Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PATRICINHA QUE VIROU PUTINHA -I

Vou contar um lance verdadeiro que aconteceu na minha cidade. Não vou mencionar nomes de locais nem dos envolvidos, inclusive a garota envolvida vou chamá-la de Patrícia por razões ábvias, já que a garota é uma autêntica patricinha. Filha de pais ricos na cidade pequena que eu moro, a garota tem 25 anos, já viajou mundo inteiro, fala pelo menos três idiomas estrangeiros, uma faculdade completa, vários cursos no exterior, lindíssima, falsa magra já que seu corpo é torneado por anos de balé e ginástica olímpica, o sonho de todas as mães da minha cidade era ver essa garota muito gentil e educada, que cresceu com todos os caipiras da minha pequena cidade, casando com seu filho. Apesar de ser muito educada e não ser metida, conversando com todos na cidade (que ela podia facilmente esnobar) esse conjunto de qualidades delas afastava os meninos locais (caipiras) de perto dela, pois todos tinha medo de dar vexame na frente da gatézima garota da cidade supereducada, por isso nesses anos todos, quando ela não estava viajando, ela nunca era vista com namorados e sendo filha única, devia ser bem solitária. Mas vamos ao que interessa: Um cara na minha pequena cidade montou um esquema para entregar em casa a comida feita pelos poucos restaurantes locais, esse cara atendia o telefone e agenciava as entregas e o Rodrigo, um grande amigo meu, cara gente finíssima de 20 anos de idade, mas que, apesar de ser bem relacionado e amigo de um monte de gente, vivia sem grana e com dificuldades, o pai do cara tinha falido e a família perdido tudo recentemente então entregava as comidas com um carro caindo aos pedaços do pai dele para juntar grana. Bom, não é que um dia, que os pais de Patrícia viajavam, ela encomendou uma pizza e o Rodrigo (que apesar de ser homem, vou falar a verdade a mulherada fica louca com ele) foi entregar. Pra surpresa do Rodrigo, assim que ela toca a campainha e se identifica na casa dela (que fica num lugar um pouco longe do centro e que não tem outras casas práximas) para surpresa do Rodrigo, que esperava ver a menina arrumada como ela sempre saía (nunca ninguém, depois que deixamos de ser criança tinha visto ela desarrumada), vê a garota saindo com um shorts jeans de cintura baixa bem cavado, descalça e camiseta regata cortada pouco abaixo do fim dos peitinhos dela. O Rodrigo fica louco vendo aquele corpinho bem torneado, perfeito, ela se aproxima do portão e logo o Rodrigo saca que tem alguma coisa errada. Ela se apáia no portão, está visivelmente bêbada, Rodrigo pergunta se ela está bem. A resposta não podia ser mais ábvia: “depois de tomar quase uma garrafa de vinho sozinha, eu to átima”. O Rodrigo tava louco pela mina, não conseguia arrancar os olhos dela, mas arrancou forças para falar um “Bom, se cuida, me da a grana pra eu te entregar o lanche”, foi quando ela respondeu: “Não trouxe dinheiro, esqueci lá dentro de casa”. O Rodrigo, perfeito cavalheiro: “Pega lá te espero aqui”, e a Patrícia perfeita bêbada: “Seu ordinário, vc quer ver minha bundinha qdo eu me virar para voltar pra dentro de casa”, enquanto falava isso, Patrícia levantou os braços, apoiando as mãos um pouco mais pra cima, fazendo a camiseta regata, cortada ao meio subir ainda mais, mostrando mais ainda a base dos peitinhos e encostando a barriguinha sarada nas grades do portão. O Rodrigo ainda resistiu bravamente e falou “Pati, meu irmão (que tem a mesma idade dela) eu e vc somos amigos a um tempão, vc acha que eu faria uma sacanagem dessas? Pega a grana lá que te espero aqui, senão não posso te entregar o lanche, além do mais, se vc não me pagar eu me ferro, vamos fazer melhor:vc não ta legal, deixa eu entrar que eu te ajudo” Patrícia responde dizendo que não trouxe o controle remoto do portão, logo não pode abri-lo. Enquanto explica, Rodrigo não resiste mais e começa a passar o dedo entre a barriguinha dela e o shorts,ela começa a ficar ofegante, excitada. Rodrigo então pergunta pra ela “Faz muito tempo que vc ta sozinha?” “Faz, tempo, nunca tive namorado aqui no Brasil” responde Patrícia. Rodrigo não resiste e suas carícias rapidamente encontram os pelinhos bem aparados de Patrícia, ela suspira, e começa a beija-lo pela grade da casa, ele, então, vira ela de costas pra ele e enfia a mão no shorts dela e começa a tocar uma pra ela, enquanto aprecia a visão da polpinha da bunda dela. Pati então, passa a mão pelas grades começa a acariciar o caralho dele por cima do jeans, enquanto rebola no ritmo do dedo do Rodrigo que massageia seu clitáris. O Rodrigão não aguenta e tira o shortinho dela, que fica sá com a regatinha, ele então encoxa ela pelas grades, e depois tenta fazer ela abaixar o corpo para arrebitar a bunda. Ela diz que não dá nem de quatro e nem fica embaixo de homem, ele então arranca a camiseta dela e começa a esfregar e apertar os peitinhos dela. Ela, excitada, gira e fica de frente pra ele, rebola de levinho, somente se exibindo, peladinha, ele passa as mãos pela grande e a agarra puxando-a, pela bunda, na direção dele. Ao mesmo tempo em que puxa ela, ele tenta, com o dedo médio alcançar o cuzinho dela, ela solta um gritinho e imediatamente agarra o pau dele sobre a calça, e de forma totalmente febril, enquanto ele brinca na entradinha do cu dela com a ponta do dedo médio, ela arranca o pau dele pra fora da calça e