Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADRIAN: A RAINHA E A ESCRAVA

Bom, nossa historia começa quando o Adriano chega num vilarejo, onde a miséria e a pobreza são maioria. Entretanto, totalmente diferente dos lordes, duques e senhores do castelo de Kalter (o vilarejo fica as portas do castelo). Por isso, nesse momento, o Adriano decide invadi-lo e se apoderar de alguns objetos de valor. Porém, é preciso aguardar o melhor momento, pois havia boatos de que o rei iria se ausentar do castelo, em virtude de uma reunião com outros Reis, em virtude de um exercito invasor. Por isso, ele aguardou por alguns dias, a saída do Rei e por isso, na noite seguinte, silenciosamente, ele invadiu o castelo. Como seu objetivo são coisas de valor, ele foi direto ao quarto real. Todavia, ao adentra-lo, não encontrou ninguém e por isso, vasculhou aquele cômodo e logo se apoderou de alguns brilhantes, diamantes e rubis. Entretanto, quando ele se preparava para deixar o quarto, ouviu vozes e por isso, se escondeu detrás de um baú. A seguir, entraram no quarto duas mulheres (uma branca de seus 30 anos, alta, bem vestida e a outra, uma escrava de no maxímo uns 20 anos, trajando somente alguns trajos) e ao se aproximarem da cama, começaram a trocar caricias e beijos. Bom, prevendo o que veria a seguir, o Adriano decidiu tirar proveito da situação e por isso, saiu de seu esconderijo e com a espada em punho, foi se aproximando das garotas. De repente, a escrava o vê e simplesmente se esconde atrás da outra. Essa ao vê-lo, diz: “Mas o que é isso ... Como se atreve!” e o Adriano respondeu: “Se você não quiser morrer. Faça tudo o que lhe ordenar!” e a Rainha disse: “Oras, que ousadia ... Quem pensa que é?” e o Adriano lhe respondeu: “Sou Adriano, guerreiro das terras distantes do Rei Raspin!”. A seguir, a Rainha foi ficando pálida e também tomada por um ataque de tremedeira. Por isso, o Adriano arrancou o tapa-sexo e disse: “Olhem aqui suas putas ... Vejam o que tenho para vocês!”. Nisso, a Rainha esbugalhou os olhos e disse: “Não ... não ... Pelo amor de Deus ... pago o preço que quiser ... mas!” e extasiado, o Adriano disse: Â“É isso mesmo ... suas putas ... Vou fode-las até cansar ... Se forem boazinhas ... faço bem gostoso!”. Em seguida, houve um certo silencio e então, o Adriano ordenou: “Vamos lá suas putas, voltem a se beijar!”. Depois de alguns minutos, o Adriano disse: “Agora, uma vai tirar a roupa da outra ... mas bem sensual!”. Por isso, a Rainha tomou a iniciativa de abaixar a alça do vestido da escrava e por isso, seus seios surgiram e eram proporcionais ao corpo da garota, isto é, não eram grandes e nem pequenos demais. Em seguida, a escrava abriu o penhoar da Rainha (seus seios eram volumosos e de aureolas enormes). A seguir, ambas baixaram suas calcinhas até a altura do joelho e a seguir, cada uma levou uma mão para o meio das pernas da outra e quase que simultaneamente, ambas soltaram um leve gemido. A seguir, ambas as calcinhas foram ao chão e então, se viraram de frente para o Adriano. Nesse momento, um fogo interior começou a tomar conta de seu corpo e sem que ele ordena-se ambas as garotas se aproximaram dele. A Rainha tascou-lhe um ardente beijo na boca e a escrava se ajoelhou e caiu de boca em seu pinguelão. Por isso, apás alguns segundos, o Adriano expôs os seus seios e conduziu as mãos da Rainha sobre ele. A seguir, livrou-se do sutiã e assim, permitiu que a Rainha acariciasse-se os seus mamilos. Apás alguns minutos, não suportando mais, o Adriano disse: “Ai, pelo amor de Deus ... apaguem esse fogo ... Ai ... me fodam ... fodam ... Aiii ... que tesão!”