Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRAZER OFERECIDO

A luz era ambiente, o som imbutido no silencio do quarto, era travesso nos gemidos dados por ambos. A janela estava aberta. Era verão e a lua iluminava o Céu bem estrelado.

Começamos na brincadeira. Beijos simples na mistura complexa de beijos comunicadores. Da sua boca vinha o fluido que completava a minha lingua e a fazia percorrer sabores perfeitos. A excitação era forte. Não sabiamos que fazer ou em que mexer, pois intensa estava a nossa relação naquela noite. De repente mandou-me deitar de barriga para cima e de imediato veio ao encontro do meu pénis. Lambe-o como sá ela sabe, enquanto eu lhe passava os dedos no clitáris. Eu movimentava-me num vaivem de emoções e ela mexia-se como uma cobra. Balançava as ancas de forma excepcional.

Paramos de repente. deitou-se de novo a meu lado. Estavamos exaustos e nem o orgasmo tinhamos ainda atingido. Voltamos a beijar-nos. Trocamos olhares e sem ela dizer nada, pus-me em cima. Rocei a "cabeça" na vagina. Pediu-me para introduzir. Asssim fiz. Comecei na rota do prazer (não sei o que me dava mais prazer, se enfiar naquela gruta toda molhada, se ver aquele olhar louco). Aumentei a velocidade, mas tive de parar. Não queria ejacular naquele momento. Existiu uma nova pausa. Fomos até ao terraço fumar um cigarro. Quando ali estavamos verifiquei que no prédio da frenta estava um homem à janela. Fumava também. Não tinha a certeza se ele nos consegui ver ou não. Não lhe disse nada, pois sabia que ela mandava apagar a pouca luz que tinhamos e quem sabe, dizia para fechar o cortinado. Acabamos de fumar. De novo no quarto, no meio dos lençois transpiarados pelo ritmo que lhes tinhamos imposto. Pedi-lhe para se por de joelhos. Ela naquela posição fica um autentico espanto. A forma como mostra a coninha, a maneira como lhe ficam bem delineadas as suas curvas...hum! Que bom que é. Penetrei-a, mas ao mesmo tempo ia olhando para a rua para ver se o vizinho nos conseguia ver, especialmente, se a via naquela posição. Ia tirando e pondo. Observava o vizinho e consegui verificar que ele via bem os dois. Entusiasmei-me, e não fui o unico, pois dava para para ver que o homem já se estava a masturbar. Ela gozava com o meu vaivem. De repente perguntou-me porque estava eu a olhar para a rua. Surpreendido (ainda pensei duas vezes), arrisquei e disse-lhe que enquanto a comia estava outro no prédio da frennte a masturbar-se. Disse-me que estava a brincar, disse-lhe que não. Era mesmo verdade, estava um gajo a bater uma há nossa conta.

Continuei a foder-lhe a aquela cona encharcada, com sabor a mel. Que excitação! Disse-lhe que não aguentava mais e que me ia vir. Pediu-me para vir em cima daquele traseirão. Que bom foi aquele pedido. Dei até ao ultimo momento. Vim-me. Gritei como de costume. Nisto olhei para o prédio da frente e vi que o gajo ainda se masturbava. Disse-lhe a ela que o gajo ia esporrar-se naquele instante. Ela levantou-se, abraçou-se a mimi de costas para o vizinho, beijou-me e disse-me:"Abre bem as minhas nadegas para ele jogar o restinho fora"- assim fiz e o vizinho deve mesmo ter jogado o resto fora. Via-se que ele não tirava os olhos. Nás gozamos muito, mas ele também deve ter gozado. O importante é que foi optimo. Foi amor e sexo e algum prazer oferecido.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Realizei a fantasia do meu colega e eu virei cornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos a travesti e minha mae fudendoconto troquei de papel com a minha mulhercontos eroticos gatinhascurtos relatos eróticos de estupro fortipornô grátis boa f***.com Só conto sogra transando com genroxxvideos tia chopano a sobrinha novinha a rola dele era muito grossa e veiuda eu implorei pra ele parauma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorrocomtos eroticos mania bem novinha pelada motoboy gay contocontos erotico dominadaEu pipi pequeno comendo empregada contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos mamãe deu o cu eu vicontos esposa sentiu uma rola giganteconto erotico enrabadoconto erotico o ponei e mulhermoranade bct Grande batendo um pra amiga contos eroticos me encostou na paredeconto erótico de sequestradorescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico incesto sonifero filhatransformação contos eroticosConto erotico entalouIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos comendo minha sogra na cozinhacontos eroticos minha pequenacontos anal tio dotado tirou avircontos eróticos comi o bundao da sogracontos eroticos brecheicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos porno um gigante quase coube no meu cuzinhoo corpo da colegial tem que ser magro fetichecontos eróticos pular pulaconto transando com mulher deficientevoyeur de esposa conto eroticocontos família liberalcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos comi a mulher de amigo bebadavídeo pornô africano cheguei bem cedinhocontos eróticos de cunhadas e subrinhascontos socando a rola na negrinhaContos eroticos no dia do meu crisma fudi contos eróticos minha tia viu eu de cueca boxcontos eróticos minha bundacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemarido chupa seios quando está nervosocontos com teens sentando na ro do pri com doze anoscontos eroticos arrombando a gordaa vizinha me convidou pra ir em sua casa,contoscontos de avo e pai q transavam.comcom.com filhas incestos contos eroticos arrombando a gordacontos eroticos dominada por mulequinhoscontos no cu da vizinha marrentamamando na vara feita bezerrinhaconto pai ai meu cucontos eroticos com padrastos e enteadascomeno a xaninha da menina bem pequenacontos transei com meu filho enquanto fingia dormirconto erótico sequestro de mulheresembebedei minha mulher e consegui comer o c* delaLóira safada narra conto metendo na coberturacasada reclamando do vizinho contos eroticosContos eroticos cu da negra madantacoroa negra contoconto erorico o negro e a filha do amigocdzinhas lindas contoscontos eroticos enganada e oferecida pelo maridovizinho novo contos gayConto erotica de mulher fuder a cagarcontos fingi que dormia e comi minha filhacontos noiva dando o rabo pro patraoai que lambida contos