Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PERDENDO O CABAÇO DO ANEL

Me chamo Junior, tenho 30 anos, moreno, 1.78, 80kg, malhadinho e solteiro.

O que vou contar foi real e aconteceu no dia 100207. Apesar de sempre namorar e transar com mulheres o que ocorreu foi atípico e muito gostoso. Moro em Ribeirão Preto há 19 anos, meu pai é gerente de uma empresa na cidade.

Meu pai tem um amigo que mora em Sertãozinho (10Km) que se chama Antonio e que à algum tempo tinha chamado meu pai para passar um final de semana em sua chácara, depois de alguns desacertos acabou dando certo e meu pai sabendo que gosto de lugares assim me chamou. Saímos cedo e 9hs da manhã de sábado chegamos lá, o lugar era fantástico, uma chácara com 10.000m². Antonio nos recebeu alegremente.

Começamos o churrasco regado a muita carne e cerveja, tudo corria bem até que lá pelas 16hs meu pai recebeu um telefone na qual precisavam da presença dela urgente na empresa, me disse que viria para Ribeirão logo voltaria e que minha mãe viria com ele, assim foi. Assim que meus pais saíram Antonio prontamente se ofereceu para me apresentar a chácara, muito bonita arborizada, bem dividida, com um casarão rústico, me levou até o fundo onde tinha algumas criações, galinha, cavalos, horta e etc. Tudo muito bem cuidado. Bem, neste momento aconteceu o primeiro fato estranho. Quando chegamos ao estábulo pudemos ver o cavalo montando a égua, não posso negar que instintivamente me excitei, estávamos em um corredor na lateral do estábulo e o Antonio disse: “Esse esta fazendo a festa” e passou atrás de mim, tão perto que senti seu membro muito duro e bem grande também. Confesso que fiquei sem graça e logo sai dali, voltamos para o casarão e sentamos na varanda tomando cerveja. Foi quando ele se sentou de frente para mim, disfarçadamente olhei para sua bermuda e pude perceber que minha impressão estava certa, era um volume enorme. Ficamos bebendo e lá pelas 19hs meu pai me ligou e disse que tinha se enrolado, como haveria churrasco no domingo iria logo cedo e se teria problema eu dormir por lá já que faríamos isso mesmo. Perguntei ao Antonio e ele disse que não me despedi e ele disse que lá pelas 9hs estaria lá.

O Antonio me disse que gostava de tomar uma sauna de noite e se eu gostaria fiquei meio cismado e disse que não, me falou que iria e que me sentisse em casa se mudasse de idéia poderia ir até lá. Ele se foi e fiquei ali por uns 19 minutos até que decidi ir, poderia ter sido uma impressão errada, quando cheguei a porta estava levemente aberta a abri mais um pouco bem lentamente, na fresta que se formou pude ver o Antonio, estava sentado práximo, a fumaça atrapalhava um pouco mas pude ver que sua cueca estava no joelho e ele batia uma punheta lentamente, seu pau parecia mesmo enorme e grosso fiquei sem jeito e voltei,mas a curiosidade foi maior, fiz alguns barulhos antes de entrar e bati na porta, me sentei a 1 metro mais ou menos e começamos a conversar, logo ele estava bem perto me disse que eu era um cara boa pinta, bonito, tinha belas pernas e etc. Ele também é um cara bonito, não aparenta seus 38 anos muito bem cuidados, corpo legal e malhado. E neste momento ele me disse se guardaria um segredo e disse que sim, ele me falou que morria de vontade de chupar um cacete, confesso que foi muito estranho e me senti meio deslocado perguntou se poderia me chupar, (até então nunca tive experiência alguma com outro homem) achei que seria legal e disse que sim, imediatamente ele se ajoelhou na minha frente tirou minha sunga, me puxou para a beirada do degrau e lentamente foi lambendo meu pau, foi uma sensação bem gostosa ele chupava bem passava a mão em minhas coxas e apertava minha bunda, não sei explicar mas ele estava me ganhando.