. Nisso, ambas o deitaram na cama, retiram o pinguelão, abriram suas pernas e enquanto se deliciavam com seus seios, suas mãos acariciavam seu ventre, coxas, virilha e grelinho. Porém, foram precisos alguns minutos para o Adriano dizer: “Ai, não me torturem assim ... Ai, me fodam ... me comam ... Aiii ... apaguem logo esse fogo ... Aiii ...”. Por isso, a Rainha fez com que a escrava enfia-se a cara no meio das pernas do Adriano e lambe-se e chupa-se a sua xoxota. Daí, a Rainha saiu da cama, abriu uma gaveta de uma cômoda, vestiu uma camiseta e apanhou um enorme dildo. Enquanto o ajeitava em sua cintura, ouviu o Adriano dizer: “Aiii ... sua língua é fantástica, mas ... preciso ter a chana toda preenchida!”. Rapidamente, a Rainha subiu na cama, tirou a escrava de sua posição e sem nenhuma cerimônia, enterrou toda a sua ferramenta na xoxota do Adriano que ao sentir a grossura do pinto, arqueou o dorso, jogou a cabeça para trás e soltou um longo gemido. A seguir, a Rainha deitou-se sobre ele e apás puxar o seu cabelo, disse-lhe: Â“É isso que você deseja .... sua puta ... então, toma ... toma ... toma!”. E já foi socando com extrema força e no primeiro momento, o Adriano soltou vários gemidos de dor, mas que logo foram substituídos por gemidos de prazer. Apás alguns minutos, o Adriano já gritava: “Me foda ... me fode ... Aiii ... mais ... mais ...Aiii ...” e então, a Rainha disse: “A puta quer rola ... então toma ... toma!”. A seguir, ela sentou sobre seus pés, pegou os quadris do Adriano e ficou movimentando-o para frente e para trás, fazendo com que o Adriano se se debate, contorce-se, mas não parava de implorar por mais e mais. Num dado momento, a Rainha viu a escrava em pé ao lado da cama, batendo uma punheta (havia acoplado o espada flamejante a sua cintura) e então, a Rainha deitou-se novamente sobre o corpo do Adriano e apás alguns segundos, rolaram na cama. A seguir, o Adriano apoiou suas mãos nos ombros da Rainha e começou a fazer os movimentos de entra e sai. Entretanto, isso durou poucos segundos, pois a Rainha segurou-o pelos quadris e o movimentou com extrema força e velocidade, fazendo com que o Adriano se contorce e grita-se de prazer. Apás alguns minutos, a Rainha cessou os movimentos e por isso, o Adriano caiu para frente e com a respiração ofegante, disse-lhe: “Por que parou ... tava quase lá ... Ai!” e apás enlaça-lo, a Rainha disse: “Oras queridinha ... o melhor ainda está por vir!”. A seguir, o Adriano sentiu algo adentrando ao seu cu e apás soltar alguns gritinhos de dor, disse: “Ai, suas filhas da puta ... Aiii ... me fodam ... me fodam ... Aiii ... delicia!”. Nisso, ambas começaram a mover as suas ferramentas e o Adriano não parava de implorar por mais e mais. Por isso, ambas foram aumentando o ritmo da penetração e em poucos minutos, o Adriano gritou: “Puta que o pariu ... Aiii ... Aiii ... vou goza... Aiii ... vou ...Aiii ...”. Por isso, a Rainha o manteve preso ao seu corpo e em questão de segundos, todo o corpo do Adriano começou vibrar e a seguir, ele soltou um tremendo grito e desabou sobre a Rainha. A seguir, a Rainha disse para a escrava: “Veja lindinha, a puta desmaiou ... de tanto gozar ... Ahhhhhhhh ... Agora venha aqui ... quero lambuzar toda a sua cara ... com minha porra!”. Nisso, a escrava saiu de cima do Adriano, a Rainha o fez rolar para o lado e então, a escrava se enfiou no meio das pernas da Rainha e começou a lamber os seus lábios vaginais. Em poucos segundos, a Rainha pressionou a sua cabeça mais junto de si e a seguir, gritou: “Ai, to gozando ... to gozando ... AAAAAAIIIIIIIII ...”. A seguir, todo o seu corpo ficou tremendo e a seguir, a escrava veio até os seus lábios e trocaram um ardente beijo de língua. Bom, ao despertar, o Adriano constatou que estava nu numa cela da masmorra e por isso, rapidamente se vestiu e apás vários minutos, dois guardas o libertaram e o levaram em direção da saída. Entretanto, antes de passar pelo portão do castelo, a escrava lhe entregou um bilhete que dizia: “Adorei te foder. Se quiser repetir a dose. Estarei te esperando amanhã de manhã, práximo à estrebaria!”. Apás picar o bilhete, o Adriano montou em seu cavalo e seguiu sem rumo a procura de novas aventuras.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


