Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMEIRO NEGRO (EU TINHA SÓ 13)

Eu tinha 19 anos e há pouco tempo tinha perdido meu cabacinho do cu. Eu estava totalmente dominado por fantasias com homens e com uma vontade enorme de dar novamente. Perto de minha casa havia um campo de futebol onde se reuniam homens das redondezas para jogar, eu me sentei ao lado do campo para assistir uma partida (na verdade eu queria mesmo era admirar aqueles machos suados correndo). Aos poucos fui me enturmando e chamando a atenção de alguns porque meu disvirginamento recente tinha me deixado com um ar meio afeminado e sacana. Um cara negro me chamou a atenção com seu papo e despertou meus desejos, eu sempre tinha ouvido falar do tamanho da benga dos negros e fique doido de tesão, ele usava um calção que parecia estar bem recheado e eu sem disfarçar muito dava olhadas naquele volume que despertava meu desejo. Ao fim da tarde ele me convidou para acompanhar ele até um lago no meio de uns matos ali perto para tomar banho, cheios de malicia nás fomos até lá. Tomamos um banho eu fiquei sá de cuecas e ele de calção, depois de um tempo ele deu a idéia ficarmos nus já que era quase noitinha e não apareceria ninguém por ali àquela hora, com muita prontidão concordei com ele. Quando vi o tamanho de se pau fique bobo. Era realmente enorme e lindo, muito preto e com um cabeção arroxeado, eu não conseguia mais tirar os olhos daquilo. Sem muitas palavras eu logo cai de boca no pau do cara. Meu desejo era incontrolável e eu chupava com voracidade, quanto mais eu chupava, lambia e punhetava mais aquele pirulitão ficava maior e mais duro. eu não acreditava no tamanho daquilo, era muito grosso e já não cabia na minha boca, eu sentia um misto de medo e vontade de ser fodido por aquela tora. eu debrucei sobre um tronco e abri bem as pernas para que meu cuzinho ficasse a inteira disposição daquele macho, ele cospiu em meu cu e tentou meter o pau mas não conseguiu, era realmente muito grosso e mesmo relaxando muito não tinha jeito de entrar, parecia que ia me rasgar. ele tinha consigo um tubo de desodorante (que era bem mais fino que aquele caralho) e eu dei a idéia de brincar com aquilo no meu cuzinho para ir alargando. fiquei lambendo e punhetando meu negro com uma mão e com outra fui metendo aquele tubo no meu cuzinho com bastante saliva. aos poucos foi ficando bem lubrificado e relaxado e eu pedi para ele tentar de novo. Dessa vez o cabeçao dele foi entrando devagarzinho e meu cu foi cedendo. O tesão que eu sentia bloqueava qualquer dor e eu pedi para ele ir metendo mais e mais. Eu remexia os quadris e rebolava com meu macho cada vez mais enterrado em mim, aquela imensidão de caralho já tinha entrado até a metade, então ele tirou o pau e cuspiu mais um pouco em meu cu para ficar bem lubrificado e iniciou um lento vai e vem. Que delicia era aquilo! Pouco a pouco meu cu foi se adaptando a bitola daquela jeba e ficava cada vez mais gostoso. O pau dele estava duro como pedra! Eu sentia meu anelzinho esticado até o limite. Meu cú abraçava apertado aquela tora e eu sentia cada centímetro dele entrando fundo em mim. Aquele crioulo agora tinha total controle sobre mim, eu me sentia totalmente dominado, como uma menininha eu gemia e pedia mais... mais fundo... mais forte... Aquele caralho delicioso foi me arrombando até entrar todinho em mim, meu cu engolia e pedia mais. O negão socava tão forte que fazia um barulho bem alto quando ele batia com o corpo contra minha bunda, meu corpo sacodia com a força das estocadas, eu estava em transe, minha masculinidade havia se esvaído por completo e eu me sentia totalmente fêmea,em êxtase, dominado por aquele macho com seu mastro atolado em minhas entranhas. O cara tinha uma resistência incrível e ficou me fodendo por mais de meia hora até que eu senti uma cachoeira de gozo dentro de mim. Meu cuzinho tinha se entregado por completo estava totalmente arregaçado e eu sentia um tesão enorme, naquela hora eu poderia dar a bunda para um time de futebol inteiro e ainda pedir mais. Depois de nos recompormos tomamos outro banho no lago e logo eu já estava de boca novamente no meu pirulitão, dessa vez eu chupei até ele gozar rios de porra em minha boca. Eu bebi me deliciando com todo o leite daquela mamadeira preta,lambi bem até não sobrar uma gota. Depois desse dia meu cu podia levar qualquer tamanho de pau com facilidade.