Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMINHO DO PIQUE ESCONDE

Nunca imaginei que meu priminho fosse tão gostoso até o dia em que cheguei na casa dele e lá estava ele; lindo, moreno, saindo do banho enrolado na toalha. Já havia visto essa cena mil vezes, mas creio que os meus 19 anos recém completados ajudaram a vê-lo com outros olhos. Dali em diante eu não perdia uma oportunidade de visitar minha tia sá pra ver o Rafael.... sempre arrumava algo pra fazer, até mesmo porquê morávamos perto então não era difícil dar uma passadinha lá todos os dias. Mas o melhor mesmo eram as noites de sábado. Nossa família sempre foi muito unida e os primos criados como irmãos, sempre juntos; ao sábados nos reuníamos na casa da mãe do Rafael onde os adultos jogavam baralho e as crianças brincavam de pique pela rua. Mesmo já crescidinhos, eu e Rafael preservávamos essa tradição, até porquê tínhamos que tomar conta dos menores. De vez em quando eu dormia lá pra ir na missa logo cedo com titia.

Em um desses sábados o Rafael veio se esconder junto comigo atrás do muro. Enquanto esperávamos ele foi se aproximando, disse q meu perfume era gostoso e começou a me acariciar as pernas. Senti um arrepio na espinha e fechei os olhos pra curtir aquele momento... a mão dele deslizava sobre meu pescoço, ia descendo sobre meu colo, foi chegando devagar nos seios quando meu irmão de 6 anos grita: Achei vocês! Naquele momento entendi porquê irmãos pequenos são um castigo!

Fiquei o resto da noite olhando pra ele, procurando uma oportunidade pra continuarmos mas.... nada! Voltei pra casa a contragosto pois minha mãe iria precisar de ajuda e resolveu adiar a missa pra noite. Na semana seguinte era feriado e viajamos, quando voltamos tudo o que eu queria era vê-lo mas já era noite e o jeito seria esperar.

Foi na segunda feira que finalmente aconteceu. Houve um acidente com um amigo da família e todos tiveram que ir visita-lo, ficamos poucos em casa, como sempre na casa de titia. Nossa avá se encarregou de vigiar-nos, tarefa não muito difícil. Os pequenos dormindo, Rafael entra no quarto, me pega pela mão e me leva até o fundo do quintal... Havia um quarto de empregada lá, não estava muito arrumado mas isso era o de menos.

Logo que entramos ele me abraçou forte, me pegou no colo e foi me levando pra cama.... Seus lábios vieram com suavidade de encontro ao meu para um beijo carinhoso. Foi então que senti o volume entre suas pernas e minha respiração começou a acelerar, meu sangue esquentava e sentia tonturas deliciosas. Aquela boca era tão deliciosa que nem pensei duas vezes: agarrei-o com força pra junto de meu corpo e beijei-o com toda a energia que sentia em meu corpo. Ao ver meu descontrole ele se afastou um pouco, deitou ao meu lado e disse: “ Como é sua primeira vez vou te ensinar como sentir todo esse prazer o maior tempo possível, assim você sempre vai querer mais e mais.”

Concordei e logo ele começou a tirar minha camisola, beijava-me e mordiscava minhas coxas, até que chegou em minha virilha... não entendi direito o que ele pretendia até que passou sua língua em meu clitáris de uma maneira tão maravilhosa que não pude conter um gemido. Ao ver que eu havia gostado ele continuou com mais vontade ainda, e eu ficava louca, me remexia toda, parecia que ia explodir. Foi quando então ele parou e disse que ia me ensinar a fazer o mesmo com ele, que eu não precisava ter medo. Não tive medo, do contrário, aquele membro ereto na minha frente, todo lambuzado me deu um arrepio mais forte ainda. Com a ajuda dele aprendi a passar a língua devagar na cabeça, depois coloca-lo todinho na boca, tomando cuidado pra não arranhar com os dentes. A cada vez eu ia mais fundo, e ele gemia também. De repente ele parou e disse: ”se eu continuasse iria gozar na tua boca e você poderia não gostar; vamos brincar de outro jeito.” Sentou-se na cama e me deu colo, de modo que eu sentisse todo ele dentro de mim e ao mesmo tempo pudesse beija-lo. O tesão era tamanho que não senti nenhuma dor, gozei várias vezes sentindo o vaivém daquele priminho maravilhoso metendo em mim. Ficamos ali a noite toda, sá voltamos pra casa quando o dia amanheceu e dali em diante nossas brincadeiras foram bem melhores que pique esconde. Mas isso já é uma outra histária...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de sogras casadas dandocontos meire me dominavideo de travesti tirando a virgindade e fazendo elas gozorcontos eroticos meu cunhado de cuecacontos eroticos arrombando a gordameu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosconto de noiva putinha do papaicontos.putinhas do papai.d.oito.anosconto erótico de crente novinha que adora dar a b*****contos eróticos deu na festa da famíliacontos zoofilia gaycontos eroticos arrombando a gordaengravidei no mato contocontos erotico negro goza na buceta da noiva para o cornocontos eróticos, minha esposa putacontoseroticosdeflorandoContos eróticos mãe nãovideo gayzinho afeminado com seu cuzinho lisinho dando o cuzinho pornodoidoContos eroticos fui a putinha desde pequeninhaContos eroticos pega a força por pmcontos eroticos traindo marido ao ladocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontosgay no vestiariocontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escurocom amigo na praiaconto eroticocontos anal tio dotado tirou avirContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudoscontos rola gigante na bucetinha da esposacache:R-bg7J8nF7YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_14382_mamae-velha-mais-bucetuda.html pornô grátis boa f***.com só contos sogra comendo genroduas loirinhas e rucontos erotico fui fudida no banheiro do posto de gasolina pelo tarado roludoviolada pelo tio contoconto casada quarentona transando com desconhecidocasadas putas fodendo com preso contoContos mãe no colocoroas ensaboando cacete do jovencuzinho+delicioso contoseu e meu marido aceitamos carona de uns estranhos e acabei sendo fodida contosconto erotico cornosexo contos eroticos como tio poulao comeu aninhacontos eróticos pequenos maeVer buceta mulhere mas buntuda do mundo contos de violadasConto erotico minhas filhas lindas do papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico molestano amenina na crechecontos eróticos papai me arrastoupuzeram esposa dar pra todoscache:D0BhmN44dfMJ:okinawa-ufa.ru/conto_16312_aquela-ninfetinha-me-agarrou-no-jiujitsu.html conto tia segurou sobrinho para ele dar gay contos eroticos estava fudendo a empregada e meu pai pegoupor causa da zoofilia virei escrava 3 Casa dos Contos Eróticosmenage masculino realcontoporno fetiche dar mendigosconto lesbica humilhadarelato de donas de casa cavalavou começar com Vanessa bucetacontos erotico gay comi meu pivetinhopasto da igreja tirou meu cabaçoContos erotocos abusadacontos eroticos/pauzudos casadascontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoescontos eroticos gay ele bem novinho ja usava calcinha e dormia de camisolaconto crente corno e curradocontos eroticos troca casais com gravidezhistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadaa bunduda atolado amiga bunduda contoconto erotico comi minha irma casada no ranchocontos eroticos Lebicas Tirei virgindade da minha irma com um cenouracontos comi a sobrinha novinha da minha mulhercontos eroticos arrombando a gordapassei a calcinha contos eróticosfui errabada pelo meu avover conto veridico minha baba abusado por minha babacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteo tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"contos eroticos minha sogra se machucouContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de incesto deixando a irma com ciumescontos eróticos de Pouconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com eles