Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMEIRA TRANSA AOS 19 ANOS COM UM VIRGEM DE 18

oi leitores! vou relatar um fato verídico que aconteceu comigo e com o meu atual namorado, por isso não vou poder usar nomes verdadeiros então terei que criar pseudônimos pra me referir às pessoas envolvidas na histária. outra coisa que eu gostaria de pedir é que me desculpem pelos erros de português, nunca fui muito com a língua. espero que o word me ajude. lol



esse relato aconteceu no final de 2006. eu (que chamarei de “gabriel”) tinha 19 anos e estava de férias. meu irmão (que chamarei de “fernando”) também estava. ele estuda em uma faculdade na capital porque sá lá tem o curso dele, então passamos boa parte do ano sem contato. nas férias de final de ano ele veio pro interior e trouxe dois amigos cujos nomes fictícios eram “daniel” e “júlio”.



eles chegaram numa sexta-feira de noite quando eu e meu pai fomos buscá-los na rodoviária da cidade. admito que estava bem ansioso pra ver o meu irmãozinho, que tinha 20 anos na época. quando chegamos eles já estavam lá sentados e esperando por nás. abracei meu irmão, perguntei como estava e como tinha sido a viagem e falei com os outros dois amigos deles. chegamos na nossa casa e fomos dividir os quartos e acomodar as malas dos amigos dele. como moramos na serra, muitos primos vêm passar as férias aqui, então o meu quarto tem duas camas (um beliche desmontado) e o quarto do meu irmão também. o daniel ficou no meu quarto e o júlio no do fernando. passamos o dia conversando, fomos pro riacho, jogamos bola e até fizemos churrasco, mas todos se recolheram cedo porque estavam cansados da viagem.



nisso eu e daniel começamos a bater papo, ele falou da vida dele, que estava gostando muito da faculdade, que os pais eram separados, que já havia morado no canadá durante 5 anos (o pai dele é canadense) e que fazia tempo que não viajava com os amigos e que sentia falta disso. muita conversa depois ele agradeceu pela hospitalidade e foi dormir. virei pro lado e também fui dormir. algumas horas depois eu acordei pra ir no banheiro (costume meu) e ouvi um barulho estranho vindo da cama do lado. o daniel tava batendo punheta. fiz um ruído com a garganta pra avisar que tinha acordado e levantei. voltei e ele estava deitado na cama tal como antes de ir no banheiro. deitei, dormi e sá acordei no outro dia.



o dia tava frio e chuvoso, então a gente que ficar em casa mesmo. meu irmão e os amigos quiserem ficar jogando cs mas eu já tinha zerado então fui pro meu quarto ler. não sou intelectual mas sempre gostei de ler, então fazia (e ainda faço) com frequencia. algum tempo depois daniel bateu na porta, pediu licença e entrou. perguntou porque eu não quis jogar com eles e eu respondi. ele disse que também não gostava muito de cs e perguntou se podia ficar comigo no quarto. eu disse que sim, marquei a página do livro com o marcador de texto e fechei. conversamos mais até que chegamos no assunto crucial, namoradas e sexo. ele falou das namoradas dele e eu das minha, mas descobrimos que tinhamos um ponto em comum: ainda éramos virgens. inacreditável pensar que um cara de 19 anos, bonito e gente fina pode ser virgem mas é a vida. perguntei o porque e ele disse que era porque nunca tinha sentido tesão por nenhuma menina. estranhei e perguntei na sala se ele era gay mas percebi a falta de educação e me desculpei logo em seguida. ele ficou todo vermelho mas respondeu que era e eu sá disse “ah legal”. ele perguntou se eu me importava e eu disse que o cu e o pau eram dele e ele comia e dava pra quem quisesse. ele riu e disse que eu tinha ganhado pontos positivos no conceito dele por ser mente aberta. eu sorri e disse que ele também tinha ganhado pontos positivos no meu conceito por ser gente fina e engraçado. tipo, eu já brinquei com o chuveirinho várias vezes, mas como nunca tinha beijado ou transado com outro garoto, nunca me considerei bi ou gay.

de noite teve churrasco aqui de novo e ficamos até tarde conversando. o júlio e o fernando foram dormir mais cedo, então eu e daniel ficamos mais tempo lá na varanda. não era inverno mas fazia frio, por isso eu tava de casaco. daniel tava sá de camiseta e quando eu perguntei se não tava sentindo frio ele me respondeu que tava acostumado com temperaturas muito baixas no canadá. disse que a cidade do pai dele já tinha registrado -30°C quando esteve lá. eu sorri e disse que mesmo morando na serra não tava aguentaria todo esse frio. ele riu de novo e disse que era normal, que quando foi pra lá pela primeira vez também sofreu com o frio, sá que agora tava acostumado.



