Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A LOBA E O JOVEM GARANHÃO NEGRO

Não tenho certeza se essa histária deveria ser contada nesta categoria, mas o importante é colocar prá fora a ansiedade de mostrar ás pessoas a que ponto podem chegar.

Sou Isabel, 48 anos e de dimensões grandes, bunda grande, peitos grandes, buceta grande, um estomago grande, afinal sou casada (mal casada á 26 anos) tenho dois filhos e já uma neta. Mas não posso ser considerada obesa, apenas "tenho bastante carne prá pegar" como diz meu amanteamigo Daniel.

Mas chega de enrolar, como disse sou mau casada a 26 anos e admito que o que me levou a casar com meu marido foi o sexo (muito intenso no namoro e nos primeiros anos de casamento) e a oportunidade de sair de casa e parar de ser estuprada por meu pai. Mas o mundo girou, a personalidade de meu marido (Nildo) logo foi aflorando negativamente e prá resumir a histária, a tempos vivemos uma união de aparências por causa dos filhos (francisco (19) e Camila (24) e neta Larissa (7) filha de Camila.

E é por causa de Camila que estou teclando neste espaço.

Com todo o tumulto do casamento, Meu filho ficou meio distante, cuida daprápria vida e sempre deu muito pouco trabalho, já Camila sentiu mais, cresceu com hábitos mais rebeldes e ousados, até qua aos 19 anos ficou grávida e o piár, para nás que somos branquíssimos, de um negro.

Minha neta não puxou a descendência do pai que não a assumiu, deixando Camila muito triste e mais rebelde ainda, se aventurando cada vez mais sexualmente.

Nas aparências do casamento, acabei conhecendo Daniel, também casado, vivendo de aparências e com um monte de medos, complexos (seu pau é muito pequeno, 19 cm duro), mas uma pessoa maravilhosa, carinhosa e um excelente amante, não se levando em conta o tamanho de pau.

Um dia desses, cheguei em casa do trabalho mais cedo, não deveria ter ninguém em casa, mas Camila estava lá e não estava sozinha. Ouvindo pela casa ouvi barulhos e gemidos vindos do seu quarto, meio assuustada mas também curiosa fui de pé em pé espiar o que havia e vi Camila transando com um negro enorme, de quase 2 metros.

Ele estava sentado numa poltrona e ela sobre ele numa cavalgada alucinante, enquanto ele a agarrava e chupava os pequenos peitos, ela subia e descia com vontade por aquele pau de pelo menos uns 20 cm e grosso prá caramba, rasgando com vontado sua buceta rosada.

Fiquei pasma, minha filha tem um corpo bonito, miudo, mais baixa que eu (1:60), peitinhos do tamanho de peras graudas, mas me assustei com a abertura de seus quadris e de sua buceta, tinha esquecido que ela já foi mãe e qiue por ali já passou um bebê e varios cacetes talvez maiores que aquele.

Estava bonito tenho que admitir, aquele movimento jogando a bunda prá frente e prá traz forçando o pau a entrar com tudo e a forma como eles se agarravam e se baijavam...um sexo muito lindo e excitante. Fazia tempo que não ficava com Daniel e muito mais ainda que não ficava com Nildo, fiquei toda molhada mas não assisti o ato até o final, fui para mau quarto, tranquei a porta, tirei toda roupa e me masturbei feito uma doida com os dedos e com o cabo da escova de cabelos.

Contei o fato para o Daniel e ele muito amigo também, quiz saber tudo que eu havia sentido e eu contei, sobre o tesão que senti, do orgulho e ao mesmo tempo pena que senti de minha filha por ela estar nessa situação, sem um amor de verdade, sem um companheiro assim como eu. E ai Daniel me surpriendeu perguntando: -Você sabe quem é o rapaz? Quer que eu fale com ele e marque um encontro enttre vocês dois, ou quem sabe nás 3, ou 4?

-Cê tá louco? Gritei de volta, transar com o namorado da minha filha, com você, e com ELA? Você bebeu cara!

Ele se retratou e tirou Camila da conversa, mas manteve o rapaz negro, que eu conhecia sim, ele trabalha numa companhia de tv a cabo na região, eu já o tinha visto umas 3 vezes, incluusive aqui em casa, e é claro, Camila também. Seu nome é Ronaldo e tem 22 anos de idade.

Sei que é loucura, mas a coisa foi adiante, Daniel conseguiu entrar em contato com Ronaldo e fez uma chantagem com o rapaz, disse que se ele não viesse se encontrar comigo e com ele, contaria sobre a transa com Camila para o Nildo, meu marido, que no mínimo iria denunciá-lo á empresa que trabalha e á polícia. Marcamos o encontro para um sábado de manhã quando Nildo sai cedo de casa para bares e campos de futebol de várzea chegando sá depois das 3 da tarde, Francisco vai a academia e inglês e Camila fica com Larissa pois tem folga no trabalho. Inventei uma ida ao dentista e ás compras e sai, tremendo de medo mas ao mesmo tempo de excitação.

