Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTRUPANDO UM CUZINHO VIRGEM

Bom moro sozinho em Florianápolis a quatro anos e apás ler alguns contos resolvi descrever um caso que aconteceu comigo a algum tempo, espero que gostem.

Eu tenho 23 anos, 1,70 de altura, corpo atlético, moreno não muito musculoso mas daqueles que arrancam uns olhares das gatinhas na praia por ter um corpo sarado.

Conheci uma menina linda algum tempo 21 aninhos, sarada, olhos verdes, pele clara, 1,65 de altura, uma bundinha muito deliciosa e peitinhos arrebitados, com um jeitinho muito inocente, mas louca por sexo a ponto de não querer parar até cair exausta na cama e não conseguir mais mover um musculo.

Apesar de eu nunca querer um relacionamento muito sério com ela, posso dizer que ela é louquinha por mim a ponto de tentar me amarrar varias vezes, me chantageando por um namoro ou nunca mais iria a minha casa, mas ela sempre voltava pois acho que sempre tinha esperança de um dia um namoro rolar.

Um final de semana ela veio até minha casa como era de costume, sá que desta vez trazendo morango e leite condensado, falando que se eu me comportasse direitinho teríamos uma noite maravilhosa, como qualquer homem fiquei imaginando o que ela faria com aquilo, mas botamos na geladeira e fomos a praia.

Apás uma tarde de praia e muito surf chegamos em casa, fizemos uma pizza e bebemos vinho e eu louco para saber o que ela faria com a mercadoria que trouxe, apás alguns copos de vinho, beijo vai, beijo vem, fomos até meu quarto e ela logo veio com o estoque.

Comecei a despila tirando seu shortinho, e lambendo suas cochas deliciosas, tirei sua blusinha e a dexei sá de sutiã e calcinha, quando iria tirar o seu sutiã ela pegou na minha mão e me fez deitar, rapidamente tirou meu calção e minha cueca pegou o leite condensado e espalhou por toda minha pica.

Nossa já estava imaginando ela lamber tudo aquilo como um pirulito, ela pegou o morango e molhou no leite condesado mordia um pouquinho com aquela boca carnuda e dava para mim morder também, logo caiu de boca, lambendo cada milímetro do meu pau com aquela língua saborosa, lambia como nunca, e dava uns chupão que quando tirava a boca do meu pal ecuava um estalo pelo quarto.

Depois de lamber tudo ela veio com um papo de ter uma fantasia de ser estuprada, no início achei estranho mas como estávamos bêbados logo busquei uma corda na área de serviço, e decidi realizar a sua fantasia e também a minha de comer o cuzinho dela que ela nunca tinha liberado.

Amarrei suas mãos atrás bem forte e falava para ela, vou te comer a força sua patricinha, ela entrou no clima e dizia, “por favor moço não faça isso”. Quando botei minha mão na bucetinha dela vi que já estava toda molhadinha, ela estava adorando aquilo e logo falou “me solta moço eu não vou contar a ninguém”.

Botei ela de quatro com a cara no travesseiro e comecei a lamber sua bucetinha bem devagar e falando, “quer mesmo que eu pare?”. Ela: “Não faz isso, não faz, faz faz”. Botei sua calcinha de lado e meti na bucetinha dela encharcada, ela se contorcia toda tentando evitar mas depois da quinta bombada já tinha gozado.

Tremia todinha na cama e eu continuei bombando, até tirar o pal da bucetinha e mirar no seu cuzinho, ela rapidamente voltou a si e falou para mim não tentar aquilo, eu disse “Cala boca patricinha, quem manda aqui sou eu.”, e forçando mais um pouco ela começou a ficar braba falando que não estava brincando. Eu pensei lé agora ou nunca.

Dei uma cuspida e meti tudo de uma vez, ela deu um berro de dor, nossa era um cuzinho apertado, ela apavorada pedia para mim tirar eu eu comecei a bombar devagarzinho falando “que cuzinho apertado em putinha”.

Ela tentava se soltar da corda, se contorcendo toda em vão e eu bombando mais forte, nossa estava muito bom, ela logo perdeu as forças deixando eu terminar o que tinha começado, aos poucos era mais fácil tirar e botar minha pica no seu rabinho e ela começou a gostar, gemendo e falando “agora come ele todinho”. Depois de uns 20 minutos bombando ela falou, “por favor moço goza no meu rabinho”. Não resisti e gozei tudo no seu cuzinho.

Assim que terminamos ela apagou e sá acordou no outro dia quando eu estava dormindo, acordei com uma sensação átima e quando vi ela estava fazendo um belo boquete, mas essa é outra historia que conto outra hora.

Espero que tenham gostado e caso queiram me escrever meu e-mail é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico com o tio no carrotratano da titia com rolaContos eroticos da esposa safada com o marido deficientefilha gostosa contominha irma envagelica encestochupando até ela gozar dirá cx aodcontos erotico prima mais velhacontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenacunhado encochando contoscontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adorouviolada pelo tio contodei p meu genro contocoroas ensaboando cacete do jovencontos erotico - a cunhadinhaminha filha veridicoArrombaram minha namoradacontos eroticos de padrinhos com virgenscontos eroticos enganado virei travesticonto gay sai da urgia acabadacontos eroticos com eletricistaContos cm o vizinhoconto erotico da desvirginadameti o cacete na maninha contoContos eroticos cu da negra madantacontos eroticos arrombando a gordatravesti gozando no próprio sutiãcontos exoticos no.cinemacontos eroticos assaltoContos Eroticos: Fudendo com cavalo(Verídico)conto erótico comendo a mulher do meu melhor amigo fazendo sexo analContos eróticos gay comi o cu guri pequenonovinha p****** dando para o bodãocontos gays - meu irmão falou ele não vai comermeu cu engolidor de rola contosfui arrombado contos gaysEusouhetero e chupou o pau do meu cunhadoContoseroticos meninas novinhas virgem estupradas pelo tioComi minha priminha contos eroticosconto erotico gay coroa dominador escraviza viado afeminadoConto papai mg fudeu de jeitocontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadascontos eróticos comendo minha sobrinha gostosadei gostoso pra meu padrinho tocou siririca conto eroticopornô grátis cunhada de calcinha fio-dental para vocalcriando o sobrinho banho contoconto flagrado com a calcinha enrolada no pauvideo de ninfeta branqui.ha magra no sexo anal de quatroQuando ensinei a minha priminha a pegar no meu Pau contotitia coroa aliviando sobrinhocu delicioaocontos decoroas gayatolando pau grosso nas.vellinhascontos eroticos do R.G.do Sulcontos eroticos pai escravo da filhacontos sexo paraíso em famíliaContos pornos-estuprei minha avócontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomi minha vizinha e minha mulher contosrapazes conto heteroassistir pornô mulheres libiscos com muito tesãocontos eróticos traição com garoto exepionalcontos porno de choromarido sortiado a esposa contos eroticosconto mãezinha fode com filhinho treze anoscontos eroticos chupou meu cuzinhobuceta cavala conto eroticocontos lesbicas esposa com mulhercasadas putas fodendo com preso contoMelhores contos eroticos sobre bem.dotadopau pulsou na bocacontos eróticos no elevadorcontos no cu da vizinha marrentamulher tem fetiche tama pirocada de travesti