Ele me chupava gostoso, enfiava quase meu pau inteiro na boca (18 x 14), fazia movimentos de vai e vem e chupava sá a cabeça. Mandou eu deitar no chão e seu corpo ficou paralelo ao meu, ele debruçado em minhas coxas e me chupando, me disse que estava com muito tesão e se poderia tirar sua sunga. Mas uma vez digo, ele tinha muita experiência, pois nunca havia tido nada com outro homem e de repente ele praticamente mandava em mim, eu morria de vontade de ver seu membro de perto. Tirei sua sunga e seu mastro ficou exposto, pude ver que realmente era muito grande e grosso, deveria ter uns 23 por 16. Ele pediu se podia pegar em seu pau e masturba-lo devagar, neste momento percebi que algo estranho estava tomando conta de mim porque sem nem mesmo perceber vi que estava com vontade de pegar. Timidamente peguei seu pau ainda em meia ereção mas bem grande, comecei a punheta-lo e sua pica foi ficando maior até que não fechava direito minha mão. Ele ficou de 4 ao meu lado e agora sim parecia um jumento. Seu pau estava perto do meu rosto, não sei explicar fui tomado por um tesão enorme e puxei uma de suas pernas sobre mim e ficamos num 69, ao fazer isso ele disse se poderíamos trocar eu ficando por cima trocamos e agora minha bunda estava na cara dele e seu pau enorme em pé na minha frente, lambi seu saco e depois fui subindo até a cabeça, fui tentando colocar aquele pinto monstruoso na boca mas mal cabia a glande. Foi quando senti sua língua tocar meu cú, tomei um susto e me contrai ele disse para eu relaxar que seria gostoso e foi me puxando de novo, sua língua mais uma vez tocou meu ânus, senti um arrepio gostoso e logo ele tentava enfiar sua língua dura em meu rabo, era bem sacana e delicado logo senti um dedo ser introduzido. A sensação foi estranha, mas gostosa por isso não reclamei, depois de algum tempo senti que ia enfiar o 2ª dedo, doeu um pouco mas ele fazia tão bem que o tesão era maior, de tempos em tempos sentia que ele enfiava mais um dedo, ele era tão carinhoso que praticamente não sentia dor apenas uma ardência com mistura de tesão e foi quando eu percebi que tinha 4 dedos enfiado no rabo. Muito estranho, ele estava mandando em mim, praticamente era a boneca dele e me tornando uma puta.

Pediu para eu ajoelhar e apoiar no degrau da sauna fiz sem nem mesmo pensar e fiquei com a bunda empinada e indefesa, ele se aproximou por trás e mandou eu segurar seu pau e esfregar no rego e na porta do cu, a sensação era muito gostosa, seu pau era quente, mandou eu colocar no olhinho e começou a fazer pressão vi que meia cabeça se encaixou, seu pau enorme me causava dor mas a idéia de agasalhar aquele monstro me causava um tesão maior e foi quando decidi que se eu estava gostando iria aproveitar ao máximo, ele fazia pressão e eu levemente empurrava minha bunda contra e foi ganhando cm por cm até entrar a cabeça. Ele deu uma parada e escutei: “Pinto não tem ombro, entrou a cabeça entrou o resto”, me segurou na cintura e lentamente foi enfiando todo seu membro sem pausa, senti seus 23cm enterrado e rasgando minha bunda, minhas pregas estavam estouradas, seu saco bateu no meu e a dor foi absurda. Imediatamente pedi para tirar e ele disse que não, tentei escapar mas, ele me prensou contra o degrau. Ele disse “Agora safada vc vai ser minha putinha, vai aguentar muita rola vou fuder seu cú sem dá, vou deixar você arrombado” sentia seu pau pulsar em minhas pregas, tirou um pouco e enfiou de novo, estava quase chorando começou um vai e vem lento, meu rabo ardia já estava uns 5 minutos com aquilo me abrindo e estava me acostumando e por fim não tive com não demonstrar que estava gostando. Meu Deus um cara que eu nunca tinha visto na vida estava me comendo e eu gostando. Empinei minha bunda e comecei: “Vai filho da puta, não quer me fuder? Não quis tirar meu cabaço? Agora come, fode meu cu bem gostoso, me deixa arrombado” ele começou com estocadas mais fortes e já estava fudendo de verdade, as vezes tinha sensação que seu pau estava no meu estomago.

Se levantou mandou eu sentar no degrau e me fez de frango assado, seu pau me rasgava estava gostando e como não podia me defender seu pau entrava até o saco que batia na minha bunda. “Vai filho da puta, estoura meu cu, fode sua puta bem gostoso”. Parou se deitou no chão e mandou eu cavalgar de costas pra ele, estar agasalhando aquele pau descomunal me excitava demais. Depois de uns 19 minutos não aguentei e acabei gozando, cai para trás sobre seu peito e ele puxou minhas pernas arrebitou minha bunda mandou eu abrir as nádegas e meteu bem gostoso, meu cú estava em brasa quase 1 hora e meia aquela rola monstruosa fudendo meu rabo.

