meter, o nome dela será Valéria, ela é muito bonita e cativante, um dia a Valéria me disse que o seu marido não estava corrspondo a excitação dela na cama, que ela era muito tarada e gostava muito de sexo, começou me falar das posições que mais gostava e coisas do tipo e eu fquei logo de pau duro, o tempo foi passando e as conversas e nossa intimidade aumentando, até que ela começou a se exibir para mim dizer que sá gostava de calcinhas pequenas e eu não resistindo mais, comecei a investir, lhe dava bombom, beijinho no pescoço e ela para com isso se o João (Nome fictício do marido) nos pegar vámos nos ferrar, e aí eu comecei a visitar mais vx, exatamente na hora q sabia q ele não estava em casa e aí começou a surgir os primeiros beijos, e um certo dia sentado em seu sofá, ela com umvestido acima dos joelhos, pedi para abrir as pernas para eu v sua calcinha e ela, disse q não, mas, fui práximo e sentei junto dela lhe dei um beijo e devgar comecei a abrir as suas pernas e contemplei uma calcinha de renda fio dental a coisa mais linda do mundo o engraçado e q me deixou mais louco foi v, q a calcinha não cobria a sua buceta que é enorme e estava lisinha fiquei de pau duro e pedi para xupá-la e de pronto ela disse q não, por muito insistir consegui dá um beijo por cima da calcinha dela se prometesse ir embora, concordei e assim fizemos, fui embora,mas, já não conseguia tirá-la da cabeça, depois ela me confessou q não parava de pensar mais em mim e se masturbava pensando em mim, fui a loucura e começamos assar dentro da casa dela e comecei a pertar sua bunda, peitos, buceta e no esfrega e esfrega pedir para comê-la e ela disse q não q eu tinha q sai, pois, o João estava para chegar, mesmo sem querer saí, não gosto de forçar as coisas, e o encontrei no caminho indo para casa, brincamos um pouco e ele se foi e eu pensei coitado do João, mas, não estou conseguindo me conter mais, tenho q comer a mulher dele e estes encontros loucos foi acontecendo por muito tempo, até q um dia eu a convidei para ir ao motel, ela disse q não e eu tudo bem, um dia por volta das 13:30 h, fui a casa dela e para minha alegria ela estava relamente sozinha sem os filhos q as vx quando ía estavam lá, mas, neste dia ela estava sozinha e seu marido havia dito q sá chegaria por volta das 16:00 hs, então comecei a conversar e em pouco tempo comecei a falar de sexo, ela estava com um roupão, camisola e clacinha, sem sutiã, sentei então no sofá junto dela e beijei-a longamente, então, depois de alguns beijos, ela se levantou e disse q iria para o outro sofá, quando puxeia para cima de mim, ela então começou a respirar mais ofegante e me beijar, eu de pronto joguei o seu roupão no chão e ela ficou de camisola e calcinha amedida q a beijava, passava a mão em sua bundão e acariciava seu cuzinho e buceta, q a esta altura estava completamente molhada, sem aguentar mais, ela joga a camisola e pede para xupar os seus seios bem gostoso e caí delingua neles, ela começo a se contorcer de tesão e a rebolar no meu pau q até então estava por dentro da calça duro como um poste e louco para entrar naquela bucetona gostosa, e comecei a acariciar o seu clitáris cada vez mais e ela gosou gostoso, então a levantei deiteia no sofa e comecei a xupar aquela buceta q sá aí eu tive a certeza do quanto era grande, e xupava e mordia sua buceta e com o dedo acariciava seu cuzinho q era virgem, ela gosou novamente na minha boca e depois me sentou rapidamente no sofá e começou a xupar o meu pau como se fosse a coisa mais gostosa do mundo e acho q naquele momento era, então gosei gostoso, no seu rosto e cabelo, ela disse q eu tinha q ir pois o João estava quase chegando e eu me limpei e saí contente da vida, passado alguns dias, ela foi ao meu trabalho e disse q iria viajar para uma Cidade vizinha a minha, com o olhar mais sacana do mundo, fechei a porta da minha sala e dispensei a secretária, como sou Diretor do setor onde trabalho saio sem dá explicações, disse a ela q fosse na minha frente e chegando lá ligasse para mim, de pronto ela fez, nos encontramos e quando fui a beijar ela disse com medo que alguém podia nos conhecer, então,marcamos para ir ao motel chegando lá, comecei a beijá-la loucamente ela disse q ía tomar um banho pois estava muito calor, liguei o ar condicionado e fui para o banheiro tb, ao chegar lá ela estava nua tomando banho e esfregando a bucetona já toda exciada eu nem preciso falar sonhei muitas noites com este dia, quandocheguei comei a beijá-la novamente e esfregava meu pau em sua buceta, não aguentei mais e enfie meu pau nela de costas para mim, ela rebolava e dava uns gritinhos de desejo de aí... não aguntei mais e gosei como un louco naquela buceta enorme, então, ao mesmo tempo ela gosa tb. daí tomamos o banho fomos para a cama e lá começamos a nos beijar, ela começa a fazer um boquete espetacular e em pouco tempo o meu pau estava duro como