Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMEIRO HOMEM VIRTUAL

Olá, tenho 33 anos, branco, 1,80m, 80 kg, tenho pelos, mas não muito e, além disso, aparo em algumas partes do corpo, olhos e cabelos castanhos. A algum tempo frequento batepapo na internet, para aplacar uma vontade não realizada de estar com outro homem. Nesses batepapos conheci Sol, um cara de salvador bem interessante, ele como eu possuía câmera o que ajudou muito nas nossas conversas. Ele é um cara super legal e até certo ponto dominador, o que me deixava muito excitado. Tenho fantasia de ser passivo para outro homem e Sol tendo experiência se encaixava nessa minha fantasia. A distância entre nás me deixava de certo modo seguro para extravasar toda minha carência com ele. No início começamos apenas fantasiando uma transa, e exibindo nossos corpos um para o outro. Nisso Sol dizendo que me queria e que me teria dizia que eu tinha que me preparar para essa relação e nossos papos se mantiveram então nessa preparação. Nos nossos primeiros encontros eu apenas exibia minha bunda e meu cu para ele e gozávamos nos punhetando fantasiando nossa transa. Sol então, pediu que eu raspasse meu cu e deixasse ele sem pelos, isso no inicio me deixou um pouco preocupado, apesar de super excitado pelo pedido, pois sou casado e não queria que minha esposa desconfiasse de nada. É lágico que fiz o que ele pediu, passei a raspar os pelos do meu cu. Sempre que raspava, ficava super excitado, imaginando sempre que estava fazendo aquilo para uma relação real que se aproximava. Ele ficava satisfeito em ver meu cu raspado. Passamos a apimentar nossas transas com ele me pedindo para penetrar meu cu com o dedo, o que me deixou louco de tesão. Como meu cu é apertado, passamos então a trabalhar nisso. Ele me mandava eu ficar em uma poltrona com as pernas abertas e com a câmera voltada para meu cu, então ordenava que passasse creme no meu cu e começasse a penetração com um dedo e ficasse assim ate sentir que meu cu aceitava o dedo sem dor. A partir desse ponto poderia tentar introduzir mais um dedo e assim por diante. Fizemos isso durante alguns encontros, quando não conseguia introduzir mais um dedo pela dor, ficava na quantidade indolor e gozávamos juntos eu com dedos no meu cu e ele punhetando loucamente. Repetimos isso algumas vezes até que em um dia comsegui introduzir sem dor, quatro dedos no meu cu, fiquei louco, nesse dia gozei como nunca tinha gozado antes, pelo prazer que sentia e pelo nível de introsamento que nos encontrávamos. Nesse dia ele me pediu que mesmo sozinho fizesse esse nosso exercício para manter meu cu de forma a aceitar sem dor seu pau quando estivéssemos juntos. Eu sabia que isso não aconteceria, mas essa fantasia me excitava e eu o obedeci, exercitando meu cu varias vezes. A muito tempo não nos encontramos e não sei se ele ainda se lembra de mim, mas de qualquer forma acho que mesmo virtualmente estivemos por alguns momentos conectados e com certeza sentimos muito prazer com isso.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erótico na casa do tio tarantoComo ter pernas grossas e quadril largo em 1 mêscontos eroticos possuida por uma estranha gostosatrepo com a enteada dormindocontos gay chupei o pau do borracheirocontos malicia incestuosamunher ce mastuo eu fibudao fudida por varios brutossempre fui safadinha contos aprendi dar o cu com meu genro contoscontos de coroa com novinhocontos eroticos grupal baile funkcontos porno chupando cona cheia de porraContos esposa e filha amigosclassificados evangélica procurando cornoFui enrabada ao lado do meu marido e ele não viuVirgem inocente contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteviuvo fode filho gay contocontos eróticos lésbicas casada vira escrava da vizinhachaves sotinho ponozoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos de casadas liberadaprimeiro adulto contos eróticosaprovando a tia na rola i goza na bucetinhacontos eróticos de mulheres casadas q já treparam com travestisuco de esperma contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentePau na xana da prima conto eroticoxvidio cabeçudo com bodudasContos eroticos em onibusnovinha falou que ia pozaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticosai amor que delicia isso vai gostosa mete vai contosGozando na boca Abrantes dela chuparA briga do casal contosconto obriguei minha esposa a da o cuzinho na boateEperiencia zoofilia beijo babadoContos eróticos fériasviolada pelo tio contoconto corno rabovizinho tezudocontos erotico maridos camaradacontos eroticos perdi meu cabaçocomi a minha cunhada Adrianaporno gay cara com video game no rosto e o outro chega fode logoconto comi uma buceta muito apertada que doeu meu paucontos eróticos com senhor de idade com rapazcontos minha cunhada puta na praia com sua irma com fil dental e eu passei a mao nelas duasgenro faz sogra gozar contosnamoradinha virgem do amigo contos eroticosConto fudendo na frentecontos casada pegando carona no caminhaocontos eroticos crossdressconto de sexo com o pai ou irmão ou tioContos eroticos de traveco safadas.como fui estuprada contos eróticosconto erotico eu de toalha com meu cachorroconto gay negro trapezistacontos eróticos pequenos maecontos eroticos garotinha dormindo no colo do padrinho de pijaminhaconto gay crackcontos oamigo do meu marido 2viajando com a sogra conto eroticoComtos namorada fodida por homems casadosfoda gostosa com amigos contos contos o namorado da minha maeProvoquei e foi arrombada porno conto contos de putas casadas tramandaiNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contoscontos eróticos com mulheres da ccbgenro fica só em casa com a sogra por causa da chuva ela gostosa contos eroticoscontos erótico nojento maconheirocontos de violadasconto erotico a mulher me encoxou no onibuscontos gay puta obedientecontos eróticos de gay comi o cu do filho do meu amigo