Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EMPREGADA ENSINANDO A FILHA DO PATRÃO

Wanda era nossa empregada já a algum tempo, 24 anos, morena, seios grandes e durinhos e uma enorme bunda, alem de sua simpatia... Difícil não notar como papai babava por ela, principalmente quando ela passava com uma sainha mais curta ou um short apertado, mas tadinho, eu sabia que ele não tinha a menor chance com ela, pois ela era uma moça séria e ainda por cima noiva, como eu era ingênua... Certa tarde cheguei bem mais cedo do colégio, louca pra tomar um banho e comer alguma coisa, subi tomei meu banho rapidinho

E desci a procura de Wanda, na cozinha nada... Foi ai que eu ouvi uns gemidos vindo do quarto dela... “Danada trouxe o noivo pra transar com ela aqui em casa” eu pensei, pé ante pé fui ate a porta do quarto que estava entreaberta, afinal não ia ter perigo de ninguém aparecer tão cedo... Olhei pelo vão e meu queixo caiu... Lá dentro, meu pai fodia vigorosamente nossa deliciosa empregada... Wanda de quatro segurava na cabeceira da cama de solteiro enquanto papai se deliciava com sua xoxota...Os gemidos dela pelo jeito o excitavam muito, pois quanto mais ela gemia, mais ele acelerava seus movimentos de vai e vem, não demorou muito enterrou o dedo em seu rabo ao que ela gemeu mais forte... O dedo, logo foi substituído pelo caralho duro de papai...Pareciam dois animais no cio... Eu passei em pouco segundos de uma raiva imensa pelo que os dois estavam fazendo a um calor delicioso que se espalhou pelas minhas coxas e molhou minha xoxotinha tornando-a quente... Lá dentro os dois gemiam como loucos... E não demorou muito para papai encher seu rabinho de porra enquanto o corpo dela estremecia de prazer... Ele a beijou e começou a se vestir, tive de sair dali bem rápido, subi para o meu quarto e me joguei na cama, lá em baixo podia ouvi-la se movimentando, com certeza preparando o almoço... a lembrança daquelas cenas estavam bem frescas na minha memária, não pude fazer outra coisa a não ser uma deliciosa siririca... Meu dedo massageando meu grelo duro e inchado de desejo...Logo eu estava lambendo meu gozo que melara meus dedos... Mais calma, mas ainda não satisfeita desci para a cozinha a encontrei na pia... Usando um shortinho enterrado em sua bunda gostosa e um top apertado que deixava seus seios maiores ainda “oi Wanda” ela se voltou assustada “que é isso menina quer me matar de susto” ela sorriu, perguntou se eu tinha chegado fazia muito tempo eu respondi que não, me sentei à mesa e brinquei com a comida, “o que aconteceu como você, esta quieta hoje” minha mente realmente estava em outro lugar, mais precisamente no quarto dela... Sem dizer nada voltei pro meu quarto... Querendo mais, levantei minha saia e voltei a me masturbar... Na pressa do prazer nem lembrei de fechar a porta do quarto levei um susto ao me deparar com Wanda parada na porta olhando fixamente pra minha bucetinha peludinha e brilhante pelo suco que soltava de tanto tesão, rapidamente da porta ela passou a se ajoelhar em frente à cama e caiu de boca na minha xana, eu não tive reação à não ser a de gemer quando senti sua língua macia deslizar pela minha fenda e parar para brincar com o meu grelo... De um suave passar de língua logo começou a sugar meu grelo e enfia-la na minha bucetinha meu corpo tremia... E não demorei a derramar meu gozo em sua boca, que ela lambeu tudo... Ela se levantou e me olhando com uma carinha de safada que eu nunca havia visto em seu rosto e disse “hum acho que hoje eu vou ter de te ensinar algumas coisinhas” e assim foi tirando o short deixando amostra sua bucetinha carnuda e depilada, libertou os seios do top e deitou ao meu lado me beijando... Sua língua entrou na minha boca e brincou com a minha, eu podia sentir ainda meu gosto nela... Suas mãos percorriam o meu corpo ainda vestido... Apertando meus seios, minha bunda... Mordiscando meu pescoço e meus seios por cima da blusinha que eu usava... Finalmente sua mão encontrou o caminho tão desejado... Acariciou deliciosamente meus pelos e deslizou o dedo pelo meu grelo e o enterrou em minha xoxota, me beijando passou a fazer movimentos de vai e vem ate que me olhou surpresa por descobrir que apesar dos meus dezessete anos ainda era virgem, sorriu” hum cheguei bem na hora .. agora você vai ser a minha putinha e teu cabacinho vai ser meu logo, logo” com desejo redobrado voltou a me beijar.. Tirou minhas roupas... E passou a mamar meus seios... Enquanto eu acariciava os dela... Me pondo de quatro ela se pôs a acariciar minha bunda e a lamber minha xana que estava encharcada, se colocou em baixo de mim dizendo que a primeira lição seria um 69 e que aprenderia como chupar bem gostoso uma bucetinha... Sua língua logo esta dentro de mim e eu não me fiz de rogada fiz a mesma coisa mamando gostoso sua xoxota encharcada, nosso gemidos se misturavam... Os corpos estremeciam de prazer... Se movimentavam cada vez mais rápido...Podia ouvi-la dizer palavras desconexas e gemer mais a cada chupada que eu dava no seu grelo... Logo senti sua língua descer pelo meu rego e finalmente brincar com meu anelzinho que estava piscando... A língua foi substituída pelo dedo... “Isso minha putinha rebola gostoso... sempre soube que era disso que voce gostava” e passava a enfiar todo o dedo em movimentos rápidos, como boa aluna logo fiz o mesmo com ela... Gemeu gostoso “isso meu bem que delicia”.. Não demorou para nos duas despejarmos nosso gozo na boca uma da outra... Ficamos ali abraçadas num beijo gostoso... Ela me pegou pela mão e me levou ao banheiro para um banho... Me ensaboou sensualmente... Meus seios... Minha barriguinha... Passou o sabonete pelo meu rabo deixado-o bem lubrificado... Enterrou um pouco o dedo me deixando louca de desejo novamente, em retribuição passei a massagear seu grelo e ficamos nessa brincadeira até gozarmos... Secamos uma a outra e ai f