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meninas piranhas de calcinha fio dentalContos eroticos de estrupoiniciei meu irmaozinho na banhera contosgaycontos meu marido comeu minha mãeMinha mãe pois silicone contosconto erotico 30 cmcontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos na praiaadoro usar as calcinhas da minha esposaconto gay moreno do messengercontos eróticos caminhoneiro seduziucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterose empregadinha contoscontos eróticos sentada no colo do padrasto na frente da mãe na hora da jantaContos eroticos briguei com o marido dei pra outrosexo-gostoso-numa-ilha-paradisiaca..comMinh esposa loirinha baixinha e os nossos sobrinhos de treze e quatorze anosprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foracontos comendo a bucetinha da titiacontos eróticos de mães e filho de pau grandeContos er meacordei com o pinto na bucetame fode jb. contoscoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandeContos nao sabia bate punheta amiga de mamae me explicoufiquei de bruço o negao se aproveitouconto real levei minha mae para ficar com um travestititio e sobrinha contosTenho uma tara incrível em ver mulheres lutando e foi com muito custo que consegui convencer minha então noiva a se atracar com mulheres semi nua, e em algumas lutas completamente nua, para o meu prazer. às vezes fico com peso na consciência pois ocontos flagrei meu pai comendo cu do meu irmaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos o avô do meu marido me arrombouconto de irmacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos bucetinhas depiladinhas no espelho eu e minha amigainseseto commforcacontos eroticos comendo a coroa virgem de saiaContos porno um gigante quase coube no meu cuzinhocontos eroticos meu irmãocontos eu minha namorada e mais dois garotosmais que irmaos contos eróticos virgenscontos eroticos de pastores cadetudoconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadocontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimContos Eroticos: Fudendo com cavalo(Verídico)contos gay o menino que era um femea escondidoComo e bom fuder com o velhinho contosconto minha sogra nuaContos erotico desvirginei as filhas do meu amigopapai safado dando sonífero para filhas bebê e transando com elasconto erotico dra valeria trepa com labradorconto gay tiozao deu cupegando hetero casado conto gayfudeno com duas gostoda e cozamo na caraconto erotico com crentecontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudoconto erótico rasgada pela turmaconto erotico de comi a amiga da minha filhaesposa surpreende marido com casal para fazerem swingcontos eróticos de gay Fui dormir na casa do meu cunhadocontos eróticos escravo da professoraespoza leva susto chegando dois pra fudelaContos gay pau com pauZoofila comi a mãe de meu amigocontos foi a melhor foda que tivecontos erotico fis boauetes nos amigs de meu marido e ele nem sabecontos eroticos surpreendeu a esposaconto erotico de mae nao aguentei nem a pau o casete do coroa meu amigocontos um anjo de sobrinhaporno boquete linguada no pau eno saco orgiascontos virei a cachorrinha do meu amigoconto erotico meninos mi comeraofotos chapéu ao traveco até ele gozarelato erotico calcinha fio dental da madrinhaconto enterrando a ate o talo no cu da mamaecontos minha filha gemia no quarto delaVizinha gostosa contos Ruivadindinho comeu meu cuzinho