chupada por mendingo e seu cachorrovidios porno de homem pegando irmazinhar mulher si mastubando e conceguindo comer a buceta delacontos de sexo depilei minha bucetame fode me arromba seu velho safadoConto ertico maridoconto erótico "Olá a todos, me chamo guilherme e hoje tenho 20 anos, a histária que vou "Conto reunião de familia minha tia travesticonto erotico casada mete com mendingo fedendo a mijosexo contos deposito de porracontos eroticos tres homens uma mulherainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornômulher com uma bu dando nda inmencacontos eróticos minha mãe deixou que meu padrasto cuidasse de mimCrossdresser de salto contos eroticoscomo fica a bucetaalargada com garrafa?Contos.eroticos.crentizinha.abusada.no.cuzinhoContos tomando porradominador pé gostosozoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazertoco siririca na madruga contos de casadascont erot recem casada um velho meTenho uma tara incrível em ver mulheres lutando e foi com muito custo que consegui convencer minha então noiva a se atracar com mulheres semi nua, e em algumas lutas completamente nua, para o meu prazer. às vezes fico com peso na consciência pois oContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda GrandeContos eroticos interraciais no escritorosContos eroticos soquei no rabo da minha mulher rabudaContos er pitao do paicontos bolinadas no parqueFodendo com mamae bunduda contoscontos chupei um paumeu genro me enrabou ai ai ai me come conto eróticocontos eróticos a enfermeira velhaa minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticoscomto erotico comeno mulher do meu filhocontos eróticos amigave amigocontos sexo minha mulher e o coroameteu no cu dela a força mas entrou parte1Acordei com o pau dentro da minha bucetacontos eroticos arrombando a gordamarido libera esposa para pagar o aluguel contovideos de molhe rosado a buseta na onttra e gozandofui dominado pela esposa contosconto vovó e sua anacondacontos mamei a pica do caoContos tia de saia curtafui iniciado conto realvideo gay meu irmao me estuproucontos erotico viajando com paiContos reais de mulher com cachorroContos de transas com dotadosconto eroticos fui obrigado a fuder minha irma num estuproContos eroticos comi meu primo na frente da minha tiacontos porno chupando cona cheia de porraconto erotico o cheiro da minha tiaHugo tá gostosinho de comercontos eroticos arrombando a gordaconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos encoxadasMulherbrasileira ensinando a filha, meter contosEsposa linda e gostosa buntuda nuaContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html PORNO GOSANDO RU QUADcontos minha esposa me ensinou a ser cornomãe não deixa filho fude.com ela.na.vuzinhacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos trai meu maridoconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhascontos eroticos minha mae e uma safada e meu pai um corno liberalbuceta grandes na pica dormindo contosConto erotico apoata insanapeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhafotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarMete mete vaí conto paiContos eróticos gay de menino de menor idade dando o cuzinho pro professor de reforçocomtos.eroticos.com.novinhos.pica.de.cavalocontos er gozando na boquinhaConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barconto gay na ducha da nataçãoContos erpticos menininha de ruaconto erotico fui fudida em uma lan housecontos eróticos com inversão de papéis incestuosa