omos de volta pro meu quarto... Ela me beijou... Pegou as roupas e saiu... Não era difícil imaginar ela nadando nua pela casa... Me deitei exausta... E adormeci tendo deliciosos sonhos eráticos com Wanda, acordei a noite sabendo que logo que meus pais fossem dormir eu teria uma oportunidade de ter mais prazer indo ate seu quarto...Mais tarde... Espero que gostem deste conto, quem sabe dou uma continuação pra ele, beijos gostosos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meladas e nuas todas meladas de margarinasContos o negão dormiu na minha casaxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1contos eroticos passando cocaina vaginaComtos casadas fodidas pelo sobrinho e amigos deleela me chamou de puta e me bateu conto empregada negraconto dpContos eroticos sobre irma fazendo faxinacontos chavecando o cuzinho da coroameu primo bate punheta todo dia e fico toda molhadarelatos eroticos de lesbicas minha mulher e outrapaguei minhas conta com a buceta levei vara sem do contos eroticoscontos eroticos gay garotinhocontos eróticos comendo cuzinho da gordinhacontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudocontos eróticos minha vida depois do filhoconti gay minha tia me fagrou de calcinhaconto dopei ela e mamei o grelo e chupei o peitinho ela gozouzoofilia tesouracontos eróticos não acredito que o padre da Paróquia chupa o meu paucontos eroticos babá lesbicover contos de lesbicasConto de homem de deu para Fabiola voguelcasada dando o cu no bairro de na casa do feranteFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcontos eróticos no elevadorcontos eroticos diversos safadeza e assanhamentoContos eróticos malíciacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoseroticos satisfaco mae na camacontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos nacú guloso contos reaiscontos eroticos me comeram feito puta e chingada de vadia e cadelameu pai fez minha mae mim dar a buceta na sua frente quando eu tinha dez anos contos veridicoseu minha mulher e meu sogro contoscontos eroticos arrombando a gordaconto erotico encoxando a sobrinha no onibus lotadoconto erotco mendigoprimeiro adulto contos eróticoscontos eu e minha nora vomos enrabadas na praiacontos eroticos espermacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos grupal baile funkcontos eróticos gay dei o cú sem quererconto dono da minha mulherporno cunhada seio duro violadatias coroas em festa despedida de solteiramulher casada vira p*** no baile do carnaval só transa com homem do p********* e grosso para vídeosDominando ela contosconto cunhada sheila adora dar a bunda quando marido sai para trabalharcontos eroticos arrombando a gordacontos gay bebado paiÇonto casada dado iii rabocontos de sexo casado trocando cucontos virgem encoxada no busmeladas e nuas todas meladas de margarinasconto de sexo com casada com eletricistade santinha a putinha e um pulo contos eroticoscontos erótico me rasgaram mo acampamentocontos transei com meu filho enquanto fingia dormirconto erotico velho pedreiro novinha quartinhoContos de incesto quando eu era pequena era putinhaUm cao mais novo do q 9 meses ele pode ficar engatado em mulhercontos eroticos troquei marido pela vizinhamarido todo produzido eróticosconvidei minha irmã para tomar cerveja e acabamos indo pra um motel contos eróticoscontos eroticos espermadando desde pequeno contos eroticos gayscontos eroticos arrombando a gordae o marido viajando no meu tio meu tio meditando contos eróticos transei com eleFui enrabada ao lado do meu marido e ele não viuMostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinho