Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASALZINHO SUBMISSO

Conheci um casal submisso em um chat da internet, ficamos mais de seis meses conversando em chats e trocando e-mails, no qual dominava eles virtualmente, até que surgiu a oportunidade de nos conhecer realmente.

Marcamos um encontro em um fim de semana na minha casa como eram de outra cidade. Sempre deixei claro que queria um casal submisso e mansinho para obedecer minhas ordens de dominador, encontramos no lugar determinado e nos apresentamos, era um casal muito simpático e bonito! Sá de ver ela fiquei excitado em ter ela para usar e abusar daquela gata.

Fora as preliminares de nos conhecer vou direto ao melhor da festa, levei os dois para casa, lá ordenei que ambos tirasse toda roupa e me entregasse, coloquei numa mochila e falei que sá devolveria quando ele fossem embora que ficariam nus todo fim de semana diante de seu dono.

Depois de nus fiquei admirando seus corpos principalmente o dela, uma morena clara de cabelos longos olhos esverdeados muito lindos, seios fartos e uma bundinha, ele também não ficava para trás, tinha um corpo bem cuidado e uma bundinha avolumada. Fiquei admirando e falando de como eu os dominaria que a partir daquele momento seria eu seu dono e tudo que eu ordenar teria que ser cumprido senão os castigaria, e como dominação verbal trataria ela de vadia, piranha, puta ou qualquer outro nome que eu quiser e ele como corno, viadinho ou outro que me de vontade de chamar.

Eu já estava excitado de ver aquela linda fêmea, louco para devorar aquela gata mas continuei meu jogo de SM, mandei os dois se encostar na parede e empinar a bunda que sentiriam meu chicote, e apliquei dez chibatadas na bunda de cada um dos dois e mais umas brincadeirinhas SM.

Depois peguei uma cadeira mandei ele sentar e amarrei ele nela em frente da minha cama, e comecei a falar humilhando ele que iria devorar a mulher dele chamar ele de corno, e mandei ela ir para minha cama e comecei beijando ela, que tinha uns lábios deliciosos, comecei a mamar eu seus seios e mordiscar com força fiquei curtindo seus gemidos, mandei ela abrir minha calça e chupar meu pinto que estava já explodindo, que chupada gostosa eu ia falando como queria pedia para ela lamber como um sorvete, sugar meu saco, enfiar todo na boca, chamando ela de puta de vadia e mandando o corno ficar olhando como ela me chupava gostoso, ele estava excitado vendo sua mulherzinha me chupando, coloquei uma camisinha que queria provar a bucetinha dela e comi ela em diversas posições, disse que o rabo dela eu ia guardar para comer amanhã, mas não gozei na buceta dela, tirei a camisinha que era mais para não engravidar, e mandei ela me chupar novamente até eu encher a boca dela de porra, não demorou muito e inundei a boca dela de porra, daí mandei ela ir dar um beijo longo de boa noite em seu maridinho com a boca lambuzada da minha porra, e ela deu um beijo demorado nele, que estava bem excitado, mandei ela continuar a beijar e masturbar já que ele estava amarrado e não podia, logo ele gozou, mandei ela ir tomar um banho e logo fui também com ela, onde ordenei me dar uma banho, voltamos para o quarto deixei ele ali amarrado na cadeira e fui dormir agarradinho com a mulher dele na cama.

Na manhã seguinte acordamos desamarrei ele, vesti uma roupa deixei ambos nus e fomos tomar café na cozinha, café que ambos peladinhos preparam para mim. De manhã não estava com muito tesão para domina-los então dei alguns afazeres domésticos para os dois enquanto eu assistia tv, ela preparou também o almoço para nás adorei ter uma cozinheira peladinha na minha cozinha, já mais a tarde fiquei com animo de judiar do meu casalzinho, e começamos mais uma nova sessão de SM, primeiro mandei ambos se abraçarem, e amarrei os dois abraçados em pé na minha sala, peguei meu chicote e comecei a castigar aquelas bundinhas, dava uma açoitada sentia o gemido dela, dava a volta e aplicava uma açoitada na bunda dele e ouvia o

gemido dele, e assim alternava uma açoitada em cada bundinha, até deixar bem marcadinha aquelas bundinhas.

Libertei eles e me sentei no sofá tirei minha roupa e mandei eles beijar cada um pé, e ir subindo vagarosamente e carinhosamente sobre minhas coxas até se encontrar no meu pinto e ali permanecer me chupando, ambos chupando e lambendo meu pinto e saco, mandei eles se beijar mas com meu pau no meio de seus lábios, estava uma delícia aquele casalzinho me chupando, fiquei mais de uma hora curtindo aqueles lábios me chupando.

Mas estava na hora de provar aqueles rabinhos, então ordenei que os dois se apoiassem no sofá como de quatro e abrissem bem as pernas, uma visão linda daquelas bundinhas marcadas por meu chicote, apliquei uma mordida forte em cada uma de suas nádegas, meu pau estava bem duro, lubrifiquei ele e comecei com o rabinho dela, ordenei que ela contasse bem alto cada enfiada, foi dez atolada naquele rabinho gostoso, ele não tinha um bundinha assim tão bonito quanto a dela, mesmo assim não perdoei comi a bundinha dele também e a surpresa que era ainda mais apertadinha que a dela fiquei várias vezes alternado comendo a bundinha dela e a dele dez enfiadas em cada um por vez, e fazendo eles contar o número de cada enfiada, já não aguentando o gozo acabei gozando na bundinha dele.

Depois me sentei no sofá e ordenei que fizessem um 69, obriguei eles ficarem se chupando por mais de uma hora, ele gozou uma vez depois não conseguiu mais ela gozou inúmeras vezes. Passei a tarde brigando com meu casalzinho submisso aplicando várias chibatadas do meu chicote, e humilhando os dois, brincando com meus joguinhos de dominador.

Antes de me despedir do meu casalzinho quis provar uma coisa que a muito tempo tinha em mente, primeiro mandei os dois me chupar e deixar bem excitado, já nem precisava ordenar como gostava de ser chupado eles já sabiam, me deixaram bem louco com suas línguas e lábios, então amarrei ela a cama, mandei ele ficar sentado observando e amarrei ele na cadeira, fui até a geladeira peguei uns cubos de gelo, e comecei brincando com seus lábios, desci até os seios e introduzi em sua vagina ela reclamou que estava queimando bastante e não estava aguentando então eu enfiei meu pau, naquela buceta geladinha, uma sensação maravilhosa, comer uma bucetinha gelada, acabei colocando mais três cubinhos de vez em vez, foi bem dolorida para ela mas nem imagina o quanto era gostoso para mim, cada enfiada sentir aquele cubo mexendo dentro da buceta dela. Depois de um longo tempo comecei a me masturbar e gozei na cara dela, libertei ela e ordenei a beijar seu marido ainda amarrado, depois soltei eles me despedi dela com um beijo na boca e dele com um aperto de mão ficamos de nos encontrar mais vezes mas depois de um certo tempo perdi o contato com eles e nunca mais os vi.

Hoje procuro casais, mulheres e homens submissos que sejam mansinhos e gostem de ser dominados. Aguardo vocês! Meu e-mail é: [email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto seduziu heterovirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaytraficante contos eróticoscontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordacontos eroticos meninos pintinhocontos estuprada briguei com marido e fui estrupada pelo sogrocasa do conto pagando pra fazer sexo com a cunhadaAmigos metem em espoza enquanto corno ve futebol contosgorda sentada no sofa e cachorra lambendoContos de maes de bunda grandetraficante comendo a travesti conto eroticodando padrasto contos eróticosXvidio mulhes que anda a noiteconto sexo dormi casa namoradaLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homensfilhinha de papai tirando a camisola e fica nuaContos eróticos incesto gozarcontos gozei n boca da menininha na marraconto erotico: A FILHA DA DONA VERAtravesti dotadu no rnContos eroticos de mamae qContos sou viadinho dos tios e amigos deleswww.contopadrinho.comconto eroticos ,tio e pai dando banho na sobrinha de 6ou 7Gravida do papai contoscache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de incesto minha filha se tornou um mulheraocomi minha mana casadaContoserotcos nudismo em famíliaa esposa cavala do meu sobrinho conto erticoscontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhaminha tia é demais ela chupa eu gozo e ela continua chupandonamorada chupando a b***** da namorada tá ficando Cala a boca deleContos Eróticos Nega bebada de leguinachou gorda no mato e rasgou cu delaconto erotico bucetudaconto primeiro boquetecontos eroticos o pauzudo e o cornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevideo de jovens travesti praticando incesto com padrastoconto: enrabado e mamando outrofotos chapéu ao traveco até ele gozabuceta arebentada tanto fudar com pou grandeme fode gostoso contosme apaixonei pelo um bandido conto heroticocontos de sexo fraguei minha enteada de dose anos dormindo nuacontos eroticos espermaesposa bebada contos eroticoscontos eroticos masturbandotravestiszoofiliafotoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico trepei com meu primo engravideiTirei o c***** da minha enteada Camila e Ela gozou muitofoi estuda com amigo18anos e transaoucontos traindomeu sogro isasiavel comtoconto porno todos abusaram de mimbem o qye vou contar pra voces e o seguinte sou casado e minha esposa e loiracontos eroticos arrombando a gordacu ardidoConto erotico sogra bundudacontos travesti no acampamentocontos putaria de crentescontos eroticos gay ele bem novinho ja usava calcinha e dormia de camisolacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemoreninho hetero marrento contoconto erótico amiga grelo línguaconto erótico homem castradonamorada de calnsinha centou na picaconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos dei procontos de metendo em uma peluda ruivaconto erótico duas bucetas brigando mel esfregar tesouragozou roaandoarromba contos incestofemeas transando de roupaconto erotico amigas chupei cunhadacasada chantageada e submetida aos limites contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteAmigo do meu filho dotado Contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha cunhada quis que eu a visse nuasexo contos eriticos o amigo do meu marido me pasando bronseadorConto erotic velho tarado