Nisso ele perguntou se tinha idéia de como estava meu cu, disse que não e me levou num espelho grande na ante sala e mandou eu ficar de 4 para o espelho, arrebitou minha bunda e enfiou até as bolas, olhava para trás e via aquela coisa enorme sumir dentro do meu anel arrombado, quando tirava o buraco era enorme um pouco maior que o tubo no centro do rolo de papel higiênico, estava completamente arregaçado. Ele começou a dizer que ia encher meu rabo de porra, aumentou o ritmo e a violência, foi quando senti seu pau pulsando e despejando jatos fartos de porra dentro do meu cu até pouco virgem.

Tirou seu pau e mandou eu chupar até não sobrar nada. Foi super gostoso e foi tanta porra que ao levantar vazou do cú e escorreu pela perna. Tomamos banho e fomos dormir. Quase 30 minutos depois de deitado ele entrou me meu quarto parou do meu lado e disse: “Vai puta chupa de novo bem gostoso que eu quero que você sinta o gosto da minha porra”, fiz prontamente e com gosto, não demorou e despejou muita porra na minha boca mandando eu engolir todinho até limpar seu pau. Deixei limpinho e ele perguntou se tinha gostado do que aconteceu, eu com uma cara de puta respondo que adorei.

No outro dia meu pai chegou cedo e tive de me esforçar para disfarçar, pois meu rabo doía e queimava. Saímos de lá a tarde e quando estava saindo ele disse que adorou a puta dele e que voltasse lá mais vezes. Acabei gostando e se algum cara quiser me usar, me fazer de puta, foder bem gostoso meu anel e encher meu cu e minha boca de porra! [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelato erótico real- a visitadei gostoso pra meu padrinho tocou siririca conto eroticocontosesposasnapraiasuco de uma magrela trepando em pornô famíliaContos gay pau com pauLóira safada narra conto metendo na coberturacontos eroticos, ele me humilha me bate me xingacontos eroiticos de gente que participou do d4swingContos eroticos tia morado na minha casaO filho do meu chefe comeu minha jovem esposa bundida na marra na fazenda eu vi contosfalei pro meu amigo que queria ver ele fodendo a minha esposacomendo 5 casadas na festa de confraternizacai casa dos contosamigas peladas passando margarina no corpo inteiroProvoquei e foi arrombada porno conto Lora dismaiando no cu no anal em tres minutosver contos eroticos de incesto comendo a sogra na praia de nudismocontos eroticos real de professora com velho pirocudocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto ebebedei minha cunhada pra come o cu delafazenda de nudismominha mulher alargou meu cu contochantageada e humilhada pela empregada negracomendo cunhada asm que minha mulher saicantos erótico comendo a mãe e a irmã juntohetero batendo punheta conto gaywww.minha tia chega em casa com cerveja e me da sua puceta eu tomado banhoMenina mamando o pai contoseroticosmulher tem fetiche tama pirocada de travestio marido da patroa contocontos erotico patricinha debaixo do edredomContos eróticos com travestis e casais em campinas conto de a pica gigante que arrombou meu cu novinhoSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2eu entrei no banheiro e não sabia que a minha madrastra estava la e come. a xota delasou loira baixinha paguei de puta no samba contos eroticoscontos eroticos apostei com minha tia ela pedeu comi o cu delaConto reunião de familia minha tia travestisexo gay okinawa ufa papaicontos eroticos na frente do cornocontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhocontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anosgakelini fudedocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos tio e sobrinha novinhaConto erotico o cu da minha filhaconto erotico trepei com meu primo engravideiimagens de rabo gostoso inclinado de calcinha transparentezoofilia garota de programa asustada com pauza do cavalo boneiela me chamou de puta e me bateu conto empregada negrarainha que gostava de analcontos excitantesBabando no pau do papai contoseroticosconto iroticos meu sogro comeu minha mulhe e minha filhahome subimisso bebi xixi da rainha Contos comi o cu da mulAtArose empregadinha contoscontos meu filho adora minha bundaconto erotico sogro ahh uhh mete metecontos sou hetero fui sedusido dei a bunda e gosteiComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paicontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornocomi a minha cunhada Adrianacontos mulher infiel marido atento incestoachou gorda no mato e rasgou cu delaContos erotico, sobrinho que pergou a tiaconto erótico minha empregadinha novinha VirgemRelatos de sexo tirando com o paifundura da buceta midindo pornohttp://okinawa-ufa.ru/conto_1767_putinha-desde-novinha---esfolada-e-sacaneada-por-h.htmlcontos eróticos mostrei meu saco p minha maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteler contos com fotos de esposas sendo estupradas engolindo porra de dotadosPuta merda!!!para!(conto teen gay)contos erotico dominadamulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar video