Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O COROA TAXISTA

Bem tenho 25 anos, sou um cara super másculo, casado recentemente, que não frequenta lugares gays, super careta, mas que não consigo esquecer algo que me aconteceu a cerca de uns 8 anos.

Época de dezembro, estava concluindo o ensino médio e eu e mais alguns colegas todos com a mesma faixa de idade resolvemos sair para comemorar. Mas não poderiamos ficar ali perto da escola pois muitos de nossos pais nao queriam que bebessemos pois diziam que ainda eramos jovens e que ainda estava muito cedo. Nada que um bar escondido não resolvesse.

E um dos colegas, O Matheus, disse que sabia de um bem legal que já tinha ido, que sá ia homens e a galera lá não pedia identidade e coisa e tal. E lá fomos nás.

Chegando lá, meio que tomei um susto, pois realmente sá tinha homens, e homens mais velhos, tipo taxistas, executivos, peao de obra, tudo misturado, e uma zoada infernal de bate papo. Sentamos nás 4 no balcão e começamos a beber um chopp, 2, 3, 4, 5 e fomos ficando mais alegres. E passei a notar a beleza de ser homem e observar com mais atenção o que estava em minha volta e tinha um coroa lindo no balcão do lado oposto ao que nos encontravamos. Tinha mais ou menos uns 60 anos, grisalho, bigode bem grosso com algiuns cabelos grisalhos, braços fortes e maos enormes e com dedos bem grossos, e sozinho. Parecia aéreo se concentrava no seu copo e em mais ninguem. Usava a camisa semi aberta deixando amostra se peito peludo e já com alguns pelos grisalhos. E não sei porque mais fiquei com uma vontade louca de conversar com ele, mas nao podia pois estava com os colegas e todos iriam me questionar o motivo . Mais fiquei encantado com a beleza daquele homem, sobretudo o seu jeito de macho. Passei por ele para ir ao banheiro e olhei fixamente para ele e nossos olhares se cruzaram quando ele levantou a cabeça e também me encarou e se virou para ver o caminho que eu tinha tomado. Entrei no banheiro e já meio bêbado estava mijando com a cabeça encostada na parede e nem percebi quem tinha entrado e se colocado do meu lado, quando acabei e me preparando para da aquela balançada na pica, notei que o coroa estava do meu lado e já cheio de tesoa com o pau duraço. E o que vi cara foi maravilhoso. Um cacete com um tamanho em torno de 19cm com uma cabeça grande, reto e grosso. Lindo!!!!!. fiquei excitado tambem com a caceta dura e uma vontade louca de me jogar aos pés daquele homem e me entregar a ele. Mais o fato que entra um coelga meu e me aprressa, dizendo que a galera esta indo para outro bar. e tive que sair.

Mas eu tinha ficado enfeitiçado por aquele homem, e não sei porque não queria ir mais queria ficar ali come ele. Conseguir convencer a todos a tomar uma saideira e meu olhar nao saia daquele homem e da minha cabeça a minha imagem do seu cacete. Resolvemos ir e saimos do bar, notei que o coroa tb pediu a conta, gelei na hora, tinha medo que algum dos colegas notassem alguma coisa. Assim que saimos rolosu o maior quebra pau do lado de fora de do bar e o maior corre corre, tiro e tudo mais . Foi quando percerbi alguem puxando pelo braço e quase desmaio quando vejop que era o coroa quase me arrastando para o lado do bar e me pedindo calma. Disse que era melhor sairmos dali pois a coisa ia ficar feia que ele conhecia o local e era briga de gangue. e me ofereceu uma carona em seu taxi. Nao tinha muita opção. E acabei entrando no carro. Ele arrastou, perguntou meu nome, disse o dele e começou a dizer que eu era um guri interessante, que tinha me achado bonitinho, todo hominho e queria me levar para um lugar, que nao precisava me preocupar pois ele era um car de bem e que nao iria me machucar. E lá fomos nás . chegamos num prédio ja meio acabado e um apartaamento bem decorado, porem simples.Ele foi de logo tirando a camidsa e qeu piude ver a real beleza daquele homem, o peito muito peludo, uma barriga saliente, as costas tinha pelos dos dois lados, tinha as pernas grossas e peludas e uns pés lindos e bem tratado. fiquei louco. Ele veio até a mim vendo minha respiração ofegante, disse que eu não precisa ficar nervoso, qiue apenas iamos tomar banho e foi tirando a minha roupa e meu Deus que sonhops sentindo aquela mão enorme no meu corpo ja ficava arrepiado. Entramnos no box e ele me laisando de uma forma tao carinhosa, me beijava ardentemente segurando o meu queixo e colocando a lingua na minha boca, me abraçava por tras como se eu forsse um bonequinho de pelucia, ficava dizendo puyataria no meu ouvido, me chamando de moleque e que queria me fuder. começõeou a esfregar a cabeça de sua pica no meu cu, ela ja estava toda melada com a secreçao que saia, e aquilo foi me deixando louco. Ele parou, chamou para ir para cama. a estas alturas já estava vulnerável e tudo que aquele homem com aquela voz me mandasse eu faria.