Não coloquei uma roupa muito chamativa mas caprichei na langerie com um conjunto preto todo rendado me deixando muito sexy.

Me encontrei com Daniel no local de sempre, onde me recebeu com um beijo muito amoroso e procurou me acalmar já que eu tremia toda. -Calma meu amor, se permita ser feliz, colocar prá fora uma fantasia, pelo menos uma vez na vida. O moço não é bandido, é boa gente, tá meio assustado mas também empolgado coma brincadeira afinal, ele já te viuu também e te acha um tesão apesar de ser "coroa", segundo ele. E trocamos mais uns beijos e caricias, quando de repente batem no vidro do carro, era Ronaldo, meio tímido, com um sorriso amarelo, mas muito bem vestido e cheiroso.

Entrou no banco de traz nos estendeu a mão e disse:

-Vamos lá gente, tô nervoso e com tesão!

Gargalhada geral, todos estavam assim.

E fomos ao motel, Daniel fez questão de nos levar a um dos melhores que conheciamos, um pouco caro, mas muito aconchegante e agradável.

Entramos, colocamos nossas bolsas e pertences sobre a mesa e Daniel me abraçou e beijou muito apaixonadamente, já me aquecendo passando a mão em meus peitos e bunda. Em seguida me deixou e ofereceu minha mão para o Ronaldo, (1:96), que me segurou com muito carinho e a mãotoda fria e suada e me puxou para junto de si enfiando sua lingua em minha boca. Fiquei quase sem fôlego, um arrepio subiu dos pés até a cabeça, Daniel, apás ter se despido chegou por traz de mim, me deu uma encoxada e abriu minha calça jeans, levando-a até os pés e fazendo sumir de mim. Enquanto isso Ronaldo que já havia se livrado da camisa, começou a abrir a minha, me deixando em segundos apenas de calcinha e sutiâ.

Eu procurei Daniel, seu apoio, seu carinho e ele estava bem perto trazendo sua boca para junto da minha também.

Depois de me beijar e abrir meu sutiã pediu que eu me ajoelhasse e livrasse Ronaldo de suas roupas de baixo.

Depis de receber uma deliciosa chupada nos mamilos de Ronaldo, me ajoelhei em sua frente baixando e tirando seu jeans também,sob a cueca branca tive a perfeita noção do que me esperava naquele volume enorme e pulsante.

Daniel sentou-se atraz de mim acariciando meu corpo, já invadindo minha calcinha ensopada manipulando meu clitáris já totalmente aflorado.

Tirei a cueca de Ronaldo, que com a mão acariciou e ajeitou seu membro negro com a cabeça avermelhada, nummovimento de masturbação, oferecendo para mim.

Olhei para ele e sem tirar os olhos de seus olhos abocanhei seu pau, com certa dificuldade ainda com ele meio mole, ao endurecer senti dores na mandibula de tamto que tinha de abrir a boca para chupar aquela delicia negra.

Ele me estendeu as mãos, me levantou invertendo as posições, se ajoelhando em minha frente, tirando delicadamente minha calcinha ensopada e lançando sua também enorme lingua para o meio das minhas pernas.

Daniel, me encoxando por traz, já era possivel sentir sua modesta ereção roçando em minha bunda, mas seus beijos em meu pescoço e suas mãos em meus seios me deixavam doida de tesão.

Ronaldo foi para a cama deixando sua vara dura á minha disposição, fui engatinhando em sua direção e começei e lhe dar um banho de gato que o deixou delirante, enquanto Daniel enaopava minha buça e meu rabo com sua lingua deliciosa.

De repente Ronaldo pede que eu me vire, de quatro, de costas para ele, que me penetra com uma delicadeza que nunca tinha sentido antes. Gemi, doeu um pouqinho pois o pau é grosso e muito grande (21 cm como eu imaginava) mas com o vai e vem, fui me molhando cada vez mais, meus lábios foram se moldandoao seu cacete que em poucos segundos eu não queria que ele saisse mais de dentro de mim.

Daniel trouxe o seu para perto de mim, que fiz questão de chupar com toda gulodisse, massa geando seus culhões modestos mas que mereciam todo meu amor.

Ronaldo se empolgou, me chamou para deitar de lado, ele tirou um pouco o pau e deu uma passadinha no meu cu, percebi suas intenções mas não reagi, eu queria aquilo tudo, mas ele meteu na frente primeiro, agora me agarrando os peitos com vontade e me chupando o pescoço me chamando de tesão. Eu virei o rosto buscando a sua lingua, ofereci meuus bicos para ele chupar e gozei feitou ma doida.