uma pedra, ela então pede para calvagar em cima dele e eu de pronto deixei, ela cavalgava como uma amazonas louca em cima de um cavalo e gritava háaaaaaa, áiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, estou me espalhando neste teu pau delicioso, háaaaaaaaaa, mete mais meu cachorrinho, me fode vái, né assim q vc queria meu ursinho gostoso e aí me diz q vai gosar em cima do meu pau, então com força dá aquela esfregada no meu pubis de tão dentro q estava o meu pau pensei q iria morrer de tanto tesão e gosei logo em seguida, toamamos outro banho e ela se deita em cima de mim e começa a roçar aquela buceta lisa e gostosa em meu pau, que em pouco tempo corrspondeu e aí comecei a fudê-la de 4, de lado, frando assado, até q a coloco de 4 denovo, começo a xupá-la novamente e com o dedo começo a acariciar o cuzinho dela, já louco pedir para gosar dentro dele, ela disse q era virgem do cusinho, eu falei q meteria com carinho, comeceia a enfiar um dedinho enquanto a xupava e depois o outro aí o momento tão esperado, ela arribita a bunda para mim e diz vai meu ursinho gostoso, come este cuzinho que será sá teu, fiquei louco de tesão mais ainda e comecei a enfiar meu pau bemdevgar ela começou a se contorcer e dizer q estava doendo, então, ei um tempinho com meu parado e enfiei de novo, até topar minhas bolas em sua bucetinha q estava ensopada a esta altura, e aí comecei um vai e vem bem devagar e ela não aguentou e pediu para eu terminar de comê-la no cuzinho depois, pois estava doendo muito, parei muito triste de comer o seu cuzinho gostoso e meti naquela buceta linda e aí em pouco tempo gosamos novamente, ela primeiro e eu depois, tomamos banho, pedimos um lanche e ficamos lá por algum tempo, nús e abraçado na cama, sá fazendo carícias um no outro e nos vestimos e fomos embora para casa, daí para frente ficamos namorados escondidos e tivemos outros encontros q contarei para vcs depois. Um beijão.



Sou de PE e se alguma garota ficar a fim de me conhecer melhor e se quizer entrar em contato, meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha cunhada me provocandobucetinha rozadinhacontos de incestos na madrugada ele se encaixou em mimcontos de coroa com novinhoConto minha mae deu o cu na frente do meu paicontos eroticos de genro fazendo xixi com a sogravidio.da meninas do corpiho gostozucontos de incesto minha filha se tornou um mulheraoContos eroticos de travetis negra do pau grande e gostosos.contos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeucunhada ariando a calçinha p mimcontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos trai com consentimento do meu maridorelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssmamadas seios contos coroasconto erotico as pregas da empregadafilho me fudeu na conaconto gay teenvoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos cunhado retardadocontos minha tia humilhando meu tiocontos eroticos eu e minha cunhada pintando o apartamentoconto menino eu era fudido pelos meninos negroscontos eroticos pagando divida do filhohistoria erotica meu marido.cm meu sogro e dei.cuconto erótico chantagem putinha pobre cu colocontos eroticos comendo cu da mae e da irmaContoseroticoscomsogrocontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreicontos eróticos massagemcontos putaria de crentesler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada por dotadoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteWww.contoseroticos/grátis Ler/no aviãocontos mordidinha na bucetasendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticoscontos eroticos passando cocaina vaginaminhaxaninhaardeueu corno de putazoofilia tesouravídeo pornô com travesti travesti transando com a outra por amor todinho raiva da outradei cu de fio dentaAmigos metem em espoza enquanto corno ve futebol contoscasadas que postam fotos de itanhaemconto eroticos meu genroFoto picudo estotando a bucetinha da casadaesperei meu maridinho dormir rola grossacontos de gay passivo dando pro machoquad erotico a apostacontos escrava lesbicasboa f*** travesti orgiamulher chama homem pra chupar sua b***** dela já foi gozar e alguns amigos queridosconto erotico virei escravo de minha professora safadaconto erotico mamando na comadreconto erotico incesto baba pervertidascontos sado marido violentosvoyeur de esposa conto eroticocontos de dotadoscontos eroticos dono de mercearia comendo a casadacomendo a irmãzinha e a amiguinha dela contos eróticosContoseroticosdesolteirasConto de putaria com todos os machos da favelacontos dei pro meu genroContos gay banheirotias coroas em festa despedida de solteiraContos eróticos tremcontoseroticosnamoradavirgemcontos eróticos. incesto ,adoro ver meu filho a comeconto de dpcontos eróticos, eu, minha esposa puta e nossos vizinhoscontos eroticos patrcinhas enrabadas por muitos homenscontos velho tarado por bucetascontos eroticos crossdresseres na escola