Ele deitou com a bunda para cima e comecou a beijar a minhas costas, e se deitou em cima de mim, me senti todo dele. Eu leh disse que euria chupar seu pau, ele me deu um tapoinha na cara e me chamou de moleque safado. se colocando em pé na cama bem na minha frente que visão maravilhosa, cai de boca nos ovos daquele homem, chupei com uma vontade louca, todo ele a cabeça, tudo e a medida que ia sain gaçla daquela rola eu ia sugando ...uma delícia, ele urrava, pegava na minha cabeça enfiava a pica a te a minha garganta, era muito bom.

Ele disse que não aguentava mais e me colocau de 4 com a cara enterrada no travsseiro . fiquei com a bunda bem empinada e pude entir cada centimetro dauela pica me lascando, uma dor terrivel, mais a vontade de me sentir naquele homem era maior, e nao demorou muito oude sentir seu saco batendo na minha bunda. Porra que delícia, e ele comecou um movimento delicioso, que nunca mais na minha vida sentir . Ele nbao se deu por satisfeito, me colocaou de frango assado, pediu apara eu segurara as pernas segurou a cabeça da pica, ficou olhando para minha bunda como se tivesse mirando e enfiou de uma sá vez a caceta toda . Ficou tirando e colocando, e eu sentindo aquele macho, e comecou um vai e vem continuo e batendo uma punhata para mim, e disse que iria gozar e nao aguentando mais poude sentir cada jato me enchendo de porra, o tesoa era tanto que o jato que gozei foi direto em seu peito, acabamos e ele todo melado de porra se deitou em cima de mim e acabmos adormecendo ali, so vindo a acordar uma hora depois, chance que eu tive mais um avez de chupar aquela acacceta e senti lo gozar emn minha boca .

Saindo dali é qie ele veio me contar que era casado pai de 4 filhos e que não queria se envolver com ninguem pois ja tinha tido serios problemaac om isso. E nunca mais o vi.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eróticos de casadas com a filha do negão na papudafazenda fravia dan xeso anal lua demelcomir minha conhadinha irmã da minha mulher d ferias lá em casagozei no pau do meu padrasto em contofudendo a sobrinha rapidiho no quintalContos eroticos de casasascontos de coroa com novinhofodendo gostosa e esporo contos eróticoscontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos quando tentou por a cabeça senti que não ia caberBaixou minha calcinha e meteu contosirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosocontoseroticos de amantes qe ajudam esposascontos eroticos eu ea minha mulher gostamos de rolasContos eroticos-lesbica plugcontos eroticos grupal baile funkconto foda com cachorrocontos eroticos fudendo com uma travestisua amiga eu vou pegar de tras pra frenrePorn contos eroticos escrava gangbangtia d********* na frente do maridocontos de cú de tiacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiMamaes boqueteiras contoseroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemandou fotos nua e recebeu chantagemcontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoescontos gay comendo o muleke do orfanatoContos erotico, sobrinho que pergou a tiaminha tia me convidou para jantarcontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeováme minhas buntudascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevideo para baixa de porno home com olho vexadoconto minha mulher gostosa da academia trepa com os personais e amigo,sdei pro tarado contosmeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticominha esposa na chacara contosconto erotico de travesti cagandoconto comi uma buceta muito apertada que doeu meu paucontos eroticos cunhada e sogrAcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos cheiro de urinaContos eroticos da mamae gostosa e filhocontos eróticos eu e minha mãe na praiaEnage de busetalesbicascoroascontosporno contos casada comprando mandiocaconto erotico dona de casa tranza com entregadorescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha avó na punheta contoscontos tia batendo sirica para o sobrinhowww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhocontos eroticos como passei a ser travesti por causa do meu cunhadocontos eróticos no 110 ano sendo tio no banheiroconto pernas fechadasfudendo o cú da mae de renan conto eroticobunda enorme calcinha rendinha vai cuzudanao tira papai deixa que eu vo gozarcontos de sexo depilei minha bucetaMeu sogro cheirou minha calcinhacontos eróticos dormindo com a porta abertacontos meu comedor de cucontos esposa no baralhocontos de sexo com casada coroacontos eroticos gatinhasmamilo gigante vazando contoConto Erotico: o macho se rendeu a minha rolaContos eroticos enteadascontos eroticos espiei minha tiaconto erotico cobrador casada lesbicoContos sou casada com um travecocontos eroticos arrombando a gordaencoxada no onibus conto erotico