começa a punhetar o pau Rodrigo. Para nás, de nossa cidade, sá de imaginar a cena daquela menina que pra nás era uma santinha, ricaça, pelada punhetando um cara feito uma vadia necessitada nos deixava loucos. Mas louco mesmo tava o Rodrigo, que estava sendo punhetado por aquela delícia, que finalmente deu o golpe final nele. Usando os conhecimentos de ginástica olímpica, ela levantou os braços e segurando nas barras de ferro do portão, ela tirou os pés do chão e passou as pernas pelas grades e enlaçou o Rodrigo pela cintura, fazendo o cara passar o pau dele pela grade, ele começou a meter nela, através da grade. Assim o Rodrigo começou a meter nela enfiando um pouco mais que a cabecinha do pau dele, enquanto ela atleticamente rebolava na pontinha do pau dele. O sacana então, percebendo que o cuzinho dela estava indefeso, já que ela estava com as mãos e pés ocupadas, começou a enfiar o dedinho no cuzinho dela, Pati entrou em pânico, estava bem excitada e rebolando muito no pau dele, gemia meio baixinho, ela implorou para ele não enfiar o dedinho no cu dela, afinal, para proteger seu cuzinho teria de parar de dar pro cara, e do jeito que ela estava excitada ela não tava afim de parar. O Rodrigão, foi colocando o dedo no rabinho dela, forçando pra dentro,enquanto ela gemia mais e mais e rebolava feito uma louca. E foi assim que Pati gozou, levando vara do cara do delivery pelas grades do portão e com o dedo do cara no cuzinho dela. Assim que gozou, Pati soltou o corpo e colocou os pés no chão. Olhava pro Rodrigo com cara de tesão, nua, pediu o lanche, ele entregou pra ela, ela agradeceu pegou a roupa dela no chão, despediu-se do cara, e virou as costas e foi pra dentro de casa, rebolando, peladinha, mostrando a bundinha dela pro Rodrigo. Foi quando o Rodrigo me procurou pra emprestar pra ele a grana pra fazer o acerto do lanche que ele levou pra ela, no começo achei que o cara tinha inventado todo esse lance, mas quando eu deixei escapar a frase: “Se o que vc contou é verdade ela é a puta mais luxuosa e barata que vc já comeu” que o rosto do Rodrigo se iluminou, ele teve a idéia de, com minha ajuda, transformar a patricinha santinha da cidade numa puta e colocamos a idéia em prática...(continua)



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico de faxineira casada safadafalei pro meu amigo que queria ver ele fodendo a minha esposacontos eroticos testemunha de jeovacontos eroticos esposas bundudasContos eroticos estava de calcinha fio dental e fui fudida pelo mendingoconto porno mulher gosta pau 25cmcontos homem chupa rola ricardaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelatos arrombei a amiga da minha irmacontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bcontos eronticos pai e filhia no camilhao trasei com elacontos eroticos de meninas sapequinhasconto erotico minha mim deixado de castigofotos da buceta da mae contosf****** irmã mora nos peitos das gostosascontos eroticos gozei gostoso no estupromulher leva enrabado de cachorrocontos de coroa com novinhocontos eróticos ensinando à casada gostosa à gozarContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavaconto transando com mulher deficienteConto erotico tia dano cuzinho pro sobrinho titacontos eróticos sobre tia bucetuda é grávidaContos virei a puta dos oito negros picudosComendo bucetas gostozas na roça comtos eroticoscontos eroticos arrombando a gordaConto de homem de deu para Fabiola voguelcontos eroticos de incesto: viajando com a mamae popozudaconto ajudando meu filhocontos de conchinha com a irmacontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos tia de saia curtacontos eroticos fui ao ginecologista ele me fudeuContos esposa putamarido demarleni ve ela transandoconto marido gangbangContos Eróticos De Comi A Coroa Mãe Do Meu Amigocomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteas mais linda esguichada na punhetacomendo a deficiente contos eroticosCamila minha enteada sozinha comigo em casa dando a b******** para mimcontos de mulher com cachorrocontos erotico de virgem estrupada por a lambida de animalconto de encesto filho vetido de noivinhaConto meu marido me devorou na madrugadacontoseróticos/negropauzudocontos erotico dominadacontos de meninos putinhoschupava a noite inteira ele amarradodirigindo sem calcinha contoscomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimcarnavaldeputariashttp://okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_7_5_sadomasoquismo.htmlcheirei a calcinha fedorenta contos eroticosContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinha3 da vazão e três homens montando mamando enroleiSupositório Contos eroticos Jardin do Prazer mulhe mostrando sua boceta lindadcmulher sobe em cima da pica do manequimconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgeConto sogra idosa sexo genrocontos eroticos xongando.e batendo.na putacontos eroticos cu arrombado na baladacontos minha sogra me vendeu seu cuzinhoele ficou sem as pregas do c*contos eroticos casou comigo so para comer minhas filhinhas bem novissimascontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelaspedreiro passando a língua no cu do afeminadoDesvirginando a irmazinhapunheten o rabo da minha esposacontos erotico de fantasia de esposacontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeuContos eroticos peitudaatriz ke faz a xiquinha do chaves mostrando a bucetinha eo cuzinho