Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA FILHA, MEU TORMENTO

Bem, gostaria de não entrar em muitos detalhes pessoais, apenas dizer que sou negro e desde 2004 tenho vivido o maior tormento de minha vida. Sou casado, sou negro, tenho 46 anos, minha esposa tem 40 anos e somos felizes. Neste relato que envio a voces é sobre nossa filha Ana que no ano citado acima completava 19 anos. Ela não que ria um presente específico e sim uma Festa para seus amigos. Mesmo contrariados eu e minha esposa aceitamos. Ana no auge de seus 19 anos tem 1,67 altura, pesava 45 kg, coxas grossas, seios pequenos e o melhor uma bundinha de dar inveja a qualquer menina de sua idade.

Ah... ela pediu que comprassemos sá para ela uma champanhe e botassemos na geladeira que ela iria tomar sozinha. Bem, chegou o grande dia, tudo pronto, liberei algumas cervejas, e aí a festa começou em nossa garagem. Eu e minha esposa ficamos confinados ao nosso quarto mas, sempre de olho em qualquer excesso. Beijinhos aqui, maozinhas ali, risinhos ao lado da garagem, as meninas comentando no banheiro. Os meninos se exibindo para Ana que aquela noite estava uma gata. Bem eu e minha esposa em nosso quarto estavamos bebendo e assistindo filmes. Lá pelas 02:00 hrs Ana aparece em nosso quarto e diz: "olha a festa tá acabando e preciso que papai leve alguns amigos em casa, pois estao bebados. Assim o fiz, peguei o carro e fui levar duas amigas e dois amiguinhos. que moravam num bairro distante. Apás entregar todos em suas casas voltei já preocupado em arrumar a bagunça que estava, mas qual minha surpresa: Ana e minha esposa estavam em estado de alccolismo total, ou melhor coma alcoolico. Pensei e agora? O que faço? Ana em nossa cama e minha esposa tbem. Chamei minha esposa insistentemente mais não obtive. Chamei Ana, mas qual nem se mexeu. Olhei ao lado da cama e lá estava a champanhe que ela havia me pedido. Aí foi que observei a roupa que ana usava naquela maldita noite, um top branco, mini saia rosa e sandalias altas. Ana esta va com suas pernas semi abertas e pude ver sua calcinha, desculpem mas fiquei excitado. Ajeitei minha esposa na cama e peguei Ana no colo e levei para seu quarto. Ela nem se mexeu. Chegando lá botei-a na cama, mas como todos nás aqui em casa temos por hábito não dormirmos com roupas de uso diario. Lembrei e agora nunca fiz isso.

Mesmo contrariando minha educação, comecei a despir minha filha, nossa que seios lindos, o top deu um pouco de trabalho para tirar. A sandalia saiu com facilidade, mas quando fui tirar mini saia, que loucura, eu não sabia que ela se depilava todinha. Excitado, mas me controlando, virei de lado para soltar sua saia melhor e vi sua calcinha melhor ainda. Que visao estonteante. Sua xaninha e maravilhosa. Sem nenhum pelinho e sua bunda é um manjar dos Deuses. Não resisti e acariciei de leve. Tentei sacudir Ana para ver se ela não acordaria, voltei ao meu quarto e ví que minha esposa dormia profundamente. Então voltei para Ana cheio de ideias. Me abaixei ao lado de sua cama e comecei a beijar sua xaninha, que sabor, meti a lingua com calma e fui explorando aquela maravilha, ma spreocupado para que eu não fosse surpprendido. Ana mexeu-se na cama e como ela dorme de bruços, imaginem qual a parte que ficou pra cima? Sim, sua bunda linda, maravilhosa, carnuda, aquelas coxas quentes. Como eu já havia baixado sua calcinha até o meio das coxas pude acariciar sua bundinha com muita calma. Cai de lingua na bunda commuita tesão e meu pau latejava dentro de minha bermuda. Fiquei dando um banho de lingua em Ana por uns 20 min. Ana balbuciou umas duas vezes algumas palavras desconexas. Meti um dedo em sua xaninha mas não me aprofundei pra não ser surpreendido. Apos tudo isto fui ao banheiro peguei um toalha e a limpei.



Bem pela manhã ela não comentou nada, apenas ela e minha esposa reclamaram com dor de cabeça e não tive mais nenhuma chance de realizar meu desejo que possuir Ana por inteiro. Agora ela arrumou um namorado e estou vendo meus desejos irem por terra, pois não tenho coragem de me aproximar dela, nem sei que tipo de artimanhas utilizar. Um amigo disse que dá sonífero pra mulher dele qdo ele quer sair pra putaria. Já pedi o nome do sonifero mas ele sempre desconversa. Amigos isto não é um conto e sim um pai desesperado que talvez esteja pecando mas, eu estou apaixonado perdidamente por minha Filha Anal.Se algum de vcs que ler meu relato e tiverem sugestão escrevam. Vou agradecer a todods vcs.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos arrombando a gordacontos eroticos mae e filha fodendo o papaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos virgem com vovovanessa traindo hoje com leo cunhado do corno spEstupro gay conto gay pedreirotraficante contos eróticoscasadas raspadinhas contoscontos eroticos meu pai me pegou na siriricacontoseroticos/maeiniciandofilhacontos eroticos com mastim napolitano gozando em meninacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedindinho comeu meu cuzinhocontos eróticos enormes nadegascotos meu e pousodo vaì mete na baceta da sua tia tabem Dei pro amigo do meu namorado 18 anos contos eróticosgeovana tira a calcinha e da a bucetacontos erot co dando a buceta pro cavalo e p ca grandepeguei minha sigra dormindo sem calcinha e meti a pica nelaContos eroticoa transei cm um aduto na infanciaPutinha do papai contocontos com mamae na fazendaSou a cadelinha do meu cão contoscontos entre mãe e filho picudo no banheirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico vizinha casada e velho pirocudoconto a coroa de 47 anosprimeira vez em fraldas tesãocontos eróticos incesto o homem da minha vidacontos de sexo falando que cagoucontos de sexo com velhos babõesCasa dos Contos Eróticos tirando as pregas da sograviciadopor bundas super rabudascontosputinhasconto tia de roupa curta pagando umaCONTOSPORNO.sapecacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevendi a buceta/contocontos erotico o assalto meu marido participoucontos er passando em casacontos eroticos novinha com amigomamae linda e brava/contoscasa do conto sendo chantageado por 2historias eroticas de primas e primocontos eroticos fui comida na fazendaContos eroticos tia morado na minha casaContos ertico tia negraminha cunhada casada estava sozinha na noite em casa contoso meu padrasto me arrastou pro matagal contoscontos esposa olhos vendados fudendocontos eroticos arrombando a gordacontos presenciei minha irmã fudendo com um dogcomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto fiz sexo oral em padreOlha so pai como ta minha bucetinhaZoofilia homens iniciando contoscontos vizinha dona de casa tetuda caidacontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona Contos eroticos comendo a policialmulheres com dhorte branquinho com cuzaofiz bacanal com minha filha e o filho do caseiro contosContos eroticos esposa gosta de exibi e leva cantada nas praiasfudendo com manequim na fazencontos/ morena com rabo fogosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteo cu engoliu o pau muito grande contoscontos eroticos namorada primoContos eroticos primo do pau grande engravidei minha prima peitudaestorei o cu dela contoa bumda que sempre sonhei comecontos erotico de filho travesti bundudoComtos casadas fodidas pelo sobrinho e amigos deleConto comendo a gorda casadatrasando com asogra derrepeteconto gay de pai com vaqueiro