Ele bombou mais umas vezes no melado do meu gozo e me colocou de bruços mandando euu abrir bem as pernas.

Feito uma adolecente obecedi, ele abriu minha bunda e lambeu e cuspiu no meu cu, enfiando com um dedo, depois dois a saliva para meu buraco estreito.

Trouxe o cacete até minha boca, chupei com muita saliva e me preparei para a dor do prazer.

E ela veio, não muito forte,mas bem marcante no começo. Ele colocou a cabeça devagar,e percebendo as contrações do meu corpo foi introduzindo aquele pau enorme no meu cuzinho aos poucos, e cada vez mais, num vai e vem cada vez mais rápido, até que as paredes do cu já estivessem suficientemente abertas e eu suficientemente relaxada para receber todo aquele volume de macho dentro de mim.

E ele veio, jogou todo o peso de corpo sobre o meu, araggou nos meus peitos e metia com toda força que um jovem negro de 22 anos tem e que uma experiente e carente fêmea de 48 anos quer e pode suportar.

Olhei para o lado e vi Daniel se marturando num olhar muito carinhoso, sei que pode parecer estranho mas ele estava feliz com o meu prazer.

Não sei quanto tempo Ronaldo bombou dentro do meu cu, sei que gozei forte de novo e depois de muito tempo senti um jato de porra quente dentro do rabo e um jovem negro, absolutamente ensopado de suor caido ao meu lado.

Eu o beijei muito, enfiei minha lingua naquela grande boca negra e desci ao pau para sugar as ultimas gotas do seu prazer.

Daniel se aproximou,pediu que eu deitasse e me deu um banho de gato gostoso, sugando o meu suor, entumecendo novamente meus peitos e me fazendo gozar de novo lambemdo meu grelho e me penetrando com os dedos.

A grande e deliciosa hidro já estava preparada (por Daniel é claro) e nás 3 passamos mais uma hora juntos nos limpando, nos acarinhando e conversando. Pedimos desculpas ao Ronaldo pela chantagem, que deu risada e se prontificouu a estar comigo de novo, a hora que eu quizer, sem chantagem mesmo, pois me achou uma delicia de coroa, Pode uma coisa dessas?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Com sunga sempre fico de barraca armadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteritio adora meu cuxporno ddespistandoCU arrombado ABERTO madrasta contocnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para varioscontos dp betinha vendo irma fodendocontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhosconto pai ai meu cuMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudoemtiada fas sexo e masseje em padratocontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordaconto+foi+arebentado+grupo+travestesmete tudopapai contoscontos fotos esperimentando rolaA Família sacanagem na praiacontos fragei meu amigo dotado e minha esposaxotas que acabou de ser disvirginadacontos fode mesmoConto erótico qual é a cadela mais receptivaconto erotico chantagieiconto gay cu cheio porraconto commeusirmãosver contos erótico mãe gordinha concebido gostosa s*****o pai da minha amiga é um tesão contos eróticoscontos chupei um pintaocarla dando a buceta ora o seu filho de 18contos eroticos arrombando a gordacontos punheta em calcinha da sobrinhacontos me chamo camila transei com felipe meu irmaocontos eróticos com enteadaCU arrombado ABERTO madrasta contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos mulher e cunhada jogocasadas safadas e o marido sabe q ela da para os outroscontoscontos eróticos comendo a vizinha atouaminha tia batendo um punheta para sobrinho contosposso dilatar a porta do meu anus todo dia?sobrinha sapeca tomou no cu contocontos comeu a amiga e o amigogotosa pede procara goza dentodelaminha mulher pegou eu dando para o piscineirocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocontos chupei um pintaoquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outrarola de meu pai conto gayconto erótico sou casada gostosacontos eroticos sou tarado na sua bundonacontos eroticos as tres safadinhaddesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitacontos porno de zoofilia minha buceta cabeluda engoliu o pintao do cachorromãe puta, contotranso com meu cachorro todos os diasContos eróticos boca maciaconto minha madrasta me transformou em mulhercontos paguei mais comi a putaconto erotico com padrastoDormindo contosbai jo meu primo e ele me comeuconto eróticos comi rabo mãe doamigoo carteiro me pego com roupas femininas gayvou rasgar sua boceta vagabundaminha bucta greludacontos eroticosCU arrombado ABERTO madrasta contoconto erotico piveteconto erotico lara a experientecontos centadas no colo do titio no incestoconto cdzinhacontos eroticos arrombando a gordatanguinhas usadas da minha mulher contos eroticosconto erotico pastor deseja novinha de pieitos gostos e fartoscontos coroas enfermeirascontos eroticos esposa gostosa falando palavraoContos filha de 7 com papaiconto de sexo com rabuda asquerosocontos de professor e aluna