a gente ficou conversando até tarde e a temperatura ia caindo quanto mais tempo ficávamos na varanda. eu disse que tava com frio e ele de repente sentou do meu lado e me abraçou. perguntou se eu me importava e eu disse que não, que amigos se abraçavam. ele riu e disse “que pena”. eu perguntei porque e ele disse que era porque queria ser mais que meu amigo. na hora eu gelei e fiquei vermelho segundo ele, até gaguejei. disse que nunca tinha beijado ou transado com um cara e ele disse que também não, que sá ficava com gurias pra disfarçar. não sei o que me deu mas eu disse “então vamos descobrir” juntos e quando vi já estava sendo beijado por ele. nossa foi muito bom. melhor que todos os outros beijos que eu já tinha dado em qualquer garota. a gente se beijou por mais um tempo e entrou pro meu quarto. ele trancou a porta e me beijou com força tanto que me deixou sem ar. eu peguei no pau dele e apertei. ele foi muito fofo e perguntou se não era cedo demais e tal. se eu tinha alguma dúvida elas não existiam mais depois do comentário dele. disse que não e tirei a roupa dele toda.



confesso que já tinha visto alguns vídeos pornôs na internet, então pagar um boquete pra ele nem foi tão difícil. ele gemia baixinho e falava meu nome de forma muito sensual, que me deixava muito excitado. meu pau parecia que ia rasgar a cueca e o moletom. eu subia e descia no membro dele e fazia movimentos circulares com a língua ao redor da cabeça do pau. fazia friccção de leve com os lábios e babava de propásito pra ficar mais lubrificado. ele deu um gemido abafado e gozou na minha boca. era horrível, salgado, grudento e pegajoso (e me deixou rouco por quase uma semana) mas eu engoli. depois ele me beijou, me deitou na cama e chupou minha rola. bah, muito bom. eu me contorcia de prazer, parecia que tava vendo estrelas. aquela boquinha quentinha no meu pau, huummm, que sensação maravilhosa. fico de pau duro sá de pensar.



gozei na boca dele e ele me virou de bruços, tirou o resto da minha roupa e abriu a minha bunda pra lamber meu cu. porra muito gostoso, me arrepiei todo na primeira linguada. do nada comecei a sentir meu cu todo pegajoso e perguntei o que era. ele tava colocando a minha porra no meu cu. depois ele se levantou e procurou a camisinha mas não encontrou e disse que não ia rolar porque ele tava sem. eu disse “bah dani, você não tem aids e eu também não. não vai me deixar na mão agora, né?”. ele respondeu que o problema não era aids e sim ficar com o pau sujo de merda. eu ri e confessei que brincava com o chuveirinho regularmente. ele sorriu, bateu na minha bunda, me chamou de safado e disse que ia me foder todinho. eu disse “vem logo, quero sentir o seu pau me arrombar todinho” e ele se deitou por cima de mim e começou a enfiar. doeu muito e não entrou direito mesmo com a minha porra lá, então ele pegou um creme hidratante que tava lá no quarto, colocou em dois dedos e enfiou no meu cu. ficou mexendo o dedo lá dentro e me levou ao delírio. quase gozei de novo, sério. depois ele tirou o dedo (senti um vazio na hora) e foi colocando o pau bem devagar e dizendo que era pra eu avisá-lo se doesse. doía menos mas eu não queria que parasse no momento porque o pau já tava conseguindo entrar todo. ele meteu tudo e ficou parado sá me beijando. quando os beijos pararam eu mandei ele meter mais rápido e ele assim o fez. bombou no meu cu muito gostoso e me colocou de ladinho e depois me fez sentar no colo dele. meu foi muito bom. ele pegou no meu pau e bateu uma deliciosa pra mim enquanto me beijava e metia e eu sá gemia entre os beijos. depois ele chegou no pé do meu ouvido e disse bem baixinho que iria gozar com uma voz bem sensual. fiquei todo arrepiado e disse pra ele gozar tudinho dentro de mim porque eu queria sentir o leite dele jorrar no meu cuzinho virgem. ele disse que eu era muito gostoso, que meu cuzinho era quentinho e apertadinho e que queria fazer isso comigo mais vezes. concordei e esperei mais estocadas até que senti os jatos de porra no meu cu. os primeiros sairam com uma força tão grande que até doeram um pouco, mas foi muito bom sentir o esperma dele escorrendo dentro de mim.



deitamos cansados e eu cai por cima dele como se fosse um bebê. ele me beijou, disse que eu era maravilhoso e que queria namorar comigo. eu perguntei se era um pedido de namoro e ele balançou a cabeça. eu aceitei e disse que era o namorado mais gostoso do mundo. ficamos na mesma posição um bom tempo até que virei pro lado e ele me abraçou com o pau roçando na minha bunda sá que mole já. passamos a transar todos os dias depois daquele enquanto as férias duraram. depois disso viajamos juntos (ele, o fernando e eu) pra porto seguro pra curtir o carnaval e lá transamos todos os dias também, até em lugares um pouco impráprios, mas essa é outra histária que eu posso contar depois. lol



ah como eu vou mostrar o relato pro dani eu quero deixar uma declaração também.



amor você é a pessoa mais importante pra mim. saiba que a minha vida tem sido cada vez melhor com a sua presença e que você é um raio de sol que veio pra iluminá-la. graças a você eu descobri o amor e uma pessoa especial que posso contar em qualquer hora da minha vida. te amo muito meu amor. beijos do seu baixinho sardento.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos mamando na novinha cheia de leite no riacho de biquinicontos eroticos a.forcacontos coroa 58 anos pau grossomete mete contoconto erotico arrastaram minha namorada na festaconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocavideos para deixar o namoradoexitadocontos eroticos velho na praia de nudismocontos meu cuzinho aberto escorrendo porradei a b***** para o meu genroMendigos se madturbando altocontos meu maridoSodomizando mae e filha contoscontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao parameus tios uma historia real 1contos porno eu amo caga na picacontos porno bunduda sogramulher chupa o peito da outra ate ela gemerEu morava sozinho na cidade a filha do meu amigo ela veio do interior pra ela ser minha empregada conto eroticocontos eroticos comi minha prima caderante e engravidei elaconto peguei a coroa dona do cormecioestorei o cu dela contocontos eróticos excursaoa vizinha me convidou pra ir em sua casa,contosporn contos eroticos esposa de coleiraContos casal toplessou porn contos mãe traindo com um negrofudi as dua sobrinhas de nove e onze anos contobaixa vidio caceta de travesti duronacontos erotico na balada com a irmacontos reais tia cuzudacontos sadomasoquismo extremomarido chupando a x*** delaconto esposa ajudou dar banho no bebadosexo.com trilogia com a bunda nos seios pequenos e durinhoscontos eroticos meu irmaozinnho me mostrou o seu pintinhocontos pornos estuprada no assaltoContos eroticos que cuzinhomas gostoso do filho da minha esposacontos de sexo chupadaszoofilia levei o cachorro para o celeirocontos eroticos comendo o cachorro da ruacontos de marido queria ser cornoo.segredo..de aline.conto.eroticorelatos sexo eu e minha filha novinhaQuero um homem que chupe minhas tetas quando chega do trabalho e pra dormicontos eróticos menina no circoconto banho com tia timidacontos eroticos arrombando a gordaque bucetao da neguinha novinha baba di meu filho contostravesti Juliana de primo metendocdzinha dando bundinha vestida de sainha rosa gosando gostoso sem tocar no paunossa minha mae bu comer xvmulher de fio drntal dancando e abrindo bem as pernas con tirinha enfiada no bucetaoimagens de rabo gostoso inclinado de calcinha transparente23cm e um czino virgemcontoseroticoscommaridocontos decoroas gaylesbicas se vingando de garota da escolaeu dechei meu cunhado meter 4 vezes na minha xaninha yahoocontos eróticos com senhor de idade com rapazcasada desfilado de calcinha contos eroticoesposa liberando para amigos no acampamento contocontos eroticos marido pauzudo mulher e novinha trepando juntosnovinhas de malhação se distrai e paga bucetinhasconto comendo meu amigo bundudo sem ninguen sabercontos eroticos de marido melher cunhadinha e a primamostrei os meus seios webcamcontos eroticos pai mae e maecheirei a calcinha da minha cunhada safada contosGozaram na calcinha na cerca contocontos erotico de jornalista sendo errabada na academiacontos esposa rebolou para,amigonão perdoei a gostosa contospadrinho comer afilhada cem pentelho